• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Clube de Leitura 24º Livro: A Volta ao Mundo em Oitenta Dias (Jules Verne)

Mireille

One ring to rule them all
Vamos lá:

Comecei rindo demais da apresentação dos personagens. Tanto o Mr. Phileas Fogg quanto Passepartout são figuras em si mesmos :lol: , claro que o destaque vai para o Mr. Fogg pelas suas idiossincrasias, e logo que a questão do roubo do banco veio à narrativa, desconfiei logo dele. Se foi ele ou não, veremos, agora que temos a figura do Detetive Fix!
Eu estou lendo a edição comentada da Zahar, e logo na Apresentação, escrita por Joca Reiners Terron, duas coisas me chamaram a atenção. A primeira eu vou deixar pra comentar no final, pois pode ser considerado uma espécie de spoiler, a outra é que é curioso como no período em questão estava começando a surgir o conceito de "turismo"! Algo tão corriqueiro para nós, mas naquela época empreender viagens era algo considerado perigoso!, restringindo-se basicamente à Marinha Mercante e às Forças Armadas.
 

Giuseppe

Eternamente humano
@Mireille só sugiro tomar cuidado ao ler comentários que vem nessas edições porque tenho a impressão de que às vezes elas são feitas pra pessoas que já leram as obras, sendo que elas podem conter spoilers. Digo isso porque uma vez lendo uma edição comentada de No Caminho de Swann logo no começo nos comentários já tinha spoilers sobre coisas que acontecem no final da história!

Quanto aos primeiros capítulos do livro,
o negócio do roubo ao banco e a suspeita que cai sobre Phileas Fogg foi uma boa sacada do autor pra deixar a história ainda mais interessante, pois agora fica a dúvida se o Mr. Fogg roubou ou não o dinheiro somada às peripécias dele pelo caminho. O livro também tem várias cenas engraçadas, sempre dou risada enquanto leio haha!

E sim, Jules Verne na época escreveu principalmente para um público europeu e as pessoas não sabiam quase nada sobre a Índia, China, etc. então as descrições desses países eram vistas como uma curiosidade extra no livro (apesar de às vezes conterem alguns estereótipos).
 

Mireille

One ring to rule them all
@Mireille só sugiro tomar cuidado ao ler comentários que vem nessas edições porque tenho a impressão de que às vezes elas são feitas pra pessoas que já leram as obras, sendo que elas podem conter spoilers. Digo isso porque uma vez lendo uma edição comentada de No Caminho de Swann logo no começo nos comentários já tinha spoilers sobre coisas que acontecem no final da história!
É verdade, eu li as outras obras do Verne por estas mesmas edições comentadas da Zahar, e apesar de nos comentários em si não ter muito spoiler, costuma vir alguns na seção de Prefácio ou de Apresentação.
O livro também tem várias cenas engraçadas, sempre dou risada enquanto leio haha!
Confesso que não esperava rir tanto com esse livro! Parece que ele tem um tom mais despretensioso. Adorei.
 

Bialencar

Usuário
A escrita é fluida e o começo da obra é promissor que empolga!, ainda não cheguei ao capitulo nove porque estava lendo outro livro mas já estou amando, os personagens principais são divertidos de acompanhar. E adoro histórias na era vitoriana.
 

Siebel

A gente devia dançar mais
edições comentadas da Zahar
É a mesma edição que eu tenho e estou lendo (comprei o box com viagem,20 mil léguas,volta ao mundo e olha misteriosa), achei muito boa,além da capa bonita e da capa dura achei muito bom as notas falando de significados de algumas palavras (sobre os spoilers eu não li o começo hehe)...

O tom do livro é muito bom e muito parecido com seus outros livros (no que de mistério) mas um pouco mais bem humorado que seus outros...
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Cheguei só agora no tópico. Agora marquei na lista para receber as notificações.

Essa foi a primeira obra que li do J. Verne e seguramente é um dos 10 livros que mais li e reli na vida. Só não saberia estimar em que posição e quantas vezes já li :)

Como eu já tenho uma resenha pronta e salva desse livro que foi publicada alguns anos atrás em um outro site que participei, mas que não foi feita em etapas e nem por capítulos, vou deixar pra publica-la aqui quando o cronograma de leitura estiver mais no final.
 

fcm

Guerreiro Solitário
Usuário Premium
hoje em uma sentada li os capítulos de 1 a 9.. muito bom e já desperta a curiosidade!!

estou com a @Mireille em relação as personagens e ao roubo de banco, mas em nenhum momento pensei que poderia ser o Fogg
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Antes de postar futuramente minha resenha, uma recomendação que acho importante:

Não recomendo a ninguém que ainda não tenha lido essa obra basear seu relato totalmente por filmes, principalmente o mais recente de 2004 que até tem atores bem renomados como o Jackie Chan e Arnold Schwarzenegger (isso mesmo!).

