Arquivo da categoria: Notí­cias

“O Hobbit”, a MGM e a interminável e chata novela

Enquanto a MGM tenta chegar num acordo com os estúdios interessados em sua compra e/ou em fazer uma parceria, o gigante falido está pedindo mais uma prorrogação para seus credores. É a sexta prorrogação de execução da dívida pedida pelo estúdio até agora, e que deve por volta de 4 bilhões de dólares. A extensão atual expira em 14 de julho próximo. A medida deve dar ao estúdio do Leão algumas semanas a mais para tentar concretizar os detalhes de sua reestruturação societária.

Enquanto isso não se define, continua a especulação para saber se o estúdio falido vai ou não vender os direitos de “O Hobbit” para seu parceiro no projeto, Warner Bros., cuja filial, a New Line Cinema, supervisiona o desenvolvimento do projeto com o produtor (e diretor?) Peter Jackson. Agora, a data para as filmagens foi jogada para janeiro de 2011. O projeto continua em pé, com lançamento nos cinemas ainda previsto para dezembro de 2012 e dezembro de 2013. Graças a Peter Jackson que parece ser um homem insistente, e aos esforços da Warner Bros. que financia 50% do projeto e foi o único estúdio a investir verbas na pré-produção até o momento. Porém, os executivos da MGM não querem largar o osso tão facilmente, e gostariam de agarrar também os possíveis lucros de “O Hobbit”. Já os credores da MGM estão fazendo lobby para venderem os direitos sobre o filme e angariar mais fundos.

E assim, a chata novela El Hobbit nunca termina!

Fonte: The Hollywood Reporter

Peter Jackson está negociando para ser o diretor de “O Hobbit”

O site Deadline noticiou hoje e a notícia já toma conta da web: Peter Jackson está, nesse momento, negociando com os estúdios MGM e Warner Bros. para ser o diretor das duas partes de “O Hobbit”.

Jackson irá assumir a função deixada por Guillermo Del Toro, assim que conseguir resolver suas obrigações com outros projetos, diz o artigo. Os mesmos projetos que seu agente, Kim Kamins, havia dito recentemente que o impediria de assumir a direção do prequel de O Senhor dos Anéis.  

Segundo o Deadline, Peter Jackson vai para Londres com sua esposa Fran Walsh e Philippa Boyens (co-roteiristas) no começo de julho para ver os atores candidatos a atuar nos filmes e, depois, irá para Los Angeles ver seus testes em vídeo.

As pressões dos estúdios para que Peter Jackson assumisse a cadeira de diretor parecem ter surtido efeito.  Agora é esperar uma declaração oficial ser lançada.

Aguardem cenas dos próximos capítulos!

Fonte: Deadline

A MGM caminha! E Ian McKellen e Bill Bailey vão à Nova Zelândia

Parece que o jovem estúdio de Hollywood, Spyglass Entertainment, de acordo com o The Wall Street Journal, pode assumir a gestão da falida MGM. Os credores da MGM parecem ter concordado com a proposta apresentada pelos líderes da Spyglass, Roger Birnbaum e Gary Barber, de seu plano de investimentos e salvamento para o estúdio falido. A nova gestão iria, de acordo com o plano, transferir seu modelo de negócio e administração para a MGM, o que pode garantir a fluidez de produções como “O Hobbit”.

No entanto, nada foi decidido ainda, já que a Summit Entertainment (da franquia Crepúsculo) ainda está interessada em assumir a MGM, além da Time Warner. Mas, ao que tudo indica, a proposta da Spyglass parece ser a opção mais interessante para os credores da Metro-Goldwyn-Mayer. A decisão final está prevista para meados de julho.

A Warner Bros. financiará 50% do filme “O Hobbit”; a MGM deverá arcar com os outros 50% do orçamento para a produção. A Spyglass foi fundada em 1998 e assina produções como O Todo Poderoso e o mais recente Star Trek.

Enquanto a situação da MGM parece caminhar para um final (e tomara que seja um final feliz) os atores Ian McKellen e Bill Bailey estão a caminho da Nova Zelândia.  Atualmente, Sir Ian está em turnê pela Austrália com sua peça “Esperando Godot”, e estará em Wellington na próxima semana.  Em entrevista a rádio Newstalk ZB, Ian McKellen falou novamente sobre o filme “O Hobbit”:

“Se estivermos na próxima semana com ‘Godot’ em Wellington, ficarei em Seatoun [subúrbio ao sul de Wellington], na casa de Guillermo Del Toro. Ele ainda está lá e ficarei hospedado com ele, e certamente poderei falar mais depois. Tudo o que sei é o que ele disse antes: que [o filme] ainda não será rodado, e que ele tem de fazer outros trabalhos e por isso não pode mais dirigi-lo. Mas ele ainda está trabalhando como co-roteirista. [...] A maior parte dos projetos para as filmagens já terminaram, algumas cenas estão feitas [animatics, storyboards] e agora os papéis serão preenchidos. [...] Peter Jackson e sua esposa [Fran Walsh] estarão trabalhando no elenco em Londres. Espero que as filmagens possam começar no fim do ano. Mas eu não sei exatamente”, finalizou o ator.

O ator e comediante britânico Bill Bailey, que recentemente declarou ter feito uma audição para o papel do anão Glóin, desembarcou esta semana em Melbourne, Austrália, antes de partir também para a Nova Zelândia, onde apresentará seu show de humor.

Em entrevista ao jornal The Age, Bailey novamente confirmou a audição para o papel de Glóin e disse que teve uma reunião com os cineastas responsáveis pelo “O Hobbit”. Também disse que nada está confirmado ainda e que só está “aguardando um sim ou não nesse momento”.

Devemos acreditar que as coisas para “O Hobbit” começaram a dar certo?

Fontes: DerHerrDerRinge-Film e The Age

Niell Blomkamp é o novo diretor de “O Hobbit”? Talvez

O TheOneRing.net acaba de divulgar algumas informações, ainda não confirmadas totalmente, mas que apontam para o diretor sul-africano Niell Blomkamp (Distrito 9) como sendo o nome mais provável para dirigir “O Hobbit”. Segundo o comentarista do site, eles receberam relatórios e informações sólidas de seus informantes, que juntas, formam um quadro amplo dessa situação toda.

A Warner Bros. e a MGM querem Peter Jackson na direção e estão tentando convencê-lo a aceitar, pois seu nome é bem estratégico e torna o filme muito mais financiável para os investidores.  O problema é que Jackson realmente não quer ser o diretor. Se fosse assim, não teria contratado Guillermo Del Toro para a função. Ele deixa O Senhor dos Anéis como legado e não se sente confortável competindo contra ele mesmo.

Uma dessas sólidas fontes diz que PJ está trabalhando muito para que o filme saia do papel. E que nunca quis ser um supervisor, mas um guia para esse projeto e quer continuar sendo. Isso tudo é mais provável se ele puder trabalhar com alguém que conhece e confia: Niell Blomkamp!  Os dois têm uma relação mestre/aprendiz não assumida, e confiam um no outro.

Apesar de ainda não ter um novo diretor nomeado oficialmente, a produção de “O Hobbit” avança sem problemas. O comentarista do site ainda afirma que está recebendo informações de vários contatos envolvidos na produção do filme e o processo todo está em andamento. Testes e todo trabalho que isso envolve estão sendo feitos pela mesma equipe de O Senhor dos Anéis.

Outra fonte disse que algumas decisões sobre o casting já foram tomadas, mais especificamente a respeito de um ou dois anões.  Como estão fazendo tudo isso sem um diretor?  Parece um pouco estranho.  Com a Comic-Con se aproximando, talvez os estúdios estejam esperando que a imprensa voltada para o mundo da cultura esteja toda reunida no evento para fazer seu grande anúncio.

