Arquivo da categoria: Notí­cias

Bolo de Aniversário Tolkieniano

Que tal comermorar sua festa de aniversário com um bolo temático? Foi o que a Melissa, fez para comemorar o aniversário de seu irmão Jonathan.

Acompanhe a mensagem enviada ao site da TORn:

Oi! Minha amiga Melissa, a qual sua família me apresentou tudo sobre Tolkien, fez um bolo de aniversário para seu irmão mais velho Jonathan, em seu 14° ano. Ele fez questão de ser o Casarão de Rohan no topo de Edoras. Melissa não está formalmente treinada como confeiteira e eu acho que ela fez um impressionante trabalho. Obrigado! ~Rachel

Jonathan tem uma grande sorte…

Para visualizar a imagem ampliada, clique aqui.

Envie suas criações também!

Fonte: TheOneRing.net

Doctor Who confirma teste para “O Hobbit”

Recentemente, foi divulgado que o ator escocês Sylvester McCoy, de 67 anos, havia sido escalado para um papel em O Hobbit. Provavelmente seria para interpretar Bilbo Bolseiro, personagem interpretado por Ian Holm em O Senhor dos Anéis, e papel que McCoy já havia feito teste na época da escalação do elenco da Trilogia.

Agora o próprio ator falou sobre sua participação em O Hobbit e, ao contrário do que foi divulgado anteriormente pela internet, McCoy não está disputando o papel de Bilbo, mas está sendo considerado para outro papel: um mago em uma das duas partes do filme!

De sua cidade natal, Dunoon, onde está para chefiar o Highland Gathering (um campeonato anual de jogos e danças tradicionais das terras altas escocesas), Sylvester McCoy declarou ao jornal local:

“Eu estou sendo escalado para ‘O Hobbit’. Estamos atualmente em negociações – há dois de nós em consideração. Não é para o papel de Bilbo, mas para algo maior”.

Maior? Um mago? Radagast, o Castanho? Será? Já foi anunciado que Radagast poderia ter algum destaque nesses filmes, confira aqui. Alguém quer palpitar?

Sylvester McCoy foi o protagonista de Doctor Who entre os anos de 1987 a 1989. A série de TV da BBC foi transmitida de 1963 até 1989, e teve vários atores no papel principal. Hoje há um remake da série, cujo papel principal (até este ano) também foi de David Tennant, que por coincidência, também já foi cogitado para viver Bilbo em O Hobbit.

Fonte: Dunoon Observer

Peter Jackson promete novidades sobre “O Hobbit” em breve

Entre tantos boatos e informações desencontradas sobre a tão tumultuada produção de “O Hobbit”, é sempre um alívio quando uma voz oficial vem a público dizer uma ou duas palavrinhas sobre a questão.  Dessa vez, em uma entrevista para o The Dominion Post da Nova Zelândia, o próprio Peter Jackson resolveu abrir a boca.

Apesar de reticente se a direção de “O Hobbit” caberá a ele (alguém duvida?), e apesar da crise da MGM ainda estar por resolver, Jackson disse que

 “ a Warner está progredindo com o desenrolar da situação com a MGM, e portanto, devemos ter a certeza sobre ‘O Hobbit’ em breve”.

No mesmo artigo Peter Jackson fala sobre seus outros projetos, incluindo um filme sobre a I Guerra Mundial ambientado na Austrália, “Beneath Hill 60”, que terá a direção do australiano Jeremy Sims. E daí? Daí que Jeremy Sims também é ator, e na semana passada disse ter feito teste para ser um Troll em “O Hobbit”. Ou seja, as coisas ainda caminham, renovando as esperanças dos fãs.

Fonte:  Stuff.co.nz

 

Billy Boyd alega não ter ganho dinheiro com a Trilogia

Uma notícia no mínimo estranha nos chama a atenção quando se trata de Senhor dos Anéis, a trilogia de filmes que rodou o mundo arrebatando bilheterias e deixando fãs alucinados:

O ator Billy Boyd, mais conhecido por nós como Peregrin Tuk ou Pippin, alega nunca ter recebido dinheiro algum para atuar nos filmes da Trilogia Tolkieniana, Senhor dos Anéis.

O eterno Hobbit, ainda afirma de uma forma até divertida que por serem atores desconhecidos trabalharam em troca de amendoins e comida. Ainda assim salientou que participar da trilogia não lhe aumentou a conta bancária em nada.

Ainda assim, afirma que sua carreira estava indo de mal a pior antes de participar dos filmes e que ele não fez o filme pensando em onde poderia chegar em relação à fama, fazendo apenas por gostar do trabalho.

Bloyd, hoje com 41 anos, ainda é amigo dos companheiros da Trilogia, e atualmente tem ensaiado para participar de uma produção teatral.

Fonte: Daily Record

Del Toro diz que não quer “O Hobbit” em 3-D

Em uma nova entrevista para o AICN, gravada na Comic-Con de San Diego, Guillermo Del Toro falou mais uma vez sobre sua saída de “O Hobbit” como diretor. Entre sua afirmação de que ainda está no projeto apenas como co-roteirista, e as já conhecidas declarações sobre os porquês de sua saída da direção e sua preferência por Peter Jackson dirigindo o blockbuster, o diretor mexicano deu uma declaração interessante sobre a possibilidade de “O Hobbit” ser feito em 3-D:

“Eu não conseguia me convencer, com toda sinceridade, que ‘O Hobbit’ pudesse ser feito em 3-D. […] Eu não quero que seja feito em 3-D, seria incoerente com a trilogia. 3-D é uma ferramenta fantástica, mas eu sentia, instintivamente, que ficaria longe do classicismo da história. No entanto, eu apoio totalmente essa tecnologia, e quero usá-la: o meu próximo filme será em 3-D”.

Praticamente, não restam mais dúvidas que Peter Jackson terá que assumir a direção de “O Hobbit” quando (ou se) o tão aguardado sinal verde para as filmagens for dado. Resta saber se o neozelandês compartilha a ideia do mexicano.

Fonte: AICN

O Senhor dos Anéis: A Guerra do Norte

A Warner Bros. Interactive Entertainment revelou no dia 13 de agosto, um novo trailer para o próximo RPG/Ação de O Senhor dos Anéis: A Guerra do Norte.

A Mão de Sauron se estende muito. Nenhuma terra está salva de sua sombra. Mas ainda existem aqueles com força de vontade para resistir. No trailer, um homem, um anão e um elfo juntam-se na Sociedade, para combater as hordas de orcs que infestam a Terra-Média.
Desenvolvido pela Snowblind Studios, O Senhor dos Anéis: A Guerra do Norte, será um modo online cooperativo para até três jogadores, que deve permitir misturar pessoas de diferentes plataformas, no qual será possível explorar o mundo da Terra Média de forma independente, unindo suas forças durante as batalhas. Como o nome sugere, o RPG é inspirado na Guerra do Norte, novos cenários, que ainda não tinham aparecido nos games anteriores da série, e também, os jogadores contarão com a melhoria de armas, talentos e habilidades especiais de cada herói para derrotar o exercito de Sauron.
A previsão para o lançamento é em 2011, pela publisher Warner Bros. nas plataformas PC, Xbox 360 e PlayStation3.
Assista ao trailer clicando aqui.

James Cameron aconselhou Del Toro a cair fora de “O Hobbit”

Em recente artigo publicado pelo The Herald Sun, da Austrália, James Cameron deu sua opinião sobre quem deveria dirigir “O Hobbit” e revelou que aconselhou seu amigo Guillermo Del Toro a abandonar a direção do prequel de O Senhor dos Anéis.

 “Eu disse para ele [Del Toro], por muito tempo, para sair dessa coisa, porque só há espaço para um capitão no navio. Instintivamente, eu sabia que Peter [Jackson] iria assumir e fazer o filme. Guillermo, a seu crédito, não me escutava e queria continuar a fazê-lo e teve alguns grandes projetos – e tenho visto todos os projetos. É claro que ele teria feito um trabalho espetacular, mas não queremos todos ver Peter a fazê-lo? Ele deve fazê-lo e Guillermo deve fazer suas coisas. Isso é o que eu disse a ambos – vocês devem apenas ficar cada um em seu canto.”

Teria o conselho de Cameron também influenciado Del Toro? No fim de julho passado, na Comic-Con 2010, Del Toro deu mais algumas explicações sobre sua saída de “O Hobbit”, e disse que os problemas financeiros da MGM não foram os únicos fatores que o levaram a tomar a decisão drástica de pular fora da cadeira de diretor do projeto:

“As pessoas cismam em culpar a MGM, quando na verdade a decisão veio de muitos fatores juntos. De forma alguma foi somente a MGM. Filmes como ‘O Hobbit’ são muito complicados, tanto economicamente como politicamente. Você tem que obter a benção de três estúdios”, disse Del Toro.

Quando foi questionado se diferenças criativas entre ele e Peter Jackson também contribuíram para sua desistência da direção, o diretor mexicano disse que não.

“Nós estávamos na fase em que a colaboração era boa. Se tivesse que acontecer algum problema, nós nunca chagamos a este estágio”, completou.

Algumas coisas devem ter acontecido nos bastidores dessa produção tão enrolada que nós não sabemos e, talvez, nunca saberemos. Se houve mesmo um conflito de visões entre Del Toro e Jackson eles jamais vão admitir. Mas essa era uma possibilidade muitas vezes debatida entre os fãs. No fim das contas, James Cameron parece ter tido razão, e dois capitães num navio parece tão pior quanto um navio sem capitão. E o resultado pode ser um só: motim e deserção da tripulação!

Fontes: The Herald Sun e CineClick