1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

A influencia em sua vida

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Fosco Cachopardo, 20 Abr 2002.

  1. Fosco Cachopardo

    Fosco Cachopardo Ghost of Perdition

    Olá

    Há muito tempo queria comentar isso aqui.

    Desde que comecei a ler Tolkien, sinto que mudei. Mudei minhas formas de agir, pensar, sentir.

    Adquiri certas características que, apesar de, provavelmente, sempre estarem comigo, estavam, de certo modo, adormecidas. Eu comecei a enxergar o mundo a meu redor de forma muito diferente da que eu acostumava. Comecei a admirar as coisas simples com mais intensidade. Comecei a apreciar de um modo diferente a natureza, e toda sua beleza. Acho hoje as estrelas, a lua, o sol, muitos mais belos do que antes de ler as obras de Tolkien.
    As comidas são muito mais apreciadas por mim hoje (não que eu tenha passado a gostar de mais coisas, mas como com mais prazer as coisas que gosto) do que antigamente.
    Não é só isso, é claro, há muito mais coisas, mas dá pra ter noção do que estou querendo dizer.

    Acho que fui contagiado como estilo de vida de hobbit (como já disse varias vezes, me considero um hobbit em tudo, menos no tamanho e na voracidade tbm, afinal não como tanto assim :D ).

    Sou privilegiado por poder morar, apesar de ser na cidade, cercado por árvores, só gostaria q tivesse um riacho no meio das arvores, mas quando tiver meu Condado particular eu providencio isso :D (adoro ficar ouvindo a Concerning Hobbits, faz parecer que estou no condado).

    Por isso cada vez mais eu fico decepcionado e triste com o mundo podre e falso em que vivo :cry: , desejo que pudesse ter vivido em uma época melhor (So do all who lives to see such times, but that is not for them to decide. All we have to decide is what to do with the time that is given to us).
    Era isso que queria dizer, que mudei, pra melhor, suponho eu, desde que comecei a ler as obras de Tolkien.

    E gostaria de saber se alguém mais se sente deste modo, se as fantásticas obras deste gênio conseguiram despertar em vcs qualidades até então adormecidas ou inexistentes :wink:

    Ah! Só um lembrete: este tópico não visa discutir a situação do mundo hoje, mas sim se vc mudou, de qualquer forma que seja, por causa do que leu nos livros :wink:
     
  2. Primula

    Primula Moda, mediana, média...

    Olá Fosco.

    Bem não posso dizer que mudei substancialmente como você. Eu li Tolkien quando já tinha uma formação acadêmica e literária bem fundamentada. Posso dizer que Tolkien foi mais um tijolo na construção de minha personalidade. Ou melhor, uma lente que me permitiu classificar melhor minha personalidade (de ent).

    Claro que todo livro que lemos tem uma influência. É como discussão: não importa o quanto a gente discorde de outra pessoa, diga que o outro está errado. A partir do momento que você toma contato com outra forma de ver o mundo, você há um conflito interno dentro de nós.

    Mas o que exatamente influencia em meu modo de ser? Bem certamente não é comida, pois antes já era tarada por isso (minha parte hobbit... a segunda espécie que eu seria depois de ser ent), e também não é minha vontade de viver no campo (já que eu tenho passei parte de minha infância com uma enxada na mão... os calos sumiram, mas a memória de como era duro ficar no sol não)

    Também não é ampliar minha imaginação, pois o que primeiro despertou minha ânsia de ler e escrever fora do lugar comum foi a Princesa e o Cavaleiro, junto com Patrulha Estelar, e as incontáveis vezes que via propagandas da Disneylândia, mas nunca passava um filme Disney na TV (e não tinha $$$ para ir no cinema... na infância se fui duas vezes no cinema foi muito).

    Acho que o que me influencio foi no ritmo de leitura. Foi um livro que eu não pude ler num dia só. Eu tive de aprender a me conter, a ler conforme um passo que não fosse afobado. Até então lia sempre os livros em um dia (mesmo os da faculdade, eu passava os olhos em todos os capítulos... depois eu resolvia os problemas conforme o professor dava aula).

