1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

A Dália Negra (The Black Dahlia, 2006)

Tópico em 'Cinema' iniciado por Tisf, 4 Ago 2006.

  1. Tisf

    Tisf Delivery Boy

    A Dália Negra


    Direção: Brian De Palma

    Elenco: Josh Hartnett; Aaron Eckhart; Scarlett Johansson; Hilary Swank

    Sinopse: O filme gira em torno de dois policiais à procura de um assassino de uma jovem atriz. Depois de Os Intocáveis, não lembro de ter visto nada do Brian De Palma que eu gostei, embora tenha curtido o primeiro Missão Impossível. O filme deve chegar aqui lá pelo dia 6 de outubro.

    Pôster:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Engethor

    Engethor Son of Jango

    Josh Hartnett faz um detetive de filme noir??? :omfg:


    Esse outro poster sem a parede de atores é melhor, mas deve ter sido usado só como teaser.
     

    Arquivos Anexados:

    Última edição: 4 Ago 2006
  3. andrixzera

    andrixzera Usuário

    Josh Hartnett suck my balls.

    Fora ele, gostei do trailer.
     
  4. Rabisteco

    Rabisteco The Roof is on Fire!

    alguém já jogou o jogo black dahlia? não tem muito a ver com o filme. na verdade, até tem. o jogo tem uma história longa, antes do assassinato da Elizabeth Short. A morte da mesma acontece pro fim do jogo... é pra PC, 8 cds.. vale MUITO a pena.
     
  5. Gondorian Blade

    Gondorian Blade Usuário

    O trailer ficou legal (o melhor ate agora dos possiveis oscarizaveis), e o elenco esta melhor ainda (Scarlett e Hilary juntas????? Uuuuhhhuuuu!!!!). Mas sei la, sempre quando penso no Brian de Palma me lembro da experiencia traumatica q foi assistir Femme Fatale (fora a cena do banheiro nada mais prestou).
     
  6. andrixzera

    andrixzera Usuário

    Quando eu penso em Brian de Palma só me vem a cabeça um nome. Tony Montana. :D
     
  7. Elfo_Surfista

    Elfo_Surfista Peidei...

    Bom a pedidos do tisf venho deixar minhas impressões sobre os filmes que venho acompanhando no festival de cinema do rio.

    Dália negra foi o primeiro deles e pode-se dizer que é uma sensação à parte assistir ao novo filme do DePalma.

    Antes de mais nada é preciso comentar a impressionante competência do diretor na capacidade de construir a atmosfera do filme. É Noir da cabeça aos pés, com todos os elementos que o gênero exige presentes na forma mais clássica que se pode encontrar, condensados eu diria na figura ABSURDAMENTE SEXY de Scarlet Johansson.

    O roteiro me agradou bastante também. É bem amarrado e não deixa furos. Os personagens estão vestidos com o gênero, corruptos, amorais e lascivos. Não sou e nunca fui fã do gênero, mas fiquei completamente envolvido com a atmosfera do filme. Você não vê a hora passar, se fosse para escolher uma palavra q definesse Dália Negra eu escolheria HIPNOTIZANTE.
     
  8. Vëon

    Vëon Do you know what time it is?

    Eu tava super ancioso pelo filme mas a crítica massacrou ele. Ainda pretendo ver mas com um pé atrás.
     
  9. Anigel

    Anigel Eu atropelo duendes!

    Posso dizer que estou muito ansiosa por esse filme. A única coisa que me preocupa é a Hilary Swank fazendo o papel de uma beldade.

    Risco de spoilers





    Para quem não sabe o roteiro é baseado no livro homônimo de James Ellroy (o mesmo de L.A Confidential) que nutre/nutria uma obsessão pelo assassinato de Elizabeth Short desde os 11 anos de idade.

    O que se sabe sobre o crime: Elizabeth Short foi encontrada morta em um terreno baldio em 1947, com o corpo cortado ao meio. "O assassino a torturou durante quatro dias. Ele a espancou e a retalhou com uma faca muito afiada..."

    Um repórter soube que só se vestia de preto e passou a chamá-la de Dália Negra.

    A partir de fatos conhecidos sobre o crime o escritor desenvolve a história e soluciona o mistério. Em certos momentos é desconcertante de se ler.

    Enfim, se for uma adaptação com a metade da qualidade do L.A. Confidential será um filme excelente.
     
