Arquivo da categoria: Sem categoria

Literatura Nerd #2 – O Hobbit

Programa Literatura Nerd websódio #2 com resenha do livro O Hobbit de J.R.R. Tolkien apresentado pelo jornalista e escritor Clinton Davisson, presidente do Clube dos Leitores de Ficção Científica do Brasil.

 

 

 

Sauron na Batalha dos Cinco Exércitos?

Segundo as últimas notícias o Benedict Cumberbatch, ator de O Hobbit que estará interpretendo Smaug e Sauron o Necromante deixou escapar algumas informações que, aparentemente, ele não considera interessante mas faz muita diferença par todos nós, fãs de Tolkien. Ele afirma que:

“Estou interpretando Smaug através da captura de movimentos e dando voz ao Necromante, que é uma personagem na Batalha dos Cinco Exércitos, o que me foi dado a entender. Ele não está de fato no Hobbit original. É algo que o Peter Jackson pegou de O Senhor dos Anéis e colocou ali.”

Parece que teremos Sauron o Necromante comandando os exércitos inimigos na Batalha dos Cinco Exércitos. Para quem está um pouco perdido a história do Necromante da Floresta da Trevas aparece nos Apêndices de O Senhor dos Anéis. Em O Hobbit ele é unicamente a razão pela qual Gandalf não acompanha os Anões e Bilbo até Smaug.

 

ATUALIZADO: Mikael “Beorn” Persbrandt fala sobre O Hobbit

 

O ator sueco Mikael Persbrandt (47), que interpreta o transmorfo Beorn em O Hobbit, esteve recentemente no Festival de Cinema de Veneza promovendo seu novo filme “Stockholm Östra”. Durante a conferência, o italiano Badtaste e o sueco Aftonblated fizeram perguntas referentes ao O Hobbit. O italiano perguntou a Persbrandt como é trabalhar numa produção tão colossal como O Hobbit de Peter Jackson e, ao mesmo tempo, trabalhar num filme pequeno, mas intenso, como este novo filme sueco. E como a experiência no teatro e em pequenos filmes contribuiu para sua performance em O Hobbit. Ele respondeu:

 “Há uma enorme diferença entre as duas produções. A máquina em funcionamento, no caso de um blockbuster como O Hobbit, é simplesmente enorme. Mas no final, o importante é ir em frente e fazer o seu trabalho. Do ponto de vista da atuação em si, o trabalho é o mesmo: diante de uma só pessoa ou diante de cem pessoas da produção, o verdadeiro profissional trabalha da mesma maneira. A saga de O Hobbit é imensa, e este filme em que eu atuei é uma pequena saga que fala sobre seres humanos reais. O que me interessa é a relação entre os seres humanos, do que, digamos, a relação entre homem e máquina. Mas, é claro, eu estou me divertindo muito trabalhando em O Hobbit, mas para mim é muito importante voltar a trabalhar em produções de teatro e de pequeno porte, ou suecas, é a única maneira de manter as engrenagens lubrificadas, para continuar a ser dono de sua própria maneira de atuar”.

 

Já ao sueco Aftonblated, Persbrandt também falou sobre a diferença de se atuar em uma produção pequena e numa superprodução como O Hobbit. Também revelou que muitas vezes, por se tratar de uma grande produção, foi um pouco complicado:

 “Quando eu, no primeiro dia, fui içado até o teto do estúdio de King Kong, em Wellington, eu sabia o que fazer [como ator], mesmo que fosse um pouco estranho e complicado começar  já com uma difícil cena de tortura. Eu sabia e poderia até mesmo sugerir coisas.”

 

Bilbo e Beorn - John Howe

[Segundo o TheOneRing.net, esta cena que o sueco filmou poderia ser um indício de que Peter Jackson pretende incluir a parte onde Beorn “interroga” um lobo warg e um orc, a fim de verificar se a história contada a ele por Gandalf era verdadeira.]

 Persbrandt disse que ele se preparou para o papel de Beorn sem pensar em como poderia ser complicado.”Como eu atuo como um transmorfo, que vive com cavalos e animais na floresta? Você tem que olhar para dentro de si e tentar. Atuo no O Hobbit como eu atuaria em um filme de romance”. 

