1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Adaptações Parte I – O Procurado

Tópico em 'Quadrinhos' iniciado por Breno C., 15 Fev 2009.

  1. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Escrever uma matéria sobre adaptações cinematográficas de quadrinhos soa como se eu estivesse querendo dar material para os fãs mais xiitas fazerem o que sabem melhor: reclamar. Mas vou passar longe dessa premissa de que todas as adaptações são ruins e o blábláblá de sempre destinado a explicar por achismos a raiva que alguns sentem de certos diretores e roteiristas. Dessa vez eu pretendo fazer uma matéria diferente, tentando mostrar que nem sempre Hollywood faz besteira com adaptações e que existe sim filme de qualidade sobre quadrinhos. Obvio que mais uma vez vou me desprender dos clichês e falar de filmes que muitas vezes as pessoas nem sabem que são baseados em quadrinhos. Dividirei a esse artigo em três partes, cada uma destinada a falar sobre uma adaptação que eu tenha gostado. A começar por um dos filmes mais recentes produzidos e baseados em uma HQ, O Procurado (Wanted).

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Pips

    Pips Old School.

    Eu achei terrível o filme O Procurado e achei melhor a HQ.
     
  3. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Mas você não gostou dele como filme ou como adaptação?
     
  4. Pips

    Pips Old School.

    Como filme, apesar de eu dar risadas em algumas partes.

    E não foi porque acontecem coisas absurdas no filme (essa é a parte divertida), mas a história ficou meio comum.
     
  5. Breno C.

    Breno C. Usuário

    O filme tem uns clichês meio brabos mesmo, mas o legal é que as interpretações foram boas (pelo menos para mim). E tipo...
    ... as interpretações do Morgan Freeman e do James Mcavoy, fizeram com que eu acreditasse nos personagens, o que ajudou, de certa forma, o modelo de roteiro batido de conspiração criminosa.
     

Compartilhar