1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

A importância do sexo feminino!

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por TorUgo, 27 Out 2008.

  1. TorUgo

    TorUgo a.k.a. Tortoruguito...

    Gostaria de saber o que os fãs pensam sobre o sexo feminino no legendarium tolkien!

    Digam-me todas as mulheres, elfas e anãs (se conseguirem se lembrar de alguma! lol) que tiveram importância na história de Arda, ou então a personagem do sexo feminino que mais vos tenha agradado em todas as obras!...

    ;D
     
  2. Valacirca

    Valacirca Youth Gone Wild

    Gosto bastante da Éowin. De todas as mulheres da obra, ela é a que mais me agrada.
    Não é uma princesinha...mais também não é machona...

    Dura na queda!
     
  3. Haran Alkarin

    Haran Alkarin Usuário

    Tem uma importância tremenda na hora da reprodução.
     
  4. Fringway

    Fringway Andarilho do Norte (187)

    Apesar de elas não aparecerem o tanto que os homens apareceram na obra, creio que elas foram muito importantes.
    Não só no aspecto reprodutivo, como ressaltou Haran, mas também diretamente. Por mais que não se fale muito sobre isso, elas conversavam com seus maridos, que muitas vezes procuravam conselhos na voz daquela com quem casaram ou que amavam, como aconteceu com Thingol, por exemplo.
    Além dessa participação importante, mas "oculta", algumas mulheres interferiram fortemente e e de forma bastante direta, como aconteceu, por exemplo, com a Éowyn.
     
  5. Eów Dernhelm

    Eów Dernhelm Amigável mesmo sendo um...

    A questão do aspecto reprodutivo ao menos do meu ponto de vista eu não lembro de ser relatada (ao menos nos livros que eu li), é relatada na questão de cicrana ser mãe de beltrano e assim por diante.
    Mas em outros aspectos, Tolkien é ao meu ver um dos poucos escritores que não relata mulheres como sendo "típicas donas de casa".
    Ele consegue descrever a alma delas e suas personalidades de uma forma extremamente intensa.

    E é isso que essas mulheres são. Intensas. Intensas nas ações, nas palavras, na vida em tudo. É um equilíbrio entre opostos gritante.

    Eu sou apaixonada pela Éowyn, desde a primeira linha em que ela é descrita.

    Não me lembro ao certo a descrição inteira, mas tem uma passagem que eu nunca esqueço:

    "(...) gélida e palida como uma manhã de inverno (...)"


    É algo mais ou menos assim ^.^
     
  6. Café

    Café O importante é o que importa

    No meu ponto de vista muitas mulheres tiveram papéis importantes e decisivos nas obras de Tolkien!!! Não tanto quanto os homens mas ainda sim um bom numero delas!!
    Luthien por exemplo seria uma das mais importantes não só pela sua história de amor com Beren mas das consequências que ela trouxe!!! Galadriel, além de ter servido de inspiração para a criação das Silmarill foi a mulher mais poderosa e influente da TM na 3º era!!!Não sei se eu poderia citar Melian por ela ser uma Maiar, mas se sim então teriamos também Varda, Yavanna, Nienna as três maiores Valië!!!!Temos também Elwing que levou a Silmarill de Luthien para Eärendil com o qual eles conseguiram entrar em Aman e pedir auxilio aos Valar!! E muitas outras!!!
     
  7. Calenardhon

    Calenardhon Cavalariço de Rohan

    Indiretamente, elas têm uma importância enorme.

    Arwen fez Aragorn ser reconhecido por todos em Pelennor graças à bandeira que ela fez.

    Éowyn matou o Nazgûl supremo.

    Luthien ajudou Beren a recuperar uma das Silmarils

    Melian sempre aconselhou Thingol e o acalmou quando este estava irado.

    Galadriel sempre agiu com sabedoria e ajudou a muitos.

    As Valiër tanto trabalharam para Arda, criando e melhorando muitas coisas.

    Direta, ou indiretamente, agindo abertamente, por trás dos panos, de maneira forte, sutil, de muitas formas, as mulheres foram um pilar de sustentação para os homens guerreiros da obra, que recebem muito mais destaque. E nem por isso as mulheres são menos importantes.
     
  8. Ben Kenobi

    Ben Kenobi Aprendendo com um

    Mulheres foram de extrema importancia, apareceram pouco, mas toda vezes que apareceram mudaram muita coisa.
     
  9. Ninleth Englorian

    Ninleth Englorian Amo a minha senha!

    :clap:

    Lembrando, também, que sempre irá existir uma grande mulher por tras de um grande homem!

    É claro que cada um de nós têm suas preferencias, mas acho que cada uma delas - todas - tiveram papeis fundamentais no desenrolar dos fatos. Umas mais 'patricinhas' outras mais 'machonas' mas todas elas foram expetaculares!

    E eu, particularmente, gosto de Luthien... Talvez pelo romance, talvez pela adrenalina... sei lá!
     
  10. Elendil

    Elendil Equipe Valinor

    De todas as personagens femininas de Tolkien, a que gosto mais é da Éowyn. Tolkien escrevendo sobre seus conflitos, sobre ela não aceitar ser tratada como uma frágil donzela, temendo "uma gaiola" e "ficar atrás de grades, até que o hábito e a velhice as aceitem e todas as oportunidades de realizar grandes feitos estejam além de qualquer lembrança ou desejo" (RDR, A Passagem da Companhia Cinzenta).

    Interessante Tolkien escrever isso e criar uma personagem tão forte numa época em que as mulheres começavam a se emancipar, conquistar o direito ao voto, e deixar para trás certas imposições sociais de séculos em voga. Garanto que essa personagem deve ter encorajado e influenciado muitas meninas leitoras pelo mundo.
     
  11. Ben Kenobi

    Ben Kenobi Aprendendo com um

    Sobre a Eówyn não gosto muito, ela tenta se impor demais, ela tenta mostrar que não é frágil e acaba sofrendo por isso.
     
  12. Gerbur Forja-Quente

    Gerbur Forja-Quente Defensor do Povo de Durin

    Éowyn comanda! Qubra todos os estereótipos e ainda mata o Rei-Bruxo, o cara que matou o último rei de Gondor e que fazia todos os mais valentes heróis da batalha de Pelennor correrem de medo!

    Das anãs, o professor só mencionou uma: Dís, irmã de Frerin, que morreu na Batalha de Azanulbizar e do Senhor Thorin Escudo-de-Carvalho. Dís também era a mãe dos heróis da Batalha dos Cinco Exércitos, Fili e Kili.
     
  13. Excluído038

    Excluído038 Excluído a pedido

    Grandes mulheres (vou listar minhas tres favoritas) permearam as obrs de Tolkien, em maior ou em menor escala. Na minha opinião a maior delas foi Galadriel, dentro de todas as suas possibilidades ela conseguiu se impor com graça e orgulho (é impossível esquecer os cortes que ela deu em Feanor) em tudo aquilo o que desejava fazer a ponto de se tornar a maior dos Eldar, vide o papel vital que ela exerceu durante a saga do Anel, sua gana por defender Alqualonde, sua vitalidade em atravessar - esqueci o nome daquele trexo de montanhas de neve - e ainda assim conseguir montar um reino na TM, resistir ao Anel e por fim vencer seu orgulho para voltar a Valinor.

    Em segundo lugar eu coloco Lúthien, que é a minha personagem favorita de Tolkien, ela lutou até o fim por seu amor, mesmo tendo tudo para ser uma mocinha midada, desistindo de sua imortalidade por ele, tudo o que ela fez foi por gostar e isso é a mais admirável das atitudes, ela não queria fama, nem poder, nem grandes feitos, ela apenas queria o homem que amava do seu lado. Alguém pode imaginar motivo mais nobre que esse? - salvar o mundo não conta.

    Em terceiro lugar poxa tiveram várias, e não a Eowyn não está entre elas. De todas para mim ela foi a mais egoísta, nem salvar o mundo ela queria, ela só queria fama...
     
    Última edição: 28 Out 2008
  14. Eów Dernhelm

    Eów Dernhelm Amigável mesmo sendo um...


    Nossa quanta raiva da Éow! :tsc:

    Não é bem assim igual você ta dizendo vamos!
     
  15. Excluído038

    Excluído038 Excluído a pedido

    Não é bem raiva, me perdoem quem gosta, eu nem iria falar isso, mas é um certo desprezo pelo personagem...Eu reconheço que ela teve um grande mérito como mulher e como guerreira, mas seus motivos e atitudes me incomodam, porque, por mais forte e decidida que ela seja, a personagem não deixa de me representar uma menina mimada entendiada com a propria vida e que para aliviar a tensão e ganhar fama ela se atira para a batalha. Ela fez o certo com os motivos errados, mas para mim os fins não justificam os meios, sem falar que no momento que ela exitou e reclamou em guiar seu povo demonstrou que ela não tinha apego nenhum com tudo o Theoden mais presava que era o bem estar dos Rohirram. Claro que isso é uma opinião muitissimo pessoal, afinal cada pessoa enxerga o personagem com seus olhos.
     
  16. Café

    Café O importante é o que importa


    Opinião muito bem exprimida Híswen!!!:joinha:!!!
    Também concordo que Eowyn fosse uma menina mimada e entediada, mas também temos que concordar que mesmo com todos os defeitos dela, ela teve coragem de fazer o que praticamente nenhum humano teria(exceto Aragorn, acredito eu), a de matar o rei dos Nazguls!!!
     
