Arquivo da categoria: Bibliografia

valinor

Mestre Gil de Ham

Mestre Gil de Ham

Nem só de Terra-média vivia Tolkien, embora muitos leitores brasileiros ainda não saibam disso. O Professor também escreveu diversos contos fascinantes cuja ambientação não é a mesma de O Senhor dos Anéis, sem que a aura de beleza e fantasia tão característica de seus textos esteja ausente. E uma das melhores histórias dessa safra é, sem dúvida, Farmer Giles of Ham (Fazendeiro Giles de Ham).
 

A trama de Farmer Giles se passa numa imaginária Grã-Bretanha antes do Rei Arthur, quando gigantes e dragões ainda ameaçavam os reinos da ilha e seus pobres habitantes. No sonolento vilarejo de Ham, o fazendeiro Aegidius Ahenobardus Julius Agricola de Hammo (Giles de Ham para os íntimos) leva uma vida pasmacenta, no melhor estilo do Condado, quando um gigante invade suas terras e Giles o derrota, virando o herói da região.

O fazendeiro até que se adapta bem à nova posição de prestígio, mas o temível dragão Chrysophylax resolve atacar o reino onde Giles vive e a tarefa de enfrentar a criatura acaba sobrando para o pobre Aegidius.

Farmer Giles of Ham consegue misturar de maneira muito inteligente e bem-humorada sátira, fantasia, aventura e erudição. Um atrativo à parte são as engraçadíssimas citações e nomes em latim, além do retrato nem um pouco lisonjeiro que Tolkien traça da nobreza medieval. A história pode ser encontrada em conjunto com Smith of Wooton Major ou na coletânea Tales from the Perilous Realm.

valinor

Leaf by Niggle

 Niggle está longe de ser um pintor de sucesso. Há anos ele trabalha no mesmo quadro, uma árvore gigantesca cujos detalhes parecem aumentar cada vez mais à medida que ele prossegue na pintura. E seu vizinho Parish, incomodando-o todo o tempo, também não ajuda muito. Mas, sem saber, os dois estão prestes a pintar a árvore mais perfeita que já existiu.
 

Esse é o ponto de partida de "Leaf by Niggle" (Folha de Niggle), sem dúvida uma das histórias mais "diferentes" e apaixonantes escritas pelo mestre J.R.R. Tolkien. Às vezes surrealista ou até kafkiana, misturando compaixão e um sombrio humor britânico, o conto é mais um tributo de Tolkien à capacidade libertadora da arte para o ser humano.

Na verdade, a história de Niggle é a mais perfeita metáfora para o conceito da sub-criação, uma das idéias mais importantes no trabalho literário de Tolkien. "Leaf by Niggle" é uma profissão de fé na capacidade do artista de criar mundos novos e, assim, transformar este nosso mundo.

"Leaf by Niggle" também pode ser encontrado na coletânea "Tales from the Perilous Realm".