1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Autor da Semana Agatha Christie

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Nihal, 3 Out 2011.

  1. Nihal

    Nihal Ventinha xD

    Primeiro tópico, este será meio copia-e-cola, mas durante a semana outros virão, talvez.:mrgreen:


    Agatha Mary Clarissa Miller
    15/09/1890, Torquay, Inglaterra
    12/01/1976, Londres, Inglaterra


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    "Dentro de alguns anos, só quero ser lembrada como uma boa escritora de casos policiais."
    Diz ela.
    E é assim que Agatha Christie permanece na memória de seus fiéis leitores em todo o mundo. São 86 livros traduzidos ( seis romances escritos sob o pseudônimo de Mary Westmacott) em 103 idiomas, uma autobiografia e cerca de 350 milhões de exemplares vendidos no mundo todo, até hoje.Agatha é a autora mais publicada de todos os tempos em qualquer idioma, somente ultrapassada pela Bíblia, e mais que Shakespeare.

    Tudo começou quando Agatha contraiu uma forte constipação que a deixou de cama. Sua mãe a incentivou a criar um conto para passar o tempo. Escreveu, e continuou, encorajada por Eden Phillpotts, um teatrólogo amigo da família.Ela é, até hoje, conhecida como a Rainha do Crime e Duquesa da Morte, entre outros títulos. Agatha foi pioneira ao fazer com que os desfechos de seus livros fossem extremamente impressionantes e inesperados, sendo praticamente impossível ao leitor descobrir quem é o assassino.Quando já era famosa, disse que, durante muitos anos, se divertiu escrevendo histórias melancólicas, em que a maioria dos personagens morria.


    Biografia
    Nascida Agatha Mary Clarissa Miller,passou a infância e a adolescência num ambiente quase recluso, pois sua mãe se encarregou de dar-lhe formação cultural, proibindo-a de freqüentar escolas públicas. Tinha trinta anos quando conseguiu publicar seu livro de estréia, O misterioso caso de Styles (1921). Agatha Christie criou dois tipos inesquecíveis: o detetive belga Hercule Poirot, com suas prodigiosas celulazinhas cinzentas no cérebro, e Miss Marple, uma solteirona simpática, observadora sagaz e tão cerebral quanto o detetive belga. Antes de morrer, em 12 de janeiro de 1976, cuidou também de preparar a morte de Miss Marple; e voltou a mansão Styles, cenário de seu primeiro livro, para encerrar a carreira de Poirot em Cai o pano. Ela se casou em 1914, com o Coronel Archibald Christie, um aviador da Força Aérea britânica. Com ele, teve sua única filha, Rosalind. Durante a Primeira Guerra, Agatha trabalhou como farmacêutica, o que lhe proporcionou, segundo consta, grandes conhecimentos sobre poções e veneno, que seriam mais tarde empregados em suas obras.

    Deu-se em 1920 a publicação o seu livro de estréia, "O Misterioso Caso de Styles", protagonizado pelo detetive belga Hercule Poirot, que se tornaria um dos mais famosos personagens de toda a história da literatura. Poirot seria protagonista de mais 33 romances e dezenas de contos.

    Com a morte da mãe e o pedido de divórcio do marido, Agatha entrou em um colapso nervoso que acabou culminado em seu famoso desaparecimento.
    Em Dezembro de 1926, o carro de Agatha foi encontrado abandonado, com as portas abertas, à beira de um lago, sem nenhum bilhete ou indício de seu paradeiro. Foram feitas buscas intensas, sem sucesso; falou-se de rapto, suicídio e assassinato; o marido infiel virou suspeito. No entanto, depois de 12 dias, o empregado de um hotel na cidade de Harrogate contactou a polícia, informando que uma hóspede do hotel parecia-se muito com as fotos divulgadas da escritora desaparecida. Chegando ao local, os investigadores constataram que tratava-se de fato de Agatha Christie, que se havia registado no hotel sob o nome de Theresa Neele (o mesmo apelido da amante do seu marido).

    Dois anos mais tarde, Agatha Christie divorciou-se de seu primeiro marido. Em 1930, publicou o primeiro romance com a sagaz personagem Miss Marple, "O Assassinato na Casa do Pastor". Marple, uma simpática velhinha que se arvora a detetive e é uma espécie de alter-ego da autora, foi protagonista de doze romances de Agatha Christie.

    Ainda em 1930 Agatha casou-se pela segunda vez, com Max Mallowan, um arqueólogo que havia conhecido numa viagem à Mesopotâmia. Com Mallowan a autora realizou uma série de expedições arqueológicas, que lhe renderam inspiração para novas histórias, como "Morte no Nilo".

    Agatha Christie tornou-se Dama da Ordem do Império Britânico em 1971. Morreu em 1976,aos 85 anos de idade, de causas naturais, em sua residência. Ela está enterrada no Cemitério da Paróquia de St. Mary, em Cholsey, Oxon. E desde então vários livros seus foram publicados pós-morte: o romance de sucesso Um Crime Adormecido apareceu mais tarde naquele ano, seguido pela sua autobiografia e pela coleção de pequenas histórias Os Casos Finais de Miss Marple, Problem at Pollensa Bay e Enquanto Houver Luz. Em 1998, Café Preto foi a primeira das suas peças a ser adaptada para o teatro por outro autor, Charles Osborne.



    Obras

    • 1920 - O Misterioso Caso de Styles (A Primeira Investigação de Poirot)
    • 1922 - O Inimigo Secreto (O Adversário Secreto)
    • 1923 - Assassinato no Campo de Golfe (Poirot o Golfe e o Crime)
    • 1923 a 1937 - Um Acidente e Outras Histórias - contos
    • 1923 a 1974 - Os Primeiros Casos de Poirot - contos
    • 1924 - O Homem do Terno Marrom
    • 1924 - Poirot Investiga (As Investigações de Poirot)
    • 1925 - O Segredo de Chimneys
    • 1926 - O Assassinato de Roger Ackroyd
    • 1927 - Os Quatro Grandes (As Quatro Potências do Mal)
    • 1928 - O Mistério do Trem Azul (O Mistério do Comboio Azul)
    • 1929 - Sócios no Crime (O Homem que era o nº 16)
    • 1929 - O Mistério dos Sete Relógios
    • 1930 - Assassinato na Casa do Pastor (Encontro com um Assassino)
    • 1930 - O Misterioso Sr. Quin
    • 1930 - O Cadáver Atrás do Biombo
    • 1931 - Um Furo Jornalístico
    • 1931 - A Morte do Almirante
    • 1931 - O Mistério de Sittaford
    • 1932 - A Casa do Penhasco (A Diabólica Casa Isolada)
    • 1933 - O Cão da Morte (Testemunha da Acusação)
    • 1933 - Treze à Mesa (A Morte de Lorde Edgware)
    • 1933 - Os Treze Enigmas (Os Treze Problemas)
    • 1934 - Assassinato no Expresso do Oriente
    • 1934 - O Detetive Parker Pyne
    • 1934 - O Mistério de Listerdale
    • 1934 - Por que Não Pediram à Evans? (Perguntem a Evans)
    • 1934 - O Retrato
    • 1935 - Tragédia em Três Atos
    • 1935 - Morte nas Nuvens
    • 1936 - Os Crimes ABC
    • 1936 - Morte na Mesopotâmia
    • 1936 - Cartas na Mesa
    • 1937 - Assassinato no Beco (Crime nos Estábulos)
    • 1937 - Morte no Nilo (O Barco da Morte)
    • 1937 - Poirot Perde uma Cliente
    • 1938 - Encontro com a Morte (Morte entre as Ruínas)
    • 1938 - O Natal de Poirot
    • 1939 - O Caso dos Dez Negrinhos (Convite para a Morte)
    • 1939 - É Fácil Matar (Matar é Fácil)
    • 1939 - O Misterio da Regata e Outras Histórias
    • 1940 - Cipreste Triste (Poirot Salva o Criminoso)
    • 1940 - Uma Dose Mortal (Os Crimes Patrióticos)
    • 1941 - Morte na Praia (As Férias de Poirot)
    • 1941 - M ou N? (Tempo de Espionagem)
    • 1942 - Um Cadáver na Biblioteca (Um Corpo na Biblioteca)
    • 1942 - A Mão Misteriosa (O Enigma das Cartas Anónimas)
    • 1943 - Os Cinco Porquinhos (Poirot Desvenda o Passado)
    • 1944 - Hora Zero (Contagem Zero)
    • 1944 - A Ausência
