1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Agricultores e Pastores Élficos... será?

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Alcarinollo, 16 Mar 2007.

  1. Alcarinollo

    Alcarinollo Usuário

    Desde que terminei pela primeira vez a leitura das obras (Silma, Hobbit e SdA), fiquei pensando comigo como seriam os outros elfos, noldorin e sindarin, que compunham o povo dos eldar. Os agricultores, os pastores, os carpinteiros, os cozinheiros, costureiros, etc. Em todas as obras que li, nunca vi nenhuma menção de elfos realizando tal trabalho, salvo na despedida da Comitiva em Lórien, quando um elfo diz a Sam sobre a feitura da corda élfica, e outro elfo diz que as capas dadas aos membros da Comitiva foram feitas pelos próprios elfos. Mas confesso que gostaria que Tolkien tivesse deixado por exemplo uma história, mesmo que pequena, sobre o padeiro que inventou o pão élfico, o vinicultor que cultivava as vinhas do rei Thranduil, e assim por diante. Quem tiver alguma coisa, poste por aqui!
     
  2. natalia

    natalia Usuário

    Nossa!! Seria legal prá caramba ter esses detalhes.

    Mas não me lembro de ter lido nada parecido...
     
  3. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Bem, não sei te dizer neste momento precisamente, mas é tratado, mesmo que superficialmente, a relação dos elfos jangadeiros, da menção dos vinicultores de Dorwinion e de alguns outros ofícios élficos nas obras. O pão élfico, pão-da-vida, coimas, ou lembas no sindarin, era por exemplo, doado, ou tomado pela Donzela Élfica de virtudes mais agraciadas, chamada de Massánië (lit. "doadora de pão"). Procurarei melhor algumas dessas peculiaridades do cotidiano élfico. =]

    Abraços.
     
  4. Lassendil

    Lassendil Entinho

    pois é... nunca tinha pensado nisso também. Alguém já imaginou um elfo, todo radiante, de túnica brilhante e cabelos dourados, atrás de uma junta de bois no arado?? Aposto q ia ficar uma cena bem interessante.

    Outra, o que os elfos fazem o dia todo, sendo q eles já tem toda a eternidade para fazer o que quiserem? Somente filosofam??
     
  5. Elminster

    Elminster Usuário

    Esta questão já entra mais em um campo novo, onde se deve analisar sob suposições as tarefas que elfos realizavam e que não estão datadas.

    Não é difícil pensar em elfos agricultores: semelhantes aos druidas eles respeitariam a natureza, coletando tudo com esmero, ou plantando em áreas especiais seus outros alimentos que fossem importantes.
     
  6. Lassendil

    Lassendil Entinho

    é verdade... eles tem que cuidar do local onde vivem, pois precisarão deles por muito e muito tempo...
    bem pensado elminster
     
  7. Elminster

    Elminster Usuário

    Obrigado :abraco:

    Quanto ao artesanato, é como comparar á sua forja: Feitos com afinco, qualidade e muito trabalho para se obter o melhor possível. Como se refere ás cordas.
     
  8. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Exatamente, as habilidades élficas não se restringem ao campo do bélico, eram amantes do belo, e tinham cuidados especiais na fabricação de objetos úteis, cordas, roupas, e coisas afins.
     
  9. Lassendil

    Lassendil Entinho

    O mundo hoje em dia precisa de elfos, não é verdade? Seres que se importam mais com o que é do que com o que se possui, amam o belo ao invés do valioso, e respeitam o que deve ser respeitado e lutam até amorte por o que está errado.
    Idílico, não?
     
  10. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Sempre ao pensar nessa questão élfica, não consigo desfazer-me de pensar analogamente o mundo grego, o culto ao belo, natural, a phísys. E certamente, é seu papel no Mito de Tolkien nos trazer essa idéia de que os humanos não tem a presteza necessária com relação aos cuidados de Arda, isso é passado claramente na idéia de serem eles vistos como "estrangeiros" pelos elfos, devido a sua vida curta, passageira, e a seu descuido com o ambiente que habita.
     
  11. Alanië

    Alanië Usuário

    Lembro que são tratados n'O Hobbit, não? Mesmo assim, não há mtas referências de como seriam suas reais tarefas no dia-a-dia, por exemplo.
    É justamente isso. Até lembro de uma entrevista que um dos produtores dos filmes disse que seria extremamente difícil imaginar e criar totalmente a arte dos elfos, como por exemplo a cidade de Valfenda, que é mto mostrada nos filmes.
    Seria difícil porque eles imaginaram que os elfos, como são imortais, podem ficar horas, dias, semanas ou até meses só para fazer alguma coisa. Porém, ao final, essa coisa fica a mais perfeita possível, senão a mais perfeita.

    Acho que com as tarefas do cotidianos eles também tinham esse pensamento de perfeição, onde tudo deveria sair perfeito, desde o plantio de alguma coisa, ou colheita de frutas num bosque, ou a forja de uma espada. E Tolkien tenha deixado de lado isso para que os livros não ficassem tão monótonos, mostrando esse lado mais focado dos elfos.

    EDIT: E, realmente, deveriam existir mais elfos no nosso tempo. Se bem que há sim pessoas que se importam com a natureza, que vivem em ambientes mais tranquilos. Mas isso não é uma realidade tão comum, infelizmente. =/
     
    Última edição: 17 Mar 2007
  12. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Seria o amor pelo "bom" e pelo "belo", não é Alanië? =]

    Abraços.
     
  13. Alanië

    Alanië Usuário

    Com toda a certeza, Aracáno! Eu sou uma dessas pessoas que tem esse lema na vida. Pena que não posso demonstrar tão ativamente. :tsc:
     
  14. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Entendo o que diz. De fato, acabou-se por tranferir esses valores do mundo antigo para nossa cultura na forma apenas da "arte pela arte", e não num todo, visando desde o mais simples trabalho de jardinagem, a uma obra grandiosa. E quando diz o não demonstrar, parece-me que cada vez mais esses valores se difundem com outros, e seu real sentido nos parece cada vez mais distante.
    No mundo élfico isso é tão claro, que poderia-se ver, no caso de um "pastor élfico", a nobreza e o valor que seria dado a esse ofício, como traço natural da raça élfica. Por mais que os detalhes e pormenores da desses ofícios não estejam aos borbotões nas obras, em pequenas mencções do esmero do trato élfico para com coisas simples, como a maestria em fazer-se corda, nos desnuda esse belo panorama. A mim a idéia é perfeitamente concebível, e o tópico de Alcarinollo foi bem interessante. =]
     
  15. Luki_nha

    Luki_nha Usuário

    Na nossa sociedade perdeu-se a noção do micro, e de como esse micro interfere no macro.
    Os Elfos se ligam e preocupam com essas pequenas coisas que interferem no equilíbrio de todo o ambiente.
    E isso falta hoje ao nosso mundo.
     
  16. Elminster

    Elminster Usuário

    Porém cuidado especial com o desejo de tudo sair belo e bem feito, ou pelo menos deixar o mundo assim. Pois para nós humanos, tendemos a nos tornar egocêntricos, vaidosos ou de olhar muito crítico, ao contrário dos Elfos que sabem confiar em suas relações e trabalhos, mas que também sabem que não podem deixar todo o mundo perfeito. Não consigo pensar em um mundo que seja totalmente belo. Existem tanto aqui como em Arda o feio, o mal, a destruição, a corrupção e por ai vai...

    Nosso mundo é perfeito desse modo :D
     
  17. Ulmo- o grande

    Ulmo- o grande Não quero + passear com esse

    O mundo só pode ser perfeito se existir a imperfeiçao...Simples porem profundo...è como a luz e a sombra, que nao existem separadas. Assim os elfos tambem enxergam o mundo(tem tempo pra isso tambem), em toda a sua complexidade, e de como cada pequena coisa pode interferir no futuro de forma estrondosa, como num efeito borboleta.
     
  18. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Quase me senti como numa discussão de maniqueus agora. =] (brincadeira)
    Essa perfeição imperfeita é um referencial de nosso mundo, e de qualquer mundo onde tenha como protagonista os humanos, onde o objeto seja o homem.
    Os elfos realçam essa questão da consciência humana que foi deturpada, o esquecimento do belo, a valorização do útil, imediato, a reformulação no século XVII do paradigma galileano, a ciência como centro do universo, nem mais o homem, eu diria. Tolkien coloca sua rejeição a esse progresso desenfreado, a questão da destruição de áreas naturais, e o esquecimento de valores "clássicos".
    Os elfos são o "tipo ideal" (como diria Max Weber) do mundo clássico nas obras, dos valores clássicos, e também presentes na recém resgatada Idade Média de Le Goff, a não mais Idade das Trevas, mas também da Luz, resgatada por autores como Tolkien no século XX.

    Abraços.
     
  19. Rougue

    Rougue Usuário

    Acredito que Tolkien quis tanto mostrar os elfos como criaturas elevadas espiritualmente que não focou na questão dos trabalhos braçais, o que desvalorizaria um pouco dessa visão do "ser perfeito".
    Compreendem o que eu que eu quero dizer
     
  20. Eu acredito que haviam sim pastores e essas coisas mesmo sendo elfos, pois é citado nas obras de Tolkien elfos que trabalhavam como ferreiros ou empregados que serviam os elfos de maior hierarquia, logo imagina-se que haviam agricultores também.
    Talvez Tolkien não tenha citado devido a pouca importância que teria esse fato, assim como ele não citou que os hobbits tomavam banho ou faziam xixi, mas é claro que faziam essas coisas...rs
     

Compartilhar