• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

A Vila (The Village, 2004)

Tisf

Delivery Boy
Mas eu citei a Bruxa de Blair pra discordar de você Diego :lol:

Bichos escalpados, pedrinhas... o negócio é que você tá num ambiente meio hostil, o próprio Joaquim diz: há segredos em cada canto desse lugar.
 

NightRaven

Banned
Sexto Sentido é simplismente considerado o melhor pela maioria por que não existia essa espectativa, procura dos finais e tentativa de acertar o fim antes que apareça! quer dizer, vocês estão querendo ser surprendidos, mas estão fugindo ao mesmo tempo! Não se envolvem com o filme....depois culpam o diretor.....

O filme pode ter alguns furos, mas tem SUSPENSE, ROMANCE (que foi o melhor que eu achei em todos os filmes que já assisti, bem sutil e muito legal mesmo!), DRAMA, SURPRESAS.....

ficam esperando o que querem que é exatamente um filme sobrenatural....confesso que achei meio ridiculo o monstro atacando a Ivy, antes de saber que era o Noah...aí fez sentido....

Eu num gostei do filme por supostas mensagens ocultas! gostei por que fez o que tinha sido proposto como filme... muito legal....achei o melhor dele! Eu sugiro que vocês assistam o filme mesmo! Mergulhem no filme....não tentem adivinhar...é terrível querer descobrir as coisas...

Trilha muito massa!

9/10
 

Dirhil

Olha, Schroeder...
Tisf disse:
Mas eu citei a Bruxa de Blair pra discordar de você Diego :lol:
E? Isso é engraçado? :o?:

Tisf disse:
Bichos escalpados, pedrinhas... o negócio é que você tá num ambiente meio hostil, o próprio Joaquim diz: há segredos em cada canto desse lugar.
Tipo, pedrinhas são ainda mais simples que bichos escalpados, mas funcionaram muito melhor já que tiveram o mesmo intuito de assustar.

Nob disse:
Tudo o que estava criado para causar medo era uma farsa, mas não para eles. O medo era causado por desconhecerem a realidade.
Mas a partir do momento em que o expectador já sabe, aquilo vira quase um pastelão... vc sabe que nada de ruim vai acontecer à guria na floresta. Na verdade, até acontece, mas vc sabe que aquilo é de mentira..... e ela também sabe.
 

Nob

Usuário
Dirhil disse:
Mas a partir do momento em que o expectador já sabe, aquilo vira quase um pastelão... vc sabe que nada de ruim vai acontecer à guria na floresta. Na verdade, até acontece, mas vc sabe que aquilo é de mentira..... e ela também sabe.

Não estávamos falando de análise do medo?

Mais uma vez você está colocando a condição de ser um filme do Shyamalan.
 

KADU

Estão vendo esta caneta?
Eu normalmente nao gosto de fazer isso, mas a minha decepção foi tanta que preciso dizer: "A Vila" quase fede.

Mas eu sei o motivo da minha decepção...eu esperava muito. Esperava que a ultima cena do filme, exatamente segundos antes das luzes se acenderem ia me deixar de queixo caido, tipo uma reviravolta geral na história. Mas nada disso aconteceu.

A "reviravolta" que na verdade não merece esse nome para esse filme, aconteceu muito antes, e para mim foi bastante previsivel. Desde o inicio do filme eu estava imaginando que o circulo dos ancioes estavam por tras de tudo e que por algum motivo queriam manter as redeas do pessoal atraves da ignorancia. A unica coisa que nao acertei foi sobre um pequeno imprevisto(o doido) que pra mim nao passou disso: algo pequeno.

No mais o filme foi bem parado. Gostei das cenas noturnas que mostravam a floresta com certo clima de suspense, antes das revelações...principalmente daquela em que a "criatura" entra na cidade. Mas uma coisa sempre me pareceu artificial, o manto que ela usava: porque uma criatura horrivel, que parecia um javali gigante usaria um manto...ainda mais porque sua intenção principal era assustar. Aquilo só reforçou minhas suspeitas, pena que nao deu pra ver o ziper. :mrgreen:

Enfim, o filme realmente nao deve ter sido tao ruim quanto achei, o problema foi que esperei uma genialidade muito grande para o roteiro.
 