 O ator também disse que durante sua estadia na Nova Zelândia, comprou uma bicicleta, e muitas vezes foi pedalar nas montanhas. Também disse que atuar em “Hamilton” (outro de seus trabalhos) o ajudou a se preparar fisicamente para O Hobbit, mas que fez isso também na Nova Zelândia. Revelou que ele não se sentiu inseguro ao filmar com Peter Jackson, porque, com a experiência, a sua confiança como ator melhorou. Quando perguntado se está aprimorando seu inglês, ele respondeu: 

 

“Sim, eu faço isso no filme de Peter Jackson. Em Hamilton eu falo tanto russo como inglês. Eu tento ser um bom aluno. Mas eu tive alguma dificuldade. Era inútil ir para as aulas de Inglês quando você não tem ofertas concretas no exterior”.

 ATUALIZANDO: o ator de “Em Um Mundo Melhor” (vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro deste ano) continua dando declarações no Festival de Veneza. O italiano Loudvision perguntou: “Você está no elenco de ‘O Hobbit’: você pode nos dizer alguma coisa?”

“Eu sou um grande fã de Tolkien. Em ‘O Hobbit’ interpreto Beorn ,o Troca-peles. Eu não posso dizer muito, mas há, obviamente, uma contribuição significativa de efeitos especiais para criar a aparência de meu personagem: Eu estarei espetacular na tela”.

Mikael Persbrandt também foi dirigido por Andy Serkis em uma cena, e ele volta à Nova Zelândia de novo para filmar mais como Beorn, o Troca-pele.

Smaug, a Serpente?

O ator inglês Benedict Cumberbatch, que vai interpretar o dragão Smaug e o Necromante em O Hobbit, deu uma breve entrevista à revista Total Film onde falou rapidamente sobre a questão, noticiou o fansite alemão HerrDerRinge-film.

“Estou sempre disposto a usar meu corpo em meu trabalho, então eu estou ansioso para a captura de movimentos para Smaug. Gollum e King Kong eram ambos primatas, enquanto que eu estou interpretando uma serpente, por isso vai ser interessante – eu vou ter que amarrar as pernas, possivelmente, ou então elas vão ser colocadas para os lados, como um réptil deve ser”.

Smaug por J.R.R. Tolkien

É interessante notar que Cumberbatch descreve o dragão Smaug como uma serpente, algo que pode confirmar um pouco do que podemos esperar sobre o visual deste tão aguardado personagem. Em uma entrevista dada pelo ex-diretor de O Hobbit à The New Yorker (veja: Del Toro revela detalhes sobre Smaug e O Hobbit),Guillermo Del Toro revelou que sua visão do personagem para os filmes seria exatamente esta, e muito próxima do visual de Smaug que conhecemos por meio dos traços de seu criador, o autor J.R.R. Tolkien. Será que a ideia de Del Toro não foi totalmente abandonada por Peter Jackson?

Em tempo: também de acordo com o HerrDerRinge-film, os ingleses Stephen Fry (Prefeito da Cidade do Lago) e Ryan Gage (Alfrid, seu empregado) e o galês Luke Evans (Bard), já estão em Wellington, Nova Zelândia. Stephen Fry até divulgou uma foto sua na Baía de Wellington.

 

Portanto, as cenas em Esgaroth devem estar no topo do cronograma deste segundo bloco que filmagens que começa no próximo mês.

Stephen Fry, Luke Evans e Andy Serkis: o segundo bloco de filmagens de O Hobbit!

Stephen Fry, que vai estrelar a adaptação cinematográfica de O Hobbit como o Prefeito da Cidade do Lago, anunciou em seu Twitter que está a caminho da Nova Zelândia para iniciar o segundo bloco de filmagens que começa em 05 de setembro, noticiou o TheOneRing.net. Declarou o ator inglês:

 “Voando amanhã a partir da Cidade do Cabo via Johannesburgo até Sydney para a Nova Zelândia. Provavelmente já será terça-feira quando eu chegar em Wellington. Saudações hobbits”.

