1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

"A Imortalidade" de Milan Kundera

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Lu Eire, 5 Abr 2012.

  1. Lu Eire

    Lu Eire Usuário

    É o segundo livro que leio do autor (o primeiro foi "A Insustentável Leveza do Ser", que me lembro ter sido para mim uma leitura muito bacana), estou na página 120 de um total de 339 e estou adorando.

    A contra-capa diz praticamente tudo, sem dar muitos spoilers:

    Tudo começa com o narrador que até agora não sei muito bem quem é, esperando por um professor seu, ao que parece, chegar na sua casa. Do alto da janela de seu quarto, ele observa uma senhora acenando "até logo" com as mãos para seu professor de natação ao sair da piscina, e a imagem desse gesto o leva a construir uma personagem chamada Agnes.

    Contando-nos o que imagina da vida de Agnes, o narrador trás bastante filosofia sobre o comportamento humano. Do que me lembro de A Insustentável Leveza do Ser, é o que mais chama atenção à obra do autor: uma história, com personagens muito bem construídos, cuja finalidade não é necessariamente a narração em si, mas mostrar ao leitor o que a humanidade carrega consigo em seu caráter.

    Vamos ver o que vou achar no fim da leitura...
     
  2. Gilda

    Gilda Usuário

    O Milan é sensacional. Quando me disseram que esse livro talvez fosse ainda melhor que o Insustentável, duvidei. E quebrei a cara. Ele tem momentos inesquecíveis.
    Só que a edição que eu li era emprestada e eu não encontro pra comprar em lugar nenhum...
     
  3. Lu Eire

    Lu Eire Usuário

    Acho que ele é mais grandioso sim, Gilda! Pois além de tratar de temas filosóficos do caráter da humanidade e tal (o que em A Insustentável leveza do Ser o autor fez maravilhosamente), em A Imortalidade estão personagens universais e muito conhecidos, como o Geothe e o Hemingway (até agora, na minha leitura, só apareceram estes).

    --

    Eu sublinhei um trecho tão bonito hoje:

    "Talvez você diga que, se às vezes é horrível lutar contra alguém, lutar por alguma coisa é nobre e belo. Sem dúvida, é belo trabalhar a favor da felicidade (do amor, da justiça, etc.), mas se você gosta de designar esse esforço pela palavra luta, está implícito nesse nobre esforço o secreto desejo de derrubar alguém por terra. A luta por não pode ser dissociada da luta contra e, durante a luta, os lutadores sempre esquecem a preposição por em benefício da palavra contra."
     
  4. Lu Eire

    Lu Eire Usuário

    Achei outro trecho interessante:

    "Em seu espírito a noção de amor estava ligada à imagem do oceano, o mais tempestuoso dos elementos. Qaando estava de férias com Agnes, deixava a janela do quarto do hotel escancarada, para que seus suspiros de amor se juntassem à voz das ondas e para que sua paixão se confundisse com essa grande voz. Mesmo sendo feliz com sua mulher, mesmo amando-a, sentia em algum recôndito secreto de sua alma um ligeiro, tímido desapontamento com a ideia de que seu amor nunca tivesse manigestado de maneira pouco mais dramática. Quase invejava em Laura os obstáculos que tinha encontrado em seu caminho porque segundo ele apenas os obstáculos podem transformar amor em história de amor. Também sentia por ela um sentimento de afetuosa solidariedade, sofrendo com os tormentos dela como se fossem seus. "
     

Compartilhar