Dirhil

Olha, Schroeder...
Nob disse:
Mais uma vez você está colocando a condição de ser um filme do Shyamalan.
Onde eu disse isso? :o?:

E que mal teria se eu tivesse dito já que o filme é dele?? :o?:

Tipo:

KADU disse:
Esperava que a ultima cena do filme, exatamente segundos antes das luzes se acenderem ia me deixar de queixo caido, tipo uma reviravolta geral na história. Mas nada disso aconteceu.
Isso deve ser colocar a condição de filme do Shyamalan à frente, em sua concepção.... mas eu não fiz isso. Entrei para ver a A Vila como um filme qualquer, mas que tava dividindo opiniões. Eu achei uma merda.
 

Nob

Usuário
Dirhil disse:
Nob disse:
Mais uma vez você está colocando a condição de ser um filme do Shyamalan.
Onde eu disse isso? :o?:

E que mal teria se eu tivesse dito já que o filme é dele?? :o?:

Explicarei de novo. Preste atenção, é a última vez (espero).

Você, quando foi ver o filme, provavelmente pensou que veria algo com as mesmas características do diretor. Mas não viu, e agora reclama das coisas que não estavam no filme, e que deveriam estar de acordo com as características.

Esse é o problema quando se analisa novos filmes de grandes diretores (ou não; mas normalmente o consenso geral é de que ele é pelo menos um bom diretor). Se um diretor até então considerado ruim lança um filme bom, todos se surpreendem e se sentem incentivados a analisar bem a obra. Se um diretor considerado bom lança um filme do mesmo nível, dizem que ele piorou, mas sempre são tentados a misturar diretor e filme. Então, a maioria provavelmente dirá que é um filme ruim (abaixando a qualidade do diretor na opinião geral mais ainda).

E também tem outra coisa: o problema dos rótulos. Se uma pessoa quer ir ao cinema e procura no jornal por uma comédia, acha um filme mas depois vê (após assistir) que na verdade é um drama, decepcionar-se-á e provavelmente isso influenciará negativamente na avaliação do filme pela pessoa. Até uma segunda assistida, coisa que normalmente não acontece (afinal, a pessoa provavelmente não gostou do filme).
 

Dirhil

Olha, Schroeder...
Nob, qual parte deste meu post você não entendeu?:
http://forum.valinor.com.br/viewtopic.php?p=1055282#1055282


Teria sido esta:
"Pelo contrário. Eu só fui fazer as comparações depois. E é claro que eu analisei o filme como um do Shyamalan, já que o filme é dele né? :eek: "

Ou será que foi esta?:
"Não que ele tivesse que ter as características dos outros.... é válida a idéia dele fugir de seus próprios esquemas e tals.... pena que não deu muito certo com A Vila."
 

Megara

Princesa do Figo Bichado
Caindo de pára-quedas no tópico... *Pra variar...*

Assisti...
Na verdade... Não gostei tanto assim do filme, mas acho que "peguei o lance" do diretor, aí eu gostei mais. Na minha concepção eu acho que entendi o, não sei se posso dizer assim, "intuito" deste filme e do estilo dele: passar uma mensagem.
Só isso.

Detestei "Sinais", achei ridículo. Ele tinha história, conteúdo, assunto para desenvolver, mas ET tem medo de água e ponto... Sem sentido nenhum e tirou todo brilho do filme.
"A Vila" faria sentido como filme de terror se fosse lançado há alguns anos atrás, porque antes a vida não era tão aterrorizante. Agora as pessoas tem medo de coisas montruosas, tem me do da vida real e suas barbáries. Digam-me quando, nos tempos atuais, teremos medo de um montros com cara de javali, penas e garras? Não nos assutamos tão facilmente com isso, o cinema, para "meter medo" precisa de efeitos especiais.

Sabe quando me dei conta de que não foi dinheiro jogado fora? Quando meu namorado virou para mim e disse "Gostei. O caro falou algo." Ele que é cético, que detesta 90% dos filmes que assitimos viu algo a mais no filme, pegou a essência. Sim, me assutei pensando "Cadê minha sensibilidade?"
Aí eu acordei para o sentido do filme e peguei o espírito dos flmes dele.

Não tenho DVD, mas assisti "Sinais" em DVD na casa de meu tio, e foi isso que não me deixou furiosa pela porcaria do filme. Simplesmente porque mostra o diretor falando sobre fé. Mais um sentido perdido. Que realmente seria perdido se eu não tivesse ouvido o diretor falando e explicando o que ele queria enfocar.

