1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

A "Era Dourada" do RPG ?

Tópico em 'RPG' iniciado por Armitage, 14 Fev 2007.

  1. Armitage

    Armitage Usuário

    Já ouví alguns colegas, neste e noutros fóruns, mencionarem o periodo entre o finalzinho dos ´80 e meados dos ´90 como uma espécie de "Era Dourada" do RPG.

    Esse foi um período que gerou frutos maravilhosos do ponto de vista criativo, (ou poético, como diria TT1) - Planescape, Everway, Amber, Wraith, Spelljammer, Darksun, Forgotten Realms, Fading Suns, Dragonlance, Warhammer, Mechwarrior, Paranoia, Shadowrun, Mage, Vampire, Werewolf, Ars Mágica, Castle Falkenstein, Kult, In Nomine, Rifts, Deadlands, entre outros.


    Mas será que essa "Era Dourada" é apenas a percepção de alguem que estava se iniciando no RPG justamente nessa época (entre ´88 e ´96, o que deve incluir a maioria dos jogadores do Brasil), e por isso tudo era novidade?
    Ou será que já vimos de tudo, não há muito mais o que inventar, criar no mundo do RPG, e a Era Dourada realmente existiu? (e quem sabe voltará?)
    Ou ainda, será que a indústria do RPG cresceu, e a avalanche de produtos lançados ao mesmo tempo hoje em dia, acaba dificultando o destaque de jóias individuais?



    Enfim, o que vocês acham?

    ps: alguem edite o título e escreva "Dourada" certo, please. hehe
     
    Última edição: 14 Fev 2007
  2. Taverneiro

    Taverneiro Old school

    Re: A "Era Dourda" do RPG ?

    Depende do ponto de vista, acho. Teoricamente os jogos de hoje estão avançados e chegaram a um visual muito legal. Diz a Wizards que nunca houve tantos jogadores de D&D como agora. Então em termos de mercado e variedade (em boa parte gralas ao d20) a era de ouro foi a partir de 2000.

    Como jogador, acho que a época do final dos anos 80 e inicio dos 90 (até 96, mais ou menos) foram a era de ouro do rpg, não em temros de mercado e quantidade, mas de originalidade. Inegável que as abordagens naquele momento foram únicas e sinceramente duvido que voltem. Se voltarem terão pouco espaço, o ritmo de RPGs é outro, aquilo é passado. Existem o saudosistas (como eu) que preferem fanbooks do dragonfoot do que um Complete do D&D3E, pq aquilo remete a boas histórias que marcaram esses jogadores mais do que os jogos focados em regras e táticas vão marcar os jogadores de hoje.
     
  3. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Re: A "Era Dourda" do RPG ?

    Na minha opinião isso tem um pouco de coincidência. Se tu prestares atenção no lapso de tempo (quase 10 anos, ou seja, quase 1/3 da existência do RPG), tu pode perceber o seguinte:

    1. O RPG já existia há 10 anos e até então ele era um tanto repetitivo, concentrado em fantasia medieval.
    2. Com o amadurecimento dos jogadores que surgiram quase que junto com o RPG e a saturação do gênero, seria inevitável que acontecesse uma "revolução" em termos de novidades, estilos de jogo e o escambau.
    3. Muitos desses jogos "out of the box" acabaram caindo no esquecimento, até por alguns serem "out of the box" demais.

    Então eu acho o seguinte: que essa era foi sim de grande inspiração e renovação, pois ela representou a ascenção e queda da TSR - com o lançamento de inúmeros cenários, tanto para o bem quanto para o mal - e o nascimento do World of Darkness, que revolucionou a forma de se jogar RPG.

    Acho que ela não volta mais. Acho que hoje em dia o mercado está em decadência, mas aqui e ali podemos catar verdadeiras jóias RPGísticas.
     
  4. Taverneiro

    Taverneiro Old school

    É, o negócio anda mal mesmo. Não há grandes expectativas em termos de mercado, pois não houve renovação de jogadores. A fração de jogadores novos é pequena. Menor ainda são auqles que mantém o mercado aquecido, uma vez que os preços por aqui andam salgados demais.

    Outra coisa: é dificil apontar uma indicação sólida de material para um jogador iniciante no mercado. Algo que seja acessível, simples mas não muito boçal. Falta um Dungeoneer a R$15,00 pelo menos para despertar o interesse por jogos maiores.

    Minha aposta: o futuro do RPG será dos Indies!
     
  5. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Mas tem jogos baratos, tipo o RPG Quest e - ok, não é RPG, mas é barato - o 3D&T...
     
  6. Barlach

    Barlach Verde. E arqueiro

    É tudo muito cíclico.

    Entre o boom do começo da década de 90 e o boom do começo dos anos 2000 também teve um período de estagnação. Acho bem possível que daqui à alguns anos as coisas voltem à engrenar.
     
  7. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    O problema é que na década de 80-90 não existiam MMORPGs, nosso maior inimigo (depois do 3D&T)...
     
  8. Ka Bral o Negro

    Ka Bral o Negro Tchokwe Pós-Moderno

    Há quinze anos atrás eu era um moleque nerd com tempo e imaginação de sobra. Tudo era novidade, todos os RPG's eram lindos.

    Eu encaro a Era na qual vivemos como uma evolução natural do RPG.


    Eu abracei d20 porque realmente eu me cansara das regras AD&D. O tempo corre, e o que não acompanha esse fluir das épocas torna-se obsoleto. Por isso abandonei GURPS e Tagmar.


    Nosso maior inimigo, os jogos eletrônicos de "RPG" online, também não existia há quinze anos atrás.
     
  9. Arcanjo[SK]

    Arcanjo[SK] Spartan Supersoldier

    Talvez, como quase tudo hj em dia, cada vez mais a tecnologia vai englobando as coisas, incluindo o RPG. Talvez a evolução seja algo como os programas existentes do jogos "rpg de mesa online" (RiPG, eu axu, era um deles), mas bem melhores, com videos, opções de visualizações de personagens etc, integrando elementos de MMORPGs.... poderia aver um meio termo. Um "MSN RPGistico" descente. Mas para isso, seria bom que ter algumas coisas: melhor acesso a tecnologia entre os jogadores; maior popularização de livros em PDF (afinal, vc vai jogar no PC, consultar umlivro mesmo no PC facilita, por exemplo no caso de PCs moveis); e o principal: investimento das próprias impresas que vendem o rpg hj em dia. Seria interessante um programa de "jogo de mesa on-line" oficial da Wizards.

    O pessoal de hj em dia pode não gostar ou achar melhor o RPG de mesa melhor (eu axu o "tradicional rpg" melhor), mas talvez nós podemos ir nos acostumando.

    Se alguém tivesse uma idéia melhor de evolução do rpg...
     
  10. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Mas tu pode englobar aspectos tecnológicos sem sair da mesa.

    Vou pegar o exemplo do meu grupo (porque eu participo e tô sempre indo atrás de coisas novas pra incorporar ao jogo).

    A gente usa miniaturas legais, não dados ou pedras pra marcar os personagens no grid - e não venham dizer que miniatura é caro e blá blá blá: a média de preço de uma miniatura comum ou incomum oficial da Wizards no eBay é de US$0,20 - usamos um grid legal, que dá pra pintar com pincel atômico e depois apagar, usamos meu iPobre pra trilha sonora, usamos um marcador laser pra apontar coisas no mapa sem precisar se levantar e se inclinar por cima do DM Screen... tem um grupo dum amigo meu que inclusive usa um quadro branco pra desenhos e coisas assim.
     
  11. Taverneiro

    Taverneiro Old school

    Esse programa ja´existe. É o fantasy grounds. Confiram os screenshots em
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Sem dúvida esse é o melhor programa para RPG via net.

    No fim acho que os jogos de videogame evoluirão tanto que todos serão RPG, por permitir uma interação com o ambiente de jogo ilimitada.

    Sobre usar acessórios, tudo bem, é ótimo. Mas vc é fissurado por RPG, já joga por um bom tempo. Para um novato ele não pode ver tanta graça logo de cara, e não vai gastar tanta grana assim com tantos acessórios. Dizer "240 conto no D&D é barato pq vale a pena" é verdade, mas isso pq você já sabe como os jogos de RPG em geral funcionam e o quanto ele é envolvente. Mas para a maioria das pessoas não é assim e isso não é saudável pro mercado.

    Mesmo assim, o que impede do RPG tradicional morrer é o "social". Nada vai substituir o jogo em torno de uma mesa. Pelo menos, pra mim não, e acredito que para muitas pessoas também. A interação pessoal entre os jogadores é o que torna o RPG saudável e também o seu maior trunfo!
     
    Última edição: 14 Fev 2007
  12. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Fantasy Grounds é foda. Fo-da.
     
  13. Elminster

    Elminster Usuário

    Fantasy grounds é realmente moderno e incrível, acredito que mudará muita coisa daqui para frente.