    • 1945 - Um Brinde de Cianureto (À Saúde da... Morte)
    • 1945 - E no Final a Morte (Morrer não é o Fim)
    • 1946 - A Mansão Hollow (Poirot, o Teatro e a Morte)
    • 1946 - Desenterrando o Passado
    • 1947 - Os Trabalhos de Hércules (Os 13 problemas)
    • 1948 - Seguindo a Correnteza (Arrastado na Torrente)
    • 1948 - Testemunha de Acusação
    • 1949 - A Casa Torta (A Última Razão do Crime)
    • 1950 - Os Três Ratos Cegos e Outras Histórias (A Ratoeira)
    • 1950 - Convite para um Homicídio (Participa-se um Crime)
    • 1951 - Aventura em Bagdá (Encontro em Bagdade)
    • 1952 - Um Passe de Mágica (Jogo de Espelhos)
    • 1952 - A Morte da Sra. McGinty (Poirot contra a Evidência)
    • 1952 - A Filha
    • 1953 - Cem Gramas de Centeio (Centeio que Mata)
    • 1953 - Depois do Funeral (Os Abutres)
    • 1954 - Um Destino Ignorado (Destino Desconhecido)
    • 1955 - Morte na Rua Hickory (Poirot e os Erros da Datilógrafa)
    • 1956 - A Extravagância do Morto (Poirot e o Jogo Macabro)
    • 1956 - A Carga
    • 1957 - A Testemunha Ocular do Crime (O Estranho Caso da Velha Curiosa)
    • 1958 - Punição para a Inocência (Cabo da Víbora)
    • 1959 - Um Gato Entre os Pombos (Poirot e as Jóias do Príncipe)
    • 1960 - A Aventura do Pudim de Natal
    • 1961 - O Cavalo Amarelo (O Cavalo Pálido)
    • 1962 - A Maldição do Espelho (O Espelho Quebrado)
    • 1963 - Os Relógios (Poirot e os 4 Relógios)
    • 1964 - Mistério no Caribe (Mistério nas Caraíbas)
    • 1965 - O Caso do Hotel Bertram (Mistério em Hotel de Luxo)
    • 1966 - A Terceira Moça (Poirot e a Terceira Inquilina)
    • 1967 - Noite Sem Fim
    • 1968 - Um Pressentimento Funesto (Caminho para a Morte)
    • 1969 - A Noite das Bruxas (Poirot e o Encontro Juvenil)
    • 1970 - Passageiro para Frankfurt
    • 1971 - Nêmesis
    • 1971 - A Mina de Ouro
    • 1972 - Memória de Elefante (Os Elefantes Não Esquecem)
    • 1973 - Portal do Destino (Morte pela Porta das Traseiras)
    • 1974 - Os Primeiros Casos de Poirot (Ninho de Vespas)
    • 1975 - Cai o Pano (O Último Caso de Poirot)
    • 1976 - Um Crime Adormecido
    • 1977 - Autobiografia
    • 1997 - O Visitante Inesperado
    • 1998 - Café Preto
    • 1998 - Enquanto Houver Luz
    • 2008 - Poirot Sempre Espera e Outras Histórias
    • 2008 - A Teia da Aranha

    Material não publicado

    • Neve no Deserto (novela romântica)
    • O Pateta de Greenshore (romance policial, com Hercule Poirot, expandido para a novela Dead man's Folly - A extravagância do morto)
    • Chamada Pessoal (novela de rádio em tom sobrenatural, introuzindo o Inspetor Narracott - o "British National Sound Archive" - Arquivo Sonoro Britânico - dispõe de uma gravação)
    • Manteiga num Prato de Alta Posição (novela de rádio de suspense policial, adaptado de The Woman and the Kenite)
    • O Portão Verde (sobrenatural)
    • A Noiva de Guerra (novela romântica/sobrenatural)
    • O Caso da Bola do Cão (conto, com Poirot, expandido para o romance Dumb Witness e relacionado com o conto: Como cresce o teu jardim?)
    • A mulher e o Kenite (horror)
    • Mais Forte Que A Morte (sobrenatural)
    • Sendo Voluntário Demais (novela romântica)
    • A Última Sessão de Espiritismo (peça de teatro)
    • Alguém à Janela (peça de teatro policial, adaptada do conto The Dead Harlequin)

    Adaptações para o cinema
    • 1928 Die Abenteuer G.m.b.H. (O adversário secreto)
    • 1928 The Passing de Sr. Quinn
    • 1931 Alibi
    • 1931 Café preto
    • 1934 A morte do Senhor Edgware
    • 1937 Amor de um estrangeiro
    • 1945 Os Dez Negrinhos
    • 1947 Love From A Stranger
    • 1957 Witness for the Prosecution
    • 1960 The Spider's Web
    • 1962 Crime,disse ela (Baseado em 4.50 From Paddington)
    • 1963 Murder at the Gallop (Baseado em "Depois do Funeral")
    • 1964 Murder Most Foul (Baseado em Mrs. McGinty's Dead)
    • 1964 Ahoy, Assasssinio! (Um filme original não baseado em nenhum dos livros, embora utilize alguns elementos do livro "Um passe de mágica")
    • 1966 10 Pequenos Indianos
    • 1966 Os Assassinios do Alfabeto (Baseado em "Os Crimes ABC")
    • 1972 Noite Infinita
    • 1974 Crime no Expresso do Oriente
    • 1975 10 pequenos indianos
    • 1978 Morte no Nilo
    • 1980 Espelho Quebrado
    • 1982 Morte ao Sol
    • 1984 Ordeal by Innocence
    • 1988 Um Encontro com a morte
    • 1989 10 pequenos indianos


    Tópicos relacionados
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


     
    Última edição por um moderador: 10 Out 2011
    • Ótimo Ótimo x 4
    • Gostei! Gostei! x 1
  2. Excluído046

    Excluído046 Banned

    Re: Autor da Semana - Agatha Christie

    Por que raios a maioria dos escritores não é minimamente normal? Estou rindo litruz do trequinho de ela ter sumido, à moda das personagens dos seus livros (pô, portas do carro escancaradas, perto de um lago, lembram ASSASSINATO), e ter sido encontrada REGISTRADA NO HOTEL com o nome da amante do seu marido. Acho que gosto mais da Agatha depois de ler isso; gosto de gente maluca.

    Eu AMO a Rainha do Crime. Faz tempo que não leio nada dela, é verdade. Acho que o último livro dela que li foi antes de eu entrar na faculdade, então já faz uns sete anos, mas estou com saudades. Estou com A Mansão Hollow, aqui, para ler, há quase um ano, e ainda não comecei, porque tem tanto livro na frente. Se bem que, quando o meu Uma leve simetria chegar, vou largar tudo (menos A tormenta de Espadas, claro) para ler. (Pois é, uma amiga comprou Uma leve simetria para mim. Eu estava LOUCA para ler esse livro desde que li a resenha, lá no Meia Palavra).
     
  3. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Última edição: 4 Out 2011
  4. Nihal

    Nihal Ventinha xD

    Re: Autor da Semana - Agatha Christie

    Pois é, pesquisando pra escrever o tópíco encontrei algumas coisas que eu não sabia, e passei a gostar mais um tiquinho dela. Sobre o caso do desaparecimento, há teorias, além da de que foi tudo de verdade, de que foi tudo um golpe publicitário pra alavancar as vendas d'O Assassinato de Roger Ackroyd, lançado logo em seguida, ou que foi uma tentativa de vingança contra o então marido Archibald, fingindo a morte pra que a culpa caísse sobre ele. Seja qual for, ela ganhou muito [mais] meu respeito.



    PS:Links devidamente adicionados ao 1º post.
     
  5. Excluído046

    Excluído046 Banned

    Re: Autor da Semana - Agatha Christie

    E o "desaparecimento" só melhora. A cada teoria, mais fios da história se desenrolam. A vida imita a arte, mesmo, hein? Ela virou personagem de uma de suas histórias. :lol:

    E o meu preferido dela também é O caso dos dez negrinhos, Morfs.
     
