1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

A respeito de Melkor

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Laninha, 8 Abr 2006.

  1. Laninha

    Laninha Usuário

    :oops: Nem sei se já perguntaram mais lá vai: sendo tudo obra de Eru, inclusive os Ainur, e se Eru conhece até o final de tudo, ou seja o 3º tema da canção, como ele criou Melkor e deu a ele grandes poderes, inclusive daqueles que os outros Ainur tinham, se Melkor sempre foi o mais invejoso e malzão de todos os Valar e queria tudo para si? Eru deu a ele essa caracteristica? E se Eru tinha alguma intenção com essa diferença qual poderia ser?:think:
     
  2. _Eldariel_

    _Eldariel_ Usuário

    Aiya nildenya,
    Alegro-me em voltar a escrever aqui logo respondendo a uma pergunta como essa!
    Bem minha cara *laninha*, algo que sempre foi muito discutido foi esta relação de Eru e Melkor, se eru sabia dos intentos de Melkor e de todo o mal que este causaria a Arda, por que conceder-lhe tanto poder?!
    Aí cabe a definição de "equilíbrio", o mundo é feito de forças "do bem" e "do mal" (embora tudo isso seja ponto de vista), Melkor é o pupilo de Eru, e mostra a maior parte dos intentos deste, então é Eru apenas o bem?! Ou não foi dele que partiu todo mal então?!
    Eru apenas cria Melkor, tão poderoso como era, para que houvesse o equilíbrio em Arda.


    Namárië nildenya!

    (Ar aiya nildonya ar melmenya Eriadorion!)
     
  3. Olórin

    Olórin ai que uó

    Eu não acho que Eru sabia de toda a maldade que Meljor faria a Arda. É obvio que Eru sabia que Melkor era ganancioso e egoísta, mas Melkor sendo seu "filho" Eru, como "pai", ainda confiava nele.
     
  4. _Eldariel_

    _Eldariel_ Usuário

    Claro, dizendo isso você exclui a onisciência de Eru; obviamente este sabia do coração de Melkor, e mesmo assim não o privou de todo o poder, para que fosse mantido o equilíbrio.
     
  5. Olórin

    Olórin ai que uó

    Hum, eu não acredito na Completa Onisciência de Eru, como eu já disse no tópico que discute isso.
    Para mim, Eru sabia de tudo o que estava acontecendo e com isso tinha uma noção do que iria acontecer. Não consigo ver sentido em Eru criar os Ainur, Arda, seus Filhos se ele já soubesse de cada passo que eles dariam. Eles tinham o Livre Arbitrio, podendo tomar suas próprias decisões, se Eru já soubesse o que cada um iria escolher não é mais Livre Arbitrio.
     
  6. Laninha

    Laninha Usuário

    Mas não é possivel excluir a onisciencia de Eru, no Silmarillion várias vezes é dito que coisas como o destino dos homens somente Eru sabia. Era parte do 3° tema. Outra coisa porque Eru, mesmo querendo criar um equilibrio em Arda daria a Melkor um pouco do poder de cada Valar fazendo com que ele se tornasse mais poderoso que eles? E há algo, não me lembro onde li, que fala que somente no final Eru revelaria sua vontade sobre cada ser e todos entenderiam, isso então devia dizer também a Melkor pois se ele foi criado para manter o Equilibrio de Arda ele fez aquilo que nasceu para fazer, ou não?
     
  7. Olórin

    Olórin ai que uó

    Essa parte de que somente Eru sabia do destino dos homens se refere após a morte deles, só Eru sabia o que acontecia com os homens após eles morrerem, não tem nada a ver com sua onisciencia em Arda.
     
  8. Proview

    Proview Go

    Eu também não acredito na onisciência completa de Eru.

    Eru tinha um poder de dedução tremendo, por isso Ele conseguia "prever" futuro distante, mas para manter a liberdade (entenda-se livre arbítrio ou LA) de suas criações ele se auto-limitou (por livre vontade, auto limitação é exercício da onipotência, como um amigo me disse uma vez).
     
  9. Laninha

    Laninha Usuário

    :ahn?: Eu não entendi o que você quer dizer Proview! Eu acredito que Eru era onisciente sim, mas isso não altera a bondada com seus filhos isso não impede que haja livre arbitrio para os filhos.
     
  10. Shantideva

    Shantideva Adoro elfos ruivos!

    *laninha*, a um tempinho atrás tivemos um discussão bem longa e acalourada sobre L.A e Onisciência, para eu não repetir aqui tudo o que disse lá
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    tá o link da discussão. Divirta-se! :D Leia que vc vai conseguir entender o que o Proview tá falando.
     
  11. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    Além disso, é muito importante termos em mente que a idéia de que Eru pretendia criar um "equilíbrio" na sua Criação é altamente controversa. Na minha opinião, é inclusive, discartável com a leitura de alguns trechos da obra.
    Eru, na minha opinião, não queria equilíbrio entre Bem e Mal. Ele não era imparcial, ele estava do lado do Bem.
     
  12. Imadofus

    Imadofus Banana Hammock!

  13. Laninha

    Laninha Usuário

    Eu li sim obrigada! Sim é exatamente isso que eu acho, Eru sabia as consequencias de cada decisão de seus filhos. Isso pra mim é onisciencia. E levo em consideração que ele nunca intervinha mesmo sabendo que tudo ia acabar mal.
    . Se for assim o Melkor só estava trabalhando para cumprir os designios de Eru para ele, não sendo assim todo mal, até a rebeldia de Melkor foi prevista por Eru e e meio que anexada aos seus planos levando a muitas coisas.:think:
     
    Última edição: 9 Abr 2006
  14. N'liärien

    N'liärien Banned


    Menina, isto já deu tantas discussões interessantes, aqui... Parece q tudo se resume à questão da onisciência de Eru e da sua decisão a respeito do destino de tudo e de todos. De minha parte, sempre tenho me posicionado pela onisciência absoluta de Eru, mas tb pela sua aceitação de que algumas criaturas se perderão, após erro ou erros graves de escolha e conduta.
    Não é assim que vejo Deus (o "nosso"), mas Eru ñ é Deus; é Eru...
     
  15. Laninha

    Laninha Usuário

    . É sobre isso mesmo que eu me pergunto o verdadeiro destino de Melkor, Sauron e os outros foram corrompidos pelo mau dele, agora Melkor em essencia era mau mesmo. Qual a intenção de Eru nisso?
     
  16. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    Não, Melkor não eram mau em essência, não! Se isso fosse verdade, então teríamos essa conseqüência, de que o mal era parte "programada" para Arda. Mas o mal nasceu em Melkor a partir da inveja dele, não era parte da essência dele. Podemos dizer isso com certeza, porque Tolkien disse que não existe o mal absoluto em sua obra.
     
  17. Laninha

    Laninha Usuário

    É esse o ponto exato Maglor, se Eru tinha ou não alguma intenção ao dar Melkor grandes poderes e "permitindo"(aqui eu acredito que Eru sabia do que Melkor era capaz e permitiu que tudo seguisse seu curso) que se tornasse o grande inimigo do mundo.
     
  18. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    Vamos partir de uma premissa, de que todos os Ainur deveriam ter um papel específico na Música e em Arda (embora isso já seja algo a ser discutido, se o pessoal quiser). Se formos considerar assim, e lembrarmos que Melkor tinha uma parte das peculiaridades de cada outro ainu, então só podemos imaginar que o papel original dele seria justamente o de poder ajudar a todos, sendo o mais importante na construção do mundo, e não atrapalhar a todos, destruindo o que faziam.

    Quando Melkor se voltou contra Eru, ele o fez porque quis. Todos os Ainur eram livres para fazerem o que quisessem, embora isso significa que pudessem fazer coisas erradas, coisas ruins. Eru permitiu que Melkor proseguisse por dois motivos (que eu vejo): exatamente porque ele era livre, e com uma liberdade dada pelo próprio Eru (nao faz sentido dar liberdade para impedir que ela seja exercida), e porque pela natureza de Arda, o mal é algo fadado a ser derrotado, gerando conseqüências tão melhores quanto maior for o prejuízo que ele causa inicialmente.
     
  19. ShidoSan

    ShidoSan Traí o mov. vegetariano véio

    Ilúvatar era tudo, enão ele continha o mau dentro dele, talvez não sendo mau, mas continha sim dentro dele.
     
  20. Laninha

    Laninha Usuário

    É Maglor, concordo com você nos dois pontos.
     

Compartilhar