1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Acaso ou Providência na História?

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Administração Valinor, 1 Fev 2009.

  1. Administração Valinor

    Administração Valinor Administrador Colaborador

    <img src="images/stories/personalidades/ives.jpg" alt="ives.jpg" style="border: 0px solid #000000; margin: 5px; float: left; width: 194px; height: 227px" title="ives.jpg" width="194" height="227" />
    <meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=utf-8" />
    <meta name="ProgId" content="Word.Document" />
    <meta name="Generator" content="Microsoft Word 10" />
    <meta name="Originator" content="Microsoft Word 10" />
    <link href="file:///C:%5CDOCUME%7E1%5CVinicius%5CCONFIG%7E1%5CTemp%5Cmsohtml1%5C01%5Cclip_filelist.xml" rel="File-List" />
    <!--[if gte mso 9]><xml>
    <w:WordDocument>
    <w:View>Normal</w:View>
    <w:Zoom>0</w:Zoom>
    <w:HyphenationZone>21</w:HyphenationZone>
    <w:Compatibility>
    <w:BreakWrappedTables/>
    <w:SnapToGridInCell/>
    <w:WrapTextWithPunct/>
    <w:UseAsianBreakRules/>
    </w:Compatibility>
    <w:BrowserLevel>MicrosoftInternetExplorer4</w:BrowserLevel>
    </w:WordDocument>
    </xml><![endif]--><style>
    <!--
    /* Font Definitions */
    @font-face
    {font-family:Verdana;
    panose-1:2 11 6 4 3 5 4 4 2 4;
    mso-font-charset:0;
    mso-generic-font-family:swiss;
    mso-font-pitch:variable;
    mso-font-signature:536871559 0 0 0 415 0;}
    /* Style Definitions */
    p.MsoNormal, li.MsoNormal, div.MsoNormal
    {mso-style-parent:"";
    margin:0cm;
    margin-bottom:.0001pt;
    mso-pagination:widow-orphan;
    font-size:10.0pt;
    font-family:"Times New Roman";
    mso-fareast-font-family:"Times New Roman";}
    p.MsoBodyText, li.MsoBodyText, div.MsoBodyText
    {margin:0cm;
    margin-bottom:.0001pt;
    text-align:justify;
    mso-pagination:widow-orphan;
    font-size:12.0pt;
    mso-bidi-font-size:10.0pt;
    font-family:"Times New Roman";
    mso-fareast-font-family:"Times New Roman";}
    @page Section1
    {size:612.0pt 792.0pt;
    margin:70.85pt 3.0cm 70.85pt 3.0cm;
    mso-header-margin:36.0pt;
    mso-footer-margin:36.0pt;
    mso-paper-source:0;}
    div.Section1
    {page:Section1;}
    -->
    </style><!--[if gte mso 10]>
    <style>
    /* Style Definitions */
    table.MsoNormalTable
    {mso-style-name:"Tabela normal";
    mso-tstyle-rowband-size:0;
    mso-tstyle-colband-size:0;
    mso-style-noshow:yes;
    mso-style-parent:"";
    mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
    mso-para-margin:0cm;
    mso-para-margin-bottom:.0001pt;
    mso-pagination:widow-orphan;
    font-size:10.0pt;
    font-family:"Times New Roman";}
    </style>
    <![endif]-->
    <meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=utf-8" />
    <meta name="ProgId" content="Word.Document" />
    <meta name="Generator" content="Microsoft Word 10" />
    <meta name="Originator" content="Microsoft Word 10" />
    <link href="file:///C:%5CDOCUME%7E1%5CVinicius%5CCONFIG%7E1%5CTemp%5Cmsohtml1%5C01%5Cclip_filelist.xml" rel="File-List" />
    <!--[if gte mso 9]><xml>
    <w:WordDocument>
    <w:View>Normal</w:View>
    <w:Zoom>0</w:Zoom>
    <w:HyphenationZone>21</w:HyphenationZone>
    <w:Compatibility>
    <w:BreakWrappedTables/>
    <w:SnapToGridInCell/>
    <w:WrapTextWithPunct/>
    <w:UseAsianBreakRules/>
    </w:Compatibility>
    <w:BrowserLevel>MicrosoftInternetExplorer4</w:BrowserLevel>
    </w:WordDocument>
    </xml><![endif]--><style>
    <!--
    /* Font Definitions */
    @font-face
    {font-family:Verdana;
    panose-1:2 11 6 4 3 5 4 4 2 4;
    mso-font-charset:0;
    mso-generic-font-family:swiss;
    mso-font-pitch:variable;
    mso-font-signature:536871559 0 0 0 415 0;}
    /* Style Definitions */
    p.MsoNormal, li.MsoNormal, div.MsoNormal
    {mso-style-parent:"";
    margin:0cm;
    margin-bottom:.0001pt;
    mso-pagination:widow-orphan;
    font-size:10.0pt;
    font-family:"Times New Roman";
    mso-fareast-font-family:"Times New Roman";}
    p.MsoBodyText, li.MsoBodyText, div.MsoBodyText
    {margin:0cm;
    margin-bottom:.0001pt;
    text-align:justify;
    mso-pagination:widow-orphan;
    font-size:12.0pt;
    mso-bidi-font-size:10.0pt;
    font-family:"Times New Roman";
    mso-fareast-font-family:"Times New Roman";}
    @page Section1
    {size:612.0pt 792.0pt;
    margin:70.85pt 3.0cm 70.85pt 3.0cm;
    mso-header-margin:36.0pt;
    mso-footer-margin:36.0pt;
    mso-paper-source:0;}
    div.Section1
    {page:Section1;}
    -->
    </style><!--[if gte mso 10]>
    <style>
    /* Style Definitions */
    table.MsoNormalTable
    {mso-style-name:"Tabela normal";
    mso-tstyle-rowband-size:0;
    mso-tstyle-colband-size:0;
    mso-style-noshow:yes;
    mso-style-parent:"";
    mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
    mso-para-margin:0cm;
    mso-para-margin-bottom:.0001pt;
    mso-pagination:widow-orphan;
    font-size:10.0pt;
    font-family:"Times New Roman";}
    </style>
    <![endif]-->
    <p class="MsoBodyText">
    <span style="font-size: 8pt; font-family: Verdana">H&aacute; um <b>plano</b>
    pr&eacute;-concebido de desenvolvimento da hist&oacute;ria humana ou tudo &eacute; fruto do <b>acaso</b>?
    Se houver uma <b>&ldquo;Provid&ecirc;ncia&rdquo;</b> dirigindo os destinos humanos, onde fica a <b>liberdade</b>?
    Estas s&atilde;o quest&otilde;es que inquietam o ser humano desde os prim&oacute;rdios de sua
    exist&ecirc;ncia e mereceram <b>diferentes respostas</b> ao longo dos s&eacute;culos.
    Trata-se de perquiri&ccedil;&atilde;o sobre o pr&oacute;prio <b>&ldquo;sentido&rdquo; da Hist&oacute;ria</b>: h&aacute; um
    sentido norteador do caminhar humano sobre a Terra?<o:p></o:p></span>
    </p>
    <p class="MsoBodyText">
    <span style="font-size: 8pt; font-family: Verdana"><o:p>&nbsp;</o:p></span>
    </p>
    <p class="MsoBodyText">
    <span style="font-size: 8pt; font-family: Verdana"><span></span>Neste singelo estudo, apresentaremos
    as v&aacute;rias respostas &agrave; quest&atilde;o, fixando-nos, no entanto, na <b>tradi&ccedil;&atilde;o agostiniana</b>,
    e sua repercuss&atilde;o na obra de <b>J. R. R. Tolkien</b>. </span>
    </p>
    <p class="MsoBodyText">
    &nbsp;
    </p>
    <p class="MsoBodyText">
    &nbsp;
    </p>
    <p class="MsoBodyText">
    <span style="font-size: 8pt; font-family: Verdana"><o:p></o:p></span>
    </p>
    </ br>
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
  2. TT1