 Soube-se na Comic-Con em San Diego, há poucos dias, que o ator galês Luke Evans, que será o arqueiro Bard, também começa sua parte em breve. Assim, pode-se supor que as filmagens vão continuar no set de Esgaroth, porque dois personagens-chave desta parte da história já estão se preparando para iniciar os trabalhos.

Sobre isso, numa nova declaração publicada pelo galês Walesonline.co.uk, Evans disse que está animado com o projeto e que começa a filmar em uma semana e por cerca de um ano. 

 “Estou prestes a iniciar um muito, muito grande O Hobbit”, disse o ator de 32 anos. “Não há sandálias, contudo. Eu começo em uma semana, e eu estarei por lá por um ano”. Brincou fazendo alusão aos seus últimos trabalhos no cinema como “Fúria de Titãs” e o inédito “Immortals”, todos tendo a mitologia grega como base.

 Segundo o site galês, Evans vai estrelar os dois filmes – O Hobbit: Uma Jornada Inesperada e O Hobbit: Lá e de Volta Outra Vez, – e disse que não acha que haverá novas adições ao elenco. Declaração estranha, já que personagens importantes como o orc Bolg, filho de Azog (Conan Stevens) e o anão Dáin Pé-de-Ferro, primo de Thorin Escudo de Carvalho (Richard Armitage), não foram ainda anunciados e/ou confirmados.

Luke Evans também admitiu que ele está um pouco nervoso com a perspectiva das filmagens.

 “É grande! É realmente grande. Não é avassalador a ponto de ser assustador, mas é uma coisa muito grande. Este é um grande filme e eu estou trabalhando com um diretor que é provavelmente um dos melhores diretores da atualidade. Ele é o diretor mais respeitado no mundo hoje. A coisa toda é épica, e eu vou ser parte dela. Estou muito animado. Eu mal posso esperar”, declarou entusiasmado.

 Além de “Fúria de Titãs” e os recentes “Immortals” e “Os Três Mosqueteiros”, Luke Evans também pode ser visto interpretando um vilão no Robin Hood de Russell Crowe.

Quem também retorna à rotina de filmagens é Andy Serkis. Dessa vez como diretor de segunda unidade de Peter Jackson, depois de terminar sua parte como Gollum. Em uma recente entrevista ao Comingsoon.net, o ator e diretor falou um pouco sobre sua experiência como o segundo diretor em comando na adaptação de O Hobbit

Andy Serkis e Peter Jackson nos sets de O Hobbit

“Eu fui muito inspirado ao longo dos anos pela maneira como ele [Peter Jackson] trabalha e, claramente, eu acho que é por isso que eu me sinto muito em contato com a sua sensibilidade. Embora eu esteja lá para ele na segunda unidade, as palavras dele para mim, quando ele me ofereceu o trabalho, foram: ‘Eu quero que você tome decisões ousadas, tenha sua própria opinião sobre a questão, você pode cortar o seu próprio material’. Ele quer um novo olhar também. Eu não vou levá-lo muito longe de sua sensibilidade, mas ter essa liberdade criativa e, no entanto, e ao mesmo tempo, saber que você está direcionando tudo para o mesmo fim, é uma grande combinação para se trabalhar nessa escala. Seja trabalhando em 3D pela primeira vez, trabalhando com uma equipe tão grande, com todo o drama e as seqüências de batalha e todas as outras coisas”, disse.

O diretor Peter Jackson também está de volta à Nova Zelândia depois que apareceu com Serkis de surpresa na Comic-Con dias atrás. Ambos se preparam para os próximos e longos 200 dias de filmagens restantes!

O Hobbit – Bard na Comic-Con e títulos confirmados no Brasil

A revista britânica EmpireOnline.com entrevistou o ator Luke Evans na Comic-Con em San Diego, onde falou um pouco (bem pouco) sobre seu papel como o arqueiro Bard, na adaptação de O Hobbit. Disse que têm poucos detalhes sobre o filme, mas acha que o seu papel vai ser um pouco mais elaborado e que não leu nada do roteiro ainda. Obviamente, confirmou que já leu O Hobbit e que ama o livro, mesmo que seja completamente diferente do O Senhor dos Anéis. Evans também disse que tem visto um pouco do trabalho de Jackson como todos nós até agora: pelos vídeos no Facebook do diretor, e que está muito animado. Especialmente porque ele pode acompanhar o que fizeram até agora, se familiarizar um pouco com os atores e seus papéis. Atualmente, ele ainda está trabalhando em outra produção, mas depois quer dedicar-se inteiramente à exploração do seu personagem Bard, o arqueiro de Esgaroth e herdeiro de Girion, de Valle.

Também na Comic-Con, onde esteve para promover As Aventuras de Tintin, com Steven Spielberg e Andy Serkis, o diretor Peter Jackson declarou que está se preparando para os próximos 200 dias de filmagens de O Hobbit, depois de terminar os primeiros 60 dias. “Então, estamos quase lá”, brincou. Também disse que está se divertindo muito mais do que ele imaginava inicialmente.

 Já as filmagens na Inglaterra, nos estúdios Pinewood, Londres (não Leavesden, os estúdios da Warner de Harry Potter, como anunciamos antes), já terminaram, segundo um comunicado do próprio estúdio inglês. As filmagens de O Hobbit, portanto, continuam na Nova Zelândia no próximo mês.

Serkis, Jackson e Spielberg na Comic-Con em San Diego

E o site Último Segundo anunciou que a Warner confirmou o título da primeira parte de O Hobbit, no Brasil, como O Hobbit: Uma Jornada Inesperada (“The Hobbit: An Unexpected Journey”) com estreia prevista para 14 de dezembro de 2012; e da segunda parte, que estreia em 13 de dezembro de 2013, que ganhou o nome de O Hobbit: Lá e de Volta Outra Vez (“The Hobbit: There and Back Again”). Agora, as traduções dos títulos são oficiais!

A Voz de Benedict Cumberbatch, o Smaug

Como a Valinor já anunciou, Benedict Cumberbatch será a voz de Smaug em O Hobbit. Mas como é a voz dele? Será que ele será um bom Smaug? Separamos dois áudio clipes dele pra vocês “sentirem colé”. E não é que este senhor tem umz voz muito respeitável??

 

 

Loja Valinor – Um Anel negro, Nenya e Pendente da Arwen

Loja Valinor - Um Anel Negro

Novidade na Loja Valinor! Chegaram mais unidades do Um Anel de Tungstênio Negro, com os Tengwar escritos a laser na cor prata.  Os anéis são praticamente não-riscáveis e sempre mantém o brilho. Você poder vermais detalhes aqui na Loja Valinor (há poucas unidades, de tamanhos variados).

 

Para os mais seletivo há o Pendente da Arwen em Prata Sterling 925 com caixa. Realmente fantástico! Também disponível temos o Anel de Barahir e o Nenya (Anel da Galadriel) em versões de cromo-níquel e bem acessiveis além de um monte de livros, Camiseta da Valinor e Caneca do Meia Palavra.

 

E tem muitas outras coisas chegando, fiquem ligados!

Colar da Arwen na Valinor – Última Unidade

Para quem não conseguiou pegar um Pendente da Arwen a promoção anterior fica a dica, ainda há uma unidade disponível para venda por causa de uma desistência. Link:

http://loja.valinor.com.br/pendente-da-arwen.html

(corra, depois dessa só em abril)

Acusado de racismo, diretor de elenco de O Hobbit é demitido

Um diretor de elenco de O Hobbit foi demitido após colocar  anúncios em um jornal regional da Nova Zelândia procurando figurantes com “tons de pele clara”, de acordo com a Agence France-Presse. O diretor de elenco também foi acusado de ter dito a uma candidata a figurante hobbit, uma mulher britânica de origem paquistanesa,  chamada Naz Humphreys, que ela não era adequada para interpretar  um hobbit por causa de sua cor de pele. Continue lendo