  6. Anna Cwen

    Anna Cwen Ourificada

    Re: Autor da Semana - Agatha Christie

    Eu estou num projeto de ler TUDO o que ela escreveu, na ordem em que foi escrito, em inglês (no kindle, claro). Comecei no final do ano passado, já li 23 livros. deve ter alguns mais pra frente que eu já li também, claro, mas eu nunca li o caso dos 10 negrinhos, que é considerado o melhor de todos. Aliás, por isso nem vou entrar no tópico específico do livro, para não ter spoilers. Mas confesso que fico curiosa porque mudaram o título na tradução para o português (o original é 'And then there were none')

    Adoro o Poirot e miss marple, mas ela tem alguns outros personagens ótimos. o livro Partners in Crime é um livro de histórias curtas em que um casal monta uma agência de investigação e, a cada caso, eles pegam um detetive famoso da literatura para imitar seus métodos. Impagável. Recomendo fortemente.

    Sobre ela ter sumido, só descobri isso recentemente. Também achei maravilhoso. Ela definitivamente tinha um dom para o drama.
     
    Última edição: 7 Out 2011
  7. Excluído046

    Excluído046 Banned

    Re: Autor da Semana - Agatha Christie

    Sobre o título, agora os livros estão saindo com uma tradução mais literal, a que talvez devesse ter sido a inicial: "E não sobrou nenhum". Algumas pessoas dizem que é por causa do "politicamente correto". Eu, EU, que me interesso por essa coisa toda de etnias etc. e tal, acho que se for por isso, é uma atitude meio impensada, descontextualizada. Porque a questão é que o título "O caso dos dez negrinhos" é muito bom, literariamente falando. Não sei o motivo pelo qual, na época que lançaram o livro, escolheram o título "O caso dos dez negrinhos", mas eu achei a escolha MUITO feliz. Porque você não traduz palavras, traduz culturas, e isso exige um árduo trabalho de negociação de sentido. Então, acho que o título ficou muito fiel à história. O título captou o cerne do enredo da obra.

    E o tópico do livro está 'livre de spoilers'. Eu tomei esse cuidado porque sou MUITO chata com esse lance de spoilers.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  8. Nihal

    Nihal Ventinha xD

    Re: Autor da Semana - Agatha Christie

    Olha sobre "O caso dos dez negrinhos", pelo que eu andei pesquisando, esse é o título original (Ten Little Niggers) , referente a uma cantiga infantil tradicional na Inglaterra , na época em que foi publicado nos Estados Unidos mudaram o nome para evitar acusações de racismo, se tornando "Then There Were None" (E Não Sobrou Nenhum).
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  9. Quickbeam

    Quickbeam Rock & Roll

    Re: Autor da Semana - Agatha Christie

    Li poucos livros da Agatha Christie e O Caso dos Dez Negrinhos não está entre eles. Não sabia que o título atual em inglês nada tem a ver com o original, interessante ler a respeito na
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , acabei ficando com vontade de ler o livro. :dente:

    É o que a Nihal disse, mudaram o título por causa do "niggers", olhem a capa da edição original inglesa:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Chegaram a publicar o romance também com o nome Ten Little Indians, título usado até em algumas das inúmeras adaptações que o livro já teve.
     
  10. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Re: Autor da Semana - Agatha Christie

    Acho que o problema foi com o niggers, não? Talvez na época do poema não tivesse problema, mas hoje é diferente.
     
  11. Bel

    Bel Moderador Usuário Premium

    Re: Autor da Semana - Agatha Christie

    Pretendo fazer isso um dia :yep:
     
  12. Anna Cwen

    Anna Cwen Ourificada

    Re: Autor da Semana - Agatha Christie

    Mas mudaram quando? Porque eu tenho uma edição BEM VELHA em inglês dos CRIMES ABC que tem a lista dos livros, e lá é já chamam de 'And then there were none'

    EDIT: achei. segundo o link abaixo, mudaram o título na edição dos EUA. deve ser o caso do meu livro.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ATENÇÃO: este link contém spoilers a partir da segunda seção.
     
    Última edição: 7 Out 2011
  13. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Re: Autor da Semana - Agatha Christie

    mudaram nos estados unidos, e recentemente no brasil tb - talvez mais por ser tradução da edição americana do que por motivos politicamente corretos, mas vá saber.
     
  14. Nihal

    Nihal Ventinha xD

    Re: Autor da Semana - Agatha Christie

    Foi o que eu disse.

     
    • Gostei! Gostei! x 1

Compartilhar