1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

57º Festival de Berlim

Tópico em 'Cinema' iniciado por Tisf, 8 Fev 2007.

  1. Tisf

    Tisf Delivery Boy

    Começa hoje um dos festivais mais importantes do mundo. Eu não sabia se valia a pena abrir um tópico só pra ele, mas acabei sendo convencido por mim mesmo.

    Os filmes em competição serão:

    La Môme - La Vie en Rose, de Olivier Dahan (França)
    O Ano em que meus pais saíram de férias, de Cao Hamburger (Brasil)
    O Segredo de Berlim, de Steven Soderbergh (EUA)
    Sai bo gu ji man gwen chan a (Sou um ciborgue, mas tudo bem), de Park Chan-wook (Coréia do Sul)
    Tu ya de hun shi (O casamento de Tuya), Wang Quan'an (China)
    O Bom Pastor, de Robert De Niro (EUA)
    Die Fälscher (Os falsificadores), de Stefan Ruzowitzky (Alemanha, Áustria)
    In Memoria di me (Em minha memória), de Saverio Costanzo (Itália)
    Goodbye Bafana (Adeus Bafana), de Bille August (Alemanha, Bélgica, França)
    When a Man Falls in the Forest (Quando um homem cai na floresta), de Ryan Eslinger (EUA-Alemanha-Canadá)
    Les Témoins (As testemunhas), de André Téchiné (França)
    El Otro (O outro), de Ariel Rotter (Argentina, França, Alemanha)
    Irina Palm, de Sam Garbarski (Bélgica, Alemanha, Luxemburgo, Reino Unido, França)
    Beaufort, de Joseph Cedar (Israel)
    Yella, de Christian Petzold (Alemanha)
    Hyazgar (Sonho de deserto), de Zhang Lu (Mongólia, Coréia do Sul)
    Bordertown, de Gregory Nava (EUA)
    Ne Touchez Pas la Hache (Não toque no machado), de Jacques Rivette (França)
    Ping Guo (Perdido em Pequim), de Li Yu (China)
    Obsluhoval jsem Anglického Krále (Servi o rei da Inglaterra), Jirí Menzel (República Tcheca e Eslováquia)
    Hallam Foe, de David Mackenzie (Reino Unido)
    Angel, de François Ozon (França)

    O evento vai até dia 18 de fevereiro e O Ano que Meus Pais vai ser apresentado hoje.
     
  2. Thico

    Thico The Passenger

    Acho que após abrir esse tópico você deveria pagar passagens para algumas pessoas do fórum irem até lá analisar os filmes.

    Daí tenho curiosidade de ver o filme do Soderbergh, Ozon, De Niro e Rivette. O resto do diretores, aparentemente, eu desconheço.
     
  3. Engethor

    Engethor Son of Jango

    Este será o título nacional de The Good German? Quiseram quebrar a fila de "O/Um Bom ...." ?
     
  4. Tisf

    Tisf Delivery Boy

    O Ano que Meus Pais... teve uma boa recepção! :D

    Enfim, o vencedor sai depois de amanhã!
     
  5. Fausto

    Fausto Lovely head

    Na real acho que a fila de Segredos é maior ainda :lol:

    Estou curioso pra ver o que o Soderbergh aprontou dessa vez. Vamos ver se agora ele lembrou que experimentalismo não é um fim em si e resolveu arranjar uma premissa razoável.
     
  6. Quickbeam

    Quickbeam Rock & Roll

    Premiados no 57º Festival de Berlim


    Urso de Ouro
    Tu Ya De Hun Shi (O Casamento de Tuya), de Wang Quan´an (China)

    Urso de Prata
    Grande Prêmio dos Jurados: El Otro (O Outro), de Ariel Rotter (Argentina-França-Alemanha)

    Urso de Prata de Melhor Diretor
    Joseph Cedar, por Beaufort (Israel)

    Urso de Prata de Melhor Ator
    Julio Chávez, por El Otro, de Ariel Rotter

    Urso de Prata de Melhor Atriz
    Nina Hoss, por Yella, de Christian Petzold (Alemanha)

    Urso de Prata de Melhor Música
    Hallam Foe, de David Mackenzie (Reino Unido)

    Urso de Prata de Contribuição Artística
    Elenco de O Bom Pastor, de Robert de Niro (EUA)

    Prêmio Alfred Bauer em memória do fundador do Festival
    Sai Bo Gu Ji Man Gwen Chan A (Sou um Cyborg, mas Tudo Bem), de Park Chan-wook (Coréia do Sul)


    Perdemos novamente, desta vez também para os argentinos, cujo filme levou dois prêmios.
     
    Última edição: 18 Fev 2007

Compartilhar