Arquivo da categoria: Diários

Diário de Gollum

Dia Um
 
Saí em disparada para assistir a reunião dos Pervertidos Tarados por Hobbit Anônimos nas Montanhas.
 

Dia Cinco

Mantido cativo por orcs em Barad-Dur. Tenho sido forçado a assistir "Flipper" vez após vez até contar-lhes onde o Anel está. Malditos métodos cruéis de tortura refinados durante milênios. Não ceda. Permaneça forte.

Dia Seis

Orcs trocaram o filme, agora é "Prova Final" repetidamente. Não pude resistir. Falei onde o Anel está.

Dia Oito

Escapei de Mordor. Tomei o caminho para o Condado. Estou muito desapontado pois ninguém nas últimas semanas respondeu ao anúncio pessoal colocado no Condado Semanal. "Sou desdentado, esverdeado, fedorento. Ex-hobbit de olhos azuis e de cabelos cacheados procura alguém que deve gostar de se agachar na escuridão, afagar jóias, e referir-se a si mesmo na terceira pessoa. Não fumante ".

Dia Dez

Finalmente alcancei o Portador do Anel em Valfenda, mas não consigo aproximar-me dele já que está sempre meio-submerso em uma banheira por um companheiro forte, e desenvolvi medo de água desde que fui forçado a assistir um filme de golfinho 300 vezes.

Argh! Morangos! Odeio morangos!

Dia Onze

Tentativa de me infiltrar no Conselho de Elrond disfarçado de anão de jardim fracassada. Fui guardado em um depósito pelo chato do Glorfindel, onde fiquei preso por horas enquanto Elrond experimentava todos os vestidos de Arwen na frente do espelho, enquanto murmurava algo sobre Legolas não ser afinal de contas o mais bonito. Que saudade de antigamente, quando os homens eram homens e anões eram anões, e elfos usavam calças compridas. Embora algo deva ser dito sobre o conjunto bota-e-saia do Legolas.

Dia Treze

Deixei Valfenda, seguindo Sociedade. Mandei uma carta anônima para Elrond contando-lhe que púrpura não cai bem nele. Espero ouvir os gritos de raiva por todo o caminho até a Estrada de Rohan.

Dia Quinze

Não possa acreditar que homens ainda usam a velha história "Soprar a Corneta de Gondor". Lembro quando os planos originais para ter o Xilofone de Gondor foram deixados de lado pelo Governador em favor da corneta de aparência idiota. Agora sabe-se porque. Muito ruim para o Herdeiro de Isildur que não tem nenhuma Corneta de Gondor (e hobbits não expressaram nenhum interesse na barba cerrada dele) uma vez que ele obviamente está a fim do Frodo. Sam o matará se ele tentar qualquer coisa.

Dia Trinta

Muito frio no topo de Caradhras. Todo mundo quer carregar Frodo montanha acima. Ninguém quer me levar montanha acima… Alojei-me na mochila de Legolas, mas todo aquele cheiro de perfume não foi bom para o meu estômago. Tenho andado enjoado por causa da coleção de produtos de cuidado de cabelo do elfo. Espero que ele não me note.

Dia Trinta Um

Muito escuro em Minas de Moria. Ruim para bisbilhotar. Tenho seguido os sons de Legolas que se queixa ruidosamente do estado da mochila dele e do ar úmido de Moria que é ruim para a pele dele. Gandalf colou chiclete no cabelo dele enquanto ele não estava olhando. Quase gosto de Gandalf. Sempre tem chiclete.

Dia Trinta Três

Encontrei com o Balrog em um salão subterrâneo elegantemente decorado. Balrog muito palerma. Ainda tem uma queda por Gandalf. Lhe disse que o melhor curso de ação era tentar discutir isto, explicar a Gandalf que enquanto eles forem duas pessoas extremamente diferentes, com sistemas de valor e estilos de vida que estão em oposição completa um do outro, o romance não vai dar certo. Balrog disse que isto parece conversa oca de Nova Era sem sentido. Disse ao Balrog para sair da Segunda Era, começar a viver o agora. Dia Trinta Quatro

A conversa entre o Balrog e Gandalf não foi tão boa quanto esperava e resultou na morte trágica de ambos. Talvez eu não seja tão bom consultor sentimental assim. Espreitei e observei a grande troca de abraços dos hobbits nas pedras. Ninguém nunca quer me abraçar, só porque sou disforme e coberto com limo, tão injusto. A aparência de Gimli não é tão melhor que a minha mas mesmo assim ganha uns apertinhos do Boromir.

