1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Aldous Huxley – Contraponto (1928)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por clandestini, 16 Fev 2009.

  1. clandestini

    clandestini Cylon ou

    Eu comprei por dois reais na feira do livro da minha cidade e comecei a ler só agora. Ainda estou nos primeiros capítulos e não tenho uma opinião formada sobre personagens ou idéias do livro. No entanto estou achando um pouco massante, uma leitura truncada. A edição que eu comprei também não ajuda, mas não posso exigir nada por dois reias, não é mesmo?

    Sobre o livro:

    'Contraponto'
    combina diversas histórias simultaneamente, apresentando o relacionamento de vários casais que se amam, mas não se comunicam, solitários em suas vidas movimentadas e febris.

    O livro é sobre idéias, e existe uma tentativa de Huxley em subverter a forma do romance, contando simultÂneamente a história de vários casais.
     
  2. Roy Batty

    Roy Batty "Inconsertável"

    Puts....acreditem: sou um dos fãs do Huxley mas só li inteiramente (e várias vezes) o "Admirável Mundo Novo", um dos meus livros favoritos de todos os tempos.

    Um dia eu lerei este referido por vc, Daniela! Depois que eu li "Lolita" do Nabokov, quero dar um tempo nessa parada de livros que abordam relações amorosas e derivativos (de todos os tipos, mesmo os mais comportados, que analisam outras questões dentro do contexto)
     
    Última edição: 16 Fev 2009
  3. clandestini

    clandestini Cylon ou

    Eu mesma queria dar um tempo de livros sobre relacionamentos humanos, depois de ter lido
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    . Mas não me aguentei, tive de começar a ler Contraponto.

    A leitura está ficando mais fluida conforme acostumo com o estilo do autor (embora eu também já tivesse lido Admirável Mundo Novo e gostado, as narrativas diferem entre si em alguns pontos - não saberia descrever agora, pois fazem anos que li o Admirável...).
     
  4. Jango

    Jango Branca! Branca! Branca!

    Não li mais nada dele, mas contraponto é um ótimo livro. Não segue os padrões e consegue ser original num campo perigoso que é o de histórias de relacionamentos. No começo estranha-se o modo como ele narra a história, mas depois é só relaxar e usufruir dessa obra de artesanato que ele criou.
     
  5. Artanis Léralondë

    Artanis Léralondë Ano de vestibular dA

    Daniela, o livro tem uma escrita fácil de ler ou é meio travado??
     
  6. Penny Lane

    Penny Lane O Gato que Ri

    Tem alguma relação com o filme Contraponto?
     
  7. clandestini

    clandestini Cylon ou


    No começo dele a leitura é um pouco complicada pela guinada de histórias e personagens que confundem um pouco o leitor. Mas depois flui mias facilmente, basta se acostumar com os nomes dos perdonagens.

    eu não lembro de já ter visto esse filme, não posso te responder com certeza, mas acredito que não.
     
  8. Penny Lane

    Penny Lane O Gato que Ri

    A sinopse do Contraponto (Tideland) é essa aqui ó:

     

Compartilhar