1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

A Colméia (Camilo José Cela)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Gigio, 13 Mai 2010.

  1. Gigio

    Gigio Usuário

    Em "A Colmeia", Camilo José Cela apresenta uma multitude de personagens da Madrid do início da década de 40. Duzentos e noventa e seis, para ser mais exato. Rastreando com cuidado, é possível encontrar, de uma forma ou de outra, alguma ligação entre cada um deles. Mas talvez o melhor seja mesmo se perder na multidão, infundindo-se nesse cenário madrileno.

    A narrativa é composta de diversos trechos curtos de até algumas poucas páginas de extensão. Alguns personagens aperecem apenas uma vez, outros acompanhamos com mais frequência. Mas para todos eles Cela cria em poucos traços um perfil que nos deixa sempre querendo saber um pouco mais. Como no café onde transcorrem os eventos do primeiro capítulo, cada personagem desperta aquela reflexão que se segue à observação de um desconhecido: "O que faz aquele jovem que não tem dinheiro para a conta?"; "Por que aquela senhora está sempre aqui com olhar tão triste?", etc.

    Apesar de ter pouca notoriedade hoje, talvez pela visão um pouco sombria da realidade, Cela foi um escritor prolífico, que deixou uma vasta obra e influenciou gerações. Em 1989, recebeu o Prêmio Nobel de Literatura, quando destacou-se, entre sua produção, justamente "A Colmeia".

    Para mim foi uma ótima leitura, daquelas que se lê com gosto... :g:
     

Compartilhar