1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

A Lula e a Baleia (The Squid and the Whale, 2005)

Tópico em 'Cinema' iniciado por Dirhil, 3 Abr 2007.

  1. Dirhil

    Dirhil Olha, Schroeder...

    Re: O Que Você Viu Ultimamente?

    Procurei tópico pro "Lula e a Baleia" e não achei, por isso criei esse porque esse filme merece!!!! :grinlove:

    Enfim.... o filme é curto. Talvez esse seja o maior problema dele.
    Fora isso, eu não gostei muito não. Achei interessante, mas pouco aprofundado. A tentativa de ser fiel à realidade de pais separados se tornou um tanto vazio.
    O melhor personagem é o do filho mais novo, apesar dele ser um pouco novo demais para me convencer de que se masturba tanto e bebe tanto. Já o filho mais velho caiu nas mãos de um péssimo ator e o que prometia ser um dos melhores personagens do cinema recente, se tornou um guri patético e irritante. E não apenas pelo personagem ser assim mesmo, "patético", mas pelo ator não conseguir dar a profundidade que ele merecia.
    Pai e mãe no filme não fazem nada com a rebeldia dos filhos. E se isso foi uma forma de se aproximar da realidade, os criadores acabaram fugindo dela. Ambos ficam estáticos e não reagem às reuniões de pais que falam sobre o comportamento do filhos.
    O filme começa a entrar nos eixos nos 20 minutos finais. Mas pá... de repente acaba, quando aparenta que vai virar um ótimo filme.

    [48]
     
    Última edição por um moderador: 4 Abr 2007
  2. Sister Jack

    Sister Jack Usuário

    Re: O Que Você Viu Ultimamente?

    Agora melhorou.

    E como isso aconteceu?

    Desde quando o Jesse Eisenberg é um péssimo ator? Ele sabe tirar naturalismo de letra, tem um timing cômico sutil, um jeito corrido e nervoso de falar que é carismático, etc.

    E porque o personagem dele prometia ser um dos melhores do cinema recente?

    De que "profundidade" você tá falando? Ele é um "guri patético e irritante", que se espelha no pai dele e tenta criar uma imagem mal orientada de conhecimento e precocidade. O Jesse tirou isso de letra. E o controle dele? A perfeita consciência das emoções complicadas que o Baumbach pedia dele em cada cena - e.g. a forma em que ele antagoniza a mãe, e sutilmente venera o pai, sem nunca cruzar a linha para exagero ou caricatura. Foi uma ótima atuação.

    Isso é um problema dos pais, não do filme.

    Pelo contrário, o comportamento do pais - tipicamente negilgentes e sem estrutura - me pareceu totalmente real (e provavelmente foi, visto que o Noah já afirmou que o filme é bastante autobiográfico). O que há de irreal neles? Você não consegue conceber que pais possam ser menos que cuidadosos e atentos?

    O que você esperava que acontecesse?
     
  3. Hobbit Bonzinho

    Hobbit Bonzinho Usuário

    Re: O Que Você Viu Ultimamente?

    Uma batalha nos tribunais, com a Laura Linney fazendo um discurso emocionado no final, daria mais dramaticidade ao filme.
     
  4. Dirhil

    Dirhil Olha, Schroeder...

    Re: O Que Você Viu Ultimamente?

    Assista o filme de volta. A veneração ao pai é gritante, caricata e exagerada sim. O personagem é patético, como vc mesmo afirmou. MAS, a atuação exagerada tornou-o mais patético ainda.

    Pq prometia. O personagem é bom, a atuação que não foi.

    Sim, é do filme. Os pais estão completamente apagados no filme. E não são ausentes apenas na criação dos filhos, mas sim na sua própria existência. É um problema do filme e não dos pais.

    Sim, eu consigo conceber isso sim. Eu leio jornais, eu tenho uma noção do mundo em que vivemos. Pais negligentes e desatentos possuem aos montes. Mas, mesmo estes, normalmente tomam atitudes quando a situação fica mais grave. Nem que seja um sermão ou uma briga. Os pais no filme se mostraram completamente apáticos.

    Não sei. Um aprofundamento maior nos personagens dos pais. E uma relação melhor entre os irmãos. Quando isso parecia que ia acontecer, puf. Acaba o filme.

    O filme já é bastante dramático. Não precisaria cair no clichê de colocar isso daí. Até pq o filme não abre espaço para uma batalha nos tribunais, felizmente.

    E sim, eu sei que o seu comentário foi irônico.
     
  5. Sister Jack

    Sister Jack Usuário

    Re: O Que Você Viu Ultimamente?

    Eu não achei a atuação nada exagerada, nem ninguém mais que eu conheço. Mas isso não dá pra discutir.

    De "bom" pra "um dos melhores do cinema recente" é uma diferença potente.

    "Ausentes na sua própria existência"? Quando eu penso no filme, a primeira coisa que me vem na cabeça é o personagem do Jeff Bridges (e sua atuação espetacular). Praticamente todas as cenas dele são memoráveis (e hilárias). A mãe não recebe tanto foco, mas até ela tem seus momentos.

    Se você está falando de "apagados como pais", esse é basicamente o ponto do filme. Eles são pais incompetentes. Se você mudasse isso, o filme perderia seu ponto.

    A situação ficou realmente "grave"? Um dos garotos começa a se masturbar na escola e beber, e o outro finge que uma música do Pink Floyd é dele numa apresentação escolar. Houve mais alguma crise significativa que eu não estou lembrando? Porque nenhum desses dois casos me parecem "graves" o suficiente para fazer pais negligentes (sejam os do filme ou não) tomarem atitude. A própria idéia de pais incompetentes é basicamente que eles não conseguem localizar a linha tenuê entre o que deve ser permitido e o que não deve para uma criança ou um adolescente.

    Obviamente, o comportamento dos filhos não estava saudável - como a atitude do Jesse com a sua namorada - e pais competentes teriam reconhecido que tal comportamento poderia crescer em complexidade e levar a problemas mais sérios, e portanto, tomado medidas. Jeff e Laura não são esses pais. Eles não são auto-conscientes o suficiente para perceber que o comportamento destrutivo deles - ambos se envolvem com outras pessoas descaradamente na frente dos filhos, pouco tempo depois da separação - está afetando os filhos. Daí, nasce o drama do filme.

    Mas é claro, você podia ter pedido que o Noah Baumbach mudasse os detalhes autobiograficos dele para maior "realismo". Era só mandar um telegrama.

    Eu queria que o filme fosse maior, mas só porque estava tão engraçado. Eu não acho que eu necessitaria muito mais exploração psicológica daqueles personagens.
     
    Última edição: 3 Abr 2007
  6. Uglúk o Uruk-Hai

    Uglúk o Uruk-Hai ... o maioral.

    Re: O Que Você Viu Ultimamente?

    :think:


    [SIZE=-1]Jeff Daniels... né



    [/SIZE]
     
  7. Sister Jack

    Sister Jack Usuário

    Re: O Que Você Viu Ultimamente?

    Os dois são foda, velhos e usam barbas.
     
  8. Dirhil

    Dirhil Olha, Schroeder...

    Re: O Que Você Viu Ultimamente?

    Acho um dos melhores.

    Yep. Jeff Daniels e Laura Linney carregaram esse nas costas. Mais ele, inclusive, que estava perfeito. O problema é a falta de aprofundamento de ambos os personagens.

    Se vc acha o comportamento de um piá de uns 12 anos que se masturba e espalha sêmen pelo colégio algo "não-tão grave", eu não sei em que mundo você vive. A rebeldia dos dois garotos estava muito estampada, para nenhum dos pais ao menos se importar ou demonstrar preocupação.

    Por falar em comportamentos deturpados, você podia começar a melhorar o seu. Esse sarcasmozinho de quinta não ajuda em nada o que vc disse antes.
     
  9. V

    V Saloon Keeper

    Re: O Que Você Viu Ultimamente?

    Hm, algo me diz que você não gostou do filme porque não estava no melhor dos humores pra aprecia-lo.

    Aconteceu alguma coisa, Dirhil?
     
  10. Dirhil

    Dirhil Olha, Schroeder...

    Re: O Que Você Viu Ultimamente?

    Sim, eu tinha visto Borat, um dia antes.


    Na verdade eu até gostei do filme. Só achei superestimado demais.
     
  11. Thico

    Thico The Passenger

    Re: O Que Você Viu Ultimamente?

    Eu achei que você tinha dado 48 para o filme.
     
  12. Dirhil

    Dirhil Olha, Schroeder...

    Re: O Que Você Viu Ultimamente?

    E isso é uma nota mediana.
     
  13. Sister Jack

    Sister Jack Usuário

    Re: O Que Você Viu Ultimamente?

    Eles se importam e demonstraram uma certa quantidade preocupação. Eles só não souberam como agir.

    Ajuda sim, é só compreender ele.
     
  14. pkerbel

    pkerbel B-A-N-A-N-A-S

    Cobrar realismo de CINEMA é tão absurdo que perdi a vontade de ler a discussão toda.
     
  15. Sister Jack

    Sister Jack Usuário

    Pra defesa do Dirhil, quando um filme é tão naturalista quanto A Lula e a Baleia, é apropriado cobrar um certo grau de realismo.
     
  16. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    O que eu não gostei do filme é que o guri toca Hey You na frente de uma platéia e ninguém reconhece a música. Putz, ela tá no The Wall, um dos discos mais vendidos da história e que provavelmente todos aqueles pais ouviram quando eram jovens!

    Mas o filme é bom sim. Bem bom.
     
  17. _Kain

    _Kain Preacher

    Considerando que o The Wall é de 79 e o filme se passa no começo dos anos 80, isso é compreensível.

    Anyways, esse foi um dos meus preferidos do ano passado e Jeff Daniels detona.
     

Compartilhar