1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Amante cortês ou amante carnal

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Mi Müller, 10 Set 2009.

  1. Mi Müller

    Mi Müller Usuário

    [align=justify]Olá fiz uma postagem no meu blog com uma pergunta que surgiu das leituras de um dos tópicos aqui do Meia, então resolvi perguntar aqui também:

    Este é meu texto:

    Confesso: eu rabisco livros, claro que não faço isso com livros alheios, só com os meus, mas sinceramente não entendo o endeusamento do objeto, esse que é feito de papel e tinta, o livro é muito mais do que papel e tinta, é entrega, é criatividade, é imaginação, é vida pulsando das páginas!

    Esse questionamento surgiu de um debate lá no fórum Meia Palavra, não conheces? Vai lá conferir é tri bom! Uma das gurias que participa lá, contou que fica nervosa quando vê alguém riscar, marcar com a orelha, dobrar páginas de um livro e fiquei pensando bastante naquilo, e também me lembrei de um livro chamado Ex-Libris: Confissões de uma leitora comum, de Anne Fadiman, que tem um texto falando disso, e a autora traz uma idéia bastante interessante sobre este assunto: ela acredita que podemos amar os livros de maneira cortês ou carnal.

    Para os amantes corteses o ser físico de um livro é sacrossanta sua forma é inseparável do conteúdo, seu dever como amante é a adoração platônica. Já para os amantes carnais as palavras de um livro são sagradas, mas o papel, a tinta, o tecido, o papelão, a cola, a linha e a tinta que as contém são um mero receptáculo e como tal não representa nenhum sacrilégio tratá-los de qualquer forma. A rispidez no uso não é sinal de desrespeito mas de intimidade.

    Acredito que eu sou um meio termo entre o amante cortês e o amante carnal, pois apesar de me enquadrar totalmente na categoria de amante carnal, possuo alguns livros de valor afetivo e histórico muito relevantes aos quais dedico um amor intensamente cortês, mas fora estes pouquíssimos exemplares amo-os carnalmente, e tu que tipo de amante és?[/align]

    estrelinhas coloridas...
     
  2. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    sou total&exclusivamente carnal. mas já fui cortês. tto é q hj compro ou troco pra ler & já me desfaço do livro. e tem ainda os ebooks q aprendi a gostar de ler e q nessa teoria ñ teriam corpo, seriam as almas penadas, hehehe.
     
  3. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    Eu sou um meio termo... Não consigo riscar meus livros.. (exceto os do Wilde ou os muito mal traduzidos), mas ao mesmo tempo carrego pra todos os lados, e não tenho medo de abri-lo (nada de ângulos agudos com meus livros...) e antes de descobrir os post-its não tinha nenhum escrúpulo em fazer uma orelhinha... Meus livros tem cara de livros lidos. Eu empresto com critério, mas não tenho intenção de vendê-los.

    Mas livro emprestado é sagrado. Volta na mesma condição que vem...:sim:
     
  4. Chyz

    Chyz Usuário

    Também me considero um meio termo! As únicas coisas que não faço é rabiscar e dobrar orelhas pra marcar páginas (tenho horror a isso!)!
    Mas carrego meus livros pra cima e pra baixo, apoio nos lugares mais estranhos pra poder ler melhor e não tenho nenhum pudor em fazer os bonitinhos se abrirem todos pra mim....:timido:
     
  5. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Também sou um meio termo dos dois.
    Não dá para deixar de lado totalmente o lado físico dos livros e só se importar com a leitura, porque chega um determinado momento em que você cria um laço com o aquela matéria (papel, cola, papelão etc) e tem sentimentos fortes ligados a ele.
    Sendo que também acho meio que uma paranóia essa coisa de "não toque nos meus livros ou te mato", porque a importância dos livros está no conteúdo.
    O que está escrito é que vai te fazer criar o laço físico.
     
  6. Marcileia

    Marcileia Usuário

    Eu também sou uma amante meio termo.
    Não risco ou dobro orelhas, mas sempre tenho um livro comigo para ler no ônibus. Até empresto desde que aceitem essas condições.
    E tem muitos livros que tem um significado especial, como aquele que tem uma dedicatória, um autógrafo, que a gente não olha só o "espírito", mas o físico deles também.
     
  7. imported_Franco

    imported_Franco Usuário

    Eu sou um amante seletivo.

    Livros de faculdade, que leio como se fosse uma profissão, não tenho dó de riscar, anotar, e fazer tudo o mais que exija a leitura atenciosa; aí sou amante carnal.
    Mas livros fora do contexto da faculdade, geralmente literatura, que leio por prazer, sou amante cortês; não tenho coragem nem de abrir o livro por completo em 180 graus com medo de que a cola ceda e as páginas se descolem rsrs.
     
  8. Mi Müller

    Mi Müller Usuário

    É pelo que percebo nos precisamos criar uma nova categoria, porque temos características dos dois tipos apontados por Fadiman :rofl:!
    estrelinhas coloridas...
     
  9. lukazmenezes

    lukazmenezes Usuário

    Pois é, eu sou meio assim XD Sou completo e totalmente cortês, nunca abro um livro totalmente, está sempre em um ângulo de noventa (paranóico), nunca abro demais uma orelha (louco) n empresto a ninguem (muito louco) e pra mim o livro tem vida e sua tinta é o sangue santo (ta eu sou meio esquizofrênico)

    mas nada disso deixa de ser verdade :timido:
     
  10. Breno C.

    Breno C. Usuário


    Sinto informar, mas segundo os livros de psicologia que tenho em minhas mãos, todo os dois tem problemas sérios.

    Eu até tenho um certo cuidado com alguns livros, mas não chego a esse ponto de loucura.
     
  11. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Eu acredito que essa obsessão por um objeto, seja um livro ou um dvd ou o que for, está intimamente ligado a necessidade que as pessoas tem de criar identidades e ter posses. Mas não saco muito de psicologia, só falei aquela parada de livro de brincadeira, o que não invalida o fato de que acho vocês dois loucos.
     
  12. lukazmenezes

    lukazmenezes Usuário

    Com certeza, sou louco e afirmo :g: mas vamos ser sensatos, de médico e louco todo mundo tem um pouco XD
    Eu sou muito louco com meus livros pq...ta, nem eu sei pq, mas eu prefiro eles conservadinhos nos seus lugares :sim:
    è bom ser louco, ou vc axa q Erasmo de Rotterdam escreveu Elogio à Loucura pra nada? XD
     
  13. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    :lol:
    Eu também. Se fosse possível gostaria inclusive de mantê-los com o mesmo cheiro de quando novos.
    Sou totalmente amante cortês, até com livros que não gosto ou os de texto didático, pra faculdade etc.
    Quando eu era adolescente tinha mania de escrever observações nas páginas dos (meus) livros, hoje acho isso bobo e egocêntrico, só admissível mesmo pra quem tem menos de 16 anos.
     
  14. imported_Wilson

    imported_Wilson Please understand...

    Pois eu sou dos carnais então. Dobro canto de página, sublinho passagens e não me preocupo muito com a maneira de abrir um livro (a não ser volumes pesados e bem acabados, tipo o d'A Nascente ou Grande Sertão (esse aí eu plastifiquei a capa que tava começando a escurecer)). Tenho bastante cuidado de não deixá-los cair ou molhar ou sujar, mas rabisco e dobro sem dó.

    Observações eu não escrevo, Clara, mas já houve casos em que eu usei páginas em branco pra rabiscar algum poema ou idéia solta.

    Livro de faculdade, nem comento. Até conta eu fazia neles.
     
  15. lukazmenezes

    lukazmenezes Usuário

    Eu também tento sempre conservar o cheiro dos meus livros Clara, e eu tenho uma mania ainda maior:cheirar página de livro novo, ta eu sei, é estranho, mas cada um com suas manias né? :sim:
    Eu acho q desde os meus três anos eu conservei bem meu primeiro livro, tanto é q eu tenho meu primeiro livro até hoje XD, pra mim observação só em algum caderninho :timido:
     
  16. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    :rofl:
    Lembrei de um amigo que fazia o livro que estava lendo de agenda, escrevia coisas do tipo: comprar leite, dentista quarta-feira etc. Eu disse a ele que se um dia ele fizesse isso com um livro meu eu o faria engolir... :/

    Nossa, eu AMO cheirar livro novo, inclusive faço isso direto nas livrarias, passo a mão na capa, na lombada e nas folhas, folheio e dou uma "fungada" no livro. :lol:
    Tarada!
     
  17. lukazmenezes

    lukazmenezes Usuário

    uou, very sexy...ta eu afirmo, também faço isso :lol:
     
  18. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    vocês são estranhos. :timido:
     
  19. Ramalokion

    Ramalokion Mecha-de-Folha

    Sou cortês.

    Se quer escrever compre um caderno ou um bloquinho! Livros são pra ler, catso!



    PS: todo mundo que é normal CHEIRA livros! Eu sempre faço isso!
     
  20. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    Viu? Viu?

    Vamos fundar a S.F.A.C.L. - Sociedade família e amigos dos cheiradores de livros...

    :lol:
     

Compartilhar