1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

ADT: Adaptação ou versão?

Tópico em 'O Senhor dos Anéis - os Filmes' iniciado por Elanor Gamgi, 6 Fev 2003.

  1. Elanor Gamgi

    Elanor Gamgi Usuário

    Segundo o dicionário:

    Adaptar: ajustar (uma coisa a outra), acomodar, apropriar; tornar apto.

    Versão: tradução literal de um texto; (...) explicação; cada uma das diferentes explicações ou interpretações de um mesmo ponto; variante (...).

    Aí vai a pergunta: vocês acham que O Senhor dos Anéis-As Duas Torres, é realmente uma adaptação cinematográfica baseada na obra de Tolkien ou uma versão particular de Peter Jackson da saga criada pelo nosso professor? :o?:

    Depois de verificar o significado literal dessas duas palavras, ainda estou na dúvida. Pois segundo Peter Jackson, ele efetuou diversas mudanças na história, para APROPRIAR a obra ao meio de comunicação cinematográfico. Ou pelo menos todas as desculpas que ele dá para justificar as alterações estão ligadas a isso. Daí, veríamos como uma adaptação. :?

    Mas em várias cenas do filme, percebo que certas alterações são ocasionadas pela forma como PJ interpreta tal cena, tal mensagem, tal diáolgo. Às vezes exagerando a mensagem passada ou acrescentando ou retirando algo. Aí nesse caso já me parece uma versão dele, uma visão particular que ele tem da história. :?

    Alguém aí pode me ajudar com essa dúvida? :o?:
     
  2. Fëaruin Alcarintur ¥

    Fëaruin Alcarintur ¥ Alto-rei de Alcarost

    Particularmente eu acho que seria uma versão mesmo. Sociedade do Anel manteve-se no quesito adaptação, mas ADT desviou-se desse propósito.

    É aquele negócio, que acho que foi o Martinez que escreveu: é uma Terra-média legal, mas não a Terra-média de Tolkien.
     
  3. Knolex

    Knolex Well-Known Member In Memoriam

    é só ler a definiçaõq eu vc mesma pôr pra se ver que foi adaptação.
    Ele não mudou drasticamente obra.. a obra está lá.. adaptada em diversos pontos, mas em prticament etodo o filme, vc sente o clima dea Terra-Média, e sent eo mesmo que sentiu durante o livro...
     
  4. Fëaruin Alcarintur ¥

    Fëaruin Alcarintur ¥ Alto-rei de Alcarost

    No Sociedade do Anel sim, eu concordo, mas em As Duas Torres acho que ele não foi muito feliz nesse sentido.

    Eu acho inegável que Sociedade do Anel ficou muito mais "tolkieniano" que As Duas Torres.
     
  5. Gil-galad Æ

    Gil-galad Æ Usuário

    Pura besteira... qualquer Terra-média será a terra-média de Tolkien... Não sei os parâmetros usados nessa frase... mas se teve o intuito radical como aparenta eu só posso dizer que tem gente que tem o espaço para falar, mas o usa como se fosse no banheiro!

    Concordo... !! O filme é tão viajante quanto o livro... tem gente que nem pensa em ler o livro por tido saciado a vontade de ver algo bonito e bem feito no cinema!! A Terra-média está lá!! Não me conforme com a afirmação acima, não mesmo!! O que o cara tem na cabeça??
     
  6. Gildor

    Gildor Usuário

    Olha, minha opinião geral sobre todo esse assunto é apenas o seguinte: PJ conseguiu traspor para as telas o clima e o espírito da Terra Média, isso é quase unanimidade absoluta.

    Tendo isso em vista, é o que importa. Não me interessa muito saber se o diálogo de um personagem pra outro foi exatamente o que Tolkien escreveu, ou se uma determinada passagem deveria ter mais árvores do que tinha. Pra essas coisas, eu releio o livro e fico feliz da vida.

    Comentando apenas um trecho da nossa amiga:
    É quase impossível pedir que um diretor de um filme - que também seja fã da história - evitar esse tipo de caminho. Mesmo inconscientemente, ele invariavelmente vai transpor para as telas muito da maneira como ele enxerga e interpreta a história. Não sei o que tem demais isso, principalmente se você passa a encarar o filme como o trecho que eu pus em negrito: o filme é dele, é a versão dele, a visão dele.

    O livro continua sendo de Tolkien, e sempre vai continuar assim. 8-)
     
  7. Gil-galad Æ

    Gil-galad Æ Usuário

    É só vermos o que acontece aqui... cada um tem uma opinião e muitas são muito divergentes entre sí... sobre atores... adaptação ou versão (Para mim tanto faz.. a origem é o que importa!!)!! Estou feliz com PJ... talvez eu não aceite as condições que a ele são impostas para que realize uma obra desse tamanho.. tipo "tem que ter romance, tem que vender... tem que recuperar o dinheiro investido e tem que dar lucro!!" Mas muitas obras de arte que surgiram sem esses interesses passaram a dar retorno não para o artista... mas para quem possuia a obra... e nada mais justo que os autores da obra ganhem dinheiro com isso... mas acredito que houve muito mais paixão em se fazer esse filme do que visar lucro!! Acho que o que queriam mesmo era Tolkien dirigindo o filme e o que me consta até o momento é que ele mesmo dizia que a obra era impossível de ser transportada para o cinema... porisso nunca foi feita!! Christopher interpretou muitas coisas de seu pai e assim ele fez o O Silmarillion... e também o que me consta é que até hoje ele diverge da filiação de Gil-galad, por exemplo!! Sobre a frase "O livro continua sendo de Tolkien, e sempre vai continuar assim. " Eu concordo... mas o que discutem aqui não é o livro (as vezes a gente se perde!!) mas o filme... e já parei de comparar os dois a muito tempo!!
     
  8. Gildor

    Gildor Usuário

    Sim, falou tudo aí. Além da grana a ser ganha, consigo enxergar no PJ essa gana em levar esse projeto "impossível" adiante. Pra mim, ele é um cara muitíssimo bem-sucedido em sua profissão. 8-)

    Ué, o título da discussão não era referente à analisar o filme encarando-o como adaptação ou versão da obra de Tolkien? :roll:
     
  9. Gil-galad Æ

    Gil-galad Æ Usuário

    Sim.. o que eu quis dizer foi sobre discutir se SDA-filme não é de Tolkien como é o livro.. e eu acho que é... acho que o filme é de Tolkien... a Terra-média é de Tolkien... e tudo aquilo que está no filme é de Tolkien... até mesmo os elfos em Helm´s Deep foi baseado em algo de Tolkien... sobre a união de homens e elfos que acredito ser uma das paixões de PJ tão forte que ele quis reviver isso!! Ou seja, nada que exista nos filmes são de PJ... nada que ele mostrou nos filmes são criações da cabeça dele... nem cenas e muito menos personagens...cada pedra, cada nuvem que aparecem nos filmes são criações de Tolkien!! Acho que a tal adaptação (encaixar, apropriar, ajustar) para o cinema foi feita sob muito respeito, mas "versões" nem sempre são assim... usam-se o tema, a idéia e a essência para se criar "uma nova versão" sobre a obra, uma releitura ou qualquer palavra que defina... mas nunca carregam o respeito sobre a obra, mas fazem questão de dizer que "foi baseado em"..., portanto.. para finalizar.... acho que SDA-filme é sim uma adaptação, e a melhor de todos os tempos, de toda a história do cinema!!
    Um abraço amigo Gildor
     
  10. Gil-galad Æ

    Gil-galad Æ Usuário

    Oi amiga Elanor!!

    Acho que a dúvida ainda existe, né?? A pergunta que fez foi muito inteligente... acho que tem muita gente viajando sobre VERSÃO ou ADAPTAÇÃO... Eu como disse antes para Gildor vejo como uma adaptação de Tolkien para o cinema... mas com um tempero de fã... Insisto em dizer que Elfos em Helms Deep seria comparado a uma versão dessa parte... mas estou analisando toda a obra até aqui
    e mesmo em ADT ainda acredito que a intenção foi adaptar uma obra em livro para ser mostrada no cinema...e não fazer uma versão da obra em moldes cinematográficos...!! Imagine Tolkien no teatro!!! O que seria possível?? Uma adaptação ou uma versão?? Acho que Tolkien contado no teatro seria legal... mas impossível... !! Impossível?? Tolkien também achava ser impossível SDA no cinema!! Caberia sim uma versão para o teatro?? Como vc imaginaria SDA no teatro?? Apelo para isso a obra contém e muitos... podemos pegar a passagem de Beren e Luthien... que acha??

    Abraços amiga Nadja..ops... Elanor!!
     
  11. Gil-galad Æ

    Gil-galad Æ Usuário


    Desculpa... quis dizer pegar toda a obra de Tolkien e não SDA...!! Beren e Luthien pertencem a obra... como sabemos!! escrever rápido dá nisso!!
     
  12. liteeliniel

    liteeliniel Usuário

    O filme eh uma adaptação do livro mas pela versão do PJ.
     
  13. Gil-galad Æ

    Gil-galad Æ Usuário

    ?????????? Como assim??? Poderia explicar melhor???
     
