1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Clube de Leitura 9º Conto - A Cor Que Caiu do Espaço de H.P. Lovecraft

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Clara, 3 Ago 2015.

?

Qual dos três será o 9º conto do Clube de Leitura?

Enquete fechada 15 Ago 2015.
  1. O Assassinato (Anton Tchekov)

    33,3%
  2. A Cor Que Caiu do Espaço (H.P. Lovecraft)

    50,0%
  3. O Comprador de Fazendas (Monteiro Lobato)

    16,7%
  1. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    Vamos para a 9ª edição do Clube de Leitura - Contos?
    Indique o conto que você quer que seja o escolhido.
    Fechamos com três indicações, todos podem participar e as diretrizes sobre o funcionamento do Clube podem ser lidas
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    .
     
  2. Spartaco

    Spartaco James West

    Indico O Chamado de Cthulhu, conto de H. P. Lovecraft.
     
  3. fcm

    fcm Visitante

    Indico O Assassinato de Tchekov.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  4. G.

    G. Ai, que preguiça!

    Eita, que coincidência! Estava pensando em indicar justamente esse conto!
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  5. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    Aaaahhh... eu ia te dar ótimo por essa indicação!
    Mas aí lembrei que o
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    que lemos aqui no clube, Spartaco. :sad:
    Indica outro (se possível do Lovecraft!) :yep:
     
    Última edição: 3 Ago 2015
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  6. Spartaco

    Spartaco James West

    Foi mal @Clara; falha minha por não ter conferido os contos anteriores que foram lidos. :oops:

    Agora, já que você sugeriu, indico então outro conto de H. P. Lovecraft: A cor que caiu do espaço.
     
    • Ótimo Ótimo x 3
  7. Spartaco

    Spartaco James West

    E aí? Ninguem mais vai indicar? Precisamos de apenas mais um conto para começar a enquete, não é @Clara?
     
  8. Monteiro Lobato , " O comprador de fazendas"
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  9. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    Beleza!
    Já abro o tópico com enquete. =]
    --- Mensagem Dupla Unificada, 10 Ago 2015, Data da Mensagem Original: 10 Ago 2015 ---
    Enquete aberta até o próximo sábado.
    Tchekov, Lovecraft ou Lobato. Quem vencerá?
    Aguardemos... ansiosos!

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Gostei! Gostei! x 3
  10. Spartaco

    Spartaco James West

    Para os amantes do gênero fantasia e ficção científica: vamos votar em H.P. Lovecraft.
     
  11. Deriel

    Deriel Administrador

    Quem quiser A Cor Vinda do Espaço pode obtê-lo aqui:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    (minha tradução - acho "A Cor Vinda..." muito mais sonoro que "A Cor Que Veio...")
     
    • Gostei! Gostei! x 2
    • Ótimo Ótimo x 1
  12. "Diz uma grande verdade de que eu andava suspeitando às escondidas — que somos todos uns Jecas Tatus. Pura verdade. Com mais ou menos letras, mais ou menos roupas, na Presidência da República sob o nome de Wenceslau ou na literatura com a Academia de Letras, no comércio como na indústria, paulistas, mineiros ou cearenses, somos todos uns irredutíveis Jecas. O Brasil é uma Jecatatuasia de oito milhões de quilômetros quadrados. " Monteiro Lobato

    Não mudamos muito

    Monteiro Lobato foi o homem multifacetário que escreveu dezenas de contos, cartas, traduções, livros destinados ao público infantil, um romance e também se consagrou como o editor que revolucionou o mercado livreiro de nosso país na década de 1920. Muito já foi escrito sobre o trabalho de Monteiro Lobato como escritor e de suas inovações como editor, mas poucos se aventuraram a estabelecer um diálogo entre essas duas facetas.

    Assim como em sua vida, dentro de sua produção literária Lobato também foi dono de muitas terras. Não apenas foi criador do famoso Sítio do Picapau Amarelo — localizado no interior de São Paulo e no imaginário de leitores de todas as idades —, como criou inúmeras fazendas, descritas nos contos que escreveu. Esses locais fictícios são exemplos de territórios cultivados pelo escritor e explorados por seus leitores.

