1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[Alcarinollo] [3 sonetos Tolkenianos] [L]

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Alcarinollo, 28 Ago 2006.

  1. Alcarinollo

    Alcarinollo Usuário

    Soneto da Criação

    O que é A Música
    para o Ainu que a canta?
    enquanto Eru, que tudo cria,
    tudo fez e faz se encanta;

    o Universo, em sinfonia, é moldado:
    em cada tom, oitava-átomo, en-cantado
    o gênio de Melkor, a constância de Manwë.

    O mar, a cordilheira, o vento, o fruto e o sangue,
    o amor, a amizade, o gosto, o cheiro, o tato -
    Oitavas no vazio em que se espande
    o fogo de Eru que forja tempo e espaço.

    Cintila o céu de Varda em noite-estrela
    enquanto Arda se veste de Iavanna ...
    a história de elfo e homem? só uma chama.

    *** 18/08/06 Alcarinollo
    Soneto de Turambar

    Triste destino, Túrin
    Que jamais foi Turambar;
    tanto a vencer, e a lutar,
    derrotou-lhe o Destino.
    Como Édipo, fadado
    ao incesto, ao assassinato,
    derrota a esfinge/lagarto
    mas não muda o próprio tino.
    Amigo, parente, chegado,
    tudo o que toca, enredado
    em teia de Morgoth, o vil.
    A maldição, do covil
    pai e filho destruiu ...
    mas ao bem deixou legado.
    *** 23/08/06 Alcarinollo




    Ithilien

    Oh, bela Minas Ithil,
    quanto esplendor, quanta vida!
    povo tão belo e viril,
    cantava durante a vigia;
    do mal que, eterno, espreitava
    desde o Gorgoroth desolado.
    Vigia, aguçai os sentidos!
    Gondor, enviai teus soldados!
    Que a bela Ithil tem dormido,
    e seus campeões, fracassado...
    alastra-se o Mal, incontido.
    Por fim, quedou-se, vencida,
    outra casa de príncipes alados.
    Morgul, sob o monte, olha o prado.
    *** 28/08/06 Alcarinollo


    por favor, enviem seus comentários e críticas:loser:
     

Compartilhar