  14. Lord Henry

    Lord Henry Usuário

    É ao mesmo tempo uma adaptação, uma versão e uma interpretação.
     
  15. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    Uma adaptação para o cinema não tem obrigação de ser como o livro em que se baseia. Mas O PJ se propôs a respeitar o espírito do livro. No Sociedade ele conseguiu adaptar muito bem a história na maioria dos pontos, ma snão em todos; a essência, de alguma forma estava lá. Mas em ADT eu acho que ele falhou nessa proposta, falhou enquanto adaptar Tolkien. Ele foi muito bem sucedido enquanto cineasta, o filme dele está dando lucros absurdos, só que não é aquele o meu "sentimento de Terra-Média" e não é mesmo.

    Não sei se ele imagina a história daquela forma, se gostaria que ela fosse do jeito que ele mostrou, mas o Martinez acertou que aquela Terra Média é muito legal, bonita, mas não é Tolkien. É possível até se imaginar a opinião do autor da obra em alguns (muitos) pontos do filme lendo a própria insatisfação dele em uma carta a um produtor frustrado de um possível desenho do SdA. Tolkien relaciona o que não considera de acordo com a sua (sub-)criação, mas não sem deixar claro que pontos não essenciais para o enredo poderiam, e em algumas vezes deveriam, ser alterados. Por exemplo, os Elfos em Helm podem ter sido muito legais no filme, mas não são Tolkien. O que Tolkien escreveu foi o contrário, que os elfos estavam partindo, e eram parcamente suficientes para defenderem suas próprias fronteiras.

    Ah, sim. Eu estou comparando o que Tolkien deixou como opinião dele, a proposta do Peter Jackson e os dois filmes que vimos até agora.

    O que eu prefiro não chegou a constar nessa mensagem ainda. :wink:

    Mas eu digo, o que eu preferia é utópico; que fosse toda a história do livro na tela. Como eu sei que isso é impossível, eu gostaria que fossem feitos os filmes sem alterações desnecessárias, e que sejam condizentes com o "espírito" da obra. Bri como cidade suja e de bandidos (nem um hobbit lá...), Lórien escura e com pouco dourado, Gimli como fator cômico, elfos em Helm... pode ter funcionado, são necessidades do cinemão (ou não), mas eu aprendi a gostar dessas histórias do jeito que elas são nos livros, e me empolguei com a idéia do filme porque era prometido que elas fossem, o máximo possível, como o original. Foi bastante assim, e vendo o esforço de muitos profissionais e algumas opiniões sinceras, os filmes foram bem legais e satisfatórios. Mas o sentimento de "poderia ser melhor" eu não escondo.

    Como diria o Chaves: "Isso isso isso"
     
  16. Fëaruin Alcarintur ¥

    Fëaruin Alcarintur ¥ Alto-rei de Alcarost

    O que o Maglor escreveu já explicita bem essa questão. Em relação à adaptação da obra, PJ foi feliz no primeiro filme, mas no segundo ele já falhou, e bastante, por sinal, no quesito adaptação em As Duas Torres. Por isso que eu disse que Sociedade do Anel está bem mais tolkieniano que As Duas Torres. A gente nota que o cuidado no primeiro filme de transportar a obra para a tela foi feita com muito mais afinco e calma.

    Parece que, em As Duas Torres, ele simplesmente fez o que achou legal. Eu garanto, se Tolkien visse aquele "exorcismo" no Théoden, ele morreria mais cedo. Uma coisa que não existe na obra tolkieniana, que é esse tipo de "possessão", mas o PJ simplesmente fez isso. Por que ele fez isso? Realmente não sei, apelo cinematográfico? Talvez, mas é muito mais bonito você ver o decaído soberano da Terra dos Cavaleiros sendo reerguido apenas pelo uso de palavras certas do que por magia.

    Quer adaptar? Adapte, mas inventar já é bastante diferente. Gandalf pode ter "curado" Théoden, mas não foi daquela forma, que diga-se de passagem, ficou um tanto ridícula. Ainda mais com os três caçadores espancando os rohirrim.

    Façam-me o favor, foi uma grande apelação. O que eles fizeram no Palácio Dourado, na minha opinião, foi muito pior que Frodo indo pra Osgiliath ou qualquer outra coisa. Várias coisas foram alteradas, mas até passaram, mas que essa ceninha do Palácio Dourado tá encalhada na garganta, ah tá viu.
     
  17. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    O Saruman tinha pouco o que fazer nesse filme. Precisava de tempo em tela, precisava que ficasse claro que ele era um vilão, e que estava se impondo no caminho do Gandalf, fazer o "confronto", como eu lembro que li na resenha do DuqueDécio aqui mesmo na Valinor.