  10. Derfel_Cadarn

    Derfel_Cadarn Usuário

    eu vi no festival ontem...

    realmente o josh hartnett eh fraco, mas em compensacao tem o Aaron Eckhart q me convenceu q eh foda em "obrigado por fumar". de qqer jeito, deu pro gasto pra esse filme, o josh. acho q o merito foi do diretor mesmo.

    no geral é um filme bom.. pra quem conhece o brian de palma, repara q tem mto de influencia de hitchcock ali(como sempre nos filmes dele).. tem uns lances de camera geniais.. q mostram e escondem certas coisas ao mesmo tempo.. mas quem tem bom olho (como modestia a parte, acho q tenho) consegue pescar alguns bons indicios do que ta escondido...

    como todo bom noir, tem os "momentos explicacao" no final, aonde toda a confusao eh desfeita...

    e a scarlett, como sempre linda, mas nao teve mto espaco pra fazer mta coisa em termos de atuacao..

    no geral, é um noir interessante. eu recomendo...
     
  11. Derfel_Cadarn

    Derfel_Cadarn Usuário

    desculpa, esqueci de dizer: vi no festival do rio.
     
  12. Sister Jack

    Sister Jack Usuário

    47!
     
    Última edição: 7 Out 2006
  13. V

    V Saloon Keeper

    Esse filme é até teoricamente competente mas ele falhou completamente em me envolver -- o De Palma é o diretor mais frio da face da Terra (dá pra ver que ele se sente muito mais confortável armando planos-seqüência e caracterizações barrocas do que explorando a relação dos dois parceiros, e isso é um problema: o roteiro implora por empatia, e eu não me importei com ninguém ali). E cadê as Coisas Fodas na minha opinião. Eu me lembro de cada vez que eu revi L.A. CONFIDENTIAL (pra citar algo similar) e fiquei esperando ansiosamente as cenas memoráveis (o interrogatório! Rollo Tomasi!, etc). O que esse filme teve de memorável? A cena na escadaria? O dia em que o De Palma não conseguir fazer uma cena decente em uma escadaria é melhor ele se aposentar de uma vez.
     
  14. Sister Jack

    Sister Jack Usuário

    Não esse filme é incompetente.

    Isso é porque ele é incompetente.

    Depal Ma não é "frio". Até eu que não gosto do Depal Ma posso ver que ele consegue invocar A Paixão & A Fúria e etc nas cenas de violência e sexo dele. Esse não é o problema.

    O tiroteio no primeiro ato é foda. E as cenas com a Dália Negra atuando.

    Anyway, o que aconteceu com esse filme foi o seguinte: o que aconteceu com esse filme foi que os atores são todos ruins e/ou errados para os papéis. O filme ficou parecendo a "Versão Colegial de A Dália Negra Apresentado Pelos Alunos Do Segundo Ano do Colégio Pedagogia".

    O que aconteceu com esse filme também foi que o Josh Friedman não conseguiu transferir a trama (aparentemente) absurdamente complexa do livro pro roteiro e por isso o filme é basicamente 80% cenas afobadas de exposição (que mesmo assim não ajudam muito). Depal Ma precisa de liberdade e silêncio e etc. Além disso ele precisa também aposentar.
     
    Última edição: 8 Out 2006
  15. V

    V Saloon Keeper

    Obviamente se ele não me envolveu ele não é competente em todos os sentidos mas isso não significa que ele não é competente em nenhum sentido.

    , QED.

    Sim, ele é. Tudo que não é A Paixão & A Fúria Em Cenas De Sexo & Violência soa falso e burocrático, e esse não é o único filme dele onde isso acontece. Esse é um dos problemas.

    Foi o que eu disse. Cenas "físicas" e caracterizações barrocas. Nessas horas o De Palma tá em casa.

    Isso também. Mas isso é culpa exclusivamente dos atores? Dica: não.

    Isso também.

    Isso também.
     
  16. July

    July Usuário

    Eu gostei do filme, sim.
    A fotografia dele é boa, mas poderia ser bem mais explorada, tinha potencial pra isso...
     
  17. Gil_Gaer

    Gil_Gaer A lost elf

    Em duas palavras: "NÃO GOSTEI!"

    Apesar de ter gostado do estilo noir do filme. O resto não me agradou.
    Com relação aos atores... Josh Hartnett foi sofrível. A Hillary Swank também não me convenceu como "garota sexy e perigosa". Achei que uma inversão de papéis entre a Hillary e a Scarlet seria mais feliz, pois creio que a Scarlet se sai muito melhor no papel de "Femme Fatale".

