1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

A Rede Social (The Social Network)

Tópico em 'Cinema' iniciado por imported_Ariane, 16 Out 2010.

  1. imported_Ariane

    imported_Ariane Usuário

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    O filme baseado no livro Bilionários por acaso - A Criação do Facebook de Ben Mezrich chega aos cinemas brasileiros no dia 3 de Dezembro.

    O filme conta a história do mais jovem bilionário do mundo, o estudante de Harvard Mark Zuckerberg, que criou a maior rede de comunicação existente na internet.

    O longa de David Fincher conta com Jesse Eisenberg e Justin Timberlake no elenco.
    De acordo com um jornal californiano os criadores do Facebook não gostaram da idéia de ver um filme baseado em sua história e as especulações sobre traição fizeram com que Zuckerberg pagasse por ter "roubado" a idéia de terceiros.

    Entre verdades, mentiras, invenções ou simplesmente inveja ou ganância surgiu a história do cara mais sortudo da História. E eu me pergunto: Por que EU não tive essa idéia? :rofl: :rofl: :rofl:
     
  2. imported_Ariane

    imported_Ariane Usuário

    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
  3. Izze.

    Izze. What? o.O

    Pois é, por que eu não tive essa ideia? hauhuauauah

    Eu adorei o trailer desse filme (Creep *-*), e quero ver no cinema, se possível. Eeee vale lembrar que tem o livro, vai ser lançado dia 22. =D
     
  4. imported_Shiryu

    imported_Shiryu Yippie-ki-yay...

    Nessa história de um passar a perna no outro, o brasileiro acabou ganhando uma graninha de leve num acordo, um bilhão e pouco... É como eu digo: pobre é uma desgraça...
     
  5. Alisson P.

    Alisson P. Usuário

    Também quero muito ver esse filme. Geralmente gosto dos filmes do David Fincher, e a história desse é bem interessante. O trailer me deixou curioso. :)

    Ah, e no elenco tem a Lisbeth Salander americana.
     
  6. .Penny Lane.

    .Penny Lane. Usuário

    Ok, eu gosto de Clube da Luta. Acho um filme legal. Mas não consigo entender de jeito nenhum porque é tão endeusado por algumas pessoas, não consigo MESMO.
    Ai vejo o trailer e penso: "comassim história do facebook? esse povo não tem mais o que filmar?"
    Daí me chamam pra ver o filme dizendo: "nooossa, o filme se saiu super bem de crítica, só se fala nele". Não li absolutamente nehuma crítica do filme e não sei o que estão dizendo, só sei que a atuação me convenceu e me deu um ódio do mark zuckerberg!! E o personagem do Timberlake também não fica muito atrás!
    Mas o Mark, meu deus. Até agora tô com vontade de matar o moleque do filme.(nem quero pensar se eu fosse o verdadeiro Zuckerberg assistindo isso!)

    A única coisa que me irritou foi que os personagens falavam rápido demais, eu quase perdi a legenda em várias partes :rofl:
     
  7. Izze.

    Izze. What? o.O

    Fui ver terça-feira.

    Gostei do filme. Comparando com o livro, é muito melhor. E certo que parte de eu ter gostado veio das atuações. Mas o que mais me fez gostar foi terem confrontado as personagens, partindo do julgamento, coisa que nem tem no livro.
     
  8. Alisson P.

    Alisson P. Usuário

    O filme é muito bom. Não tem nada de excepcional, mas não decepciona. Produção boa, atores competentes, diálogos ágeis e interessantes. Retrata bem a juventude internauta e a era dos relacionamentos virtuais, permitindo ao espectador fazer certas reflexões sobre o assunto.

    E sim, é quase impossível simpatizar com o Zuckerberg. >.<

    P.S: Prestei atenção à Rooney Mara (Erica), e percebi o quanto ela se destaca nas duas cenas em que aparece. Acredito que ela fará uma boa Lisbeth. :sim:
     
  9. Lu Eire

    Lu Eire Usuário

    Sabe que eu até simpatizei com ele? É o tipo de pessoa com dificuldades para se relacionar, que não desenvolveu maturidade emocional, então não o achei de todo ruim.

    À princípio eu odiei o Sean Parker, fiquei com vontade de acabar com ele. Sempre que o Eduardo Saverin desaparecia ele aproveitava para manipular o Mark e quase sempre conseguia o que queria.

    Aliás, o Eduardo Saverin é o com a cabeça melhor ali, pena que ele estava quase sempre longe de onde as coisas aconteciam.
     
  10. .Penny Lane.

    .Penny Lane. Usuário

    Cabeça melhor ele tinha... mas se as coisas não andassem do modo como o Mark e o Parker queriam, duvido que o facebook chegaria tão longe...

    O problema foi que

    eles simplesmente descartaram o cara, foi muito escroto aquilo =(
     
  11. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    A gente tem que lembrar que o filme é baseado numa biografia romanceada gente... Ninguém sabe EXATAMENTE como aconteceu...Aliás...gostei do filme.
     
  12. imported_Shiryu

    imported_Shiryu Yippie-ki-yay...

    Verdade, mas só o fato do Saverin ganhar um processo, recebendo mais de US$1 bi, já dá pra saber que os caras do Facebook não são muito flor que se cheire.
     
  13. Izze.

    Izze. What? o.O

    Uma biografia romanceada que tem como fonte principal só o Saverin...

    O próprio Zuckerberg afirmou que essa história de levar um pé na bunda e tals não é verdade, e que namora a mesma guria desde o primeiro semestre de Harvard (é só da uma googlada numa tal de Priscilla Chang, se não me engano).
     
  14. Excluído044

    Excluído044 Banned

    Sim, sim... Até porque o filme não é um documentário... É aquela coisa de "baseado em fatos reais". E o filme é mt bom! Da cena inicial até a final!!!
     
  15. imported_Rafaela

    imported_Rafaela Usuário

    Nem acredito que poderia assistir Nárnia mas serei obrigada pela minha amiga a assistir isso!! Eu adoro o Facebook mas assistir um filme sobre o cara que o criou... ¬¬ não é o tipo de filme que gosto, ainda mais pra assistir no cinema!!!
     
  16. imported_Rafaela

    imported_Rafaela Usuário

    Ok, assisti. O filme é muito enfadonho, na metade do filme eu já estava querendo me jogar no chão, queria sair mas não podia, afinal, fiz minha amiga assistir Avatar, ela não gostou do filme (como isso é possível?!!!). Mas o filme é muito chato, reconheço que as atuações até que são boas (tirando a do Justin), mas o filme é muuuuuuuuito chato! E minha amiga disse que quer assistir de novo!!!!!!!
     
  17. *Delirium*

    *Delirium* Usuário

    Como assim, romanceado? É tudo narrativa.Você deixa de ser um comum quando vc ganha poder dai contratam David Fincher, um cara que sabe como mostrar uma história, respeitando o tempo dramático e n dispensando o tempo empático que a platéia espera pra ficar ligada por duas horas.Taí, e isso nem é ultra novo é só uma idéia na cabeça (argumento, seja d putas pobres e fudidas literalmente fudidas e bolivianas e basta,é narrativa) uma câmera na mão (um estúdio afim de financiar) e dae chama um roteirista, Aaron Sorkin q aproveitou um bom argumento, diferente da história triste das mulheres Bo'livianas.O filme The Social Network, têm todos os elementos identificáveis pra todo mundo q viu, ou vai ver e pensa: eu tava na faculdade, eu tinha um Notebook, powww!Pq eu n tive essa ideia?

    o filme é impecável quanto a criação, esqueçamos q é 'baseada' na vida de um carinha, um estudante de Harvard e q é a 35° na lista dos mais riquinhos do planeta, à frente de poderosos da tecnologia como Steve Jobs (42º). Esqueçamos e pensemos que chamar Trent Reznor o homem musical q tem como seu principal traço estético musical, 'música industrial' e a velocidade na edição ao melhor estilo videoclipado. E ahh, o lance o diálogo rápido é uma característica do roteirista, consta q Aaron Sorkin tem como sua marca registrada diálogo rápido-fogo e talz!Enfim, juro q n consegui prestar atenção nas atuações, fiquei tão envolvida pela tensão do filme q os atores poderiam ser de papel...e confesso q no inicio, os primeiras cenas, eu fiquei total perdida com o papo de micreiro. É isso, um filme q fala sobre entre coisas, mostra q acreditar na sua idéia pode te colocar na lista dos caras q além de dinheiro, muitos dinheiros, influenciam em doses cavalares a nossa cultura.E quando falo em CULTURA n é aquele conceito puramente ilustrativo para discursos sociais e afins.O facebook assim como orkut (BR) têm influências cotidianas e blabláblá!

    e Fincher n pode ser lembrado apenas por Clube da Luta (q há anos está no topo do meu top five hehe) o cara é é bom!hahaha brincadeira!

    E putz, sobre o lance da namorada dele...eu fico imaginando uma reunião entre Fincher e Aaron Sorkin, não sei qual dos dois apelou e com uma xícara de café na mão direita e a esquerda a gesticular, argumentando que, todas as histórias humanas ou não, precisam de um romance, isso é shakesperiano, isso é a poética aristotélica, e isso é vida comum...mas pra eles é a busca da empatia que se configura através das pequenas tragédias humanas.Achei bem sacado.

    :lily::lily:
     
  18. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    o que a gente quis dizer é que o filme é baseado numa biografia romanceada (logo, não totalmente concernente à verdade), baseada no relato de só uma das partes... só isso...
     
  19. Anica

    Anica Usuário

    eu não curti tanto quanto achei que curtiria. =/
     

Compartilhar