1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Amargo café das seis.

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Breno C., 11 Jan 2008.

  1. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Quando o desejo de vingança é grande
    Cabe a razão dizer a alma que o ferimento não irá sarar.
    Mesmo que se lamba o sangue envolta
    E se faça requiem aos Reis do nada.
    Pois é certo de que nem sempre somos feitos de terra.
    Quando não, nossa essência é a moldável água barrenta,
    Assim não se faz dura a consciência,acabando por achar qualquer erro banal e sem sentido maldoso.

    Não tendo nada à ter ódio,
    Só nos resta a doce desculpa do ser que não errou.
    E ela vem, mesmo que a burro e sem sela, mas vem.
    O medo nasce quando o tempo de espera é grande e o coração vacilante.
    Já que nem todos estão dispostos a pedir perdão.
    E é ai que o amargo café das seis chega.
    Com ele vem as lágrimas atrasadas e a risada fora de hora.
    Pode-se até pensar que é proposital, mas não, é fatal!

    Olhamos para o fundos dos olhos, mesmo que infinitos.
    Pensamos que era melhor não existir rancor e nem pedidos.
    Os tiros foram dados em momento de raiva repentina.
    A mesma que cega os sábios e dá vida aos monstros.
    Quem vamos enganar depois da derrota admitida.
    Ainda vai sobrar dúvidas e sopros de hálito quente no vidro frio.
    As desculpas vem com o tempo, porque sabemos que ira perdurar o momento.
    O vazio do momento que deixamos
    Quando seguramos o copo de café amargo e sem leite.

    Essa é para o meu chefe e os dias de fúria dele, seguidos por um fim de tarde regado a desculpas e meios sorrisos...Porque mesmo quando ele está errado, eu (subserviente) digo: Sim senhor, senhor!
     
  2. Fernando Giacon

    Fernando Giacon [[[ ÚLTIMO CAPÍTULO ]]]

    Tão legal saber o que tem por trás de tudo...=D

    Cara o mais legal desse escrito teu é o quão grande você deixa uma cena simples como tomar um cafézinho pós serviço, porém um cafézinho repleto de ânsias de pensamentos, desculpinhas formadas com sorrisinhos meia boca, bendita seja a hora do café reflexivo de cada dia, amargo, mas essencial...
     
  3. Breno C.

    Breno C. Usuário

    E o pior: não posso mais tomar café... agora as desculpas vem com um chazinho do meio de tarde...
    Valeu pelos elogios (de novo) Giacon...
     
  4. Fernando Giacon

    Fernando Giacon [[[ ÚLTIMO CAPÍTULO ]]]

    Ah agora é o chá?XD Você poderia fazer uma segunda poesia do gênero com o nome de "Chá amargo das três", pra brindar com a gente aqui, o que acha? rsr...
     
  5. Breno C.

    Breno C. Usuário

    pode até ser... não seria má ideia, mas o nome deveria mudar muito, por que o chá das três tem outra função mais refinada. Vou tentar ver se sai alguma coisa que preste ai coloco aqui no forum
     

Compartilhar