1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Adoção - de animais de crianças

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Primula, 6 Mai 2005.

  1. Primula

    Primula Moda, mediana, média...

    Eu tomei uma resolução. Vou preparar uma amiga minha para que adote uma cadelinha abandonada. :twisted:

    Meu plano maligno tem um propósito apenas: se bobear essa minha amiga que mora em apartamento tá começando a ficar com obesidade mórbida. E o marido dela tá indo pelo mesmo caminho dos quilinhos a mais.

    Já tentei convencê-la a fazer uma academia, natação, caminhada leve, etc.. Mas ela só pensa em dieta. :gotinha: (que não adianta nada: consome o músculo. Músculo é difícil de formar, então quando recupera os quilos, volta em gordura)

    Então o meu plano é dar uma cadelinha bem sapeca que queira sair pra passear a toda hora e que a faça mexer aquela bunda gorda antes que tenha um infarto.

    *******

    Esta foi a parte divertida da estória.

    A parte que anda me chateando PACAS é a parte de escolha. Não, ainda não escolhi, nem estou escolhendo. Estou só olhando os bichinhos em sites de adoção, preparando a estratégia de ataque contra meus amigos, etc..

    E me deparei com coisas incrivelmente irritantes.

    De cada 20 caras querendo adotar, 19 querem "adotar" cães de raça. É gente pedindo labrador, golden retriever, boxer, Shi Tzu!

    Isso me irrita profundamente.

    Por vários motivos me irrita. Já vi muito cão de pedigree sendo abandonado por coisa pouca, quando por motivo nenhum. Já vi gente querendo devolver o cão depois que não é mais filhote. E isso porque os caras pagam... Agora, um cara que ganha de graça pode até não abandonar o bichinho. Mas para mim é menos um motivo que assegure um lar para o bichinho caso o dono se arrependa.

    (tudo depende do quanto uma pessoa fica pensando no prejuízo de se desfazer das coisas da vida: marido, casa, aparelho de barbear... trocar marca de creme dental é mais fácil que trocar de casa, porque implica num custo para a pessoa maior. Jogar fora uma televisão que não funciona direito custa mais para a pessoa que jogar fora um radinho de pilha que não funciona direito. Relacionamentos também são assim: casamentos de ricos e famosos não duram muito porque não é caro para eles se separarem, e não precisam ficar com medo de ficar sozinhos, porque chove gente dando em cima deles. Pessoas comuns tem de pensar muito porque não sai barato em termos $$ e emocionais - não achar alguém depois. Agora com o caozinho de raça: se a gente compra tem um certo prejuízo jogar fora, mesmo considerando a ração que ele gasta. Se a gente ganha, o prejuízo é só sobre manter a boca dentro de casa. Então, me digam: com menos uma garantia da pessoa que adota de que vai mesmo ficar com o caozinho, porque vai pensar no preju de jogar fora algo que pagou, quanto dá para ver com simpatia esse pessoal que só quer ganhar cão de raça? :fire:)

    Muitos criadores conscientes (ou seja não mercenários) antes de vender o filhote buscam esclarecer o aspirante a dono sobre como é o filhote, para não ter a desagradável surpresa de ver o cidadão vindo devolver ou abandonar o animal. E mesmo com isso, acontece aquilo de sempre : o cara nem tá ouvindo e depois que se arrepende joga fora.

    Extrapole isso para gente. Temos também o mesmo problema com pessoas que querem adotar. Algumas tem idéias toscas que pode devolver como se fosse produto de supermercado.

    Não é pouca gente... é muita gente que deve-se achar do bem, mas que faz essa crueldade de ficar escolhendo filhos, achando umas vidas prestam mais que outros (cães de raça ou não).

    As vezes acho que quando vai um cara comprar um bichinho, não é válido avaliar se o bicho serve para o cara, mas se o cara serve para o bicho.

    ******

    Então vou dar uma cachorrinha para amigos. Na verdade vou obrigá-los, amiga da onça que sou. Minha preocupação é com eles, que tão se deteriorando visivelmente.

    E o plano maléfico é que como eu vou dar uma cachorrinha para eles, eu vou ficar vigiando para que não joguem fora :twisted:

    E quanto aos meus critérios de escolha? Um passo de cada vez... primeiro vou ter de domar a fera para aceitar o bicho. E depois... bem, o pré-requisito é ser bem sapeca para deixar os dois malucos. O segundo é ter focinho bem gelado e olhar bem pidão para deixar eles derretidos. :twisted:
     
  2. Beriadar

    Beriadar And I will see it all before

    "Troquem seu cachorro por uma criança pobre"
     
  3. Unedë

    Unedë Usuário

    eu vejo muito disso.

    Na maioria das vezes eu vejo o seguinte: o cara quer ser legal, por isso ele compra uma iguana. Pra ser diferente, ser legal. Daí, depois de um tempo, ele percebe que uma iguana não é bem de estimação. Ela dá trabalho, e MUITO. Ela é chata, não faz nada, não pula nas visitas, não precisa sair pra passear, não gosta de você, não vai pegar a bolinha, não é fofinha e ainda te olha com aquela cara de indiferença. ó, que ingrata.
    Então o cara vai lá e abandona a iguana em qualquer lugar. Afinal, ela vai saber se virar, nao vai? É o que eles pensam.
    Com cachorrinhos não é assim tão diferente. Tem gente que só quer filhote. Enquanto é fofo, lindinho, um amor. Elas não gostam mais quando o cachorro cresce. Ou quando ele começa a fazer coco no tapete da sala. Algumas pessoas são despreparadas.

    Na verdade as pessoas meio que se decpcionam com as coisas que elas SABEM, mas preferem ignorar e fazer a coisa mais fácil. Abandonar. :|
     
  4. Primula

    Primula Moda, mediana, média...

    Se for o mesmo cara que vai trocar, com certeza você vai encaminhar a criança para um irresponsável. :roll: Que legal sugerir isso: quer acabar de vez com a vida da criança?

    Pois é... então, acontece também com crianças adotadas. Isso é um saco. Dá vontade de matar esse pessoal

    Para mim estes são uma "evolução" daquelas pessoas que abandonam bichos de estimação quando não são mais fofinhos ou quando ficam velhos.

    Me lembro das estórias de cães de "família" que quando ficam velhos e cheios de doença são logo abandonados. Tipo, o cão normalmente guardou a segurança da família e olha só como é que normalmente as pessoas retribuem. Imaginou fazer isso com seus pais?

    Isso quando tem sorte de ficar tanto tempo. Como a Unede disse, quando faz cocô, rói tudo pela casa, resolvem jogar fora.

    Imagino que para ESSA humanidade não seja tão difícil dar o próximo passo que seria jogar fora o filho na lata de lixo. Ou devolver o filho para a adoção.

    Então sugerir uma coisa tosca como trocar um cachorro por uma criança seja uma péssima idéia. Pelo menos para esse tipo de pessoas. Que infelizmente são em maior número do que se podia esperar.

    Não que uma vida animal seja mais importante que uma vida humana. Mas é preciso cautela: quando não se dá nenhum valor às vidas, então não muito distante para esse indivíduo também está o valor da vida humana do PRÓXIMO.

    Pois uma coisa é comer carne e ficar jogando fora, porque boi é para isso mesmo. Outra coisa é dar valor à carne porque algo foi sacrificado para eu continuar vivendo.
     
  5. Saranel Ishtar

    Saranel Ishtar Usuário

    Exatamente. As pessoas apenas querem coisas que as satisfaçam, portanto quando não satisfazem mais, jogam fora mesmo. Se elas pensassem um pouco antes de comprar um bicho (é uma vida né, não um bichinho de pelúcia; vai ter que ser tratado por anos a fio), não apenas para alegrar o filhinho ou coisa do tipo, as pet shops iam faturar bem menos.

    E o que é engraçado é esse papo de "raça"! Alguém instituiu que "x" características fazem um cachorro ter raça, e o resto é tudo vira-lata. Para se considerarem especiais, as pessoas acabam levando isso em conta e deixam os vira-latas pra lá!

    Qual a grande diferença afinal? :P
     
  6. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    Está na mentalidade humana :|
     
  7. Karnillë

    Karnillë Geologista

    Triste

    É triste como algumas pessoas sem coração fazem isso, como elas tem coragem? :(
    Isso é outro exemplo do materialismo e do narcizismo (pessoa que só enxerga a si mesma).
     
  8. Unedë

    Unedë Usuário

    Bom, tecnicamente, um cachorro com um histórico conhecido de pai e mãe tem certas características especificadas, o que conta doenças hereditárias, ou algum problema de família mesmo. Por isso as pessaso querem com pedigree, para não terem grandes sustos ou surpresas se o cachorro ficar cego, por exemplo.

    Eu acho isso fresco, mas tem um pouco de razão até.

    Já com crianças eu não sei se as pessoas fazem assim também. Mas as pessoas hoje em dia estão cada vez aprendendo mais a não dar valor à vida. Qualquer vida. Isso seria conscequencia apenas de suas mentes? eu acho que tenm muitos fatores que ajudam nessa falta de sentimento ao próximo.
     
  9. Ptah

    Ptah Usuário

    Primula, muito legal sua decisão de convencer amigos a adotar algum animal SRD!
    Além do lance da raça, sabe o que me irrita mais na hora que algumem fala em adotar um animal? Só querem filhotes! Temos muitos animais adultos abandonados, nas ruas, em instituições e maioria já teve dono e foi largado na rua como um objeto que esta fora de moda!

    Por isso sou uma partidária ferrenha da posse responsável. Um animal volta todo seu amor para o dono, e este passa a ser seu mundo. Imagine perder todos os seus referenciais de segurança? É o que acontece quando um cachorro/ gato é abandonado. Alguns tem sorte e topam com ativistas, como o pessoal do adote um gatinho, outros não tem tanta sorte, como um filhote de 2 semanas que achamos morto numa caixa numa praça.


    ps: alguém já viu o outdoor da Usp pela posse responsável? é fantastico!
     

Compartilhar