Outra novidade trazida pelos “espiões” do TheOneRing, diz que o lançamento do filme não está mais previsto para o final deste ano, mas para o início de 2011. Temos visto, ao longo dos últimos meses, várias imagens da reconstrução do Condado, e o tempo, às vezes maluco da Nova Zelândia, exige que a produção comece no verão (dezembro e janeiro). Tudo isso aponta para a necessidade de um diretor ocupando sua cadeira. E, segundo o relatório liberado pela Warner semanas atrás, para inspirar os acionistas e investidores, e dizer-lhes como a empresa está caminhando, até mesmo um gráfico sobre os dois filmes d’O Hobbit foi apresentado, diz a matéria do site.

Os estúdios, seus acionistas e investidores sabem que com a saída de Del Toro do projeto perderam um grande nome e precisam de um novo diretor para ontem. Por isso estão tentando empurrar a direção para Peter Jackson. Muitos fatores o impedem, incluindo sua própria vontade. Mas outro talento menos conhecido pode ser recompensador. Para o TheOneRing, tudo leva a crer que Niell Blomkamp pode ser o novo diretor de “O Hobbit”.

Fonte: TORN

"O Hobbit": novas imagens da reconstrução do Condado

O site alemão DerHerrDerRinge-film divulgou no início desta semana novas imagens do andamento das obras – para recuperar a locação que serviu de cenário para O Condado em O Senhor dos Anéis – em Matamata, Nova Zelândia, onde as filmagens para “O Hobbit” vão ocorrer. As fotos foram tiradas pelo fotógrafo David Chang © no final de maio e enviadas ao site. O local estava aberto para turistas, e apesar da proibição de fotos, Chang parece ter dado um “jeitinho” de mostrar aos fãs como as coisas estão indo por lá.

Clique nas imagens para ampliá-las:

 


 As fotos mostram como o design concebido para as tocas é ligeiramente diferente daquele de O Senhor dos Anéis, apesar de continuar a ser a concepção básica, obviamente, para todas as tocas hobbits, como as portas e janelas redondas. E, ao que parece, o design parece ser mais “alegre” do que o do projeto anterior. 

O close na nova toca mostra o cuidado típico da WETA ao tratar os cenário e adereços. É possível notar o trabalho de envelhecimento artificial da madeira e outros materiais. Se estas são as cores finais da toca hobbit, isso não se pode saber ainda, mas se forem, pode-se supor que o Condado será um pouco mais colorido no geral.

A foto mostra uma toca de hobbit com um jardim. O plantio em maio parece não estar muito desenvolvido. Porém, a Nova Zelândia está no hemisfério sul, e o inverno apenas começou. Presumivelmente, este jardim brilhará somente em novembro, em plena floração, ou seja, época em que se espera que realmente as filmagens possam ocorrer de fato.

Esta é a abertura para o mesmo conjunto acima, que já era usado em O Senhor dos Anéis. O local fica a cerca de uma hora de carro ao sul de Auckland, no extremo norte da Nova Zelândia. Por muitos anos os turistas visitaram o lugar próximo à Matamata, o que trouxe alguns benefícios para a região, cujos restos dos sets de filmagem de O Senhor dos Anéis eram a única coisa para se ver nesse remoto lugar.

O mercado de Beirágua e a estalagem “O Dragão Verde” ainda estão em fase de (re)construção inicial. A famosa ponte de pedra também, e ainda não é muito distinguível. Mas já se pode notar um muro baixo de pedras à beira d’água. O conjunto foi todo queimado para a cena da visão de Frodo no Espelho de Galadriel, por isso tem de ser feito novamente.

 

Bolsão é um canteiro de obras: a área ao redor de Bolsão, a toca de Bilbo Bolseiro, não está mais aberta para visitantes agora. Lá, tudo foi derrubado até o chão, a mais magnífica de todas as tocas do Condado, para construir tudo do zero. Melhor engatarem a marcha. 13 capas de anões terão de ser penduradas à sua porta!

Final de maio: os trabalhos de reconstrução no Condado, embora em pleno andamento, parecem estar longe de terminar. Algumas tocas nas fotos estão na mesma posição original e outras novas aparecem. Novamente pode-se   notar Bolsão no topo da colina.

As antigas declarações do ex-diretor Del Toro e do produtor Peter Jackson, de que o Condado seria maior e mais bonito do que o visto em O Senhor dos Anéis, parece estar caminhando para esse fim. Agora é torcermos para que todo esse trabalho não seja em vão. Mas é bom ver que o trabalho ainda continua!
 Fonte: DerHerrDerRinge-film

Estúdios querem Peter Jackson como diretor de “O Hobbit”

Segundo o site Deadline Hollywood, os estúdios Warner Bros. e MGM, que são parceiros na produção de “O Hobbit”, estão tentando convencer Peter Jackson de que ele é a melhor escolha para assumir a direção do prequel de O Senhor dos Anéis.

Sir Peter está hesitante, já que atualmente está envolvido em outros projetos, e rodar “O Hobbit” pode ocupar quatro anos de sua vida, além de ter de quebrar contratos com outros estúdios e produtoras.

Por isso, ao que parece, depois que Guillermo Del Toro pulou fora do barco, não foi possível contatar nenhum diretor para assumir a franquia.  Apesar de muita gente achar que Peter Jackson é o nome ideal para completar a franquia que ele mesmo começou, outros diretores estão levando seus currículos aos estúdios. Ainda segundo o Deadline, David Dobkin, Brett Ratner e David Yates são alguns dos interessados ou mais cogitados para a função de diretor deixada pelo mexicano Del Toro.

Entre esses, David Yates é o mais provável. Ele acabou de concluir as filmagens do segundo filme de Harry Potter e as Relíquias da Morte e, na teoria, estaria com a agenda livre.

Além de tudo isso, outras produtoras estão oferecendo dinheiro para que o filme seja lançado o mais breve possível. Uma dessas empresas é a Harvey Weistein. Quanto mais delas estiverem interessadas em financiar o projeto, mais fácil será de “O Hobbit” ser lançado logo. Porém, seriam mais empresas para dividirem os lucros, caso “O Hobbit” seja, como se espera, um sucesso de bilheteria.

Vamos ver o que Peter Jackson diz sobre isso, e se David Yates vai ou não assumir a cadeira de diretor de “O Hobbit”, caso Jackson não ceda à pressão dos estúdios. Mas se ceder, quem será contra, não é?

Fonte: Deadline e Terra

“O Hobbit” Russo: o livro e o filme!

Recentemente, o site EnglishRussia divulgou duas curiosas preciosidades: a primeira delas são xilogravuras feitas para a edição russa de 1976 do livro O Hobbit de J.R.R. Tolkien. São totalmente diferentes das ilustrações ocidentais (mais antigas ou contemporâneas) e que estamos acostumados a ver. De traços bastante infantis e bem particulares, os desenhos foram feitos pelo artista russo Mikhail Belomlinskyi, que se tornou conhecido na União Soviética não só por ser ilustrador de livros para crianças, como também por ser um caricaturista político.

Algumas das ilustrações de O Hobbit russo:

   

   

E então, conseguiram identificar alguns personagens?

 A segunda preciosidade é a adaptação russa d’O Hobbit para o cinema! Vocês não leram errado: muito antes de Peter Jackson talvez imaginar produzir O Hobbit para o cinema junto com os milionários estúdios de Hollywood, os russos produziram sua própria versão sobre as aventuras de Bilbo Bolseiro. O filme é uma adaptação de baixíssimo orçamento – é bom que se diga – para entreter as crianças soviéticas e feito em 1985, quase uma década anos depois desta edição do livro O Hobbit ser lançada. Parece que os vermelhos também curtiam Tolkien!

Veja um trecho abaixo:

Veja AQUI os outros vídeos d’O Hobbit Russo. Ou o filme completo abaixo (sem legendas):

Para conferir outras imagens do livro, acesse o endereço: http://englishrussia.com/index.php/2010/05/27/russian-lord-of-the-rings/

 Fonte: EnglishRussia.com