    Quanto aos rpgs baratos que surgiram no Brasil no decorrer de 10 anos, eles simplesmente estão contaminando, ou seja, os novatos que não tem como comprar D&D ou que foram indicado ao 3D&T (ouvi dizer que já lançaram o 4D&T!:blah:) e que está fazendo um sucesso tenebroso! Vão com certeza entrar na vida rpgística através desses sistemas baratos :blah: e aí têrem um início desviado da verdadeira alma do RPG.

    Quanto a mim agradeço á mim mesmo por ser uma alma de sã consciência :lol: e adentar no mundo do D&D bem formado (acho que sim). Mas devo dar os créditos ao FR que foi o segundo livro que comprei e que me fascinou profundamente chegando aonde estou hoje :mrgreen:
     
  14. Taverneiro

    Taverneiro Old school

    Ae é que esta a questão. O D&D é bom, mas é caro. Em contrpartida um RPG acessível é, muitas vezes marginalizado por jogadores pelo seu conteúdo. Falta algo acessivel para novatos mas que desperte interesse de jogadores veteranos.
     
  15. Ka Bral o Negro

    Ka Bral o Negro Tchokwe Pós-Moderno

    First Quest fracassou nessa tentativa. Aquela caixa de Dragon Quest obteve mais sucesso.

    As Aventuras Fantásticas não existem mais, e de qualquer maneira tornaram-se obsoletas.

    Cassaro & cia fazem (mal) o que podem com suas muitas versões de 3D&T, 4D&T, etc.

    Del Debbio lançou o tal RPG Quest, mas deve ser baseado no sistema Daemon, que é um sistema fraco.

    Não há muitas opções.

    Eu diria para lançarem um D20 simplificado, baseado nas opções do Unearthed Arcana, mas Cassaro & cia já fizeram (mal) isso com aquele... aquele o quê mesmo?
     
  16. Taverneiro

    Taverneiro Old school

    Não, é um sistema que lembra muito o d20, mas com uma mecanica simplificada, usando d6.
     
  17. Ka Bral o Negro

    Ka Bral o Negro Tchokwe Pós-Moderno

    Cruzes... E com aquelas tabelinhas pra simular d8, d10, d12...? :uhum:
     
  18. Arcanjo[SK]

    Arcanjo[SK] Spartan Supersoldier

    Primeira Aventura.

    Parando para olhar uma coisa RPG acessivel e barato?
    SRD do D20. Tem em ingles, mas no entanto existe o SRD do Livro do Jogador 3.5 e o SRD do Livro dos Psionicos, ambos em portugues. É legal, sem qualquer problema com pirataria. É só ser mais divulgado.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Mas mesmo assim, issoe stá limitado aqueles que possuem computador. Imprimir um livro de trezentas e poucas páginas tb é dificil....
    Mas é um bom incentivo o do pessoal do DarkSun BR....

    Isso é teoricamente acessivel e de graça, mas tem os problemas que mencionei. O Negócio é tornar isso acessível além da Internet. Agora como eu não sei.... não acho que juntar todo o SRD e publica baratinho vai dar tão certo...
     
  19. Ka Bral o Negro

    Ka Bral o Negro Tchokwe Pós-Moderno

    Não basta publicar "baratinho" as SRD's. Tem de haver algum atrativo, alguma espécie de isca para novos jogadores. Se houvesse maior quantidade de produções cinematográficas de fantasia, e com mais qualidade (Eragon... :puke: ), ficaria mais fácil.



    É isso... Primeira Aventura. Será que eu não gostei por implicância? :eh:
     
  20. Arcanjo[SK]

    Arcanjo[SK] Spartan Supersoldier

    Eu tb não fui tanto a cara do Primeira Aventura não. Eu até tenho o "Livro do jogador" dele, mas nunca me animei mesmo em jogar. Não que a idéia seja tãaaaao toska assim, talvez seja até divertido, mas eu acho muito limitado, ele podia ter saido melhor.... talvez eu não tenha gostado pq ele é um D&D limitado e não bem feito. Por isso, ainda fico com D&D.

    Precisamos mesmo de algo novo e diferente. Falando nisso, sem brincadeira, pq não paramos e montamos algo assim? Já que aparentemente curtimos d20, podemos parar de reclamar e fazer algo.... fazer exatamente oq, dependeria dos interessados...

    Por mim tudo bem. Pegaríamos o SRD, mexeriamos aki e ali... etc... pq não?
     
    Última edição: 15 Fev 2007

Compartilhar