1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

A Índia e o sistema de castas.

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Yuge, 10 Jan 2004.

  1. Yuge

    Yuge Usuário

    Certo dia estava conversando na escola com um amigo sobre a Índia. Ele revelou ter uma impressão negativa sobre o país, e não é de se estranhar. No rio Ganges, considerado sagrado, milhares de habitantes lavam suas roupas, se lavam e usam a água para cozinhar e beber, tudo isso na mesma água onde são despejados esgoto e dejetos industriais. No Hinduismo, religião predominante no país, as vacas são consideradas sagradas e por isso não podem ser incomodadas. Se não me engano o número de cabeças de gado na Índia é o maior do mundo. Animais como serpente e ratos também são cultuados, o que pode levar à destruição de colheitas, e doenças entra a população mais pobre. Como ele me disse, a Índia parece ser um país "sujo".

    A religião hindu tem um impacto muito mais negativo na vida da população indiana. Trata-se do sistema de castas, que vigora à séculos. Ele cria uma enorme discriminação aos chamados "intocáveis", considerados pelas quatro castas superiores como impuros. São violentados, obrigados a trabalhar em lugares insalubres.

    No entanto ainda admiro os indianos. Fizeram descobertas importantes na matemática, o sistema numérico que usamos atualmente é de origem indo-arábica.O ioga e a primeira arte marcial. Dentre muitas outras coisas. Hoje, ela continua a trazer contribuições para o mundo, citarei a descoberta de um algoritmo determinístico polinomial para teste de primalidade.

    Mais sobre o sistema de castas e os "intocáveis":
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Mais sobre o algoritmo determinístico polinomial para teste de primalidade:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. July

    July Usuário

    eu devia matar tds os chinesses por essas descobertas! uhauahuahuhua!
    to brincando....soh uma pequena revolta por ter tirado um 0 em mat..., apesar disso, nada comtra..deixa eles viverem do jeito deles, ate pq eles devem falar da gente tb.. :roll:
     
  3. Eru- o Ilúvatar

    Eru- o Ilúvatar Usuário

    Sempre que nos deparamos com uma cultura muito diferente da nossa, naturalmente há um conflito de valores e muitas vezes pré-julgamos sem a justiça da análise mais distanciada.

    Realmente parecem absurdas a falta de ascepcia e a idolatria a vacas, por exemplo... Mas vamos com mais cautela e veremos que também não somos muito limpos quando nadamos em praias com valas abertas e a nossa cultura idolatra vacas como a Luana Piovani e a Luciana Gimenez... :roll:

    É muito fácil condenar o sistema de castas, mas nós mesmos vivemos em uma sociedade que segrega, de uma forma mais sutil, mas segrega. Também valoramos por hábitos, origem social, cultural, étnica, formação acadêmica, e por aí vai.

    Reprimimos hipocritamente a sexualidade muito mais do que os indianos, que tratam isso de forma mais naturalizada, mas ao mesmo tempo a canibalizamos e vendemos de uma forma absurda. Discutimos tabus com nossa falsa moral pequeno-burguesa enquanto nós mesmos burlamos nossas torpes concepções de mundo que fazemos questão de imputar ao senso comum, amparados por uma ética judaico-cristã milenar, que só não soa absurda a nós como a dos hindus porque nascemos inseridos nela.

    A Índia é um país sujo, provavelmente, e muitas das coisas que lá vejo soam absurdas pra mim, mas logo concluo que apesar de ser um país de quase 1 bilhão de habitantes, eles fazem menos mal ao meio-ambiente e aos demais povos que nossos vizinhos dos EUA, com uma população 1/3 menor e que é responsável pela emissão de 60% dos gases toxicos do planeta e se envolvem em tudo o que é conflito militar pelo mundo afora.

    Enfim... Eu não sou fã de Levi Strauss, mas acho que um pouco de Relativismo Antropológico nesse caso cai bem. Julgar é fácil... O problema é quando fazemos isso míopes, sem perceber que nosso próprio telhado é de vidro e pode hora ou outra ser atingido por uma pedra.
     
  4. Yuge

    Yuge Usuário

    A questão não é a cultura indiana, tanto que coloquei seus aspectos positivos, e sim a segregação que ocorre lá, e que poderia ser resolvida. A Índia é um país com muita cultura sem sombra de dúvida.

    Sim, os indianos tratam a sexualidade com muito mais naturalidade, vide Kama-Sutra :roll:

    Chinesses? :o?:
     
  5. Glorwendel

    Glorwendel Usuário

    O sistema de castas é totalmente baseada na crença dos hindus na reencarnação. Eles consideram que pessoas nascidas em castas inferiores pecaram em suas vidas passadas, merecendo a rejeição aplicada a eles nessa vida.

    O curioso, é que não-hindus, como nós, são considerados ainda mais inferiores que os párias (a casta "suja" mencionada no primeiro post).

    Aqui um texto sobre esse sistema:


    Brahma não é cerveja, é um dos deuses da Trimurti. Seria o deus mais importante, mas na prática o mais adorado é Vishnu.

    Os Brâmanes, membros da casta mais alta e pura, são encarregados dos estudos religiosos, como vocês puderam ler no texto. Era uma prática comum que pedissem esmolas, pois era responsabilidade das castas inferiores os sustentar. Dar esmola a eles é considerado boa ação, de modo a "elevar" o seu karma.

    Os kshátrias eram reis, xás, marajás, etc... Todos os reis hindus tinha brâmanes como conselheiros. Os brâmanes também são responsáveis pela contagem dos anos, e para estabelecer as datas mais auspiciosas para um evento especial, como casamentos e conselhos.


    Além do mencionado, também é prática comum cremar os mortos nas margens do Ganges, e depois atirá-las no rio. Até hoje, algumas esposas se atiram na pira de seus maridos, para que possam "serví-los" no outro mundo. São queimadas vivas. Isso é considerado de bom karma, também.


    Muito já foi dito sobre a discriminação sofrida pelos párias, mas os indianos são religiosos ao extremo, é somente a longo prazo o tal sistema poderia ser eliminado, ou pelo menos amenizado.


    O fato é que hoje a Índia é um país super-populoso, e seus habitantes são em sua maioria miseráveis, sofrendo de doenças que há muitos anos foram erradicadas do resto do planeta. É um país "sujo", sim, se você for considerar o estilo de vida dessa maioria. Mas muitos ainda insistem em ver o lugar como de uma "paz espiritual inigualável", apesar de toda a pobreza e sofrimento.
     
  6. Fera

    Fera Sóbrio habitual

    Esqueceu dos crocodilos. :?

    Conheci muitos indianos quando morei fora, a maioria pertencente as castas superiores, que conseguiam formação de qualidade e trabalhavam em impresas de alta tecnologia nos EUA, existem muitos indianos no Vale do Silício na CA.

    Curiosidade, eles tem um cheiro forte de insenso e um tipo te tempero q eu nao lembro o nome , é perceptivel a distância. :eek:

    O culto a vaca, aos ratos e serpentes não me surpreende, e até compreendivel, só as castas que não me agradam muito, do ponto de vista social, se vc enriquecer e for pertencente a uma casta inferior, vc ainda será considerado inferior aos outros, não há meios de subir de uma casta pra outra, vc fica na sua desde q nasce até a morte. E se não me engano o relacionamenteo entre pessoas de castas diferentes é recriminado. -me corrijam se estiver errado :mrgreen: -

    Mas oq realmente me impressiona na Índia, é que mesmo possuindo capacidade técnológia e científica elevada, escolas ( para pouquissimos ) de alto nível , coisas vistas em países de primeiro mundo somente, ela continua estagnada no 3º mundo, com a maior parte de seus 1 bilhão e pedrada de habitantes vivendo em situações críticas.

    Eu ainda acho a Índia, cultura, religião e aspectos sociais muito interessantes. :)
     
  7. Hellblazer

    Hellblazer Usuário

    esse papo de "preservacao da cultura" pra mim eh desculpa pra manter mais gente na miseria!!isso se aplica tanto lah como aqui,com os indios! a manutencao da pobreza a titulo de preservacao da cultura cai muito bem para preservar a grana e o poder de quem jah estah por cima.esse sistema de castas jah devia ter ido pro brejo ha muito tempo, pois o pensamento humano evoluiu, e eh injusto condenar alguem a nao ter oportunidades soh pq nasceu de determinada raca ou familia ou vilarejo.
    mas nao dah pra ajudar quem nao quer se ajudar, se eles acham que isso eh certo, deixemos a miseria, a fome e as doencas extingui-los por completo...eh o meio mais barato de se fazer uma limpeza etnica, como estao fazendo com a Africa. e nem gera antipatia, pq existem as desculpas de que "eh o jeito deles de viverem" , ou "vamos preservar a cultura deles", que soam muito politicamente corretas, e a maioria nao tem senso critico para enxergar os objetivos politicos e economicos por tras disso.
     
  8. Fera

    Fera Sóbrio habitual

    Sou obrigado a concordar com vc, Hellblazer, não é pq a situação atual da Índia, sua cultura e etc me despertem interesse q eu sou obrigado a concordar com o sistema social.

    As castas me lembram em muito o tipo de organização social comum nos feudos e em toda a idade média, a piramidizinha com os nobres e o clero se sustentando nas costas do sevos , neste caso os párias. Acho um absurdo, desumano, mas como a Glorwendel citou acima:
    Isso me leva a crer que mesmo na miséria, no total desamparo a parcela miserável na Índia continuá miserável por muito tempo, e q eles próprios devido ao ambiente, cultura, costumes e hábitos herdados não se oponham a isso, continuando na m*rda, sem nem tentar sair.
     
  9. Eru- o Ilúvatar

    Eru- o Ilúvatar Usuário

    Sem dúvida, mas como suberver isso é algo que tem que partir de dentro. Qualquer tentativa de usar a cultura ocidental como referecial esbarra na suspeita de dominação cultural. Até porque nós mesmõs não temos um cânone de sociedade justa a exportar. Não estou defendendo a deles, vejam bem.


    A massa sempre é burra. Aqui, lá, em qualquer lugar. Já estudei bastante isso em psicologia, sobre o inconsciente coletivo, sobre o onírico e irracional da massa, e posso afirmar que não é um fenômeno exclusivo de um ou outro lugar. É universal. Somado ao princípio básico de Toquenville de que toda a opinião é conservadora, nos deparamos com a burrice estática. Isso lá, aqui... Mas lá é mais forte porque a identidade cultural deles é mais enraizada e forte do que a nossa.

    Sobre o genocídio, bom, grande parcela de culpa é daqueles que colonizaram aquelas terras e instigaram conflitos para enfraquecer os povos autóctones. Isso vale pra Africa, pra América e pra Ásia mesmo.

    Enfim... Fede, mas é difícil pensar em uma forma de desodorar o problema. :|
     
  10. Omykron

    Omykron far above

    que eu me lembre, o sistema de castas eh oficialmente proibido na india, MAS, a população ainda sim o usa... naum sei se isso está certo
     
  11. jean

    jean Shhhzup!

    Está certo sim...
    E o preconceito contra os intocáveis não conheceu tal proibição...
    A única diferença agora é que eles não podem mais ser discriminados, sendo chamados de "intocáveis"(agora são chamados de algo como "filhos de Deus")... eles têm o direito d processar alguém que os chame assim... lembrando que processar alguém, num país como a Índia... já deve dar uma menção de quão impossível essa tarefa se torna. Ainda mais para um.. "filho de Deus"

    Li há pouco tempo sobre isso... o livro era Na Pele de Um Intocável, no qual um escritor francês se disfarça, e assume a posição de um membro de uma das castas mais repugnadas na índia. E relata a passagem dos dias durante a experiência...
    Não é uma obra de arte... mas relata bem, (apesar de ser sobre um ponto de vista muitas vezes de esnobe-francês) a realidade dos intocáveis. Um tanto sensacionalista... mas bem redigido.
     
  12. Omykron

    Omykron far above

    hmmmmmm intão é verdade também que na Índia o sistema de dotes tb seja proibido, mas ainda sim é utilizado pelas famílias (e que se naum tou engando, existe uma grande quantidade de morte de meninas de até 5 anos para o pai naum pagar o dote)
     
  13. Yuge

    Yuge Usuário

    Não é sempre assim. Postarei novamente esse link aqui:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     

Compartilhar