1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

9 milhões de alunos disputam vagas em universidades no 'Enem chinês'

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 7 Jun 2012.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    [h=2]São oferecidas 6,85 milhões de vagas nas universidades do país.
    Mais de 1.500 pessoas foram presas por suspeitas de tentativa de fraude.[/h]

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Estudante comemora após sair da prova do exame nacional do ensino médio chinês (Foto: Reuters)​

    Cerca de 9 milhões de estudantes fizeram nesta quinta-feira (7), na China, o Gaotao, o exame nacional do ensino médio daquele país. O 'Enem chinês' seleciona 6,85 milhões de estudantes para as universidades chinesas. O estudo é intenso para superar a grande concorrência para as universidades de ponta.

    Chegar a uma boa universidade é visto pelos chineses como um caminho para o sucesso, e o vestibular no país é extremamente competitivo. Este ano, cerca de 1.500 pessoas foram presas suspeitos de vender minúsculos transmissores de longa distância que podem ser escondidos na orelha.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Painel com monitores mostra os estudantes fazendo a prova na China (Foto: Reuters)​

    Além disso, estudantes estariam tomando injeções intravenosas para se sair bem no vestibular. As experiências médicas sempre foram comuns na China, mas dessa vez estão provocando muitas discussões.

    Uma escola em Xiaogang usou injeções com aminoácidos para aumentar a energia dos estudantes, e isso é feito em plena sala de aula. Os médicos garantem que isso não faz mal aos alunos.

    Há relatos ainda de que meninas recorreram às injeções de hormônios e pílulas anticoncepcionais para atrasar a menstruação e ter mais energia durante a prova.

    Para garantir a segurança, as autoridades chinesas iriam usar bloqueadores de sinal sem fio e detectores de freqüência para evitar a fraude, bem como scanners de impressões digitais para verificar a identidade dos que fazem o exame. As salas dos locais de provatêm câmeras e os fiscais acompanham tudo por uma central de monitoramento.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Mãe reza enquanto filha faz a prova em Nanjing (Foto: Reuters)​

    Indústria

    Pais mais abastados alugaram casas próximas aos 7.300 locais de exames em todo o país. Nos hotéis e pensões, quartos com números da sorte para os chineses, como seis - que simboliza o sucesso na cultura chinesa, ou oito, que representa a riqueza, são os mais disputados.

    O exame também deu origem a uma indústria nova e lucrativa - a baomu gaokao - ou "babás exame" - que têm a tarefa de cuidar de alunos durante o período de exames.
    disse Jennifer Liu, gerente de marketing de uma agência que fornece ajuda.
    Do lado de fora das escolas onde são aplicadas as provas, os pais rezam pelos filhos e os aguardam ansiosos por um bom desempenho.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar