1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

A Fala dos Ents

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Ar-Rick, 17 Set 2007.

  1. Ar-Rick

    Ar-Rick Back to life!!!

    É sabido que os Ents usam-se da linguagem mais demorada de se pronunciar, mesmo para um ser de maior habilidade vocal, da Terra-Média. Por que usam essa linguagem e não o Westron, ou outra? - Apesar de alguns conhecerem a Língua Geral.
     
  2. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Por que o Westron, na Primeia Era, não existia.
     
  3. Belfalas

    Belfalas Ele é legal

    Quem aprende sua lingua de Origem
    Dificilmente esquece e usa outra lingua como padrão
     
  4. Ar-Rick

    Ar-Rick Back to life!!!

    Certo, porém, apesar da idade dos Ents, eles poderiam ao longo dos tempos utilizando-se de outras línguas, não apenas o westron, por que não uma lingua élfica? Por que uma língua tão demorada que conta a história de cada palavra ao invés da linguagem simbólica que utilizamos?
     
  5. Ar-Rick

    Ar-Rick Back to life!!!

    Perdão caros amigos, o meu primeiro post estava faltando uma parte. Post corrigido. Desculpem minha falha.
     
  6. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Fangorn, deveria sim saber Sindarian, ou mesmo Quenia, mas, ele era um Ent, el falava Entês.
     
  7. Glaurung_Alazy

    Glaurung_Alazy Are we back?

    Os ents não tinham motivo nem necessidade de substituir sua língua por outra.Nem tinham tanta comunicação com outras raças para que isso fosse necessário.Isso quebraria parte de suas tradições, o que obviamente não é bom, e deve ser por isso que provavelmente não usavam outro idioma.
    Parte deles provavelmente conhecia outra língua, possivelmente Quenya, sindarin ou Westron, para que eventualmente pudessem interagir com outros povos, mas não era preciso substituir sua língua principal por isso.
     
  8. Tuor

    Tuor Usuário

    Talvez não falassem outra língua, como alguma élfica, por exemplo, porque não sabiam. E também porque não havia necessidade, já que o entês já estava entranhado, e já que se podia falar a Língua Geral.
     
  9. DiegoFerrite

    DiegoFerrite Usuário

  10. Saphyra Horyon

    Saphyra Horyon кαιsεяιи dεs ωαssεяs

    Porque eles iriam utilizar uma lingua que não era a deles, quando eles podiam falar a sua própria lingua? Por exemplo, se um argentino chega pra você e diz que o portugues é muito demorado e complicado, e pra você começar a falar espanhol, você o fará ou continuará usando sua lingua de origem? É uma questão de originalidade... pelo menos é isso que eu acredito... qualquer coisa, desculpe o incômodo de vocês terem que ler isto...
     
  11. gelloneth

    gelloneth Usuário

    Eles não eram 'apressados' então não viam motivos para trocar a lingua que eles usam por uma que seria de mais rapida pronuncia ... Eles gostavam de ser devagar até mesmo porque se não fossem assim, sobraria tempo demais para não fazer nada ...

    Não seria para os olhos deles, mais interessante e legal ficar a tarde inteira conversando mesmo que seja em si pouco assunto do que terminar rapidamente a conversa em outra lingua e ficar ''sem nada para fazer''

    Abraços
     
  12. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Que bela colocação...enfim!

    Eles não somente usavam o entês, por saboriá-lo, e por ser uma língua típica dos ents, mas também por ser ele uma língua que achavam "sonora", bela, e lhes aprovia.
    Porém, o entês advém do quenya, pois, os elfos dispertaram os ents e os ensinaram a falar (vide O Senhor dos Anéis).

    O que não podemos esquecer, é que o relato que chegou a nós, referente a visão de Frodo da Guerra do Anel, ou melhor, O Senhor dos Anéis, nos dá a entender que Fangorn fala na língua geral com Merry e Pippin, e assim não o fosse não teriam se entendido. Eles não sabiam entês.

    Abraços.
     
  13. Belfalas

    Belfalas Ele é legal

    Continuo com minha Teoria
    Eles sabiam Westron, mas as usavam para falar com outras criaturas
    mas para falar entre si, os Ents usavam Entês sim, é a mesma coisa
    que um Indio da floresta amazonica, falar com um estrangeira na linga geral no brasil ( portugues ) mas na sua tribo, falar as linguas proprias
     
  14. bombadil

    bombadil FATHERLESS

    Apesar de não serem árvores, tinham a mesma visão de mundo que as árvores. Não tinham pressa para nada, não tinham vocação para aprender coisas novas, apenas dormiam, bebiam, passeavam, etc. Não tinham necessidade de falar mais rápido. Se você vai ao interiorzão desse nosso Brasil, verá que o povo da roça fala e age de maneira mais devagar porque preza pela sua qualidade de vida e bem estar, não pela produtividade de seu trabalho, salvo poucas exceções.
    Também, o entês era uma língua ininteligível para quem não fosse um ent, sendo assim mais particular, confidencial, secreta.

    Abraços a todos,
    do velho bombs.
     
  15. Oropher

    Oropher Hmm... oi?

    Essa sua teoria nem foi contestada... só foi falado que os ents não abandonariam sua língua em favor de outra. Aliás, essa é a única teoria que poderia surgir aqui, por ser a única lógica.

    Os ents tinham sua própria língua, que era passada de geração em geração (o que não era tão freqüente, visto que a expectativa de vida de um ent é enorme, o que evitava que houvessem muitas modificações na estrutura da fala, por exemplo). Essa língua era usada apenas entre eles. É mencionado que alguns elfos a aprenderam, mas era mais fácil aos ents aprenderem as línguas dos outros povos do que esses povos aprenderem o entês, visto que é um idioma extremamente complexo e, uh, lento.

    Como já foi feito, pode-se criar uma relação entre o entês e o português, por exemplo. O português não é uma língua fácil, e nem muito difundida, por isso é raro algum estrangeiro demonstrar interesse em aprendê-la. Sendo assim, é mais fácil o falande de português aprender uma língua como o inglês para se comunicar com os outros, do que estes aprenderem o português. Contudo, o fato de aprender uma língua de maior possibilidade de comunicação não impede que o português continue existindo, pois ele ainda é parte importante da cultura de vários povos. Nunca será deixado de lado apenas porque se trata de uma língua de certo modo isolada. O mesmo acontece com o entês.
     
  16. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Exato. Eles faziam o que? Passeavam, conversavam, passeavam, dormiam (ê vida boa)

    E tem otur detaleh que eu falei e fui ignorado: Elfos, falaam línguas élficas, humanso, línguas humanas (mesmo alguams derivadas do élfico), anões, língua dos Anões, Orcs, lígnuas de orcs..e Ents, LINGUA DE ENT! Você já viram o povo de Moria falando Sindarian, ou Gondolin falando entês?
     
  17. Proview

    Proview Go

    Um fator q influencia, acho eu, é que o entês era uma língua detalhada, um nome descrevia muitas características do objeto em questão, e facilitava o entendimento dos Ents.
     
  18. Tuor

    Tuor Usuário

    E também é aquela questão de que cada um tinha seu idioma, como Neithan disse. E também porque não havia necessidade de os ents saberem outras línguas, já que todos compreendiam [ou foi dado a entender que compreendiam] a Língua Geral. Eles se entendiam por entês, e faziam os "forasteiros" entenderem-nos usando a Língua Geral.
     

Compartilhar