Não é nada pessoal contra os filmes que até são divertidos e tem o seu valor, mas esse último em especial distorce razoavelmente bem a história original do livro com várias diferenças. Então a verdadeira aventura está no livro. Não se enganem pelos semelhantes.
 

Giuseppe

Eternamente humano
Esse filme com o Jackie Chan e o Arnold eu acho muito ruim, sem falar que realmente não tem nada a ver com a história, é bem diferente.
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
O que achei mais ruim é utilizar rigorosamente o mesmo título da obra impressa, o que acaba sendo péssimo pra quem nunca leu e tira uma primeira impressão totalmente errada. Se fosse um título um pouco diferente como acontece na grande maioria das versões no formato paródia ficaria tudo certo. Aliás aquele filme tá muito mais pra uma paródia mesmo.
 

Bialencar

Usuário
Eu li até o 19, passei um pouco da meta da semana e tou amando! Gosto do contraste da personalidade extremamente racional de Fogg e o emocional Passapourt. O contratempo na India foi bom para mostrar que Fogg tem sentimentos, e gosto como mesmo quando ele tem azar, a sorte sorrir para ele em sua jornada ao redor do mundo. Gostava de Fix, mas o fim do capitulo 19 me fez criar antipatia por ele!

De modo geral, adoro como Verne é rico em detalhes sem soar enfadonho, fazendo a travessia possível e para mim que gosta de história e cultura é legal acompanhar essa jornada histórica.
 

Giuseppe

Eternamente humano
O capítulo 19 é muito bom, pra mim é até dramático; incrível o caminho que as coisas tomam!
 

Mireille

One ring to rule them all
Gostei muito da aventura na Índia, com aquele tom leve e cômico! E andar de elefante não deve ser nada confortável. :lol:
Me identifico muito com a ansiedade de Passepartout, e achei engraçadíssimo que ele foi do ceticismo a abraçar completamente a "causa" da aposta do chefe! E a teimosia de não querer acertar o relógio?? 😅
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
De modo geral, adoro como Verne é rico em detalhes sem soar enfadonho, fazendo a travessia possível e para mim que gosta de história e cultura é legal acompanhar essa jornada histórica.

Eu diria que esse é livro é sob medida pra quem gosta de turismo, aventura, história, geografia, ciência e cultura geral. Tudo isso bem mesclado na medida certa e com emoção.
 

Bialencar

Usuário
Tou até triste por está perto do final! hshshs, me diverte bastante nessa terceira semana com Passapourt no Japão, a tbm atravessia na América foi tensa e divertida com os típicos estereótipos americanos, necessários para o inglês continuar se achando o melhor povo do mundo!

As atitudes ambíguas de Fogg despertam a duvida sobre seu caráter no leitor, nos deixando igual a Fix: ansiosos pela conclusão para sabermos de facto, que tipo de homem ele é embaixo da sua fachada fria.
 

Mireille

One ring to rule them all
Agora que consegui concluir o objetivo da terceira semana! Muitas coisas aconteceram na história.
Confesso que fiquei com medo de o livro ficar só no Mr. Fogg se dando bem, sem nenhum atraso significativo no seu cronograma. Pois bem, me deu um frio na barriga quando ele perdeu o navio em direção à Yokohama! Toda essa parte de eles alugarem um barco, e depois serem regatados pelo navio americano em pleno mar foi definitivamente o ponto alto destes capítulos! Ah, e eu ri demais do Passepartout no circo e depois louco do ópio! A parte que conta a história dos mórmons também foi bem interessante, eu imagino que pra época tenha sido uma super curiosidade para o leitor europeu.
 

Giuseppe

Eternamente humano
Terminei o livro nos últimos dias. Se alguém quiser comentar os capítulos finais, por favor, comentem dentro do spoiler pra não pegar de surpresa aqueles que ainda não terminaram.

Sobre os capítulos 19 ao 27:
É, o relacionamento do Passepartout com o Fix já não é mais a mesma coisa. As coisas mudaram depois dos eventos no bar, a coisa fica tensa ali.
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$150,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo