1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

"A Epopéia de Gilgamesh"

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por <Gilgamesh>, 22 Nov 2003.

  1. <Gilgamesh>

    <Gilgamesh> Usuário

    "A Epopéia de Gilgamesh", o famoso Rei de Uruk, na Mesopotâmia, provém de uma era totalmente esquecida até o século passado. Os poemas tem direito a um lugar na literatura mundial, não apenas por precederem as epopéias homéricas em pelo menos mil e quinhentos anos, mas principalmente pela qualidade e originalidade da história que narram. Trata-se de uma mistura de pura aventura, moralidade e trajédia. Por meio da ação os poemas nos revelam uma preocupação bastante humana com a mortalidade, a busca do conhecimento e a tentativa de escapar ao destino do homem comum. Os Deuses não podem ser trágicos, pois não morrem.
    Se Gilgamesh não é o primeiro herói humano, é o primeiro herói trágico sobre o qual conhecemos alguma coisa. É aquele com quem mais nos identificamos (humanidade) e que melhor representa o homem em busca da vida e do conhecimento, uma busca que não pode conduzi-lo senão a tragédia.
     
  2. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Que droga... a única edição que eu encontrei na biblioteca da faculdade tinha apenas a tradução em prosa, o que obviamente tira todo o charme de qualquer livro. Mesmo assim, me pareceu uma história bem interessante, vou continuar procurando por uma versão em versos para conferir :mrgreen:
     
  3. <Gilgamesh>

    <Gilgamesh> Usuário

    Com certeza vale a pena procurar, pois na narração em verso vc vê o que realmente é um épico.
     
  4. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    vc lembra de qual editora você conseguiu a versão em versos? ele tem um esquema fixo (algo como decassílabos heróicos ou coisa que valha)??? se você lembrar a editora dá um toque, belezim? :wink:
     
  5. Glorwendel

    Glorwendel Usuário

    Este parece ser todo em versos, e o preço está bom:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Esse esgotou. Não sei a diferença deste pro primeiro:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Eles têm em inglês, também, pela Penguin Books:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    Vou ver se encontro numa livraria por aqui, mas de qualquer forma a compra online parece valer a pena. :think:
     
  6. Fafa

    Fafa Visitante

    Interessante... me lembro de ter falado sobre Gilgamesh em um tempo remoto(nem tanto...) em um tópico onde se dizia que as primeiras epopéias foram a Ilíada e a Odisséia. Mas como é dito na descrição da Martins Fontes, imagino que ficou bem claro que Gilgamesh é bem anterior às epopéias de Homero. Apesar de não ser a primeira também, eu acho, consultarei a enciclopédia (que não está acessível neste momento), mas é outra epopéia escrita na Mesopotâmia, cerca de 4000 a.C.
     
  7. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    :oops:

    eu fui a teimosa que discutiu com você naquele tópico. sabe comé, vivendo e aprendendo :mrpurple:
     
  8. Jango

    Jango Branca! Branca! Branca!

    A história é muito interessante.
    Só precisamos de uma versão grátis em português.
     

Compartilhar