Arquivo da categoria: Diários

Diário de Faramir

Dia Um: Você acreditaria que Papai/Regente de Gondor também conhecido como Denethor pediu para aquele grande puxa-saco do Boromir para ir para o Conselho em Valfenda? Eu coloco em risco o meu traseiro para agradar aquele homem e não tenho ganho nem um passe para um fim de semana sujo em Osgiliath! Oh não! É sempre "Boromir, vá se encontrar com os Elfos e veja do que se trata todo esse rebuliço. Leve meu cartão de crédito! Leve o melhor cavalo. Dê em Elrond um grande beijo molhado por mim ". Aposto que o safado nem mesmo pensa em me trazer um souvenir. E eu amo aqueles globos de sacudir com bolinhas de neve. Estou completamente injuriado . Papai não pode ao menos FINGIR que Boromir não é o favorito dele? Eu tenho sorte se ele me deixa esvaziar os penicos dele. Odeio Boromir!

 

Dia Dois: Estou só. Olhando velhos álbuns. Achei aquela foto minha e Aragorn em Henneth Annun brincando no lago. Ele tinha se limpado tão bem. Aposto que se ele fosse o Rei que eu não teria que agüentar todo essa porcaria de favoritismo. Imagino se ele sempre pensa em mim? Imagino se ele ainda está usando os mesmos couros. Ha Ha! Pensamento nojento!

Dia Quatorze: Papai muito querido enviou-me para patrulhar a fronteira de Mordor. Rumores de guerreiros ocidentais usando delineadores nos olhos e patrulha de choque de Olifantes treinados de Gordor � caminho. Papai está tentando me ver morto ou o que??? Não é justo! Não é justo!! Boromir é enviado a um resort de luxo em Valfenda e eu ganho uma micose de caverna!!!!

Dia Vinte: Recado de Boromir. Indo em missão com um grupo de hobbits, mago monocromático, elfo bicha, anão com prisão de ventre e, ouça isto – antigo namorado Aragorn! Nada preocupado. Neca. Nem um pouco. Boromir não faz o tipo de Aragorn, de qualquer jeito… Então não estou chateado. Nenhum problemo. Possa lidar com isso muito obrigado!!! (Boromir secretamente é um tarado pervertido por hobbit. Descobri que o irmãozão assinou o Canal Erótico Hobbit. Não é surpresa que ele tenha se juntou a sociedade. Tio Windermere estaria orgulhoso.)

Dia Cinqüenta e Sete: Patrulhando fronteira de Mordor. Número absolutamente incerto de exércitos cosmeticamente bem equipados marchando para o Portão Negro. Imagino se as histórias sobre guardas das fronteiras de Gondor capturados que são amarrados, chicoteados e forçados a serem escravos sexuais de Goblins são verdadeiras. Talvez deva usar roupa de baixo de seda no caso de ser pego. Gosto de fazer boa primeira impressão.

Dia Cinqüenta e Oito: Ainda na caverna em Henneth Annun relendo velhas edições do Semanário Sangue de Númenor e um razoalvelmente recente número da PlayEorlinga. Estou pronto para um pouco de excitação. Tudo que Mablung e Damrod querem fazer é mergulhar na cachoeira e jogar strip-pôquer. Queria que a caverna tivesse tv a cabo.

Dia Cinqüenta e Nove: Peguei dois hobbits. Amarrei-os e vendei-os (gostei disso, de fato). Trouxe-os para a caverna. Mandei um postal muito detalhado para Boromir sobre isto. HA HA! Aposto que o grande pervertido vai ficar doido.

Dia Sessenta: Cartão postal para Boromir devolvido. Aparentemente Boromir foi morto por Orcs. Sabia que Orcs eram bons para algo. Hobbits pegos são os mesmos da sociedade com o ex-brinquedo Aragorn! Hobbit mais gordo pareceu excessivamente satisfeito com a notícia da morte de Boromir. (Tentei eu mesmo não me exaltar.) Droga� eles SÃO uns molequinhos engraçadinhos. Posso convidar Frodo para um mergulho pelado da meia-noite só para ver se eles são isso tudo mesmo.

Dia Sessenta e Um: Tentei dar uma amasso em Frodo. Sam quase me matou. Não vou me intimidar. Perguntarei para Sam se ele se interessa por ménage � trois. Dia

Sessenta e Dois: O dever chamou. Guardas localizaram sujeito magrelo muito feio, pelado, com uns fiapos de cabelo gordurosos, nadando na cachoeira sagrada. Muito desagradável. Ordenei a Damrod que mudasse o filtro da lagoa. Tomei uma atitude! Ouvi ele murmurar algo como "Sim. Capitão Cafetão de Hobbit" (Ordenei que Mablung flechasse Damrod na próxima patrulha. Viva eu!!) DEPOIS: Usarei Frodo Olhos-Doces para atrair o sujeito pelado e fraco para uma armadilha. Droga. Terei que adiar o ménage � trois.

Dia Sessenta e Três: Descobri que Frodo carrega o Um Anel! Poderia não ligar para isso, mas penso que se desse uma escolha entre me dar o Um Anel ou me dar uns amassos, os hobbits entrariam no jogo. Guarda-costas/Jardineiro Sam não quer saber de ménage. Todos os hobbits são nervosos assim? Tive que fingir querer só o Anel. Levaria para o papai de qualquer maneira. Possa ganhar pontos.

Dia Sessenta e Quatro: Em Osgiliath. Cidade sitiada por maldito Nazguls montados em Dragões. Ninguém me conta nada!! Memorando!? Que memorando!!? Incompetência corre solta. Nazgul se insinuou para o MEU hobbit. Atirei uma flecha no dragão. Imagino se todos os ex de Frodo são tão possessivos? Por quê? Despertou minha curiosidade. Por outro lado: Sam tentou uma aproximação mais íntima com o Portador do Anel e Frodo quase o matou. HA HA HA!! O hobbit gordo e grudento tomou de seu próprio remédio.

DEPOIS: Sam fez um discurso apaixonado sobre – oh diabos, esqueci. De qualquer maneira, decidi deixar os hobbits irem. Primeiro demos uma paradinha na praia e enviei para Aragorn um postal insolente. Espero tê-lo feito pensar besteira. Frodo atraente, mas não vale uma caçarola de ferro na cabeça. Outras notícias, durante o sítio de Osgiliath Damrod foi morto por um pedregulho que caiu. Woohoo!! Me apossei do quarto de Boromir. Posso agora assistir ao Canal Erótico dos Hobbits o quanto eu quiser.

Diário de pí´nei Bill

Meu Querido Diário…
 

Dia 1 – Depois de conhecer Sam.
Este hobbit, Sam, parece ser muito mais amigável que os outros. Tem um outro, de olhos grandes e feios, um tal de "seu Frodo", que parece um idiota que não consegue fazer nada sozinho! Não gosto de hobbits preguiçosos!

Dia 2 – Quando o homem sujo apareceu.
Sim, Ele é realmente fedorento! E gosta de dar ordens! Por culpa desse "pés compridos", "passos grandes", blah! Não interessa! Por culpa dele estou carregando o olhudo do Frodo. Este hobbit é muito pesado. Não gosto dele, ele não me respeita. (E aturando aquele papo chato de "o portador do anel!").

Dia 2 – Um pouco mais tarde.
Na verdade, nenhum desses hobbits me respeita! Tem dois gulosos que vivem me apalpando (tarados!). CADÊ O GREEN PEACE QUANDO SE PRECISA DELES?! Eles só servem para reivindicar o direito das baleias (e olha que elas não carregam hobbits idiotas nas costas!) e atrapalhar lindas modelos na passarela! (não podiam atrapalhar o Bush-Sauron?).E O DIREITO DOS PÔNEIS DE ARDA? Só o Samimisinho cuida de mim.Samimisinho é bonzinho com nós.(Epa! Essa fala é do Gollum) (que por sinal vem nos seguindo…).

Dia…(perdi as contas depois de atravessar tantas florestas com o idiota nas minhas costas e aturando aquele papo chato de "o portador do anel!").
Acabamos de chegar à casa dos elfos. E das elfas! Sam cuida excessivamente do olhudo, ele está se recuperando (foi atacado por um maníaco que furou de leve a sua roupa).Cuidados excessivos. Frodo é muito trouxa, isso sim! Só para ficar um pouco mais com Samimisinho. Frodo vai cair do pônei um dia desses, ah vai!
"Passo grande" fica namorando enquanto todos tentam salvar a Arda. "Passo grande" malandro!

Dia…Depois de ontem!
Hoje chegou um anão, um hobbit gigante, como Aragorthn (esse é o nome dele, é feio, mas Aragorthn continua malandro!), tem um loiro meio fresco, e muitos outros.Vai ter uma tal de "Festa do Enrold" (esse Enrold, não é loiro, mas lembra o hobitt-Legolas fresco. Ele parece ser o manda chuva daqui!) Esse Enrold tem que ser meu amigo…

Dia…Alguns dias perigosos depois.
Estamos em companhia de um velho feio de dar dó.Mas ele é simpático. Não deixa os hobbits gulosos me atormentarem! Somos nove hobbits ao todo: Eu, Sam, Olhudo, Dois preguiçosos, o loiro fresco-matador, o Boro-miir, o Aragorthn (ele e o velho tem muitos segredos… coisa estranha), o anão engraçado (ele tem uma quedinha pelo loiro, tem… com certeza) e o velho simpático. Eu acho que eu e Samimisinho combinamos.

Dia…Moria.
Não é um nada legal dia. Estou todo molhado, machucado e CARREGANDO O CHATO DO FRODO! Estamos em Moria, o velho feio está fazendo magia negra para abrir uma porta, me pergunto por que ele não bate, é mais educado. Boro-miir tem olhado Frodo de forma MUITO esquisita. Olha para o peito seminu de Frodo.(isso ou ele está muito interessado no anel que ele traz pendurado. Talvez ele tenha cleptomania.). Puxa, que coisa engraçada, o Frodo está sendo puxado por um monstro imenso! Pensando bem não é nada engraçado!!! Puxa, como o Sam grita, enquanto eu estou morrendo de medo, ele vai ajudar o quase morto-Frodo! MEUDEUSDOCÉU! Aquele loiro não é tão fresco assim (Boro-miir sim), até que o elfo é bem másculo, afinal o elfo é gente fina.Vai Le-golas, vai Le-golas!

Dia…Moria alguns segundos depois.
Frodo está vivo, o portão mais que aberto e eu escuto os orcs por aí. SAM NÃO GOSTA DE MIM. Não como gosta do Frodo. Eles são mais que amigos, são irmãos. Eu…Eu sou só um pônei.(Por que eu não nasci unicórnio?) Tenho que ir. Se eles querem salvar o mundo e enchê-lo de luz, eu prefiro cavalgar no escuro. Samimisinho pediu para eu ir. Lá dentro é muito perigoso. COM CERTEZA, não é preciso pedir de novo! Adeus Sam, não morra.

The end
(se bem que um diário nunca acaba…).

O Diário Secreto de Barbárvore

Dia Um: Saco esse negócio de ficar vigiando a floresta, maior bode.

 

Dia Dois: Tenho sentido um cheiro esquisito ultimamente. Acho que é bosta de vaca. Como elas chegaram aqui?

Dia Três: Era bosta de vaca mesmo. Pisei e agora tenho que lavar as raízes no rio.

Dia Quatro: Hummfliummmhauimmmmommmommummguimmimmm

Dia Cinco: Hummfliummmhauimmmmommmommummguimmimmmoiimutoimmmo inoinoin

Dia Seis: Hummfliummmhauimmmmommmommummguimmimmmoiimutoimmmo inoinoinpliftplaftzummmnãovaiaaaalugarrrrnenhummmm …

Dia Nove: Encontrei uma nova espécie…parecem ratos pelo jeito que comem…

Dia Dez: Hobbits? Que porra será essa?

Dia Onze: Carregar esses caras na corcunda não é nada, ruim é aturar o cheiro… Fedem mais que a tal bosta de vaca!

Dia Doze: Pooooorrrrrrraaaaaummmmmmnãoooovãooooopaaararrrrrd efaaaalllarrrnãaaaaooooo?????

Dia Treze: Os ratos querem me convencer a levar a turma pra pegar o tal do Saruman…maior furada.

Dia Dezessete: Atcchhhhhuuuurrrrmmmmatánooooomaaaaaiioooooorassst raaaallllllmmmmaaaaaaasssssninnnngueeeeeeeemmmmmmt áaaaaaaaafimmmmmmdeeesaiiiiiirrrrnaaaporrrrraaaaaa ddddacommmmninnnguemmmmmm…

Dia Vinte: Nãaaaooooooessssssstttooooooouuuuuconnnnnseguinnnn ddooooconnnvencerrrninnnnnguemmmmmopesssooallllque eeerrrrdarrrrummaaaasssssvollllltassspraaaaapegarr rummmmmmasssseeennnntesssposssaassss….

Dia Vinte e Nove: Uuuuuuuuáááááááááááóooohhhhhh!!!!!Jáaaaatádannnnnd oooonosaaaacccoooooessseeeenegóccciioooodeennnntee eebbaatteee…

Dia Quarenta e Um: Ttttttééééééééeeeeequuemmfiiiiiimmmmm!!!Vamuuuuuun eeeesssssssaaaaa!!!!

O Diário de um Elfo

Estou sentado, sentado só, em uma mansão gigantesca e tão repleta de pessoas que não consigo avistar o seu fim. Estou esperando a minha vez, a vez de retornar, retornar para a vida e deixar este enfado que me consome a tanto tempo. Uma espera que não sabemos quando termina mas sentimos quando está aproxima.
 
Estou nos domínios de Námo, Mandos, Senhor dos "mortos", estou nos templos de Mandos, lugar onde não se vê o tempo passar mas o tédio da mesmice sempre chega.

Sinto que está próximo da minha vez, sinto finalmente que Manwe virou seus belos olhos claros em minha direção e que agora me acompanha nesse dolorido descanso, logo retornarei e junto também irão muitos, não enxergo como está lá fora, mas suponho que está chegando o momento em que saberemos quem será o vencedor e o vencido nesta guerra que já dura tortuosas Eras, pois logo o Senhor do Escuro regressará, sua maldade não pode alcançar estas terras, mas ela pode ser sentida, em seu semblante o flame de ódio que queima tudo por onde passa e com ele virão seus demônios de terror e virão também os seus orcs asquerosos os mais cruéis de seus comandados, falo do retorno de Sauron que a tempos atrás tornousse uma sombra de seu mestre, está chegando, chegando a hora onde muitas sinas terão seu desfecho, não sei se meu destino está ligado a esses acontecimentos, mas logo saberei. Talvez retorne agora para esta ou talvez para a mais histórica das batalhas, o que me espera não sei, mas enfrentarei até que acabe.

Glorfindel

 

Diário de Glorfindel 1

Dia 1 – Decidi contar para  Arwen que  Elrond anda roubando as roupas dela. Quem sabe assim ela não desiste do  Aragorn e reata o noivado comigo?

Dia 2 – Elrond descobriu meu plano e me botou para fora de Valfenda. Tive que ir procurar o ladrão do Aragorn e os 4 hobbits idiotas.Pelo menos assim apareço no livro.

Depois: Tive uma idéia! Vou contratar os nazgûl para dar uma lição neles!

Dia 4 – Não encontrei os idiotas, e os nazgûl ainda não apareceram. O serviço de delivery de Sauron ta cada dia pior.

 

Dia 5 – Perdi o berilo que Legolas me deu na Segunda Era… Devia ter ficado com ele e não ter tentado nada com Arwen. Espero que a pedra não caia nas mãos de Aragorn…

Dia 6 – Achei o ladrão e os 4 patetas.Aragorn além de estar com a minha pedra usa a doença do portador do anel como desculpa para ficar perto dele. Aquele pervertido tarado por hobbit! Espera até Arwen saber! Bem, Sam vai mata-lo mesmo…

Depois: Os nazgûl finalmente apareceram. Convenci Aragorn a ficar para trás e deixar Frodo ir sozinho na frente. Emprestei Asfaloth para ele. Espero que o cavalo esteja bem treinado para joga-lo longe.

Dia 7 – AAHH! Asfaloth me traiu!! E está todo sujo com o vômito de Frodo! Se ele soubesse o quanto de alvejante que eu gasto para deixar o cavalo daquele jeito!!

Dia 12 – Tive que ir no fracasso da festa do Elrond. Legolas não acreditou na história da pedra, disse que achava que eu tinha dado para Haldir. Eu não vejo Haldir há séculos, mas ele também não acreditou e me deu um tapa na cara.

Dia 13 – Tanto Legolas quanto Elrond querem me matar. Arwen não acreditou que Aragorn é um pervertido e agora também quer me matar! Não tem um único elfo em Valfenda que me queira? Desisto de elfos!! A propósito, já viram os músculos de Boromir?

Dia14 – Boromir me rejeitou depois de uma noite! Mal tive tempo de tocar a corneta de Gondor! Para completar, recebe um e mail do gordo barbudo do Peter Jackson dizendo que eu não vou aparecer no filme! E adivinhem quem ele vai colocar no lugar: Arwen!! Não dá para confiar em ninguém!

Dia 15 - Tive um papo com o Balrog de Moria. Todos acham que nós nos matamos em Gondolin, mas não foi bem assim. Vou ver se ele leva todo mundo para o abismo.

Dia 17 – Parece que o Balrog tinha um caso mal resolvido com Gandalf , e levou só ele. Tenho que ver meus contatos em Lórien.

Dia 18 – Haldir não aceitou minha proposta de matar todos, só por causa de um dinheirinho que eu estou devendo para ele de um alinha para tratamento de cabelos claros que eu comprei quando ele revendia cosméticos. Legolas também comprou, tão pouco pagou e vai ter sua vida salva!Isso não está me cheirando bem.

Dia 19 - Galadriel me disse que realmente Haldir quer algo com Legolas, deu até umas roupinhas novas para ele. Só que Legolas está interessado naquele anão que passou o dia todo brincando de Esconda o elmo com Celeborn. Galadriel me chamou para passar uns tempos lá, mas eu estou meio indeciso quanto à vida…

Dia 20 – Aceitei a proposta de Galadriel. Pelo menos assim eu tenho Haldir por perto para possíveis eventualidades…

Diário Secreto de Gandalf O Cinzento

Dia Um: No Condado. Vista exuberante de beleza inocente e pastoral. Foi impressão minha, ou Frodo estavade bobeira no campo se masturbando antes que eu aparecesse?
 

Dia Dois: A festa de Aniversário de Bilbo melhorou depois de um aumento substancioso de erva de hobbit. Todo mundo tão agradável. Bilbo agradável também. Luzes tão bonitas. Frodo também não é nada mal. Hobbits são tão cuti-cuti. Opa. Foi mal.

Dia Três: Mal estar de uma tremenda ressaca. Vou para Minas Tirith para tomar uma aspirina.

Dia Doze: Fui ao Saruman para me aconselhar sobre o Anel mas ele tinha se tornado mau. Ninguém me conta nada. Aparentemente havia um memorando. Radagast o Marrom provavelmente roubou o papel da minha caixa de entrada.

Dia Treze: Preso no topo da torre. Grande vista, mas essa constante chuva de granizo não é boa para o chapéu pontudo. Estou me divertindo mesmo é cuspindo nos Orcs lá embaixo.

Dia Quatorze: Visitado novamente por Saruman, que tentou criar um clima. É ruim, hein!

Dia Dezesseis: Estou só. Saruman talvez não seja tão sem atrativos afinal de contas. Se não fosse pelas essas narinas gigantes reluzentes e unhas como garras enormes …tá, você achou que eu poderia ter esquecido que ele mau antes.

Dia Dezenove: Escapei. Estou em Valfenda. Sam ligeiramente fora de controle. Continua dando banhos em Frodo. Elfos agora enjoados de tanto cheiro de espuma de morango. Elrond ficando aborrecido.

Dia Vinte: Elrond decidiu despachar Frodo pois está cansado de nunca poder entrar no banheiro do primeiro andar. Grande bate-boca sobre o Anel. Concordei em ir com a Sociedade no caso de Sam querer decidir me dar um banho. Poderia precisar de um.

Dia Vinte e um: Aragorn está obviamente à fim de Frodo. Sam o matará se ele tentar qualquer coisa. Pedi a Sam para me dar um banho. Ele disse, "Ha ha, Senhor Gandalf, adorei a piada". Mané inútil.

Dia Vinte e três: Muito frio em cima de Caradhras. Aragorn ganhou briga a sobre quem iria carregar Frodo montanha à cima. Boromir emburrado. Se Legolas continuar se exibindo em cima da neve, posso ter que batê-lo com meu cajado.

Dia Vinte e cinco: Não quero passar por Minas de Moria, suspeito que o Balrog ainda está zangado pelo programa ruim que fizemos tempos atrás na Segunda Era.

Dia Vinte e seis: Em Minas de Moria. É, Balrog ainda bravo.

Dia Vinte e sete: Caí na sombra. Balrog é um bundão. Tive que fazer algumas coisas indescritíveis antes que ele me deixasse sair nas cavernas. Decidi não contar para o resto da Sociedade. Ao invés disso inventarei uma história sobre ter travado uma batalha enorme. Vou ver Elrond para tratar de queimaduras em terceiro grau em lugares bastante desagradáveis. Espero que Elrond não ria de mim. Se ele fizer, contarei para todo mundo sobre o fim de semana sacana dele com Sauron. Ha!

Diário de Frodo – 2ª Parte (ADT)

Dia Um:
Perdido em Mordor com Sam. Pouca comida, com exceção de Lembas. Dieta alta em carboidratos indo diretamente para as coxas. Calções muito apertados. Pequeno Frodo ficando assado. Moral sofrendo. Tenho pesadelos com Gandalf. Queria nunca ter sabido que ele usa meia arrastão. Muita informação, se é que você me entende.
 

Dia Quatro:
Ainda perdido. Tempo úmido fazendo a roupa de baixo agarrar nas coxas gordas. Preocupado se desenvolverei uma erupção cutânea séria. Queria não ter dado os calções maiores para Galadriel. Oh bem…tarde demais. Só temos Lembas para comer, mas Sam ainda carregando 80 quilos em frigideiras.
Sam um pouco obtuso, francamente.

Dia Seis:
Catinga horrível em Mordor. A princípio pensei que Aragorn estivesse na vizinhança, então percebi que era Gollum. Sam transtornado. Tentei explicar que "o canto de sereia" do Anel faz Sméagol ficar louco de luxúria e desejo pelo Precioso. Sam alegou entender tudo muito bem. Inexplicavelmente começou a tagarelar sobre ferramentas de jardinagem. Algo sobre fazer alguém de enxada, mas não pude seguir a linha de pensamento totalmente. Mané estúpido.
Queria ter trazido Gimli agora. Imagino se Gimli sente falta de mim afinal?

Dia Sete:
Gollum tentou pegar o Um Anel durante a noite. A procura no escuro desesperada de Sméagol inflamou a erupção cutânea da parte interna da minha coxa. Fiquei muito aborrecido. Ameacei Gollum com Ferroada.
Sam amarrou Sméagol e obviamente aprecia torturar o prisioneiro quase pelado. Não saiba que Sam era chegado nesse tipo de coisa.

Dia Nove:
Gollum nos conduzindo ao Portão Negro em troca de sabão aromático para refrescar tanga. Usei a Espuma de Banho de Morango que Sam pegou em Valfenda para fechar o acordo. Sam todo amuado pelo meu interesse em Sméagol. Não é nenhuma perversão, só quero descobrir se exposição prolongada ao Um Anel causa calvície masculina.

Dia Onze:
No Pântanos Mortos. Cheiro muito ruim. Algo como se estivesse a favor do vento enquanto Aragorn carrega lixo. Sam acha Gollum muito astucioso. Acho que Sam tem inveja porque Gollum continua magro com a dieta de peixe. Situação da assadura: Incomodando. Tenho que tomar banho logo.

Dia Doze:
Tentei tomar banho no pântano mas pessoas mortas muito brutas ficavam me incomodando. Quase me afoguei. Sam, a besta inútil, não ajudou em nada. Ao invés disso fui salvo por Gollum. Sméagol não é tão ruim. Tenho que tentar levar um lero com ele quando Sam estiver dormindo.
Situação da assadura: Na mesma.

Dia Oito:
Tive um papo agradável com Sméagol sob a luz do luar. Sméagol muito muito ansioso em agradar. Gosto muito quando ele me chama de Mestre. Sam tão contrariado que está ficando roxo. Talvez devesse ter escutado Pippin. Tenha que conversar com Gamgi sobre estar íntimo e possessivo demais.

Dia Nove:
Bombardeado pelo Nazgul Rei Bruxo. Honestamente! Foi só dar uma ficada lá em Amon Sûl e agora o Espectro nº1 vem todo possessivo. Tenho evitado-o como posso. Não atenderei seus chamados. Ele não entende uma indireta?

Dia Dez:
Sméagol trouxe dois coelhos fofinhos para mim. Mortos, mas fofinhos. Sam muito incomodado, mas fiquei alegre que ele ainda tenha as panelas. Sméagol muito transtornado sobre diferentes filosofias da arte culinária. Matará Sam se ele fritar alguma coisa.

Dia Onze:
Vi exército do Sul indo em direção a Mordor. Sam hipnotizado pelos Olifantes. Principalmente pelos apêndices gigantes dos Olifantes. Não parava de falar nisso. Sam bastante estranho.
Nota mental: Ver se ele não quer rachar comigo o pacote completo do Canal Erótico Hobbit..
DEPOIS: Seqüestrados, amarrados e vendados por homens mascarados vestidos de couro. Sam provavelmente está gostando disso. Pedirei a Sam para fazer qualquer ato inominável em troca de loção para assadura. Sméagol se foi. Obviamente não gosta desse tipo de coisa.

Dia Doze:
Estou sendo mantido cativo numa caverna úmida. Sam todo nervosinho. Eu mesmo tive que fazer atos inomináveis. Transaria com um Balrog agora mesmo por um pouco de hidratante e um fim de semana sujo em Osgiliath.
Outras notícias: Descobri que Boromir morreu. Nem Sam nem Faramir muito chateados com isso.
Situação da assadura: Descascando. Coça mais na hora de dormir. Sam ficou excitado e insinuou que eu estava polindo a Ferroada. Disse-lhe que eu estava afagando o Um Anel e saí para fazer xixi.
Espero poder dar um mergulho no lago. Preciso de um banho apropriado e alívio para a coceira. Tentarei passar a conversa no Faramir quando Sam estiver dormindo.

Dia Treze:
Quase consegui nadar agarradinho e pelado com Faramir ontem à noite mas Sam tentou enfiar a caçarola de ferro no "cofrinho" do Faramir.
A besta gorda está determinada a me ver morrer virgem! Quero ter um relacionamento sério antes de sofrer uma morte horrível na Montanha da Perdição. Estou muito aborrecido. Gamgi contratado para dar cabo das ervas daninhas, não para afugentar militares nus de mentes-abertas.

Dia Quarta:
Sméagol atraído pelo bando de Faramir. Sei que Sméagol não é chegado em sado-masoquismo ou sexo em grupo, mas talvez ele mude de idéia.

Dia Quinze:
Oh droga! Faramir descobriu tudo sobre o Um Anel. Agora o quer como aliança de compromisso. Está disposto a ter um casamento aberto mas Sam não concorda. Sam convencido de que continuaria fazendo todo o serviço doméstico – na cozinha e no jardim – mas não teria nem um pouquinho de romance. Provavelmente está certo. Se ele ao menos perdesse um pouco de peso, poderia ganhar algo mais.

Dia Dezesseis:
Osgiliath. Dia muito ruim. Confrontei o Nazgul persistente. Tentou me impressionar com sua nova montaria – Dragão preto novinho em folha. Tentei lhe falar que nosso caso tinha acabado. O Rei Bruxo ficou todo ressentido. Queria o Anel de volta. Até parece!!
Sam se intrometeu antes que pudesse resolver o impasse, então tentou me agarrar num canto. Ameacei enfiar Ferroada no nariz dele. Honestamente!
Pippin muito certo sobre Sam. Uma vez de volta ao Condado começarei a usar temporários de agências.

Dia Dezessete:
Faramir nos levou para a praia e enviou postal para Aragorn. Muita consideração de Faramir em fazer com que Aragorn saiba que estamos bem.
Consegui dar umas rapidinhas com o robusto Capitão Gondoriano enquanto Sam estava fora pegando sorvete. Faramir muito doce. Muito muito ansioso em agradar. Tenho que tentar arrumar para ele um daqueles globos com neve numa loja de souvenirs da Montanha da Perdição.

Dia Dezoito:
De volta ao caminho para Mordor. Sméagol à distância. Provavelmente ainda chateado comigo por ter tentando um ménage à trois com ele e Faramir. Todos os Portadores do Anel se tornam tão irritados?
Sam está sendo um tremendo baba-ovo. Constantemente oferecendo-se para ajudar a apl
icar a loção. Pode ser. Está difícil achar boa ajuda nestes dias.