"A Vila" mostra uma coisa bem simples e bem despercebida neste mundo de correria: temos um mundo a nossa espera, um mundo novo e diferente, enquanto ficamos presos à opiniões alheias. Se alguém disse que não é bom, então não é bom. Se manga com leite faz mal, então eu não vou experimentar. Que mundo não perdemos por medo de tentar seguir em frente e termos nossas próprias opiniões?

Gostei do diretor (aham, eu não sei escrever o nome dele, muito complicado para minha cabecinha, e eu não vou copiar e colar) e gostei da sua forma de interpretar e mostrar as coisas, com ações simples, imagens bonitas, um trabalho bem feito, simples, um filme filme, não um filme bilheteria.

E o que eu entendo de cinema?
Nada.
Eu entendo do que gosto. E só coloquei minha opinião, o que vi, o que senti.
Agora estou aprendendo a vê-lo com outros olhos. E estou gostando disso.
 
Nossa, Megara, adorei o que vc disse. Não que eu entenda de cinema, mas eu tb procuro olhar as outras qualidades do diretor, como por exemplo ser o diretor atual que melhor cria climas de tensão sem precisar de grandes recursos (leia efeitos especiais).

Mas o que realmente atrai nos filmes dele é justamente esta msg que ele passa a cada filme. Ele deve começar a história do filme baseado na msg que quer passar (e TALVEZ por isso os furos possam aparecer de vez em qdo).

É nesse ponto que caem as comparações com sexto sentido (que é o principal motivo da MAIORIA das pessoas não gostar dos novos filmes dele)
E que não é exatamente o caso do pessoal da valinor :wink:
 

Isa

Usuário
Eu vi muita gente que posto aqui comparando o filme A vila com O sexto sentido :assobio:

hahaha :mrgreen:

Falou muito bem Megara :obiggraz:
 

Mithrellas

Usuário
Eu fui esperando nada do filme, afinal minhas referencias positivas dele eram o Peregrin e o Fingolfing, logo, que espécie de idiota acharia que o filme seria bom? :)

Bom, quanto a parte do suspense, sou suspeita (uhh!) pra falar, tenho medo e fico tensa com quase qualquer coisa. Mas eu acho siso foda nos filmes do Shyamalan, mesmo em sinais - aquela merda - ele consegue, sem dúvidas, deixar o expectador com medo, ou tenso. E em A Vila o mesmo... alias, até os créditos iniciais são assim :P

Eu achei todo o desenrolar da história muito bom, o modo que a trama fica mudando de foco e etc, e você até, certas horas, se perde quanto à quem é o protagonista. O final era um tanto previsivel, mas sinceramente não gostei da forma que ele foi apresentado. Aquele lance dele falando enquanto mostrava a foto e etc, achei aquilo ruim, mas também não sei uma saida melhor. Não esperava um final supreendente também, afinal, é tudo meio cheio de surpresas. Achei bacana também a hora que o "monstro" aparece. Aquilo é bacana, principalmente para pessoas medrosas como eu, que a partir do momento que veem que o monstro é de mintirinha e etc pensam "ok, agora posso ver sem ficar tensa :D"... e o mais legal foi colocarem bem na hora o Mr. Walker dizendo que haviam rumores sobre monstros naquele bosque antes delescomeçarem a falar disso e etc.

Enfim, achei o filme muito bom, mesmo que o final não tenha me agradado muito, o filme como um todo é fantástico :) Preciso agora rever com luzes acesas para poder ver todas as cenas :D

Quanto a mensagem e blablablá, eu sinceramente não gosto muito disso. Não que não goste de mensagens e etc, mas normalmente o mocinho opta por umas bastante clichês, e isso me irrita um pouco. Na verdade, talvez seja a forma com que ele sa insira, e não só elas em sí. Dogville por exemplo, critica algo bastante batido mas mesmo assim não soa uma coisa semi-religiosa.
 

Dirhil

Olha, Schroeder...
Mithrellas disse:
e o mais legal foi colocarem bem na hora o Mr. Walker dizendo que haviam rumores sobre monstros naquele bosque antes delescomeçarem a falar disso e etc.
Ahan.

Essa parte foi quase genial. Tipo.... na verdade volta a ficar no ar a dúvida sobre a existência ou não de criaturas..... mas daí vc repara que a criatura é idêntica às já mostradas.... daí vc deduz que é alguém fantasiado mesmo.
 