    Lobato nasceu e cresceu no interior de São Paulo, em Taubaté, convivendo com os caipiras que trabalhavam na fazenda de seu avô. Enquanto jovem, durante o período em que cursou a faculdade de Direito, morou na capital paulista, lugar onde, desde aquela época, o progresso era constante. Ao retornar para a fazenda, anos mais tarde, pôde perceber que não houve evolução naquelas terras, os métodos agrícolas continuavam os mesmos e as queimadas cada vez mais constantes.

    Para o jovem Lobato, o atraso do povo do interior tornava-se inaceitável. O convívio com jovens da capital e do interior, a comparação entre seus meios de vida, seus procedimentos trabalhistas e suas culturas fizeram-no perceber o quão ultrapassados e incorretos estavam os métodos agrícolas do homem caipira. É a literatura criada por Lobato no período em que “condenava” as atitudes dos caipiras que se observa em " O comprador de fazendas".
     
    Última edição: 11 Ago 2015
    • Ótimo Ótimo x 1
    • Gostei! Gostei! x 1
  13. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    Então, conforme enquete encerrada em 15/08/2015, o conto escolhido para discussão foi A Cor Que Caiu do Espaço, de H.P. Lovecraft.

    A discussão começará na próxima sexta-feira, 21/08/2015.
    Fiquem à vontade para postar dados e detalhes sobre o conto e seu autor, bem como livros onde o conto escolhido foi publicado.
    Lembrando que devemos evitar pirataria e repetindo a informação de que, no caso deste conto escolhido, temos disponível a tradução feita pelo Deriel aqui do Valinor, cujo download em pdf pode ser feito através
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    . =]
     
    Última edição: 17 Ago 2015
    • Gostei! Gostei! x 2
  14. Spartaco

    Spartaco James West

    Algo cai do céu e o terror se instaura, e tudo é narrado por um velho quarenta anos depois. Trata-se de um conto escrito por
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    em março de 1927, imediatamente após seu trabalho anterior O Caso de Charles Dexter Ward. Apareceu primeiro na edição de setembro 1927 da revista Amazing Stories.

    A cor que caiu do espaço é até hoje uma das obras de Lovecraft mais populares.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  15. Spartaco

    Spartaco James West

    Terminei há alguns dias o referido conto de Lovecraft, no entanto, somente hoje venho postar algo a respeito.

    Para mim esse conto é um híbrido de horror e ficção científica, que o autor sabe combinar em doses certas; achei a narrativa muito envolvente, principalmente pela forma como ele narra a morte dos animais, a loucura que atinge as pessoas e como vai se desenvolvendo a doença, culminando com a morte das mesmas.

    Como disse, A Cor Que Caiu do Espaço é um misto de ficção científica com suspense e terror, sendo este apresentado, pelo menos para mim, de maneira implícita, mais nas entrelinhas e em cada palavra que Lovecraft utiliza para contar o estranho fenômeno que atingiu a fazenda e o que ocorreu aos moradores daquele local.

    Pergunto aos demais leitores desse conto, o que acharam?
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  16. Spartaco

    Spartaco James West

    Ninguém mais leu o conto???
     
  17. Ranza

    Ranza Macaco

    Esse nunca, mas falam muito bem. Na verdade não li nenhum conto chato até agora do Lovecraft.
     
  18. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    Eu li!
    E mais tarde, em casa, volto aqui pra postar minhas considerações sobre essa obra prima! :amor:
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  19. Spartaco

    Spartaco James West

    Desculpe @Clara, mas estou sentindo falta de sua análise sobre o conto do Lovecraft.

    Além disso, se você topar, já poderíamos indicar novos contos para uma próxima leitura. Que tal?
     
  20. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    Eu é que peço desculpas, @Spartaco , estive com uns problemas meio chatos e atrasei todas as minhas leituras. :tsc:

    Só hoje é que consegui terminar a leitura do conto e apêndices.

    Agora é um pouco tarde (cerca de duas da manhã) então depois volto aqui pra comentar e abrir os tópicos pra escolha de conto e livro. =]
     
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1

Compartilhar