Diversidade no elenco de “o senhor dos anéis”? Sim, é possível — e desejável

A presença de pessoas com origem asiática, latino-americana e africana no elenco da nova série “O Senhor dos Anéis”, que está sendo produzida pela Amazon, gerou acusações de “lacração” por parte de alguns fãs. O vídeo abaixo tem o objetivo de mostrar que, pelo contrário, a presença desses atores ressalta alguns aspectos importantes e menos maniqueístas da obra, em especial nos textos mais maduros de Tolkien. Discuto isso com base em trechos dos livros “O Silmarillion”, “Contos Inacabados” e “O Senhor dos Anéis”. Discuto também aspectos do pensamento ambiental e antropológico da obra de J.R.R. Tolkien. Confira.

2 comentários em “Diversidade no elenco de “o senhor dos anéis”? Sim, é possível — e desejável”

  1. Hoje tudo é lacração, sim
    O que falta é essa gente produzir suas séries e colocar quem quiserem, num ambiente propício para isso
    Hoje todo mundo virou adepto da diversidade, adepto do ambientalismo, de qualquer ativismo para causar, mas que, no fundo, não passam de jogadas políticas, money na conta e muita hipocrisia
    Dizem até coisas de quem nem está vivo, mentindo descaradamente, para colocar figuras de peso, já falecidas como ativistas de algo em suas épocas
    Assim está foda demais
    Sorte minha que já vi a grande obra e muito pouco do que a amazon oferecer estará realmente ligado à obra do grande J R R Tolkien
    Diversidade é válida numa obra cujo contexto a enquadre e não enquadrar uma obra nos modismos atuais e, repito, querem diversidade, criem obras novas e coloquem as cores e as letras que qusierem nelas, mas correm grande risco de terem pouca repercussão, pois o dramalhão mexicano e a apelação exacerbada nublam tudo na mente de quem anseia pela lacração; talvez por isso queiram as obras já firmadas, pois para essa gente são grande passo para algum mérito, mesmo que esse mérito seja da polêmica

Deixe uma resposta