    Como disse um personagem de Fahrenheit 451, com livros "você tem a liberdade de parar de ler, digerir as informações, fazer outra coisa e depois retornar... ao contrário dessa avalanche que a mídia joga em nós"

    (referindo-se à coisas como televisão e painéis comerciais de pasta de dente que não paravam de gritar no seu ouvido, obrigando você a prestar atenção a acompanhar mesmo quando quer ficar sem pensar em nada. A tecnologia chegou a tal ponto, que tela plana do tamanho de uma parede era possível, fazendo conexão com outras casas. O protagonista reclamou disso "Eu grito para as paredes mas elas gritam de volta pra mim")

    Antes eu tinha uma compulsão de ler como se estivesse vendo TV. Eu mergulhava a fundo nos personagens (inclusive vilões) e devorava os volumes como se não houvesse amanhã. Com Tolkien, eu passei a não mais ficar apenas dentro dos personagens. Fui capaz de me distanciar deles, avaliar por fora o quadro, e às vezes tentar adivinhar qual seria o rumo da estória. Aprendi a diversão de parar de ler e imaginar uma continuação do ponto onde parara, para comparar com o que o autor fizera.

    Eu tinha uma compulsão de entender perfeitamente as pessoas. Mas isso é horrível: essa empatia extrema anulava grande parte de meu ser e de nada ajudava as pessoas ao meu redor. Não era capaz de avaliar uma pessoa de forma crítica: apenas a compreendia, mas não podia ver os defeitos. E dessa forma, tornava-me uma "eu concordo", mesmo quando a pessoa estava errada e eventualmente essa falha tornava-se tão crítica que a pessoa se auto-destruia. A mim talvez, mas como a empatia anulava minha persona apenas enquanto "lia" meu interlocutor, eu descartava essa compreensão tão logo a pessoa parava. Como se fosse um personagem e eu uma atriz: fora do palco, eu não mais era a pessoa, fora do alcance das palavras da pessoa, eu retornava a ser eu.

    Também Tolkien me auxiliou nesse processo de distanciamento do objeto de estudo (assim como minha vida acadêmica e científica).

    Creio que essa foi a maior contribuição que ele fez para a minha pessoa.
     
  3. Oxi, pirei! Fosco, parece q vc leu meus pensamentos! Há muito tempo q eu venho querendo dizer isso, que eu mudei drasticamente para melhor depois de ter lido as obras de Tolkien. Mas, eu não sabia como dizer, sacas? Daí vc veio e disse tudo que eu queria dizer! Q estranho...
    Acho q muita gente aki do Fórum tb sentiu essa diferença.
    Agora, os personagens q mais me fez mudar MESMO foi o Gollum e o Frodo.
    Ps: Ai, q bom voltar p/ Fórum de novo! Adoro o OBRAS!
     
  4. Balbo

    Balbo Usuário

    A principal coisa que mudou em mim foi a apreciação da natureza, da noite, e comecei a sentir falta das estações, porque aqui em Brasília não tem estação que presta, tem a estação que chove e faz calor e a estação que não chove e faz calor, e isso é horrível. Comecei a ficar com vontade de cavalgar, de ficar correndo pelos campos de Rohan, de dormir a céu aberto, de correr, de viver realmente como um elfo, ou um ent.

    Infelizmente, quase tudo que eu tenho vontade de fazer não é mais possível, porque a natureza está sendo massacrada, e isso me entristece muito mesmo.:|

    Isso foi o que mudou principalmente em mim, aprendi a valorizar as belezas naturais...
     
  5. bombadil

    bombadil FATHERLESS

    Acho que em agosto do ano passado eu tinha criado um tópico assim, pois realmente senti uma diferença na minha personalidade, na forma com que lido com as pessoas, etc.
    Além disso tudo foi responsável direto pra que eu começasse a ler mais livros.

    I LOVE LotR!
     
  6. Findëlaurëa

    Findëlaurëa Usuário

    Falaram tudo.......
     
  7. Dagorlad

    Dagorlad Usuário

    com certeza mudou muito a minha vida.
    como ja disseram, eu aprendi a gostar mais da natureza, e dos seres vivos, e respeita-los.
    agora adoro ficar debaixo de uma arvore num jardim ou no parque conversando, me sentindo feliz.

    tambem estimulou muito a minha leitura, e fez crescer minha facinacao por fantasia. sempre que da eu to lendo um livro agora.

    me proporcionou tambem novas amizades, pessoas com mesmos gostos e opinioes que eu, que pensam da mesma forma quanto a tolkien.

    tenho que agradecer bastante ao professor, com certeza seus livros mudaram bastante minhas ideologias, modo de agir. ate a teoria dele de como surgiu o mundo eu adoro!
     
  8. Fosco Cachopardo

    Fosco Cachopardo Ghost of Perdition

    Que bom que não sou só eu que me sinto desse jeito :D
     
  9. Vocês falaram exatamente tudo.

    Eu me sinto assim e pensei que fosse o único.

    Eu vejo as coisas muito mais apreciando-as do que observando-as somente. Aprecio os poucos condados que ainda existem e temo por ele como Gandalf temia no final da Terceira Era.

    Sinto-me exatamente como Gandalf sentia. Nossos filhos terão algo a apreciar depois de tudo? Ainda existirão condados para viver?

    Isso só o tempo responderá.
     
  10. Nala

    Nala Usuário

    ......

    É, eu tb mudei. Naum foi meu contato c a natureza q aumentou, pois sempre adorei a natureza e os animais, vivo rodeada de árvores e animais aki no interior. Mas eu mudei. Naum sei explicar. É como se tivesse aberto uma parte de mim q eu desconhecia. Sei lá, naum sei explicar.
     
  11. Sineta Fossador

    Sineta Fossador Usuário

    Eu tbm mudei e muito!!! Eu sempre gostei da natureza, mas agora vejo que tudo isso foi uma criação linda e fantástica! E me sinto feliz por morar nesse mundo tão bonito!!!
    Toda noite, especialmente quando eu volto do colégio, eu fico olhando as estrelas e a Lua, acho tão lindo, é tudo tão élfico!!!
    Assim como o meu amiguinho Fosco, eu vou ter meu Condado particular e quem sabe morar na Nova Zelândia. No meu Condado os animais seriam livres e nunca seriam mal tratados.
    Comecei a gostar mais de cavalos e pôneis depois de ler SdA. Queria saber cavalgar e atirar com arco e flecha.

    Concluindo, Tolkien mudou minha vida!!! Antes eu queria ser alguém de muito sucesso profissional e agora eu quero ser uma hobbit ou uma elfa!!! :wink:
     
  12. Dagorlad

    Dagorlad Usuário

    po fosco, falando assim vc da a entender que isso eh uma coisa ruim....
     
  13. Largo Cavafundo

    Largo Cavafundo Usuário

    Eu mudei, e muito.

    Nao vou dizer que comecei a ler mais, porque sempre li desesperadamente, como se o livro fosse agua e eu estivesse num deserto ha meses.

    Tambem nao me iniciou com fantasia, pois havia lido As Cronicas de Narnia e foi isso que me levou a gostar desse genero (parcialmente).

    Nao fiquei mais proximo da natureza, pois sempre gostei de ficar perto das arvores e falar com animais, desde que me lembro, quando eu ia para minha chacara em Limeira (interior de Sao Paulo).

    Mas me mudou: ganhei valores. Amizade, persistencia (ou teimosia? Nao sei agora), honestidade. Eu valorizo mais cada coisa da vida.

    Tambem, Tolkien aumentou meu gosto por escrever. Ja fazia isso antes, e muito, mas agora tenho quase uma necessidade de escrever. A obra do mestre me fez querer ser um escritor, e aprender linguas como Latim e Anglo-saxao.

    Mas concordo com a Pri, todos os livros deixam uma marca, mas a que a obra do mestre me deixou eh muito mais profunda.
     
  14. Togo Bolseiro

    Togo Bolseiro Usuário

    falaram tudo....
    Eu tb mudei muito depois que eu comecei a ler as Obras de Tolkien, mta koisa msmo, dou mais valor as coisas, etc....eh dificil de explicar direito, mas acho que jah deu pra sentir neh??? :wink:
     
  15. Fosco Cachopardo

    Fosco Cachopardo Ghost of Perdition

    Imagina, não é uma coisa ruim, muito pelo contrario, é maravilhosa!
    Só achei que não fosse tão comum.
     
  16. Thico

    Thico The Passenger

    Mudei bastante ao ler as obras de Tolkien...
    Qnd estava lendo a Sociedade do Anel, foi o ano passado(em abril) na fazenda do meu avô, no interior de Minas... Sempre deitava na rede na varanda e ficava viajando ao ler as aventuras na Terra-Média, sentindo o aroma do campo. Depois me dava vontade de estar cavalgando em direção a Valfenda, subia num dos cavalos de meu avô e cavalgava por sua fazenda, lembrando da ´´Fuga para o Vau``...
     
  17. Isil Ninqüe

    Isil Ninqüe Usuário

    Hum....vejamosss....

    Desde que eu comecei a ler "O Hobit", a 1ª obra com quem tive contato, eu já me sentia mais feliz!
    Eu fiquei bem mais criativa do que eu já era(eu tenho uma imaginação fééértill!!!), mais responsável e até mesmo mais...vejamos..."maluca"=P.

    Minha curiosidade aumentou bastante também, e fiquei mais calma e sábia.

    Antes eu já admirava bastante a natureza, a Lua e as estrelas, mas agora eu admiro ainda mais.

    E uma coisa muito importante, depois que comcei a ler Tolkien, eu comecei a me amar!!
     
  18. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Depois que eu comecei a ler Tolkien eu passei a dar um valor muito maior às pequenas coisas da vida... seja um amigo, uma sobra de árvore numa tarde de outono com um bom livro na mão (alguém aí falou "O Hobbit"?), um cachorrinho que te abana o rabinho... ou até mesmo um anel (meu preciosssssssssoo...... :twisted: )
    Sabe, ano passado, enquanto eu ia pra faculdade eu estava "trelendo" o Senhor dos Anéis... nesse dia em especial estava chovendo um monte.. eu fechei a cortina da janela do ônibus pra não ficar com dor de cabeça enquanto lia... estava lendo o Retorno do Rei naquele dia. Foi muito estranho, pq eu saí de casa o dia estava super feio, com aquela chuvarada caindo... quando eu cheguei na ULBRA, a última parte que eu li foi aquela do galo que canta anunciando a aurora que chegava. Então eu abri a janela, a chuva tinha parado, as nuvens tinham se acabado, o sol brilhava, se pondo no Rio Guaíba, e um lindo arco-íris completo completava isso tudo.. cara, foi demais.. eu me senti super bem...a cho q foi a coisa do Senhor dos Anéis que mais me emocionou, pois pareceu que os eventos do livro influenciaram os do mundo real....
     
  19. Sercelda

    Sercelda Usuário

    Este é o poder do livro, não só das obras de Tolkien, mas de qualquer livro, por mais tosco que seje. Ele te abre a novas experiências, novas maneiras de enchergar a vida. Você cresce um pouco a cada página virada, isto acontece principalmente quando o autor é bom, aliás quando o autor é referência aos demais, como Tolkien.

    Eu realmente mudei muito após ler Tolkien, eu lia muito, mas a maioria das coisas que eu lia eram revistas, jornais, livros técnicos, nunca me interessei muito por literatura em geral, aí li Tolkien e realmente me viciei, não só em Tolkien, me viciei em ler, hoje leio quase tudo que encontro, felizmente não passo mais tempo na frente da TV (exceto para assistir os jogos do Timão e da Seleção) que realmente são inúteis ou uteis para muito pouca coisa.

    Mas uma coisa que me marcou mesmo é... hummm matar!!! Meu.. como eu gostaria de estar só numa batalha daquelas.. (queria ser elfo.. daí vem meu nick) usando uma malha de mithril.. e um machado feito por artesões anões decepando cabeças de orcs... correndo do Glaurung... aa q vontade.. hehehe enquanto isso eu vou dar umas porradas no meu irmão pra ver se a vontade passa :) :lol:
     
  20. Glaurung

    Glaurung Usuário

    TIMÃO EOEOEOEOEOEOEOOOOO!!!! hehehe :wink:

    :?: :?: :?:
    :roll:

    Bom, tem gosto pra tudo né :?:

    Well....só pra não ficar off-topic (afinal de contas eu tenho uma reputação de moderador a zelar)

    Minha maior curiosidade em ler Tolkien era porque eu queria conhecer as verdadeiras origens do AD&D (eu era um jogador viciado...hehehe).
    Então, esse negócio de mundos fantásticos e tudo mais não era novidade pra mim, mas o que realmente me impressionou foi o grau de detalhismo encontrado na obra de Tolkien, como ele foi capaz "recriar" mitologias, sociedades, história, geografia, tudo pra tornar seu mundo imaginário mais próximo da realidade.

    O que mudou na minha vida? Não muita coisa, eu já gostava muito do estivo "aventura medieval", mas com certeza acrescentou muito no meu conhecimento sobre o assunto. :D
     

Compartilhar