Décimo

The Swanson Code
Bom, vi o filme anteontem, e ainda estou abalado pela impressão que me causou. Como faço a partir de hoje nas minhas criticas, aqui vai um emoticon que expresse os meus sentimentos a cerca do filme:

:clap:

Muito sinceramente, este filme cumpriu as minhas espectativas, que tinham sido consideravelmente baixas depois de ler algumas críticas em relação a ele, e foi ainda mais longe do que isto.

Ora, por onde começarei. Talvez pelo meu estado de espirito em relação ao filme antes de o ver.

Andava eu contente um dia no Omelete quando se me depara uma notícia que à muito esperava: Um novo filme ia ser feito pela autoria de M. N. Shyamalan. Aquilo que eu ansiava desde que saiu o filme Sinais finalmente estava prestes a concretizar-se, e dava pelo nome de "A Vila". Até aqui nada de anormal, quero dizer, o tema parecia bem recorente ao que Shyamalan custumava fazer: uma história com sobrenatural metido pelo, mas na qual este acabaria por ter o mínimo de intresse, pois o que intressava num filme deste realizador, pelo menos nos anteriores, para além da óbvia surpresa no final que é marca registada dele, era a história pessoal das personagens, tratada num argumento de 5 estrelas.

Muito tempo se passou então, sem notícias de grande intresse - pois o intresse de um filme destes está em vê-lo - até que finalmente saiu nos EUA. E saíram as primeiras criticas. "Horrível" diziam uns, "Final péssimo" diziam outros, "Médiozinho, com pouca graça diziam outros, e a minha credibilidade neste filme desceu muito, fiquei bastante abalado. Como um realizador de filmes como "O Sexto Sentido", "O Protegido" (nome em Portugal do filme), e "Signs - Sinais", poderia fazer algo mau? Enfim, lá foi o filme estreando por outros países, como criticas cada vez piores, até que chegou a Portugal. A minha vontade de ver o filme estava na mesma, mas quanto à espectativa, bom, depois de ouvir o que eu ouvia qualquer um ficaria sem ela. Pelo sim pelo não, fui ver então se o filme era o que diziam, ou aquilo que eu queria.

E, surpresa das surpresas, não foi nem uma coisa nem outra. Foi muito mais do que isso. Foi uma obra-prima do cinema, um espectáculo da imaginação, o estandarte do cinema fantástico, que temn escrito nele: "Vejam e apreciem, pois coisas como esta vêem poucas vezes ao Mundo". E é pena que quando veham sejam sub-valorizadas por um público horrível e uma critica sem sentido, mas o que se há de fazer? O filme, quer os adolescentes irritantes e comedores de pipocas queiram quer não, é bom. Quer os fanáticos, que queriam um exército de mostros horríveis e de garras afiadas a lutar numa batalha épica cheia de tiros lazer e espadas em que no fim nós vencessemos, queriam ou não, nenhuma critica pode desfazer a essência deste filme.

O que ele tem de melhor? Não sei dizer. Tudo nele está bom: realização, luz, guarda-roupa, efeitos especiais (os pooooucos que tem), actuação, realização e argumento. E aproveito desde já para elogiar a actuação, que foi uma grande surpresa. Adrien Brody, que levou um oscar à dois anos atrás pelo Pianista, merecia outro, apesar da participação pouco extensa que tem; William Hurt fez bem o trabalho dele; todos os outros tiveram um trabalho digno de menção, mas estes dois pareceram-me os melhores e mais à vontede no filme.

Quanto a partes técnicas, o filme não é espectacular, mas também não tinha de ser. Para mim o melhor foi a iluminação e o guarda-roupa.

Quanto a argumento, não digo nada (apesar de já terem divulgado tudo neste tópico, bom, quero fazer uma critica para os que ainda vão ver o filme).

E quanto a oscars? Mas pois claro! Argumento Original, Actor Secundário - Adrien Brody, Guarda-Roupa e Fotografia: escolham dois destes e para um filme com a aceitação mediocre que teve já é bom. Não escolham nenhum e estão a cometer uma injustiça sem limites.

Aos que não gostaram do filme e do final que teve: vão comer pipocas para o caixote do lixo e vejam Matrix Reloeded até morrerem, ahah.
 

V

Saloon Keeper
O 10º membro da Sociedade disse:
Aos que não gostaram do filme e do final que teve: vão comer pipocas para o caixote do lixo e vejam Matrix Reloeded até morrerem, ahah.