    TT1 Dilbert

    Acho que esse é o meu texto preferido do Ives até agora :think:
     
  3. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Acho interessantíssimo o tema da forma como os povos criaram suas "linhas de tempo". Nesse tipo de estudo uma das abordagens que me chama a atenção são as impressões iniciais da civilização com relação a vários assuntos, entre eles o destino e o livre arbítrio.

    Interessante notar que a natureza vem tentando identificar a forma das coisas por milhões de anos e identificar a forma do tempo tem estado entre elas. Aquilo que ela consegue identificar ela toma como memória e como herança e faz disso um destino. Mas há momentos em que não há uso de memória e depois que tudo está identificado é preciso se mover em direção a mais memória. :P
     
  4. JPHanke

    JPHanke Usuário

    Gostei muito do texto! Realmente muito bom. É interessante notarmos as diferentes concepções da História ao longo dos séculos, e como Tolkien trabalha com esta questão do acaso.
     
  5. ARABAEL

    ARABAEL Ema Infame e

    Vem a calhar esta frase bem "batida"...

    Nada é por acaso.

    Bem explicativo o estudo, os comparativos foram claros, parabêns pelo artigo.
     
  6. Eów Dernhelm

    Eów Dernhelm Amigável mesmo sendo um...

    Muito interessante esse artigo, sobre a suosta "casualidade" divina. Gostei pra caramba do tópico, dá rpa se pensar e analisar bastante sobre a Obra de Tolkien em si.
     
  7. aistano

    aistano vulgo Gilvan Borges

    O texto foi extremamente pertinente. Nas últimas semanas, vários foram os tópicos que discutiram direta ou indiretamente questões como destino, libre-arbítrio, causa-consequência etc.

    Sei que é um assunto polêmico, e que há ainda outras(ao menos uma) teoria sobre o modo de abordar a causalidade. Esta talvez tenha conseguido unir pontos do determinismo (causa-consequência, acaso) com o destino divino ou simplesmente destino, utilizando resultados teóricos da física quântica.

    Gostei particularmente do trecho em que cita as palavras de Gandalf em relação a Gollum, me deparei com elas ontem, ao procurar por trechos que confirmassem uma certa intuição do Mago quanto a um papel final para Gollum.
     
  8. Fringway

    Fringway Andarilho do Norte (187)

    O texto está realmente excelente. A introdução histórica precedendo o comentário sobre o destino/acaso na obra do Tolkien foi fenomenal.
    Acho que vendo o que foi dito, fica até difícil discordar que, no universo Tolkieniano exista o Acaso. Da forma que foi posto, dá para perceber que a obra se harmoniza perfeitamente com a idéia da conjugação entre os seres e Ilúvatar. Eu só fico triste de pensar que se há um destino determinado - embora as formas para se chegar a ele sejam diversas -, então é quase como se as ações de cada um fossem insignificantes.
     
  9. aistano

    aistano vulgo Gilvan Borges

    Bom, o que talvez os ideais cristãos (exceto calvinistas e alguns outros) diriam sobre isso talvez possa ser resumido no seguinte.

    Ainda que a história do mundo não possa ser alterada, de forma global, Deus/Erü permite que cada ser possa garantir para si um tipo de "salvação", que virá de acordo com suas atitudes durante a vida (ou no caso do catolicismo antigo, bastava o arrependimento dos erros e a intenção de não repetí-los) . Essa salvação pode ser a "vida eterna", ou outros tipos grandiosos de prêmio.(quanto a Erü, ainda não estudei quais seriam).

    Acreditar que algo superior existe, e que reservaria um destino superior para aqueles que demostrassem a vontade em obtê-lo. Essa seria a mola que impulsionariam as ações heróicas, ou outras pequenas atitutes que promovessem o "bem".

    Quanto ao nosso mundo, não preciso dizer que muitas pessoas se utilizaram desses ideais para manipulação de pessoas, imperios se construiram sobre escravidão, abusos foram feitos em nome de Deus, etc. E esse é o argumento dos Ateístas, céticos etc para desconstruir a imagem de Deus. O que seria a libertação do ser humano. Confesso que ainda não conheci um ateu pleno que não carregasse palavras amarguradas e/ou um certo pessimismo consigo. Ou as vezes tinham um belo humor irônico, mas sem aquela empatia inerente dos que não se vêem no topo da cadeia, daqueles que imaginam algo superior sobre si, sem se acharem diminuidos por isso.

    Pessoalmente, minha fé oscilou bastante ao longo de minha vida, mas confesso que não achei argumento que desconstruisse Deus na minha cabeça. Aliás, quanto mais eu passei a imergir em estudos científicos(sobretudo em física quântica ou teorias diversas sobre a formação do universo), mais eu passei a crer na existencia de Algo superior.
     
    Última edição: 4 Fev 2009
  10. Fringway

    Fringway Andarilho do Norte (187)

    Esse é realmente um ponto de vista interessante. Acho que ele se encaixa muito bem no mundo de Tolkien: as pessoas não precisam fazer nada para que o destino se complete, mas se fizerem elas estão "a meio caminho andado" da salvação, ou o que quer que isso signifique em Arda.

    Eu que realmente não acredito na existência de Deus. Eu lembro que você tinha comentado em outro tópico sobre como a física quântica era compatível com a existência de um ser superior, mas eu não tenho conhecimentos suficientes nessa área para conseguir entender o que isso significa:razz:
     
  11. Ashir

    Ashir Usuário

    Sobre a Fisica Quantica... ela é meio doida... mas quem estuda sabe que ela faz sentido. A questão da fisica quantica se relacionar com Deus é muito clara pra mim também. A Fisca Classica, que trata dos acontecimentos do mundo "macro", é muito correta, muito certa, tão certa que parace que é aquilo só. A Quantica é muito variável, tão variavel, que algumas coisas só poderiam acontecer se houvesse um ser muito inteligente por trás.
    E como disse Einstein : "Quanto mais estudo as estrelas, mais acredito em Deus"
     

Compartilhar