1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Adoro Morrer (Tibor Fischer)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Meia Palavra, 22 Jan 2011.

  1. Meia Palavra

    Meia Palavra Usuário

    “Nunca existira um livro que não contivesse fibras de outro livro.“, pensa o protagonista do conto O Devorador de Livros, um dos textos presentes na coletânea Adoro Morrer do inglês Tibor Fischer. E tanto isso é verdade, que há algo nos escritores britânicos nascidos ali pela década de 50 que apresenta quase que essa mesma “composição de fibras”. Os livros que eles leram desde quando eram jovens devem ser mais ou menos os mesmos, as músicas que ouviram, os filmes que assistiram. Enfim, suas referências ecoam em suas obras.

    Digo isso porque tão logo comecei a ler o primeiro conto da coletânea (Comemos o chef) pensei na hora nos personagens meio perdedores do Nick Hornby. Aquele mesmo cinismo em se reconhecer “do lado errado” está lá, naquele mesmo tom coloquial bem próximo de uma conversa. Mas Fischer é mais ácido, muito mais ácido. E uma boa parte de seus contos tem alguns elementos que lembram filmes de Guy Ritchie (os bons, por favor!).

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar