1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Acabaram os RPGs de PC ?

Tópico em 'Jogos Eletrônicos' iniciado por Armitage, 24 Set 2006.

  1. Armitage

    Armitage Usuário

    Tem muito tempo que não jogo um bom RPG de PC. Aqueles realmente fodas, das antigas, como Fallout, Arcanum, Baldurs Gate e Planescape Torment, parecem que não terão sucessores.

    O ultimo que joguei foi o Oblivion que, apesar de todo hype, deixa muito a desejar no quesito role-play.


    Será que não veremos mais RPGs épicos e fodônicos como aqueles de anos atrás? Será teremos que nos contentar com gráficos bonitos e role-play raso, como Oblivion e Fable?
     
  2. Shazan

    Shazan siscapuliu

    Talvez o grande problema desses rpgs é que eles não vendem tanto como outros gêneros, justamente por atender um público mais fiel e específico. Não acho porém, que eles "morram", eles simplesmente são menos produzidos do que jogos de ação ou esporte, que vendem mais. Uma das coisas que mais segurou a produção desses jogos foram os próprios usuários, que começaram a cobrar um modo ONLINE em todo santo jogo, e acabaram alavancando a produção de MMOPRG nos últimos anos. Antes tínhamos 2-4 por ano, agora temos dezenas sendo produzidos simultaneamente, contra um número cada vez menor de rpgs "normais".

    PC está girando muito na esfera do "online obrigatório", e todos sabemos que jogos voltados pro online dificilmente têm uma história muito profunda ou "quests" e personagens realmetne atraentes. São mais "pilhar, destruir e evoluir". Uma exceção é próprio Elder Scrolls: oblivion, que pra fugir de uma história superficial tornou o jogo jogável somente OFFLINE e por isso tem uma das melhores histórias e é um dos maiores matadores de vontade de rpg dos fãs do gênero na atualidade.

    Essas coisas mudam com o tempo mesmo, pode quer que 2007 seja o ano do retorno dos rpgs, assim como 2005 foi ano de FPS, 2004 teve um monte de jogos de estratégia e 2006 foi a revolução MMORPG.

    Sem mais, abraços.
     
  3. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Se for procurar um RPG pra pc hoje em dia que te coloque realmente dentro de toda a trama, é dificil. O mais perto disso é Rome (acho que é esse o nome) que você jaga na pele de um gladiador e de um senador do Império Romano, com direito a intrigas políticas. OS MMORPGs tentam, mas no fim é matar, evoluir, tomar castelo, matar, tomar disconnect, logar de novo... e por aí vai. E nenhum te insere na história do jogo. Uma pena.

    Baldur's Gate era foda!!! :uhu:
     
  4. Angelique

    Angelique Mau como pica-pau x)

    Concordo =(
    Outro problema atualmente é que os gráficos se tornaram mais importantes que o próprio jogo!
    Alguns tem gráficos incríveis mais nenhuma história e se tornam cansativos...
    Tornando-se assim apenas uma competição sem graça por level =~
     
  5. Shazan

    Shazan siscapuliu

    Então, Angelique, pra sanar a "competição por level" The Elder Scrolls IV não disponibilizou modo online. Você não tem pressa de jogar... efetivamente se aprofunda na história. Porque se for deixar isso a cargo do jogador a maioria vai querer é partir pro online e descobrir o quanto é melhor ou pior que outros jogadores... tem levantamentos que mostram isso.

    Sem mais, abraços

    PS: Caramba uma pessoa do sexo feminino aqui? Em que mundo vivemos?!?!?
     
  6. Armitage

    Armitage Usuário

    Ops! Double post :(
     
    Última edição: 29 Set 2006
  7. Armitage

    Armitage Usuário

    Mas Shazan, apesar de concordar com você que Oblivion é um dos melhores dessa safra que está aí, ainda assim ele é bem "aguado" em termos de role-playing.

    Aqueles diálogos secos, rasos e repetitivos, fazem os NPCs parecerem mais placas informativas ambulantes, do que personagens reais. Isso já tira metade da graça por que impossibilita quests baseadas em diálogos interativos. A quest principal é linear e sacal (lá pelo 4º portão de Oblivion a coisa enche o saco), e os mini-games são fracos e descartáveis, destruindo a utilidade das skills correlatas a eles (lockpick, persuasion, etc.). Além disso o jogo não te permite avançar expressando-se de outras formas que não o combate.

    Enfim, Oblivion é um bom jogo no geral, que foi projetado para levar o RPG à nova geração imediatista que aí está, e isso ele conseguiu, mas se analisado somente pela ótica do gênero RPG, ele é bem raso, bem light.

    Por isso eu falo que não se fazem mais RPGs como antigamente. Ultima 4, 5, 6 e 7, Wasteland, Betrayal at Krondor, Darklands, Arkania, Might & Magic 4, 5, 6 e 7, Fallout 1 e 2, Planescape Torment, Arcanum, Baldurs Gate 1 e 2, Gothic 1 e 2, etc. eram RPGs que levavam o role-playing mais a sério, e pressionavam o gênero aos seus limites nas suas respectivas épocas.

    MAs hoje em dia o cenário de RPG tá muito aguado. Só temos, Fable, Oblivions, Diablo-clones, etc. Torço pra que a Bethesda lance Fallout 3 fiel às suas raízes.

    -
    -
    -

    PS: E parece que a coisa tá ruim até no lado dos consoles. Em outros tempos tivemos Dragon quest, Drakken, Phantasy Star 1 e 2, Final Fantasy 6 e 7, Chrono-Trigger, Shadowrun, Xenogears, etc. jogos que também inovaram o gênero em suas épocas, mas hoje em dia a coisa tá feia - o ultimo RPG que joguei foi Final Fantasy X (basciamente um livro-áudio-visual, não tem absolutamente nada de role-playing) - a decepção foi tanta que até vendí meu PS2 (que tinha comprado pra jogar RPGs). :(
     
    Última edição: 29 Set 2006
  8. Kyo

    Kyo Big bad wolf

    Sério cara, sinto te dizer, mas você tem problemas... Vendeu o PS2 só porque se decepcionou com o Final Fantasy? Pena, perdeu a oportunidade de jogar Dragon Quest 8 e a série Xenosaga, e o Final Fantasy XII, que promete bastante.
     
  9. Angelique

    Angelique Mau como pica-pau x)

    É :tsc: essa coisinha no meio da minha perna estava realmente estranha =~~

    (isso eh brincadeira tá? hauhuahuah)


    mas tem tantos outros jogos legais para PS2
    Final Fantasy já faz um tempo que anda meio chatinho
    eu tinha o V pra PS1 mesmo e aqueles NPCs já me davam nos nervos =~
     
  10. Kyo

    Kyo Big bad wolf

    O V? Se sim, devia ser remake dum jogo pra SNES =P.

    O melhor Final Fantasy da era playstation sem duvida é o 7. Depois dele a Square começou a facilitar demais as coisas e querer fazer mais filme do que jogos propriamente ditos.
     
  11. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    E já estão anunciando o FF XIII... mas pra PS3. Ou seja, este pobre e miserável mortal terceiro mundista não terá cacife pra joga-lo.
    Esqueci de um detalhe, MMORPG, todos, tem o famigerado WIPE. Um truque muito usado por admins com parcos conhecimentos de jogos em rede que simplesmente deletam todas as contas e chars dos players; seja por causa de hack ou por que o PC não era ideal para tanta conecção.
    Acho que os RPGs deveriam se espelhar em jogos como Call of Duty2 ou SplinteCell e inserir NPCs com alto nível de IA e não múmias informativas.
     