Dia Trinta Seis

Em Lothlorien. Tentativa de atrair o Hobbit Reserva Indistinguível para longe do Portador do Anel com uma isca de cenouras foi por água abaixo quando Legolas achou as cenouras e as usou para fazer máscara facial. Aragorn contou que estava envergonhado por ser visto com ele enquanto estivesse com o rosto coberto com aquela papa de cenoura. Legolas reclamou que ele não está ficando mais jovem. Aragorn lembrou que também não estava ficando mais velho.

Dia Trinta Nove

Ninguém quer nada comigo. Não posso agüentar. Vou escorar o Portador do Anel em Mordor. Talvez depois de morder e arrancar fora o dedo com o Anel, ele não se importe em jantar comigo. Só tenho que planejar como me livrar de Sam primeiro.

Diário de í‰omer

Dia Um:
Orcs orcs orcs! Tipo, não tenho uma folga com meu cavalo e ainda estou treinando-o a usar um remo.
 

Dia Dois
Théodred quase morto. Otário. Tipo, isto vai pegar MUITO mal no meu currículo.

Dia Três:
Cavalgando para Edoras com o filho quase morto do Rei Théoden. Estou ficando assado, mas tipo, estou gostando disso.

Dia Quatro:
Uau. Tipo, é um camarada realmente pálido e feio esse novo assistente pessoal do Rei Tio, e cara… Tio Rei parece um maracujá de gaveta. Não vou com os cornos do A.P. Grimy.
Íngua de Cobra está totalmente caidinho por Éowyn, mas você conhece minha irmãzinha. Olhe, mas não toque.
MAIS TARDE:
Fui exilado. Então, cavalgando para o Norte para um rodeio. Eu sou o locutor convidado. Viva eu!

Dia Cinco:
Matamos um grupo de orcs. Queimamos eles. Assamos marshmallows na fogueira no desjejum, mas eles ficaram com um sabor rançoso de orc. Tivemos que apelar para pastilhas de hortelã.

Dia Seis:
Conheci um sujeito – Arrogante filho de Aerosmith, ou algo assim, e o elfo mais abicharado que você possa imaginar. As raízes dele REALMENTE estavam aparecendo. Tentei não dizer nada.
Notei o anão Gimli "ajeitando o machado" e só então percebi que ele parece/age como o meu primeiro pônei! Pequeno. Cabeludo. Vestido de couro. Coçando-se muito. Um Rohirrim nunca esquece sua primeira montaria. Estou totalmente a fim dele. Tipo, será que Anões podem manejar machado como remo?
Tentei dar em cima do anão. Quase levei com as flechas do Elfo no meio dos olhos.

Dia Dez:
Não consigo tirar o anãozinho da cabeça. Melhor que ser um pervertido tarado por hobbit, certo? Mas que diabo é um hobbit afinal de contas? Mandarei um recado para mana Éowyn em Edoras. Peça ao Anão o endereço dele. Tipo, depois do rodeio, posso marcar uma fim de semana com ele em Osgiliath ou algo assim.

Dia Treze:
Gandalf apareceu naquele fofoqueiro do Scadufax, tagarelando sobre Elfos e clareador e algo sobre 10.000 orcs e uma carnificina.
MAIS TARDE:
Gimli precisa de mim!! Só quero subir na sela e ir, tipo AGORA, mas Mithrandy precisa passar no mercado para comprar uma dúzia de meias arrastão brancas e condicionador anti-frizz para o cabelo dele.
Pedi ao Mago para apanhar 34 galões de pomada para assaduras para 2000 Rohirrim doloridos.
Me deu um olhar tão frio que meus mamilos ainda doem.
Remos totalmente fora de cogitação até que a estúpida assadura se vá.

Dia Quinze:
Tipo, salvamos totalmente o dia. Orcs perseguidos até a floresta. Orcs abatidos por Árvores de Fangorn. Não saiba que as árvores eram chegadas naquele tipo de coisa. Transaria com um Balrog para ter dois minutos a sós com Gimli mas tivemos que cavalgar até um monte e encarar a Montanha da Perdição ao longe enquanto o Mago fazia um discurso chato sobre Hobbits, esperança, mal, algo assim. Então ele deu o clareador para aquele Elfo afeminado e exigiu que o Elfo fizesse algo inominável primeiro. Elfo ficou p. da vida.
Recado enviado para Gimli. Espero que anão saiba ler.

Dia Dezessete:
Uau! Tipo, anão não só tem gosto de galinha, como sabe todos os tipos de truques exóticos com cordas.

Dia Dezenove:
Segui Gimli até Isengard. Ele montou com o recentemente clareado Elfo. WAH!! Estou triste.
Não. Estou muito p. da vida. Anão não é uma conquista barata, e apesar do grande salvamento, Tio Rei não deu aumento de salário.
MAIS TARDE:
Encontrei Hobbits. Tipo, os camaradinhas tinham Gimli na palma da mão. Anões aparentemente fazem qualquer negócio por carne de porco salgada.

Dia Quatorze:
Merry decididamente não é chegado em remo.
Relutantemente aprendi um jeito novo de esconder grande raiz leguminosa.

Dia Dezesseis:
Tipo, Pippin tentou surrupiar o saco do Mago e terminou encontrando com Palantir e Sauron. Gandalf teve um faniquito e rasgou a meia arrastão. Foi embora com o hobbit para Minas Tirith. Aposto que Scadufax contará depois detalhes da cenoura.

Dia Dezenove:
Guerra em Minas Tirith. Rei Tio supostamente morto pelo Rei Bruxo, mas Éowyn deu uma de esperta. Acho que Éowyn é uma pervertida tarada por hobbit. De repente ávida por cenouras e não são para seu cozido horroroso.
Arrogante sumiu há alguns dias atrás, mas tipo, apareceu com um grupo de camaradas mortos verdes e brilhantes. Tipo, se você cheira mal daquele jeito, provavelmente é o único modo de arrumar um encontro. Gimli ainda montando com aquele elfo convencido e horroroso. O que é o elfo tem que eu não tenho?

Dia Vinte e Um:
Guerra no Portão Negro foi totalmente deprimente. Gimli AINDA montando com o Elfo. A perua da Floresta das Trevas está apoiando o fedorento Arrogante. Arrogante olhando para a Montanha da Perdição lamentando sobre algum hobbit que ele está à fim chamado Frodo. Francamente, pensei que as Forças Gondorianas fossem mais viris.
MAIS TARDE:
Estou só. Eu ainda tenho cavalo. Ainda tenho cenouras do hobbit. Cavalo gosta de cenouras. Se eu for flexível o bastante, talvez funcione…

Dia Vinte e Três:
Guerra ganha. A águia gigante fez mais sucesso que o Elfo. VIVA À ÁGUIA!!
Dia Vinte e Quatro:
Tenho acesso à conta bancária do Rei de Rohan mas percebi que está totalmente sem dinheiro e não posso sustentar o anão de maneira adequada. Théoden provavelmente torrou tudo em maquilagem ruim e vídeos da PlayEorlingas.
Ainda tenha a cenoura. Espere converter o Anão a filosofia Vegetariana.
MAIS TARDE:
Fui até o quarto de Gimli e o Hobbit Frodo montava loucamente o Garanhão Caolho. Estou arrasado. Se soubesse que Anões eram tão safados nunca teria me interessado por um.
Éowyn se divertindo com o Pervertido Capitão Gondoriano Faramir e o Hobbit Merry.
Tipo, fiquei sem fala! Vou acabar como o Tio, de bengala, e fumando até ficar com o nariz do tamanho de Edoras.

Dia 25
Hobbit Sam muito interessado em acessórios de couro, remo e truques com cordas. Brinquei de "Selar o Pônei" até amanhecer. Bebedeira Pós-guerra não foi uma perda total. Talvez faça uma assinatura do Canal Erótico Hobbit. Tenho que convencer Éowyn a me dar um empréstimo. Onde será que ela está conseguindo todas aquelas jóias ultimamente?
MAIS TARDE:
Anão quer ménage à trois com o Elfo.
Não vou! Não vou! Não vou!!
OK, talvez.
MAIS TARDE AINDA:
Elfo não é tão mau afinal de contas. Me deu um chapéu muito bonito.
VIVA EU!

Diário Secreto de Cevado Carrapicho

Dia 36:
Como foi o meu dia hoje: Estranho.
Gandalf, o velho barbudo e chato veio até aqui falar comigo e pediu (Sabia que ele iria pedir alguma coisa, ele nunca vem aqui sem alguma intenção!) para eu levar uma carta até o Condado. Mas que cara folgado! São uns 200 km daqui até o Condado e se eu mandar por correio, vai ficar muito caro e eu vou perder meu precioso dinheiro.
Deixei a carta na gaveta

 

 
 
Dia 40:
Como foi o meu dia hoje: Relaxante, Muito bom e feliz.
Ahh! Como fazia tempo que eu não tinha um dia desses! Hoje é o meu aniversário e por isso fechei a estalagem e mandei Bob massagear minhas costas enquanto eu ficava deitado contando meu precioso dinheiro e Nob ficava aparando meu bigode.
Alguns bêbados reclamaram de eu ter fechado a estalagem, mas fazer o quê? Eu estava totalmente relaxado lá dentro de um quarto, em uma cama macia e comemorando meu aniversário com Bob e Nob e nada (Nada mesmo!) poderia me interromper.

Dia 46:
Como foi o meu dia hoje: Normal, mas estranho.
Hoje um tal de Passolargo (Metido pra caramba) veio até aqui dizendo que queria falar com Gandalf, falei que ele não estava então o cara foi embora.
O pior foi que eu lembrei de alguma coisa quando o nome Gandalf veio a minha mente…
Ah, verdade, a carta de Gandalf, mas ela ainda está na gaveta.

Dia 54 e 55:
Como foi o meu dia: No começo do dia foi normal, mas no fim o dia foi assustador!
Hoje de manhã o tal de Passolargo Metidão veio novamente e mais tarde chegaram quatro hobbits do Condado pedindo para mim avisar Gandalf que eles chegaram, mas falei que não via Gandalf fazia seis meses para não ficar nada suspeito se os hobbits falassem sobre a tal carta. Não tirei a carta da gaveta.
O final do dia foi terrivelmente assustador! Veja só o que aconteceu, Querido Diário: Passolargo me ameaçou e eu então dei a carta, depois eles pegaram vários travesseiros e lençóis que foram estragados (Mais despesas para mim) por aqueles terríveis cavaleiros negros e ainda por cima pediram emprestado meu precioso dinheiro para comprar um pônei.
Jurei para mim mesmo que quando eu visse aqueles hobbits folgados e aquele Passolargo metido eu colocaria veneno nas cervejas deles. He, He, He, como eu sou mal.

Dia 67:
Como foi o meu dia hoje: Assustador.
Hoje enquanto eu passeava pelas ruas de Bri vi algo assustador: Gandalf vindo na direção da minha estalagem!
Entrei rapidamente na estalagem e mandei Bob colocar um bigode e uma peruca ridícula e ficar atendendo os clientes dizendo que ele era o Cevado Carrapicho, dono da estalagem (Ou seja, eu!) enquanto eu me escondia em algum canto para não ser percebido por aquele velho barbudo.
Coitado do Bob, Gandalf deve ter perguntado alguma coisa sobre a carta, mas ele não sabia de nada!
Mas como eu sou esperto He, He, He! Espere aí… Aquele sapo me parece familiar! Bob!

Diário de Elladan

Dia 1 – Brigas em  Valfenda. Quando é que meu pai vai parar de roubar as roupas de  Arwen? Desde a Segunda Era que todos tentam convence-lo que ele não fica bem de roxo, mas não dá certo!

Dia 2 – Toda essa confusão sobre moda terminou com Arwen de cara amarrada e Glorfindel sendo despachado para bem longe. Acho que vou andar por aí também.

 

 

 

Dia 9 - Na Floresta das Trevas. Fui direto para o bordel de Dol Guldur. De lá se controla também todas as plantações ilegais da erva dos hobbits nas "zonas escuras" da floresta. È impressionante como Thranduil consegue manter tudo debaixo dos panos

Dia 10 – Hoje achei a criatura mais atraente da Terra Média em Dol Guldur. È loirinha de olhos azuis e bem safadinha. Tenho que manter segredo…

Dia 11 – Ouvi falar que Aragorn está em Valfenda. Tenho que contar para ele imediatamente que descobri que Thranduil tem convites extras para a Valinor Fashion Week.

Dia12 – Aragorn logo que soube dos convites quis voltar para a floresta, mas não adiantou muita coisa, pois um prisioneiro dos elfos roubou os convites e fugiu. Parece que se chama Gollum. Aragorn aparentemente já andou caçando essa criatura antes, talvez para a

Dia 15 – Conselho de Elrond. Meu pai definitivamente não sabe dar uma festa. Espere! A coisinha de Dol Guldur está aqui! È Legolas, filho de Thranduil! Será que ele tem convites também?

Dia 16 – Legolas realmente tem convites, mas nem eu nem Aragorn conseguimos nada. Pensei em chamar Glorfindel para ajudar, mas eles tiveram uma discussão fenomenal mais cedo. Aragorn também não ajuda! Fica o tempo todo atrás de Frodo! Pervertido tarado por Hobbits! Sam vai mata-lo se ele tentar algo.E Arwen nem percebe…

Dia 17 – Adivinhem para quem Legolas vai dar os convites?! O anão do Gimli. Quem ele teve que subornar ( e como ) para conseguir permissão para um anão entrar em Valinor eu não sei, mas…

Dia 18 – Ninguém mais tem convites extras.Tenho que caçar o tal do Gollum.

Dia 20 – Gollum ta perseguindo a Comitiva, e Aragorn tentando pegar ele por conta própria. Já aumentou a concorrência!

Dia 25 – Fui atrás de Gollum, mas não consegui passar de Lothlórien, porque Haldir mandou fechar cerco, já que ele também tem os convites. Já to começando a achar que é melhor juntar todo mundo que quer os convites e arrumar outro jeito de entrar. Vamos fretar um barco de Círdan, e Manwë ou Finarfin devem ter algum ponto fraco…è, vou avisar todo mundo.

Diário Secreto de Frodo

Dia 1: Sinto-me muito melhor na Casa de Elrond depois de um longo e agradável cochilo. Também, Sam me fez uma massagem nas costas e me deu um banho de espuma fabuloso. Amor fraterno e platônico é tão maravilhoso. Ainda não sei por que ele precisou chupar meus dedão do pé, mas estou certo de que tem algo que ver com o medicamento élfico.
 
Dia3: Concordei em levar o Anel para Mordor. Pensando bem, provavelmente uma péssima idéia.

Dia 4:
Aragorn e Boromir tiveram uma briga feia sobre quem iria me carregar na subida do Monte Caradhras. Aragorn empurrou Boromir num monte de neve. Boromir mordeu Aragorn na orelha. O Anel os está afetando mais seriamente do que eu pensava.

Dia 6: Acordei com Aragorn brincando com os botões da minha camisa. Ele deve estar atrás do Anel. Dane-se se o alarme tocar. Ah bem, Sam o matará se ele tentar qualquer coisa.

Dia 10:
Hoje Legolas começou a acariciar a parte interna da minha coxa com o arco dele. Estava fora de si. Não tinha idéia de que Legolas queria o Anel também. Deve ser realmente um objeto de poder tremendo.

Dia 11: Gandalf me mostrou um truque muito estranho que ele sabe fazer. Aparentemente o chapéu pontudo do mago não é só para enfeitar. Imagino se o Anel está afetando, ou talvez ele é só muito excêntrico.

Dia 24: Finalmente me sinto descansado. É muito escuro em Minas de Moria para Aragorn me achar e me beliscar como ele tem feito ultimamente. Gandalf caiu nas sombras. Foi triste ver o chapéu pontudo ir.

Dia 27: Lothlorien é tão bonita. Galadriel também é. Ofereci à ela o Um Anel, mas ela continuou dizendo, "Não, há outra coisa que eu queria de você, Frodo Baggins", e tentando deslizar o pé para dentro das pernas das minhas calças. Então, lhe dei meu par extra de calças, já que ela parecia tão apaixonada por elas. Talvez há algum tipo de escassez de calças em Lothlorien.

Dia 30: Remado todo o dia em barcos. Muito cansado. Merry e Pippin ofereceram-se para me dar uma massagem em grupo. É adorável ter amigos tão preocupados. Bom saber que o Anel não está afetando-os. Embora não precisasse esfregar tanto assim atrás, nem outras partes. Pippin se lembra que nós somos primos, certo? Certo?

Dia 33: Boromir tentou levar o Anel. Não estou completamente certo, mas estou bastante desconfiado que ele também tentou me abraçar. Estava muito indefeso, já que Boromir é bem grande.

Dia 36: Todomundo continua tentando me agarrar. Não agüento mais. Vou fugir para Mordor. Sam também vem. Legal, assim poderei ter mais dessas massagens nos pés fraternas e platônicas que ele faz tão bem. Estou triste em deixar o resto da Sociedade, entretanto, me achei cogitando a idéia de dar em cima do Gimli. Tranças cheias e capacete enorme realmente me deixam louco. Ah, bem, ele nunca gostou de mim mesmo…

Diário de Grí­ma Lí­ngua de Cobra

Dia Um: Ganhei o posto de Assistente Pessoal do Rei Théoden de Rohan em Edoras. Usei o meu melhor pretinho de veludo para a entrevista mas não tive tempo de lavar o cabelo. O Rei pareceu não notar já que a maioria da população de Edoras é grotescamente mais desleixada em comparação a mim. Cheguei um pouco tarde também, mas ninguém se interessou pelo Orc Grátis. Disse ao estúpido do Saruman que todo o mundo prefere o pão de queijo com molho de alho, mas ele me escuta. Nãããooooo!

 
Dia Dois: Usei a linha de cosméticos Saruman ‘Mão Branca’ em Théoden. O velho convencido não identifica fresco e jovem de uma latrina. Como incompetentes como esse conseguem ser rei? Se ele pode, eu também.

Dia Três: Encontrei a Guerreira Selvagem Éowyn. Terei sonhos loucos por meses. Estou contente por ter trazido algumas mudas de ceroulas pretas de veludo. Espero que este fim de mundo repugnante tenha uma lavanderia a seco respeitável e discreta.

Dia Quatro: Éowyn perguntou por que me chamam Língua de Cobra. Ofereci uma demonstração grátis que a deixou toda nervosinha. Seus ‘faróis’ acenderam durante seu piti. Sorte que minha bata de veludo escondeu meus países baixos. (Já estou no último par de ceroulas limpas. Nenhuma lavanderia ao redor. Nenhum salão para ter uma lavagem de cabelo decente. O clima está me fazendo pálido como um Michael Jackson . Francamente, Saruman não me está pagando o suficiente para isto.)

Dia Cinco: Éomer banido de Rohan. Woohoo!! Théoden totalmente sob influência de Saruman. O filho choramingão do velho babão morreu e ele nem mesmo ligou. Saruman TEM uma voz aveludada bastante sensual. E aquelas unhas! E… er…
Nota mental: Hmmmm. Talvez deva deixar de usar as fitas-hipnóticas que Saruman empacotou em minha bagagem para minha educação’. Suspeito que o pervertido velho safado possa ter intenções imorais para comigo.
Lado bom: com Théoden mantendo Saruman ocupado, tenho tempo para trabalhar nas defesas da guerreira selvagem. Quase hipnotizei-a mas ela disse que ‘minhas palavras eram veneno.
Outra nota mental: Tenho que achar uma loja de conveniência e comprar pastilhas para o hálito. Sem pressa. Tenho muito tempo. Estou bem como Rei agora.

Dia Seis:
Oh raios! Gandalf.

Dia Sete: Fugi de Edoras a cavalo. Gandalf apareceu e estragou todo o meu árduo trabalho. Lavou todos os cosméticos de Théoden enquanto o anão amuado, sonolento, estúpido me acuava à distância. Pior de tudo – um barbado repugnante vestido em roupas de couro bregas colocou seus braços vigorosos ao redor da MINHA guerreira! Bastardo enervante. O velho rei convencido lançou A MIM degraus abaixo! O lábio está cortado, meu bumbum delicado está todo machucado – também por cavalgar num pangaré relutante por 70 milhas.
Nem mesmo tive tempo de empacotar meu último par limpo de ceroulas. Estar assado é algo terrível. Rohirrim estúpidos! Aposto que quando eles se assam eles secretamente sentem prazer com isso. Estou voltando para Isengard. Espero que Saruman não fique chateado com a perda das fitas de hipnose dele.

Dia 10: Isengard fede como uma privada de orc. Porém, não cheira tão mal quanto o couro do Guardião Barbado. Pelo menos eu tomo banho todo mês ou quase. Estou certo de que alguns dias inalando aquela catinga fará Éowyn lamentar por ter sido tão difícil comigo. Espero ter uma segunda chance com ela quando a guerra acabar.

Dia 11: Contei a Saruman que Théoden fugirá como um grande bebê chorão para o Abismo de Helm. O lugar é uma beleza para para sitiar, é claro. Saruman nunca faria uma besteira dessa. A Guerreira Devassa estará presa lá com aqueles típicos Rohirrim desleixados, vestidos de couro e saturados de testosterona. Me dá tempo para uma chegadinha rápida numa loja para comprar algumas roupas de baixo novas, alguns horas de bronzeamento artificial e uma lavada de cabelo decente. Só aparecerei depois da guerra e ela estará implorando um limpo, hálito puro EU.

MAIS TARDE: Saruman tem um ENORME exército Urak-hai de fazer cair o queixo. Não os notei no caminho para cá. Não posso acreditar que não notei um exército de dez mil híbridos de Orcs-Elfos marombados escassamente-vestidos. (Aplicações do símbolo da Mão Branca muito mal feitas. Posso ter que abrir um seminário de de como usar cosméticos.)

Dia 12: Estou muito perturbado para cuidar do asseio pessoal. Saruman muito aborrecido com as fitas e cheio de si por criar um exército para Sauron. Queria me mostrar mais uma de suas experiências químicas. Disse que estava com enxaqueca. Ele ofereceu-se para usar uma fantasia de guerreira. Eu não direi sim. Eu não vou…
DEPOIS: Maldição… como ele me leva a esse tipo de comportamento sórdido?

Dia 16: Nenhuma notícia do Abismo de Helm.
DEPOIS: Grupo de Ents zangados apareceu e inundou totalmente o lugar. Aparentemente Barbárvore ficou um pouco alterado por uma de suas ex-namoradas ter virado um andaime. Lembrei Saruman sobre ele ter dito o latido de um Ent é pior que sua mordida , mas ele não tem falando muito estes dias. Lado bom, fedor de Orquinho chato se foi.

Dia 17: Saruman furioso. Um descuido mesmo – o seguro dele não cobre dano por inundação. Também, só agora pouco ele notou que quebrou uma unha durante a brincadeira da fantasia de guerreira. O homem está intolerável. Só estou tentando ficar fora do caminho.

Dia 20: Espiando os Ents. Vi hobbits montados na cara de Barbárvore. Aprendo algo novo toda semana. Não saiba que Ents eram chegados nesse tipo de coisa.
Queria lavar o cabelo mas a pressão da água de Isengard foi pro espaço.

Dia 21: Imagino o quanto Éowyn sente falta de mim?

Diário perdido, e lido por papai e mamãe, de Bill, O Pônei!

DIA 10:

Não agüento mais aquela Samambaia! Vive me tratando mal!

Não deixa nem eu passear, me mantém preso, e me dá comida uma vez a cada 2 dias…

Nunca mais vi uma "pôneia"… Estou com saudade dos meus tempos de pônei adolescente, era forte e fazia maior sucesso com as "pôneias"…

Doce lembrança!!!

 
DIA 21:

A "Samambaia" me vendeu! Eu tenho novos donos, uns hobbits! Mas têm um que se afeiçoou a mim, o Sam! Mas ele é meio estranho…Vive me acariciando…Tô com medo do Sr. Frodo sentir ciúme do Sam comigo…"Ei, Sr. Frodo, eu sou espada, viu?" Eu falei para ele, mas acho que ele não entendeu…

DIA 24:

Minha vida não melhorou muito…mas agora, eu tenho muita comida, e todo dia! Em compensação, virei um pônei de carga! Minhas costas doem muito, acho que estou ficando velho!

A viagem tá sendo ruim, ainda não vi nenhuma pôneia ainda! Snif…

DIA 33:

Me mandaram voltar…Pôxa! Agora eu estava gostando, eu não queria voltar!

Eu queria ser um pônei andarilho…queria conhecer vários lugares, e ir a Valfenda! Quem sabe eu não casasse com uma "pôneia" elfa!?… Hum…Ela seria linda!

Mas agora, *snif*, terei que voltar, *snif*, e ficar com aquele estalajadeiro gordo! Buáááááá!!!!

DIA 45:

A minha vida está tão aziada…Preferia ser o pônei de carga, e viajar, e conhecer muitos lugares, belos e especiais como Valfenda.

E conhecer uma "pôneia"…

Ou quem sabe, pegar uma onda no mar…

Ficarei só na vontade…

DIA 55:

Irei EMBORA! Irei embora! Vou morar com meu querido Sam! Morarei no Condado, mais perto do mar…Quem sabe não realizarei meu grande sonho, e pegarei uma onda!!!

Yuhuuu!