Arquivo da categoria: Notí­cias

valinor

Representantes dos estúdios falam sobre Peter Jackson na direção de O Hobbit

Depois que as filmagens de O Hobbit ganharam o tão esperado sinal verde  – fevereiro de 2011 – e depois que Peter Jackson foi confirmado como o diretor das duas partes do prequel de O Senhor dos Anéis, os representantes dos estúdios New Line Cinema, Warner Bros. e MGM resolveram falar sobre essa notícia tão aguardada pelos fãs.

Toby Emmerich, presidente da New Line, declarou:

“Peter [Jackson] é um cineasta de talento extraordinário. Tê-lo retornando à Terra-média para produzir e dirigir é um sonho. Peter é um talentoso contador de histórias, diretor visionário e pioneiro na tecnologia cinematográfica. Estar com Peter, Fran [Walsh] e Philippa [Boyens] nos faz sentir indo realmente ‘lá e de volta outra vez’”.

Para Alan Horn, presidente da Warner :

“Não há pessoa no planeta mais qualificada do que Peter Jackson para dirigir esses filmes.  Peter tem a visão criativa adequada para trazer esta amada produção à vida, de uma maneira que nenhum outro realizador poderia. E a equipe de Fran Walsh e Philippa Boyens provou, por meio de seu trabalho na trilogia original, que ninguém é mais hábil em transformar as palavras escritas por Tolkien em uma linguagem viva e vibrante que faz o público acreditar que não estão apenas visitando à Terra-média, mas, na realidade, vivendo nela. Nós não poderíamos estar mais ansiosos e empolgados para ver O Hobbit tomar forma sob a administração de Peter e da equipe que está montando”, declarou Horn.

Representando a MGM, o vice-diretor Steve Cooper também está animado com os filmes ganhando status de produção oficial. Disse:

“A MGM tem o prazer de continuar a desenvolver e participar da franquia de sucesso O Senhor dos Anéis. Sob a liderança de Peter, sem dúvida, os filmes certamente vão agradar os fãs da trilogia, além de trazer para essas histórias uma nova geração de fãs”.

O Hobbit está sendo co-produzido pela New Line (subsidiária da Warner Bros.) e MGM.  A Warner cuidará da distribuição dos filmes nos Estados Unidos; a MGM se encarregará da distribuição internacional.  

Falta agora uma decisão sobre a disputa entre o sindicato dos atores e Peter Jackson, que ameaçou levar a produção de O Hobbit para o Leste Europeu. Nesta última quinta-feira (14), as partes interessadas, em reunião mediada pelo governo da Nova Zelândia, concordaram em trabalhar juntas para atualizar as condições de participação para os artistas da Nova Zelândia. Matt Dravitski, assistente de Jackson em sua empresa Wingnut Films, disse ao The Dominion Post que “o anúncio sobre o local definitivo para as filmagens será divulgado em uma ou duas semanas”.

De qualquer forma, ainda que as filmagens sejam levadas para fora da Nova Zelândia, uma parte substancial dos efeitos visuais, bem como a pré e pós-produção ainda acontecerão em solo neozelandês, já que a Weta Digital, responsável por tudo isso, se localiza em Wellington.

Peter Jackson irá dirigir as duas partes de O Hobbit que serão filmadas simultaneamente, como ocorreu com O Senhor dos Anéis. A produção será em 3D e o lançamento ainda está previsto para dezembro de 2012 e dezembro de 2013, respectivamente.

Fontes: TORN e The Dominion Post

valinor

Warner e MGM chegam a acordo para início das filmagens de O Hobbit

Após uma série de atrasos e problemas, os estúdios Warner Bros Pictures e Metro-Goldwyn-Mayer (MGM) chegaram a um acordo para dar início em fevereiro de 2011 às rodagens do filme baseado no livro O Hobbit, segundo informou nesta sexta-feira (15) o site The Hollywood Reporter.

O Hobbit é a história que antecede a trilogia O Senhor dos Anéis, de J.R.R. Tolkien, uma das sagas de maior sucesso da história do cinema.

Em formato 3D, o longa será dividido em dois episódios, que têm datas de estreia previstas para dezembro de 2012 e dezembro de 2013. No entanto, os estúdios ainda não deram o “sinal verde” ao projeto, pois aguardam a solução de um conflito entre o diretor Peter Jackson e os sindicatos da Nova Zelândia.

O problema entre os sindicatos e três produtoras de Hollywood representadas por Jackson teve início quando os trabalhadores denunciaram que o cineasta não queria negociar diretamente com eles, nem fixar condições mínimas de trabalho.

A produção de O Hobbit sofreu grandes atrasos devido à situação financeira da MGM, que detém os direitos de distribuição internacional sobre o longa e é obrigada a cobrir a metade do orçamento, que ronda os US$ 500 milhões. Em maio, o mexicano Guillermo del Toro decidiu deixar a direção de O Hobbit devido aos constantes atrasos nas filmagens.

Segundo o jornal O Globo, Jackson insinuou, por meio de um comunicado divulgado pela Warner nesta sexta-feira, que O Hobbit deveria ser filmado em 3D desde o começo, e não repetir o erro de filmes como “Fúria de Titã” que foi filmado com câmeras convencionais e convertido para o formato 3D logo depois, algo que fez a Warner ser muito criticada por isso.

“A exploração da Terra Média de Tolkien vai muito além da experiência cinematográfica normal. Não vemos a hora de retornar ao mundo maravilhoso de Gandalf e Bilbo. É uma viagem de imersão total em um lugar muito especial, onde reinam a imaginação, a beleza e o drama”, disse Sir Peter Jackson no comunicado.

Cerca de US$ 30 milhões já foram gastos com a pré-produção de O Hobbit até agora.

Fonte: Terra Cinema

article-0-00fd0fc900000578-171_468x369_popup1-400x602

Martin Freeman confirma convite para O Hobbit

O ator Martin Freeman (“O Guia do Mochileiro das Galáxias” e série “The Office” original) confirmou em entrevista à revista Empire que recebeu um convite para viver Bilbo Bolseiro em “O Hobbit”. A grande surpresa é o que ator disse não, por causa das gravações da série “Sherlock”, da BBC – ele vive Watson na trama inspirada nos personagens de Arthur Conan Doyle, mas passada nos dias de hoje.

“Eu tive que dizer ‘não’ por causa da 2ª temporada de ‘Sherlock’“.

Ele ainda tem uma chance se a Warner Bros. conseguir negociar com a BBC uma data que concilie com as gravações da série com o filme. Freeman disse que ficaria muito feliz se a Warner e a BBC entrassem em acordo.

“Tive que recusar o papel com uma dor no coração. Eu gostaria de pensar que ainda há uma chance. Mas eu aprendi a não torcer demais em relação essas coisas. Vai rolar se tiver que rolar”, disse Freeman.

As filmagens de “O Hobbit” devem começar em 2011, mas ainda não têm data marcada. A produção do filme continua paralisada por causa dos problemas financeiros da MGM. Recentemente, Peter Jackson (trilogia “Senhor dos Anéis”) disse que em breve seriam divulgadas novidades sobre o filme, e que talvez ele assuma a direção.

Fonte: Pipoca Moderna

valinor

“O Hobbit” deve ser o filme mais caro da história do cinema

O filme “O Hobbit”, baseado no livro de J.R.R. Tolkien, deve bater o recorde de produção mais cara da história do cinema, de acordo com o jornal britânico Sunday Telegraph.

Com uma história que se passa antes da trilogia de “O Senhor dos Anéis”, o filme deve ser concluído com gastos de cerca de US$ 500 milhões (cerca de R$ 830 milhões).

O filme vai custar US$ 200 milhões a mais do que a terceira parte de “Piratas do Caribe” –o filme mais caro até agora– e praticamente o dobro do que custaram as três partes de “O Senhor dos Anéis”.

O orçamento foi inflacionado porque houve diversos atrasos e disputas legais, que atrasaram a produção do filme em diversos anos.

“O Hobbit” deverá ser dividido em duas partes e será dirigido por Peter Jackson. O filme deve estrear em dezembro de 2012.

Fonte: Correio do Povo

valinor

Premiê da Nova Zelândia deve intervir nas filmagens de O Hobbit

A disputa entre a produção de O Hobbit e o sindicato dos atores deve ganhar mais um protagonista: John Key, primeiro ministro da Nova Zelândia. O premiê anunciou que vai interferir nesta briga para garantir que O Hobbit seja filmado em terras neozelandesas.

Key resolveu assumir a frente desta intervenção já que a Warner Bros estaria procurando locais para filmagens na Escócia, Irlanda, Canadá e Austrália. O primeiro ministro disse que se sente preocupado caso as filmagens de O Hobbit não ocorra lá e, se for necessário, servirá de intermediário entre estúdio e sindicato dos atores.

O premiê destacou, ainda, que sediar as filmagens de um filme deste porte mexe com a indústria e emprega muita gente e acrescentou: “Se você perguntar aos estrangeiros se conhecem a Nova Zelândia, com certeza eles dirão que é o palco de O Senhor dos Anéis.”

Fonte: Cine Click

valinor

Produção de “O Hobbit” procura elenco em anúncio de jornal

Na semana passada, o ator Ian McKellen, o Gandalf da trilogia de O Senhor dos Anéis, informou que O Hobbit começaria a ser filmado em janeiro de 2011. E, ao que tudo indica, ele está certo. O Blog Noldor postou um anúncio, publicado pelo jornal The Dominion Post, que procura o elenco para o longa-metragem.

O Hobbit, prequel da história do Um Anel, será feito em dois filmes. Peter Jackson é o produtor dos longas em pré-produção, mas também foi convidado para assumir a cadeira de diretor – cuja resposta ainda não foi dada.

A história mostra como Bilbo Bolseiro, tio do jovem Frodo, encontrou o anel e conta também a trajetória, ao lado de Gandalf e alguns anões, no resgate de um tesouro roubado pelo dragão Smaug.

Ainda não há data oficial confirmada para começarem as filmagens – por enquanto, ficamos com o que McKellen disse: janeiro de 2011.

Fonte: CineClick

valinor

“O Hobbit” e “O Senhor dos Anéis”: a minissérie finlandesa!

Quem acompanha com certa regularidade as notícias publicadas na Valinor, deve se lembrar do Hobbit Russo: o livro e o filme!. Trata-se de uma bela publicação russa do livro O Hobbit e de vídeos curtos de uma produção do início dos anos 80, de baixo orçamento, da adaptação de O Hobbit para a TV soviética. Agora, trazemos para vocês outra preciosidade – e talvez também muito pouco conhecida –: O Hobbit finlandês!

Não se trata de mais uma produção amadora de fãs entusiasmados, mas uma produção live-action oficial e com atores profissionais, e tem até página no IMDb. Seu diretor foi o finlandês Timo Torikka. A série foi filmada em estúdio e as locações externas (todas filmadas na Finlândia) foram inseridas ao fundo das cenas, numa técnica até então nunca utilizada na Finlândia.

Apesar de ser intitulada Hobitit (Hobbits), a adaptação finlandesa mostra os eventos ocorridos em O Hobbit e O Senhor dos Anéis. Esta produção de 1993 também foi feita para a TV e exibida em forma de minissérie com nove capítulos:

1 – Bilbo, 2 – Road, 3 – Old Forest, 4 – Prancing Pony, 5 – Strider, 6 – Lórien, 7 – Mordor, 8 – Mount Doon, 9 – Liberation.

Podem conferir abaixo a abertura e cenas do primeiro capítulo com legendas em inglês. Mais vídeos aqui.

Para os que não gostaram da adaptação de Peter Jackson, está aí uma alternativa! Ou não?

Fonte: io9