A Vila [52]
Matrix Reloaded [68]
 

Décimo

The Swanson Code
Se você com isso queria dar uma nota aos filmes porque não por assim?:

A Vila [94]
Matrix Reloeded [39]
 

V

Saloon Keeper
O 10º membro da Sociedade disse:
Se você com isso queria dar uma nota aos filmes

Eu não queria, eu dei notas aos filmes. Você disse que quem não gostou de A Vila deveria assistir Matrix Reloaded, e eu só demonstrei que pelo menos no meu caso essa afirmação não é totalmente desprovida de sentido.

Talvez eu prefira filmes de ação hollywoodianos a coisas profundas e artísticas como A Vila, talvez apesar de não ser muito fã de Matrix eu ainda ache que Reloaded consegue ser bem melhor que A Vila no que se propõe... vai saber. A vida é cheia de mistérios.

porque não por assim?:

A Vila [94]
Matrix Reloeded [39]

"Por que"?

Uh, nossa. Tantas respostas, tão pouco tempo.

Porque não reflete a minha opinião.

Porque A Vila não é nenhum Matrix Reloaded.

Porque o Shyamalan não tem competência pra fazer algo que ultrapasse a marca dos 80, que dirá dos 90.

Porque apesar de ter um primeiro ato medíocre, Matrix Reloaded consegue se redimir e muito no segundo e no terceiro.


E por aí vai.

Usar exemplos em comparações é perigoso, pois pode aparecer alguém que tenha argumentos pra refutar seus conceitos de "melhor" e "pior". Se você tivesse falado "Matrix Revolutions", eu teria ficado quieto. Esse é pior que A Vila, mesmo.
 

Décimo

The Swanson Code
V disse:
O 10º membro da Sociedade disse:
Se você com isso queria dar uma nota aos filmes

Eu não queria, eu dei notas aos filmes. Você disse que quem não gostou de A Vila deveria assistir Matrix Reloaded, e eu só demonstrei que pelo menos no meu caso essa afirmação não é totalmente desprovida de sentido.

Talvez eu prefira filmes de ação hollywoodianos a coisas profundas e artísticas como A Vila, talvez apesar de não ser muito fã de Matrix eu ainda ache que Reloaded consegue ser bem melhor que A Vila no que se propõe... vai saber. A vida é cheia de mistérios.

Ah, claro, é a sua opinião eu respeito oras. Apenas expressei a minha a seguir. :mrgreen:
Apenas queria dizer que eu não disse que quem achasse a Vila mau fosse ver Matrix Reloeded, apenas disse isso num impeto, porque, para mim, essas pessoas têm um défice no que toca em opinião cinematográfica.
Matrix Reloeded e Matrix Revolutions não devem nem ser compara dos com filmes como "A Vila" de tão maus que são. Ah, são opiniões diferentes, eu compreendo. :wink:

Mas aqui entre nós a Vila é melhor mesmo.

:roll:
 

V

Saloon Keeper
para mim, essas pessoas têm um défice no que toca em opinião cinematográfica.

Aí, esse é o problema, IMO.

Eu me considero uma pessoa com um conhecimento razoável em cinema, e dei vários argumentos para explicar o fato de não ter gostado muito de A Vila.

Mas tudo que eu ouço das pessoas que gostaram é "não entendo essas pessoas que não gostaram" ou "essas pessoas que não gostaram estavam esperando tal coisa do filme", e outras coisas que, basicamente, querem dizer "quem não gostou do filme é burro". :roll:
 

Décimo

The Swanson Code
Tem curiosidade que normalmente eu oiço dizer "Quem gostou é burro", precisamente o contrário do que você havia dito. Acontece que tudo gira à volta de opiniões pessoais, mas não me deixa de afectar que certas pessoas considerem este ou outro filmes melhores ou piores que outro, porque isso vai contra a minha maneira de ver cinema. Aliás, o cinema é um dos principais afectados com tudo isto, pois é um tema que abrange muita gente e que tem muitas vertentes, daí muitas e variadas opiniões, que na minha maneira de ver se tendem a revelar absurdas ou sem sentido.

Mas tenho vindo a observar que não vale a pena discutir isto, visto que nunca vai haver um concilio de ideias.
 

Tópicos similares

Valinor 2021

Total arrecadado
R$200,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo