1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

A casa das belas adormecidas, de Yasunari Kawabata

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por JLM, 7 Jan 2009.

  1. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Dormir calmamente com uma garota como aquela seria um consolo fugaz para quem persegue os prazeres da vida que já não tem mais”. Eguchi, um velho de 67 anos, passa a freqüentar a casa que oferece adolescentes virgens sedadas como companhia para “velhos que deixaram de ser homens”. São cinco capítulos, cinco visitas e seis diferentes virgens. Cada uma conforta Eguchi de maneira diferente, lembra-o de um passado esquecido, revela um medo premente. Acima de tudo, o olhar profundo sobre a beleza do corpo e alma femininos transforma a história em um hino de louvor às mulheres, sem deixar de lado questões importantes como a solidão, a velhice e a morte.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ganhou o Nobel de Literatura em 1968 e suicidou-se 4 anos depois. Publicado em 1961, o livro inspirou
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    a escrever
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    . Tenho de admitir que ambos são muito parecidos e que até eu fiquei inspirado a escrever um conto sobre o tema.

    leitura: Janeiro de 2009
    obra: A casa das belas adormecidas (Nemureru Biju) de Yasunari Kawabata
    tradução: Meiko Shimon
    edição: 1ª, Estação Liberdade (2004), 124 pgs
    compare os preços:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    -
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    -
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    -
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. imported_?

    imported_? Usuário

    Li outros livros do Kawabata e gostei muito. Muito boa a dica do livro, vou colocar na minha lista. ;)
     
  3. Tilion

    Tilion Administrador

    A tradutora, Meiko Shimon, foi minha professora aqui na UFRGS de Literatura Japonesa em Tradução. :g:

    Recomendo as traduções dela, que são realmente boas (ela mesmo é japonesa que veio pra cá há algumas décadas, então dá pra ter uma idéia do quanto ela conhece a língua, hehe). Se não me engano ela fez todas (ou quase todas) as traduções que têm por aqui do Kawabata, já que ela é especialista nele.

    A casa das belas adormecidas é ótimo e vale muito a pena. Recomendo também Kyoto, que dá uma visão muito interessante da permanência dos costumes japoneses no pós-guerra.
     
  4. imported_Nanda

    imported_Nanda Usuário

    Eu to dooooida pra comprar os livros do Kawabata-san, eu quase comprei no mesmo dia que comprei o "EU sou um gato", do Soseki-san, mas eu ia ficar sem grana então optei só por um.
    Esse é mais uma leitura obrigatória pra mim.
     
  5. Tilion

    Tilion Administrador

    Segundo meu outro professor de Literatura Japonesa, Andrei, a tradução do "Eu sou um gato" saiu bem meia boca, fora vários erros de edição também. Vi várias pessoas da área metendo o pau, hehe.
     
  6. imported_Nanda

    imported_Nanda Usuário

    Xi, pq essas coisas eu só fico sabendo depois que já comprei? =/ Eu sei que eu estava achando interessante mas ai começou a ficar muuuito devagar o livro e eu já tava enrolando pra ler.Resolvi dar uma pausa, ler outra coisa, e depois eu volto pra ele, pq senão eu não consigo ler de jeito nenhum.

    Qdo comprei o livro (foi aqui no Rio) o cara la da Estação Liberdade me falou que se comprasse qquer livro la na editora mesmo, eles conseguiriam dar um bom desconto. Qdo eu for pra SP dou uma passada lá pra ver se tá valendo, ai compro o que eu queria do Kawabata-san :)
     
  7. Ilyaturë

    Ilyaturë Peregrino

    Eu não conhecia o trabalho dele, mas me interessei.
    Comecei (sempre começo...) a ler o marquez, mas não terminei.
    Assim que puder, estarei adquirindo-o!
     
  8. Daniel Cowman

    Daniel Cowman Usuário

    Estou louco para ler este autor.... Eu sempre me interessei pela estética oriental. E não sei se vocês conhecem o Kim Ki Duk, é meu diretor predileto e nunca vi coisa tão linda quanto as imagens dele.


    Aliás tenho um livro que tenho que ler "Em louvor a Sombra" um ensaio.
     
  9. Tataran

    Tataran Usuário

    Terminei o livro agora. É uma leitura leve e envolvente. Também por ser um livro curto, pode ser lido de um dia para o outro.
     

Compartilhar