1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Abaixo-assinado pede para chamar o elemento 117 de Octarina

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por dermeister, 9 Jan 2016.

  1. dermeister

    dermeister Ent cara-de-pau

    Não crio esse tópico no Literatura porque o assunto está mais para uma brincadeira e uma desejo de homenagear o Terry Pratchett que uma matéria puramente literária, então que fique no grande baú de aleatoriedades do Atualidades e Generalidades :)

    Ao ponto: há um
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    pedindo para o Lawrence Livermore National Laboratory e o Joint Institute for Nuclear Research chamarem o elemento de número atômico 117, recém-descoberto por eles, de Octarina (Octarine em inglês, símbolo Oc), em uma referência à oitava cor básica que só pode ser vista por magos e gatos e que dá o nome ao livro "Cor da Magia".

    A autora do abaixo-assinado é uma doutora em química e mantenedora de um site de divulgação científica e defende a validade da proposta porque a considera um conceito mitológico e as regras do IUPAC afirmam que os elementos podem ser nomeados em função de conceitos ou personagens mitológicos, minerais ou substâncias similares, lugares ou regiões, propriedades do elemento ou cientistas. Também comenta que o nome combina com os demais elementos da 9ª coluna que, em inglês, terminam em "ine" (isso não funciona em português: flúor, boro, cromo, etc.).

    No momento há cerca de 36 mil assinaturas lá mas, pessoalmente, pode ter um bilhão de assinaturas que isso não dará certo. Os nomes dos novos elementos tem um grande componente político e, especialmente neste caso que envolve um instituto de pesquisa americano e outro russo, já devem ter escolhido um depois de um bocado de negociação -- sem falar no problema que será enxergar o elemento (os gatos discordam).
     
    Última edição: 9 Jan 2016
    • Gostei! Gostei! x 2

Compartilhar