1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

A dançarina e o rubi - Barry Unsworth

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por kika_FIL, 30 Jun 2010.

  1. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    Esta é uma história de enganos, preconceito, sensualidade e choque de culturas. A história de Thurstan Beauchamp se passa num período turbulento da Sicília, recém-conquistada pelos normandos, e habitada por sarracenos, gregos, bizantinos, italianos e franceses. A segunda cruzada acabou e foi um verdadeiro fracasso.

    THurstan é um funcionário do rei Roger, um jovem católico, filho de pai normando e mãe inglesa. Seu cargo, ao menos nominalmente, é de “provedor do rei”, ou seja, responsável pelo entretenimento da corte, por trazer novas atrações para animar a mesa real. Mas o Diwan (nome árabe para Douana) em que trabalha possui outra função, mais escusa. É o órgão responsável por prestar os serviços de que o rei precisa, mas que não pode solicitar abertamente, como o pagamento de subornos e informantes.

    E é no cargo de pagador, e não de provedor, que Thurstan está investido quando conhece a dançarina Nesrin e seus companheiros anatolianos, cuja dança do ventre fascina a todos

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
  2. Lucas_Deschain

    Lucas_Deschain Biblionauta

    [align=justify]Gostei do teu artigo kika_FIL: deixa os leitores intrigados sem revelar spoilers deixando uma curiosidade no ar. Poderia se dizer que se trata de um "romance histórico"? Não me pareceu tanto assim, mas é dificil compreender inclusive o que se entende por romance histórico...XD[/align]
     
  3. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    Obrigada Lucas! :timido: na estante da Record consta como Romance Histórico... mas tá mais pra pano de fundo mesmo....
     
  4. Lucas_Deschain

    Lucas_Deschain Biblionauta

    [align=justify]É, parece ser uma questão de visão às vezes. Estou lendo O Berço de Ouro (o título original é The Cup of Gold, por isso penso que A Taça de Ouro seria mais apropriado, mas vá lá) do Steinbeck, e na capa diz assim: o único romance histórico de Steinbeck. Não sei, a meu ver ser um romance semi-biográfico sobre o pirata Henry Morgan (plot dessa obra) não o deixa "mais histórico" do que As Vinhas da Ira, por exemplo. É um conceito um tanto difuso. [/align]
     

Compartilhar