1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

A Casa Infernal (Richard Matheson)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Clara, 31 Out 2010.

  1. Clara

    Clara O^O Usuário Premium

    Dos que se interessam pela literatura de horror e fantasia, apenas uma minoria não sabe quem é Richard Matheson que, entre outros ótimos trabalhos, escreveu "Eu Sou a Lenda", "Em algum Lugar do Passado" e roteiros mil para séries como "Jornadas nas Estrelas" e "Além da Imaginação" (além daquele roteiro esplêndido para "
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ", filme dirigido pelo então iniciante Steven Spielberg nos anos 1970).

    O livro "A Casa Infernal (Hell House)" foi lançado em 1971 nos Estados Unidos e aqui no Brasil em 2009 pela editora Novo Século (não sei se houve alguma edição anterior).

    Encontrei o livro por acaso, xeretando pelas prateleiras da Saraiva e, depois que terminei a leitura, procurei pela resenha dele no meu blog favorito de literatura de Horror, o
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    (façam uma visita, vale a pena).

    No começo da resenha, Mário Carneiro Jr., diz exatamente o que pensei quando encontrei o livro:

    Bom, pra o dono do blog é real.
    Pra mim também, mas só até a metade da história.
    Porque da metade pra o final, mas principalmente no final, o livro é de uma decepção atroz!

    Trata-se de uma história de casa mal-assombrada, com uma trama que lembra demais "A Assombração da Casa da Colina" (The Haunting of Hill House) de Shirley Jackson, livro que, por mim pelo menos, é considerado "O" livro de casa mal-assombrada.

    Pois bem, assim como neste livro, em "A Casa Infernal" um grupo (composto por um cientista, sua esposa e dois médiuns) vai passar uma semana na casa do título para estudarem os fenômenos paranormais que acontecem na velha mansão que, no passado, presenciou as mais tenebrosas e medonhas situações perpetradas pelo dono da casa, Emeric Belasco e seu grupo de amigos dementes.

    Então sabemos da história da casa, começam as pesquisas e as (terríveis) manifestações que nos deixa em dúvida se se trata de assombração ou fenômenos puramente materiais (energia acumulada e essas coisas).
    Hora estamos do lado do cientista, o Dr. Barret, hora tendemos mais para o lado da médium Florence Tanner que acredita que o lugar é assombrado por almas atormentadas que precisam de ajuda.

    Há em "A Casa Infernal" assim como no romance de Shirley Jackson, várias referências à sexualidade dos personagens, mas se no livro dela isso era apenas insinuado, no de Richard Matheson a coisa toda é bem explícita e até hardcore em alguns momentos.

    Mas isso é o de menos, como já disse, o livro é ótimo, do tipo que não se larga de tão ágil e interessante é a história (e em alguns momentos realmente assustadora).
    O que incomoda mesmo é o final preguiçoso e boboca.
    Diria mesmo que foi meio gênero "desenho do Scooby-doo", de tão tosco e medonho (no mau sentido).

    Muito melhor seria se Richard Matheson tivesse mantido a semelhança com o livro de Shirley Jackson e deixasse o final em aberto, pra gente "pensar em casa".
    Mas parece que ele quis explicar tanto que a coisa toda ficou uma merda. ¬¬
     
  2. Anica

    Anica Usuário

    to há diaaaas querendo ler esse livro. fábio leu e achou MUITO bom (e ele é meio chato qdo o assunto é horror, não é qualquer coisa que o agrada). eu não curti muito o filme, se eu não me engano, mas é o tipo de coisa que eu sei que funciona melhor em literatura mesmo :sim:
     
  3. Clara

    Clara O^O Usuário Premium

    Sim, a história é ótima! ... se não fosse o final. ¬¬

    Já ouvi falar dessa versão em filme.
    Vou procurar, pra assistir nas férias.
     

Compartilhar