  12. Angelique

    Angelique Mau como pica-pau x)

    EXATOOOOOOOOOOO!
    Isso é completamente broxante =~
     
  13. Kyo

    Kyo Big bad wolf

    Boto fé nenhuma nesse proximo capitulo. Por que? Porque parece que agora a SE viu a oportunidade de destruir a série mais famosa dela anunciando trocentos titulos paralelos de um mesmo jogo. Começou com o Final Fantasy X-2, depois os jogos que até agora tão destruindo a reputação de Final Fantasy VII. Agora anunciaram que o XIII vai ter três jogos diferentes interligados, com a possibilidade de sair um quarto pra Nintendo DS.
     
  14. Shazan

    Shazan siscapuliu

    Se a blizzard dá wipe no servidor de world of warcraft sem justificar uma falha grotesca e sumiço misterioso de backups eles não somente perdem clientes mas acumulam processos, porque a maior parte dos jogadores é maior, muitos trabalham e uma outra boa quantidade é de advogados.

    Para o tipo de jogo que você espera está realmente aguado. Ma parece que não há pressão suficiente do público, uma demanda forçada por esses jogos. Além disso é preciso considerar que mesmo Baldur's Gate não foi um sucesso de vendas, teve alto custo de produção e, simplificando, não foi muito rentável. Esses jogos têm o sério problema de atender públicos específicos e aí pode acreditar que não saem com frequência ou pelo menos até que algum "ser caridoso" resolva agradar fãs já que os gêneros que realmente vendem são outros.

    Alguém já notou na quantidade absurda de First Person Shootings e Multiple Massive Online RPGs que estão saindo pra pc? E que essa quantidade tem crescido?

    São ciclos, como o ciclo de jogos de plataforma de Mega e Snes e a explosão RPG na transiçaõ Snes > Ps2 que realmente agora baixou e muito. Tivemos uns bons meses com anúncio de MUITOS, MUITOS simuladores de corrida e até oportunismo de copa pra vender jogos de futebol. Essas coisas vão e voltam, como moda e uma hora vai ser a vez do RPG.

    Sem mais, abraços
     
  15. Calimbadil Thálion

    Calimbadil Thálion We eat the wounded ones

    Estão sentindo falta de jogar RPG ou MMORPG?
    Falta do primeiro eu posso resolver, já do segundo, se virem!
     
  16. Kyo

    Kyo Big bad wolf

    Favor reler o primeiro post, o tópico inteiro tá reclamando da falta de RPGs de peso, não de MMORPGs.
     
  17. Calimbadil Thálion

    Calimbadil Thálion We eat the wounded ones

    Que ótimo porque MMorpg tá uma crise mesmo, ruim demais, agora RPG temos o Neverwinter nights, que é muito bom, e de certa forma o dinasty V embora esse fuja um pouco do conceito de RPG e é mais um jogo de aventura.
     
  18. Shazan

    Shazan siscapuliu

    Eu acho o contrário... faltam RPGs que essencialmente funcionam melhor offline e sobram bons MMORPG, como eve, world of warcraft, dungeons and dragons e ainda está chegando warhammer.

    Sem mais, abraços
     
  19. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Talvez eu esteja errado, mas hoje em dia os jogos que colocam RPG no final (como chamariz, diga-se de passagem) são como os filmes de ação; uma introdução rápida, uma guerra sem-fim contra um vilão pseudo-fodão, convoca-se um grupo e sai detonado tudo. Necas de história... você tá lá e nem sabe o porquê de todo o furdunço. Não há desafio que te faça interagir com as outras pessoas ou com os npc's.
     
  20. Shazan

    Shazan siscapuliu

    Então Elring, eu acho que o grande problema é que jogos desse tipo custam muito e rendem pouco, como eu disse. Jogos "porrada sem sentido" vendem mais, infelizmente. Simples: fatos como o de "a maioria só querer se divertir" ou simplesmente "não ter saco de ler demais nos jogos" são alguns dos fatores que não contribuem para a produção de rpgs mais profundos.

    Até porque os insatisfeitos mesmo acabam partindo pro bom e velho rpg de mesa, de infinitas possibilidades.
     

Compartilhar