    Quanto ao roteiro... (1º quero deixar claro que não li o livro)

    Eu concordo com o Folco.
    O filme me deu a impressão de que pretendia ter um roteiro tão complexo, tão cheio de reviravoltas, que acabou se enrolando todo. Creio que a complexidade em uma obra literária é ótimo, mas qd se faz uma adaptação da história para o cinema, há de se ter mais senso prático e visão para passar as idéias de forma mais simples. Até pq, "cenas afobadas" não podem ser revistas pelas pessoas que estão no cinema.
    Assim, muita coisa ficou no ar para mim, para os amigos que assistiram comigo e eu via isso na cara das outras pessoas que saíram da sala.

    Ah sim! Alguém mais, além de mim, achou que o filme poderia ter acabado alguns minutos antes?

    Salvo um momento cômico... Aquela mãe da Hillary... QUE MULHER ERA AQUELA?? :lol: ... Quase chorei de rir com aquele tchauzinho.
     
    Última edição: 15 Out 2006
  18. Menegroth

    Menegroth Bocó-de-Mola

    Olha... eu adorei esse filme. Mesmo.

    Achei excelente Josh Hartnett, Aaron Eckhart e Scarlett Johansson...

    Agora a Hilary Swank é que não gostei nadinha...achei fraca no papel de alguém que precisa seduzir (tanto os outros personagens quanto ao público)....

    O Filme te prende numa trama bem feita do começo ao fim, o que costuma ser uma marca de todos os filmes que é dirigido pelo Brian De Palma. Não gostei muito dos cortes de cena (não me lembro o nome disso mas é aquele efeito de sair de uma cena e ir para outra parte da história).
     
  19. Pips

    Pips Old School.

    Hilary Swank mais parecia um travesti do que uma Femme Fatale.

    Scarlet Johansson não estava nem um pouco confortável no papel.

    Josh Hartnett soava tão falso, mas tão falso, que até os V.O. dele eram artificiais ao extremo.
     
  20. Anigel

    Anigel Eu atropelo duendes!

    Não gostei. Não gostei por tantas razões que ficaaté difícil iniciar meus motivos, mas vamos lá.

    Ah sim! Spoilers

    Antes que eu me esqueça, foi dito por aí que o problema talvez seja a trama absurdamente complexa do livro que era impossível ser bem adaptada. Para mim isso é besteira, o L.A. Confidential tinha uma trama infinitas vezes mais complexa e teve um resultado sensacional.

    Para começar então o roteiro é uma porcaria como adaptação. A única modificação que achei interessante foi sobre a morte do Lee. A atmosfera do livro é tão densa que enquanto lia eu tinha a impressão que po9deria cortar o ar com uma faca. Fiquei chocada inúmeras vezes com a descrição de algumas cenas e em momentoalgum me interessei de procurar no google por imagens da Dália Negra, mesmo assim teve noites em que não consegui dormir impressionada. Quando apareceu a Dália morta na cena da autópsia nem me choquei. Estava risível.

    Continuando, achei filme claro demais para um noir. Muito claro e muito colorido. Esperava poder ver a Barbie a cada minuto e não é que ela apareceu na figura da Scarlett Johanson.

    Terceiro o trio de protagonistas (Josh Hartnett/ Scarlett Johanson/ Aaron Eckhart) não passa nenhuma empatia com o público, ou melhor o Aaron Eckhart até que consegue mas os outros dois são um desastre. E quando o Lee morre eu não lamentei pelos outros dois a falta que o Lee faria naquela estranha família.

    A Hilary Swank não é uma beldade e não serve para fazer o papel de uma beldade. É simples. No livro a beleza da Maggie é o fio condutor da história por ela ser parecida com a Dália. Alguém em sã consciência achou que a Hilary Swank ficou parecida com a Mia Kishner (Dália)?

    A cena que eu gostei foi do Lee e do Dwight integorrando o pai da Dália. Acho que foi a melhor do filme.

    Ah sim! Fiquei constrangida pelos outros atores nas cenas com a Fiona Shaw (Ramona). Ela era uma das poucas que estava atuando bem ali e era constrangedor ver o contraste dela com os outros.

    Editando: Esqueci de falar. um dos motivos que fazem a comparação com LA Confidential ser tão cruel com o Dália Negra é o cacife dos atores envolvidos. Não dá nem para pensar em comparar o Josh Hartnett com Kevin Spacey, Russel Crowe ou Guy Pearce.
     
    Última edição: 16 Out 2006

Compartilhar