    Existe uma série de complicações e impedimentos na feitura de um filme, e o ADT foi, provavelmente o mais complicado de se fazer, é necessário que se reconheça. São três linhas da história diferentes; o livro une duas no final, e apesar de alguns problemas com a cronologia (que no filme não precisa ser tão exata como no livro, pois nem dá essa impressão), acho que isso ficaria até bom no filme. Mas por outro lado, há um outro filme, e o Expurgo está fora. O Saruman iria precisar de cenas lá também. É mais complicado que parece.
     
  18. Olifante

    Olifante O Rei dos Bretões

    Livro é Livro e Filme é Filme...


    e vice-versa
     
  19. Elanor Gamgi

    Elanor Gamgi Usuário

    Concordo que SdA é indiscutivelmente uma adaptação "quase perfeita", se compararmos com ADT. Mas apesar de saber que PJ criou certas coisas que não condizem com a mitologia criada por Tolkien, sinto que ele continua captando com maestria o clima da Terra-Média, portanto não concordo com o que esse Martinez disse.
    Concordo que ele não mudou a obra drasticamente, longe disso. Mas não acho que ela foi "adaptada em diversos pontos", mas sim ALTERADA em diversos pontos. Daí vem a minha dúvida se prevelece portanto a adaptação ou a versão baseada da visão do diretor.

    Concordo plenamente. Apesar de a história principal seguir o seu curso normalmente, ADT é muito mais hollywoodiano do que tolkieniano.

    Ai, meu amigo Gil Galad, nesse caso eu lamento muito, pois estas pessoas estão perdendo o melhor da Terra-Média. Se você conhecer pessoas assim, não deixe de dizer que o livro é insubstituível, assistindo ou não aos filmes, rsrsrs...


    Não são detalhes como estes que eu estou discutindo e que possam prejudicar a adaptação do filme. É lógico que os diálogos na maioria das vezes devem ser adaptados para uma linguagem mais cinematográfica. Estou falando de alterações no contexto de certas cenas, de descaracterização de personagens, etc.

    Numa entrevista no Omelete, PJ diz que alterou a personalidade de Faramir, pois não achou que os leigos iriam entender porque todos sentem medo da tentação do Anel e chega alguém (da raça dos homens, mostrados como mais fracos) que diz que nunca tomaria o Anel de Frodo. Na minha concepção, ele quis dizer que Tolkien foi incoerente nesse aspecto. Portanto, na visão dele, o coerente seria que Faramir tivesse as mesmas reações que o irmão teve. Isso para mim se encaixa com uma versão dos fatos, algo que o diretor acha mais plausível. Nesse caso, não acho que ele interpretou os acontecimentos, mas discordou e devido a isso, efetuou a alteração.

    Concordo. Até porque diversos filmes por aí vangloriam-se por serem adaptados de tal best-seller, e muitas vezes usa uma única ideiazinha do livro e fazem uma coisa totalmente diferente. Mas para mim, seguindo o real significado da palavra, adaptação é transpor uma idéia, ou no caso uma história para um outro meio de comunicação, de forma apropriada a linguagem utilizada neste meio. Devido a isso, é claro que podem haver cortes, adequações, etc. Mas nesse caso, não se pode criar demais, se não se torna uma versão. Pelo menos é o que eu acho.
     
  20. Elanor Gamgi

    Elanor Gamgi Usuário

    A verdade é que se alguém me perguntar se eu gostei de ADT, não vou dizer que gostei, mas que AMEI :kiss: ! É um FILME espetacular, que vai ficar para a história do cinema. :P :P :P Mas como uma fã de Tolkien, foi como disse Maglor, fico com a sensação de que poderia ser muito melhor. :( :(

    Isso porque eu esperava uma adaptação fiel como foi SdA, que também sofreu alterações e cortes, mas que não doeram tanto... :tsc: :tsc: Mas de qualquer forma, PJ tem sido bem sucedido em sua empreitada, como disseram alguns, pois ele fez um filme maravilhoso, se o analisarmos apenas como uma obra cinematográfica. Mas ainda tenho minhas dúvidas se é uma adaptação ou versão. Não sei o que prefiro pensar. Se eu por na cabeça que foi adaptação, diria que foi uma adaptação regular. E se é uma versão, diria que foi... no mínimo criativa, vindo de alguém que conhece profundamente as obras de Tolkien. Mas que não hesitou em alterá-la para sua conveniência. Agradeço ao pessoal que está participando pois acho que logo chegarei a um concenso. Valeu galera!! :D :D
     

Compartilhar