1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

A PROLE DA FÉ

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por jessebarbosa182727, 19 Ago 2009.

  1. Olhemos atentamente o que ostenta
    A imagem transmitida pela tv:
    No noticiário noctívago,
    O cortejo trôpego da gente
    De semblante sulcado, sofrido, álacre, lôbrego,
    Mestiço, sôfrego, extasiado, sertanejo e íntegro
    Faz ecoar seu religioso cântico
    De celebração da vida.


    Em cada um deles,
    Templos da diáfana credulidade
    Se edificam, prosperam,
    Irrompem-lhes o DNA,
    Cultivando novos jardins da cintilante flor amarela,
    Tornando-se, enfim, o núcleo, o entorno
    E o todo da sua orgânica matéria.


    Por isso, quando quase exauridos,
    Em seu dúctil ânimo,
    Pelo perverso itinerário de chagas, desgraças e látegos,
    Erigido por seu sinuoso fado,
    Não optam por se entregar ao refrigerante vácuo,
    Á reconfortante quietude infinita
    Do prematuro ocaso;
    Deixam, ao contrário,
    Que a chama da crença
    Dome e incendeie seu abstrato cosmo corpóreo,
    Metamorfoseando-o no mais inexpugnável dos santuários!


    No entanto,
    Apesar dos sacerdotes ou zagais da mentira,
    Dos paraísos ou oásis
    Que segredam as perniciosas areias movediças,
    A aura da esperança,
    Encerrada no coração
    Daquelas pessoas generosas, denodadas,
    Transmite respeito, comove, cativa
    Um centurião marxista.


    JESSÉ BARBOSA DE OLIVEIRA
     

Compartilhar