1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

A Mão Pesada de Christopher Tolkien em ´O Silmarillion´

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Deriel, 29 Ago 2003.

  1. Deriel

    Deriel Administrador

    Texto importantíssimo do HoME 10, tratando da Ruína de Doriath e da intrusão editoral de Christopher Tolkien na história publicada

    [
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ]
     
  2. Riff

    Riff Usuário

    Eu tenho certeza q eu postei aki :eek: :tsc:

    :clap:
    A Valinor ta mandando mto bem, com varios textos novos, pra compensar o longo periodo sem textos, parabens :clap:
    O texto é legal, mas da uma vontade de ler o Wanderings of Hurin :mrgreen:
     
  3. Deriel

    Deriel Administrador

    Não, não postou :lol:

    Um dia eu traduzo o Wanderings... mas não sei se vale a pena, ele é um texto irritante :?
     
  4. Pandatur

    Pandatur Usuário

    Uma pergunta. O Silmarillion foi todo escrito por Christopher em forma de "resumo" dos escritos do Tolkien, ou o Professor já o escrevia daquela forma resumida? Resumido aqui se compararmos por exemplo a história do Turin ou do Tuor presentes no Contos com as do Silma.
    E pelo que eu entendi, o C. Tolkien, "inventou" a parte da queda de Doriath presente no Silma? Acho que não saquei muito bem até onde ele alterou/inventou a história para que fosse publicada.
    Outra coisa... a Valinor pode traduzir os textos dos HoME e lançá-los na net??
     
  5. Deriel

    Deriel Administrador

    Não, não pode traduzir os HoME inteiros não, mas pode traduzir trechos específicos utilizados com finalidade de estudo (a chamada "fair user rule" da leis de direitos autorais), que é exatamente o caso.

    Quem quiser ler os HoME, vai ter que comprá-los em inglês mesmo, tem jeito não :|
     
  6. Riff

    Riff Usuário

    Tolkien fez versões resumidas de suas histórias para q pudessem ser lançadas no Silmarillion (q deveria ter sido lançado junto com o SdA)
    Eu acho q a historia já existia, mas de uma forma mto (mas mto msmo) primitiva, aí ele teve um trabalho enorme pra adaptar à nova mitologia e pra isso teve q inventar coisinhas :mrgreen:
     
  7. Swanhild

    Swanhild Usuário

    É quase cruel traduzir esse texto sem dar os outros textos aos quais ele se refere. Mesmo assim, é uma nota importante dos HoME, que mostra algumas das alterações feitas pelo Christopher Tolkien no capítulo 22 do Silma, e dá uma idéia de como era o material deixado pelo Velho a respeito.

    Pandatur, as histórias do Silmarillion foram escritas pelo Tolkien daquele jeito mesmo, em várias formas, e cada texto foi retrabalhado em várias épocas. Tem as alterações editoriais, é claro, mas aquele tipo de narrativa resumida era mesmo do Velho.

    (editado)
     
  8. Pandatur

    Pandatur Usuário

    Valeu pelos esclarecimentos, Swan, Deriel e Riff...
     
  9. Ivan

    Ivan Vai passar do joelho

    Engraçado, não me incomoda essas mudanças do Christopher. Acho que era afinal necessário para manter uma unidade básica no texto final.
     
  10. Riff

    Riff Usuário

    Tbem não vejo nada de mais em ele ter mudado, só achei cruel ele não colocar o Wanderings of Hurin no texto, já q não iria causar inconsitencia (eu acho)
     
  11. Ivan

    Ivan Vai passar do joelho

    Não sei quanto de liberdade a editora deu pra ele. Talvez tenha sido cortado pelos mesmos motivos que os apêncdices do SdA, falta de espaço.
     
  12. Swanhild

    Swanhild Usuário

    O problema com o Wanderings é que a história só existe num texto longo, que era para ser uma continuação do Narn. Não existia uma versão do Wanderings of Húrin para o Quenta, com aquele tipo de narrativa. O Christopher Tolkien teria que ter providenciado uma - e com isso ele ultrapassaria mais ainda o seu papel como editor.

    (editado: vários typos)
     
  13. Riff

    Riff Usuário

    Po, era só resumir um conto, isso não era tão dificil :eek:
     
  14. Goba

    Goba luszt

    Creion que deve ter sido árduo para C. Tolkien arrumar uma forma de adaptar a história para que ela fosse condinzente com a obra. É dito no texto que havia muita coisa divergente, e C. Tolkien teve que discutir muito e seguir umalinha de raciocíneo que seria a de seu pai para adpatar a história. Realmente, ficou um trabalho fantástico. :D
     
  15. Swanhild

    Swanhild Usuário

    Inventar o que ele inventou no capítulo 22 foi menos do que isso em termos de trabalho editorial, e mesmo assim tem gente que não gosta, Riff. O Christopher Tolkien não escreveu (e muito menos inventou) o capítulo 22 inteiro, há lá partes extensas de autoria do próprio Velho. Escrever o texto de um novo capítulo sem nenhum material prévio na mesma escala de narrativa ia bem além disso, mesmo que fosse para contar uma história já esquematizada, certinha.

    Pra quem gostou do Narn o Wanderings é um bom texto. O problema com ele é que não é nada que traga muito esclarecimento sobre questões polêmicas (a não ser para alguém que note que não se diz no Silma o que aconteceu com o povo de Brethil depois da época de Túrin), como o Athrabeth por exemplo faz.
     
  16. Deriel

    Deriel Administrador

    Ficou algo diferente do que Tolkien faria, e pra mim isso já invalida muito do esforço do Christopher. Se Da Vinc tivesse deixado a Monalisa com algumas pinceladas faltantes, qualquer um que se metesse ia tornar a obra menor e não apénas do Da Vinci. É a mesma coisa que Christopher fez, se meteu onde não devia. Se ele quisesse publicar, que fosse com os problemas que tinha, citando-os e comentando-os onde necessário, como nos HoME

    Que direito ele tem de ALTERAR (acrescentanmdo algo que não existia) uma obra criativa de outra pessoa?
     
  17. Pandatur

    Pandatur Usuário

    Deriel, eu entendo o seu raciocínio, mas creio que se Christopher fizesse como você sugere, o Silma seria quase um CI por exemplo, cheio de notas e citações. Acho que a intenção era apresentar ao leitor uma obra "linear" por assim dizer, com uma leitura direta, ao estilo de SdA. Sem notas, sem "complicações". Mas sinceramente eu não me considero com peso suficiente para discutir se a atitude de Chris foi errônea ou não...
     
  18. Swanhild

    Swanhild Usuário

    Talvez o Christopher devesse ter sido mais claro com respeito ao que é que ele mexeu, indicando isso talvez no foreword do Silma. É verdade que se o Tolkien tivesse reescrito o capítulo 22, ele teria feito um trabalho diferente do que o Christopher fez. Acho que o Tolkien teria pelo menos incluído alguma coisa do Wanderings, pois ele apreciava bastante esse texto. Mas o Christopher procurou ser fiel ao que o pai desejava e ao espírito do texto dentro do que era possível. Acho que ele encontrou boas soluções para os gaps que havia na história e tentou respeitar o material deixado pelo pai da melhor forma possível.

    Um exemplo de coisa que foi totalmente inventada foi a morte de Húrin atirando-se no mar (se não foi inventada, alguém diga aí; eu pelo menos não lembro de ter visto essa passagem no material do HoME 11... :oops:). É o tipo de coisa que (eu acho) o Tolkien poderia ter escrito, ou adotado se lhe tivesse sido sugerido. Não imagino que ele fosse inteiramente surdo a sugestões para a melhoria do seu trabalho.

    Edit: Panda, os HoME têm uma quantidade de comentários editoriais que faz o Contos parecer brincadeirinha de criança.
     
  19. Riff

    Riff Usuário

    eu acho q Tokien não pretendia dar um destino final a Húrin, tlvez fazer ele sair de Doriath e sumir da historia, além do mais, se o Silma foi escrito pelos elfos, como eles iriam saber q Hurin se jogou ao mar
     
  20. Swanhild

    Swanhild Usuário

    Pois é. O próprio texto que está no Silma não diz o que aconteceu. Ele diz que "diz-se" que Húrin se atirou ao mar. Esse final para Húrin é plausível dentro da história, como tb é plausível que na verdade ninguém soubesse de verdade o que aconteceu com ele.

    Na boa, agora me veio à idéia o Christopher fazendo mais ou menos o que qualquer fanfiqueiro faz: imaginar como preencher gaps na história. Ele tinha (e ainda tem) fontes melhores do que qualquer um de nós para isso, e acredito que ele tenha um grande compromisso pessoal com a fidelidade à obra do pai. Mas mesmo assim, ele teve que se pôr nesse papel, o de complementar partes faltanto em uma história de outra pessoa. Um papel que tenta de vez em quando tantos de nós que gostamos de Tolkien, mesmo quando a gente está apenas discutindo a respeito e não primariamente criando dentro do universo tolkieniano.
     

Compartilhar