Britânicos querem construir Minas Tirith em tamanho real!

Um grupo formado por arquitetos e engenheiros britânicos (e muito fãs de J. R. R. Tolkien) anunciou no início de agosto uma ambiciosa empreitada: arrecadar  R$ 10,1 bilhões (£1,850 bilhão) para construir no sul da Grã-Bretanha a cidade de Minas Tirith em tamanho real!

Dos 1,85 bilhões de libras pedidos, de acordo com os realizadores da campanha, 15 milhões serão utilizados para comprar o terreno, 188 milhões pagarão a mão de obra e o 1,4 bilhão restante será gasto com o material de construção. Caso a arrecadação exceda a meta, o restante será investido na manutenção e nos serviços públicos da cidade até 2053. No entanto, o prazo para arrecadar a extraordinária quantia está se esgotando, que era de 60 dias a partir de 01 de agosto, o que faz com que o empreendimento seja praticamente impossível de acontecer.

Minas-Tirith-minas-tirith-9563606-800-528

“Nós compartilhamos nosso amor pelo trabalho de Tolkien, e o desejo de desafiar a percepção comum de comunidade e arquitetura” disse Jonathan Wilson, o líder do grupo. E acrescenta:

“Acreditamos que, ao tornar Minas Tirith uma realidade, podemos criar não apenas a atração turística mais marcante do mundo, mas um lugar maravilhosamente único de se viver e trabalhar.”

Caso o projeto seja financiado, o grupo planeja começar o início da construção em 2016, e terminar em 2023.

Até agora, 615 pessoas acreditam na ideia de Wilson, com um total arrecadado de 21,3 mil libras. Mas haverá recompensas para quem doar dinheiro para o projeto. Por “apenas” 100 mil libras (mais de meio milhão de reais), o fã poderá ganhar o título de Lord e terá acesso irrestrito a qualquer lugar da cidade gondoriana. Já contribuições menores, como 15 libras, ou R$ 82, garante o seu nome em uma placa no monumento planejado para a grande cidade dos Homens.

Os interessados em contribuir podem clicar AQUI.

E você, o que acha da ideia?

Fontes: Folha de S. Paulo e Omelete

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *