1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

A Vida Secreta de Walter Mitty (The Secret Life of Walter Mitty, EUA, 2013)

Tópico em 'Cinema' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 11 Jun 2014.

?

Sua nota para o filme:

  1. 10

    40,0%
  2. 9

    40,0%
  3. 8

    20,0%
  4. 7

    0 voto(s)
    0,0%
  5. 6

    0 voto(s)
    0,0%
  6. 5

    0 voto(s)
    0,0%
  7. 4

    0 voto(s)
    0,0%
  8. 3

    0 voto(s)
    0,0%
  9. 2

    0 voto(s)
    0,0%
  10. 1

    0 voto(s)
    0,0%
  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Sinopse: Walter Mitty (Ben Stiller) é o responsável pelo departamento de arquivo e revelação de fotografias da tradicional revista Life. Ele é um homem tímido, levando uma vida simples, perdido em seus sonhos. Ao receber um pacote com negativos do importante fotógrafo Sean O'Connell (Sean Penn), ele percebe que está faltando uma foto. O problema é que trata-se justamente da foto escolhida para ser a capa da última edição da revista. É quando, Walter, com o apoio de Cheryl (Kristen Wiig) é obrigado a embarcar em uma verdadeira aventura.

    Elenco: Ben Stiller, Kristen Wiig, Kathryn Hahn, Adam Scott, Shirley MacLaine, Sean Penn e Patton Oswalt

    Direção: Ben Stiller

    Trailer:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Curiosidades: é baseado num personagem que primeiramente aparece no conto The Secret Life of Walter Mitty de autoria de James Thurber, publicado pela primeira vez no The New Yorker em 18 de março de 1939 e mais tarde publicado em livro, My World and Welcome to It em 1942.

    Mitty é um personagem tímido e retraído, mas com uma imaginação muito fantasiosa: em poucas páginas ele se vê como um piloto de guerra, um cirurgião numa unidade de emergência, um assassino perigoso. O personagem fez tanto sucesso que seu nome foi incluído em alguns dicionários da língua inglesa, como sinônimo de sonhador inofensivo.

    É uma refilmagem de O Homem de 8 Vidas (1947)

    Primeira tentativa: O produtor Samuel Goldwyn Jr. teve a ideia de refilmar O Homem de 8 Vidas em 1994 e, na época, Jim Carrey chegou a ser contactado para protagonizar o filme. O produtor negociou o projeto com a New Line Cinema, a dupla Lowell Ganz e Babaloo Mandel escreveu um primeiro tratamento do roteiro em julho de 1997 e Ron Howard chegou a manifestar interesse em dirigi-lo. Entretanto, o diretor deixou o projeto para rodar EdTV (1999), o que fez com que A Vida Secreta de Walter Mitty ficasse parado por quase uma década.

    Segunda tentativa: Após a desistência de Ron Howard, a New Line Cinema contratou Chuck Russell para dirigir e roteirizar o filme. Inicialmente estava previsto que as filmagens começariam no início de 2000, mas isto jamais aconteceu.

    Terceira tentativa: Após vencer uma disputa judicial contra a New Line Cinema, Samuel Goldwyn Jr. recuperou os direitos sobre A Vida Secreta de Walter Mitty em novembro de 2002. Em maio de 2003 Steven Spielberg manifestou interesse em dirigir o filme, já que gostaria de trabalhar com Jim Carrey. A proposta era que a DreamWorks cofinanciasse o longa-metragem, juntamente com a Paramount, mas ela jamais foi adiante.

    Quarta tentativa: Após o fracasso com a DreamWorks, Samuel Goldwyn Jr. negociou os direitos da refilmagem com a Paramount Pictures. O estúdio contratou Owen Wilson como protagonista, mas ele desistiu do personagem devido a divergências criativas. Além disto, a Paramount não conseguiu contratar uma atriz para coestrelar o filme. Scarlett Johansson fez testes para o papel e agradou os executivos, mas não houve acerto de salário.

    Para evitar a perda dos direitos sobre a refilmagem, que expiravam em 20 de dezembro de 2005, a Paramount anunciou no dia 12 do mesmo mês que as filmagens teriam início. Entretanto, devido aos problemas de escalação de elenco, o projeto mais uma vez naufragou.

    Quinta tentativa: Em maio de 2007 a 20th Century Fox assumiu o projeto de A Vida Secreta de Walter Mitty. Mike Myers foi anunciado como o protagonista e Jay Kogen ficou encarregado de escrever um novo roteiro. Ambos não participaram da versão final do filme.

    Sexta tentativa: Em abril de 2010 a Fox ofereceu o papel principal a Sacha Baron Cohen. Em junho do mesmo ano foi anunciado que Gore Verbinski seria o diretor, com Steven Conrad assumindo o roteiro. Posteriormente, Verbinski deixou o projeto para trabalhar em O Cavaleiro Solitário (2013).

    Enfim... Em abril de 2011 foi anunciado que Ben Stiller seria o protagonista de A Vida Secreta de Walter Mitty. Em julho do mesmo ano ficou definido que ele seria também o diretor do filme.
    _______________________________________

    Eu adorei esse filme. Me foi recomendado por uma amiga. Eu ia assistir no cinema, mas quando enfim fui ver a programação era o último dia em cartaz e acabei perdendo. Me foi recomendado porque ela sabia que eu iria gostar e adorei. Quando puder eu agradeço.

    É uma boa história, uma história muito inspiradora.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  2. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    algo que achei engraçado sobre o walter mitty (pq saiu mais ou menos na mesma época do her): quem reclama do filme diz que ele não passa uma mensagem clara. enquanto para mim me parece bem óbvio que ele aproveita uma história escrita antes mesmo de termos internet para falar sobre como temos vividos em função de "preencher um perfil interessante", viver experiências legais não porque são legais mas porque tem que compartilhar aquela foto foda naquele lugar foda com todo mundo no instagram, etc. (coincidência que sempre que ele estava nas situações mais loucas ele recebia uma ligação do carinha do equivalente lá do par perfeito deles? claro que não. as ligações representam aqueles momentos em que você para uma conversa legal na mesa do bar e fala PERA PERA VAMO TIRÁ FOTO PRO FEICE, e por aí vai). enfim, aí chega her né, com aquela coisa de se apaixonar pelo sistema operacional. o que uma porrada de gente vê ali? óóóó é uma metáfora sobre como nos relacionamos em tempos de internet. não, não é. her exisitira mesmo sem a ideia de samantha sendo um sistema operacional. samantha poderia ser um et, e aquela história existiria. porque é sobre quando há um descompasso entre as duas partes de um casal, que acaba levando ao inevitável fim, e não sobre como nos relacionamos em tempos de internet. a sensação que eu tenho é que as pessoas estão perdendo o hábito de sair do cinema e refletir sobre o que assistiram, aceitam o filme passivamente, absorvendo apenas o sentido literal da história que é contada (um cara sonhador vai se envolver em mil aventuras muito loucas para recuperar um filme perdido). não, não acho que todo filme tenha metáforas, mensagens e a fins, mas fico chateada que apontem como defeito de um filme bacana como walter mitty justamente algo que não é um defeito dele. se bem que vi gente chiando até por chamarem space oddity de "major tom", então sei lá, talvez algumas pessoas já foram no cinema esperando odiar o filme só por ser do ben stiller. eu não curto o cara, mas no caso do mitty acho que ele fez um ótimo trabalho. inclusive eu li o conto que serviu para a adaptação e olha, é um dos casos que o cinema é superior à literatura.

    yadda yadda yadda, tl;dr, escrevi um post sobre o filme na época que o assisti >>
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  3. Erendis

    Erendis I'm a motherfucking woman

    exatamente, eu também assisti esse filme por indicação de uma pessoa e vou dizer: não botava nenhuma fé, justamente por ser do Ben Stiller e pelo fato de eu detestar ele e todos os filmes dele, mas resolvi assistir pela indicação, gostei muito do filme e inclusive, já indiquei pra outras pessoas

    eu achei que o filme fala muito disso sim e eu também, mas ai pode ser uma coisa mais pessoal, levei pra um lado de que não adianta ficar só sonhando acordado e nunca se mexer pra fazer nada do que você tem vontade de fazer na vida, sabe? mas de novo: isso pode ter sido uma coisa que eu percebi bem pessoalmente...
    enfim, eu gostei bastante do filme, apesar do Ben Stiller...
     
  4. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Eu agradeço você ter comentado porque eu não tinha parado pra pensar tão profundamente. De fato o que você falou é verdade. Vi uma frase muito legal no facebook um dia desses: "a gente tava se divertindo tanto que não teve tempo de tirar nenhuma foto." E é bem isso. E o que você falou sobre o fato de sempre que acontecia uma coisa legal o cara ligava pra ele é mesmo verdade. Até agora não tinha também reparado nisso.

    O filme tem uma camada mais profunda do que aparenta.
    Como assim apesar do Ben Stiller? :no:
     
  5. Erendis

    Erendis I'm a motherfucking woman

    eu acho o Ben Stiller muito chato, detestei todos os filmes dele que assisti, menos o Walter Mitty...
     
  6. Bruce Torres

    Bruce Torres Let's be alone together.

    Assisti ontem e achei tão, meh. A ideia do filme é clara - que haja confusão em alguns espectadores sobre isso é algo que me impressiona. O problema é que, pelo menos pra mim, teve tanto impacto quanto Comer, Rezar, Amar. A única coisa que eu gostei do filme foi a fotografia - até porque convenhamos que isso era o mínimo esperado.
     
  7. Erendis

    Erendis I'm a motherfucking woman

  8. Bruce Torres

    Bruce Torres Let's be alone together.

    • LOL LOL x 1
  9. Erendis

    Erendis I'm a motherfucking woman

    really. eu estava afirmando. :obiggraz:
     

Compartilhar