  17. Eów Dernhelm

    Eów Dernhelm Amigável mesmo sendo um...


    Eu respeito sua opinião. Mas eu vejo não só de você mas de outras pessoas também essa visão completamente oposta a minha sobre a Éowyn. Eu já perdi a conta de quantas vezes eu escutei gente dizendo ;" ela é uma vaca tentou roubar o macho dos outros".

    Primeiramente ela se apaixonou pelo Aragorn, e até o dia em que ele partiu para recrutar os ladrões ela não sabia que ele amava a Arwen, tanto que antes dele partir ela vai conversar com ele e percebe, ela o deixa de lado na hora e vai embora.

    Concordo no ponto de dizer que ela possa ter sido egoísta, eu acho isso ás vezes.
    Concordo com o fato de ela se sentir entediada, mas quem não se sentira? Você é criada num reino de grandes cavaleiros e grandes feitos, aprender a lutar e ter noções de guerra desde pequena, cresce e se ve fadada a cumprir com afazeres que não lhe interessam, mora num castelo onde vê seu tio a única fonte de amor e carinho ser corrompido por um filho de uma égua como o Gríma. Me perdoem mas eu também ia querer sumir dali logo, logo.

    Mas o que mais me impressiona na jornada da Éowyn. é o amadurecimento que ela adquire ao longo do tempo em que ela passa nas Casas das Cura.
    Eu realmente gostaria de ser como ela, tanto qeu minha 1ª filha vai se chamar Éowyn -)

    Mas como a His disse acima, cada um enxerga os personagens sobre a óptica que lhes apetecem.
     
  18. Excluído038

    Excluído038 Excluído a pedido


    Sim, sim, com certeza, eu reconheço que Eowyn tem esse enorme mérito, e ela só conseguiu fazer isso por causa do amor que sentia por Theoden e eu espero que ela tenha encontrado uma espécie de rendição nesse ponto. Mas ainda assim ela deixou o povo de Rohan, fora de
    casa e sozinho. Ainda que tivessem lideres, e que todos estivessem mais ou menos juntos teria sido muito mais honrado e corajoso ficar, defender e organizar aqueles que são indefesos, afinal de contas eram mulheres e crianças, pessoas que realmente necessitavam dela.

    Mas, daí ela derrota o rei dos Nazgul, se apaixona pelo Faramir e tudo fica bem. Essa irresponsável moça merecia umas chineledas XD.

    E sim, em certo ponto eu sinto uma certa raiva por ela tentar roubar o homem alheio, mas como tu disse ela não sabia, daí a gente dá esse desconto. XD
     
    Última edição: 28 Out 2008
  19. Thalion

    Thalion Mas que puxa!

    É triste dizer isso, mas existem poucas mulheres fortes no mundo de Tolkien. A maioria se contenta com a pose de princesinha, donzela indefesa ou coisa assim. Talvez isso ocorra devido à formação fortemente católica de Tolkien, que tem uma visão machista devido à fábula de Adão e Eva. Entretanto, asim como na Bíblia, existem também, em Tolkien, mulheres fortes, como Eowyn, Galadriel, Morwen e Haleth.
     
  20. Pam EQA

    Pam EQA Usuário

    Não sei se considero a visão de Tolkien machista...talvez apenas tradicional, onde a dama é salva pelo cavaleiro. Ok, isso é um pouco machista sim, mas toda a sociedade daquela época era condicionada a pôr a mulher num patamar inferior, isso ainda não mudou completamente em muitos locais, como bem sabemos.

    O mundo fantástico de Arda era também um mundo de guerras e disputas (excetuando Valinor), onde a força era muito necessária e sobre aspectos biológicos, naturais, o sexo masculino sai na frente quanto a isso. Tolkien não colocaria donzelas e mães numa frente de batalha...Assim, sua obra gira principalmente em torno de personagens masculinas, porém notamos sempre a presença das mulheres: ora dando conselhos, ora sendo motivos para acontecimentos importantes ou simplesmente dando mais leveza a história com a graça feminina (vai dizer que não é verdade? :mrgreen:).

    E claro, há personagens femininas que têm muito destaque, como já foram citadas aqui. Suas ações foram decisivas sobre vários aspectos da história.

    Acaba de me ocorrer um exemplo de como o sexo feminino alterou a existência de uma interessante espécie de Arda: os Ents. Eles passam por um verdadeiro drama durante SDA que termina sem solução. Não há Entesposas, não há continuação para eles. Talvez propositalmente Tolkien acabou por valorizar muito o sexo feminino com isso. É como se ele abrisse um parênteses em sua história e declarasse às outras espécies e a nós, leitores: 'olhem só, vocês poderiam estar na mesma situação, tratem de valorizá-las!'

    Afinal, em síntese é isso, sem o sexo feminino toda a história que Tolkien criou seria inviável!
     

Compartilhar