• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

A Maldição da Residência Hill (The Haunting of Hill House - 2018)

Clara

Perplecta
Usuário Premium
Produção da Netflix baseada no livro A Assombração da Casa da Colina (The Haunting of Hill House) de Shirley Jackson.


É uma série de terror, mas eu vi mais um drama familiar do que terror, já que os sustos e aparições são previsíveis.
Não é uma adaptação do livro, embora vários fatores da história estejam presentes, a começar pelo nome dos personagens, Eleanor, Theo, Luke, que na história original são os participantes da experiência do Dr. Montagne e dão nome a três dos cinco filhos do casal que compra Hill House com a intenção de reformar e revender a antiga e mal afamada propriedade.
Além de ganharem o nome dos personagens principais, os três filhos são os mais sensíveis ao clima mórbido da mansão, ao contrários dos irmãos mais velhos Steve (o mais cético e que se tornará escritor de livros de terror) e Shirley (evidente referência à autora do livro).
Ao longo dos episódios há uma série de outras referências ao livro pra os fãs se divertirem procurando: a menina da xícara de estrelas, a escada de ferro, as mãos geladas inexistentes, as batidas na parede, as estátuas grotescas, as imagens de leões.
.
Eu não achei ruim a série. Na verdade achei muito boa.
Me tocou bastante a história da família que, completamente desestruturada pela perda da mãe, tenta, cada um a seu modo, reconstruir a vida da melhor maneira possível.
É interessante notar que muitas famílias quando sofrem a perda do pai conseguem se manter de pé e seguir em frente, ainda que carregando a dor e sentindo a falta (no aspecto monetário e emocional) do homem.
Mas a mãe, a falta da mãe, tem um poder avassalador de destroçar um núcleo familiar.
Poucas famílias conseguem se recompor com a ausência da mãe.
Então a série é muito sobre isso, sendo a mansão Hill e seus fantasmas representando um suicídio mal explicado, o pai negando a possível degeneração mental da esposa, vista pelos olhos infantis, as falhas, os erros, a culpa, o vício, a depressão, a decisões equivocadas que todos tomamos ao longo da vida.
Impossível não ter empatia pelos integrantes da família Crain, não sentir carinho pelas suas características e raiva pelo seus defeitos, lembrando que isso é muito mérito dos atores, principalmente as crianças.
Confesso que alguns momentos me deram nó na garganta e em uma cena em especial (11:47, episódio 6) chorei mesmo. Tive até que parar por uns instantes e voltar a assistir mais tarde.
O último episódio também é bem emocionante e meio que encerra a história, de modo que não sei como pode ter uma segunda temporada.
Talvez façam uma outra história, com outros personagens, tipo antes de a família Crain comprar a mansão? :tsc:
 
Última edição:

Lissa

Chocolatier Honoris Causa
Eu assisti numa sentada só ( :hanhan::hanhan:) e amei! Me impactou demais, principalmente porque as atuações estão espetaculares. Gostei principalmente que todos os eventos paranormais são revestido de uma explicação racional, como nos dramas do casamento da Nellie e os dramas pessoais do Luke. Só senti falta de uma explicação maior sobre a casa e os fantasmas
por exemplo a fantasma da Poppy. Ela explica que os filhos morreram, mas foi ela quem os matou? Segundo a sra. Dudley, ela era louca, mas senti falta de mais explicação sobre as motivações dela em atacar a família Crain. Seria inveja da família ser numerosa e feliz? E o Willy, que se matou ao se emparedar. Não entendi se ele fez isso por causa da casa ou se era porque ele era louco, que nem a sra. Dudley disse.

Super recomendo, mas para os que não aguentam terror, pode ser bem angustiante e assustadora. O @Slicer mesmo se cagou.
 
J

Jauregui

Visitante
Estou ansiosa para começar a ver, mas por enquanto estou tão cheia de compromisso que quase não tenho tempo, sem contar que não aguentei esperar e comecei Sabrina. :bruxa:
 

Ana Lovejoy

Administrador
vi só o primeiro episódio, quero muito continuar os outro. achei ótimo, e tenso bagarai. recorre algumas vezes aos sustos fáceis (aquela coisa de aumentar o barulho do nada, por exemplo), mas é legal pq vc acha que ficará nessa e aí é surpreendido por uma cena como aquela do final do episódio.
 

Clara

Perplecta
Usuário Premium
Os fantasmas de Hill House.

The Ghosts You Missed In The Haunting Of Hill House

The Haunting of Hill House, a chilling family drama and horror series based on the novel of the same name by Shirley Jackson, has now arrived on Netflix. There are plenty of ghosts ready to jump out and scream and spook the audience, but perhaps the most frightening element of the series is the collection of ghosts that you don't see - because they're cleverly hidden.

Não vi nenhum desses, só reparei
na estátua que vira a cabeça, mas achei que era viagem da Olivia
de qualquer forma, acho que vale uma nova assistida pra reparar nesses e nos que ninguém reparou, já que o diretor afirma que tem muito mais.
 

Ana Lovejoy

Administrador
o problema de ter lido esse artigo antes de ver a série é que eu fico procurando fantasma em tudo quanto é canto :lol:

estou indo para o episódio 6, por enquanto adorando. li muita coisa sobre a série, geral colocando o quinto como o mais assustador, mas não achei tão assustador assim, o do luke (o quarto) é muito pior. achei tão creepy que

quando aparece uma foto do dono da hill house no começo do quinto episódio, já deu uma sensação ruim lembrando do fantasma que fica perseguindo o luke

e é isso. por enquanto bão demais :coelho:
 

Lissa

Chocolatier Honoris Causa
o problema de ter lido esse artigo antes de ver a série é que eu fico procurando fantasma em tudo quanto é canto :lol:

estou indo para o episódio 6, por enquanto adorando. li muita coisa sobre a série, geral colocando o quinto como o mais assustador, mas não achei tão assustador assim, o do luke (o quarto) é muito pior. achei tão creepy que

quando aparece uma foto do dono da hill house no começo do quinto episódio, já deu uma sensação ruim lembrando do fantasma que fica perseguindo o luke

e é isso. por enquanto bão demais :coelho:

Pra mim, o mais assustador foi o da Theo. A atuação dela é de chorar de agonia.
 

Ana Lovejoy

Administrador
a cena do elevadorzinho da cozinha é no episódio da theo ou do luke? aquilo lá foi apavorante +_+
 
J

Jauregui

Visitante
a cena do elevadorzinho da cozinha é no episódio da theo ou do luke? aquilo lá foi apavorante +_+

Minha irmã está vendo e passou esse episodio agora, me c*guei um tico, mas sem entender o que o menino ficou tanto tempo la embaixo, o mostro na frente dele e só rasgou a camisa?
 

Ana Lovejoy

Administrador
terminei ontem, gostei muito da série. adorei como equilibra terror e drama, e como consegue criar uma atmosfera tensa - indo além dos truques mais conhecidos do gênero. eu achei que tem algo na ideia da casa que lembra muito um livro que li este ano

chamado burnt offerings, e que tem uma adaptação para o cinema de 76. família vai passar o verão na casa, e a casa se "alimenta" do terror que causa na família.

no mais,

 

Clara

Perplecta
Usuário Premium
terminei ontem, gostei muito da série. adorei como equilibra terror e drama, e como consegue criar uma atmosfera tensa - indo além dos truques mais conhecidos do gênero. eu achei que tem algo na ideia da casa que lembra muito um livro que li este ano

chamado burnt offerings, e que tem uma adaptação para o cinema de 76. família vai passar o verão na casa, e a casa se "alimenta" do terror que causa na família.

Sabe dizer o nome do livro em português e se foi publicado no Brasil? Procurei pelo nome da autora Robert Marasco e não encontrei nenhum livro dele publicado aqui.
Já o filme se chama A Mansão Macabra (tem no pacote obras-primas do terror 6, da Versátil, pra quem coleciona) e já vou passar na frente e assistir porque parece ser bacana. =]
 
Última edição:

Ana Lovejoy

Administrador
então, clara, acho que não saiu por aqui

o livro reapareceu porque a valancourt relançou - eles têm um trabalho massa de resgatar obras que estavam sendo esquecidas, outro que li da valancourt foi the elementals, que também segue essa linha de casa que se "alimenta" dos moradores. aliás, entre os dois curti mais the elementals, até tirei poeira o bró na época e escrevi sobre ele ---> https://www.anica.com.br/2018/02/15/the-elementals-michael-mcdowell/

torcer que uma darkside da vida faça uns acordos com a valancourt e lance o catálogo deles aqui. ja pensou que massa?
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.920,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo