Arquivo da categoria: Notí­cias

hobbitposter1small

WMF Martins Fontes anuncia diferentes edições de O Hobbit

Em nota na Folha de São Paulo a jornalista Raquel Cozer informou que a editora  WMF Martins Fontes já tem planos para aproveitar a chegada de O Hobbit nos cinemas. Já se preparando para a estreia prevista para dezembro, em novembro serão publicados um guia ilustrado e uma edição com a capa do filme “Uma Jornada Inesperada”. Até aí nada de novo, já que a editora Martins Fontes nos tempos de O Senhor dos Anéis também vendeu diversas edições variando as capas, incluindo a versão “capa do livro”.

Mas a melhor parte da notícia (pelo menos para os colecionadores com tendências bibliófilas) vem no final da notícia. Segundo Cozer, “Para 2013 está prevista edição de luxo com 10 mil cópias –mesma tiragem da edição de luxo de “O Senhor dos Anéis”, que, lançada pela editora “irmã” da WMF, a Martins, esgotou-se em um mês.”.  Sim, ela está falando daquela famosa edição de capa dura preta com as bordas douradas. Resta saber se serão numeradas como eram as de O Senhor dos Anéis.

E as novidades da WMF Martins Fontes não acabam aí: agora para primeiro de julho O Hobbit ganhará edição digital.

Fonte: Folha de São Paulo

Hobbit News: 7º Videoblog, 2º Trailer, Howard Shore e Dáin Pé-de-Ferro

Peter Jackson, Kiran Shah (dublê de Bilbo) e Orlando Bloom - 7º Videoblog

No dia 05/06 foi liberado, na página oficial do diretor Peter Jackson no Facebook, o 7º Videoblog da produção de O Hobbit. Nele você poderá ver muitas imagens de bastidores e, ao final, o retorno de Orlando Bloom como Legolas. Bem, pelo menos com as orelhas de elfo e a cabeleira loira. Ah, e uma nova e interessante versão do elfo Legolas (veja o vídeo até o final)!

Confira no Facebook ou no YouTube!

_____________________________

E o segundo trailer de O Hobbit já está finalizado e será divulgado em breve, noticiou o TheOneRing.net! O novo trailer terá 2 minutos e 24 segundos de duração, oito segundos a menos que o primeiro. Especula-se que ele seja exibido na San Diego Comic Con 2012, EUA, em julho.

_____________________________

Segundo a Folha UOL, Wellington, a capital da Nova Zelândia, verá a pré-estreia mundial de O Hobbit: Uma Jornada Inesperada, no dia 28 de novembro deste ano, ou seja, aproximadamente duas semanas antes de o resto do mundo, que verá em 14 de dezembro.

_____________________________

Quase 180 dias antes da estreia de O Hobbit, o compositor canadense Howard Shore falou, direto da Nova Zelândia, para uma rádio dos EUA sobre o trabalho nos dois filmes. Segundo o HerrDerRinge-film, Shore disse que está profundamente imerso no pano de fundo musical que está criando para a Terra-média de O Hobbit. Ele está atualmente orquestrando algumas peças e preenchendo alguns detalhes. E isso já lhe custou quase um ano. É um trabalho intenso e está se dedicando a ele desde outubro do ano passado. Também descreveu sua colaboração com Peter Jackson como excelente. Curiosamente, Shore diz que tem baseado suas composições muito mais nas obras de Tolkien do que no material filmado até o momento. Assim, a maior fonte de inspiração para o compositor é o livro (ou os livros) de J.R.R. Tolkien. Segundo Howard Shore, depois do filme pronto, é um trabalho relativamente linear aplicar as ideias e composições às imagens em movimento, bastando apenas adaptar a música à duração das cenas, orquestrar, conduzir e gravar.

_____________________________

[SPOILER sobre a aparência do anão Dáin] O Yahoo News Australia publicou uma entrevista com o ator e comediante escocês Billy Connolly, que está interpretando o anão Dáin Pé-de-Ferro. A entrevista abrangeu outros trabalhos mais recentes do ator, mas uma breve menção ao seu papel em O Hobbit chama a atenção. Em sua declaração, nos dá algumas dicas de como será retratado sua personagem, que ele caracteriza como “um guerreiro anão bad-ass muito desagradável”.

“Basicamente, eles estão me alargando, tornando-me mais robusto”, explica ele, acrescentando que a tecnologia que estão usando para o filme é projetada  para longos e duros dias de trabalho. “Mas deixe-me dizer algo, este cara [Dáin] irá aterrorizá-los. Eu tenho um moicano e tatuagens em minha cabeça, você precisa ver”.

 Os fãs de Tolkien mal podem esperar. Mas Connolly está preparado para a rigorosa avaliação dos fãs, que sempre vem depois de um trabalho de adaptação de uma obra literária tão amada? Eu digo a ele como seu perplexo compatriota escocês Ewan McGregor, depois que assumiu o papel de Obi-Wan Kenobi nos novos filmes de Star Wars, aprendeu logo o significado do que é obsessão de fãs.

E Connolly comenta:

 “Oh Deus, eu estava fazendo meu show stand-up em Brighton, bem antes (de assinar para O Hobbit) e um casal veio até mim com um grande exemplar de capa dura de O Hobbit para eu autografar”, diz Connolly. “Era tudo segredo, então, eu não sei como souberam”.

Os 90 anos de Saruman… hum… Sir Christopher Lee!

Sir Christopher Lee em seu último vídeo divulgando seu novo álbum de Metal

 

Conde Drácula, A Múmia, Rasputin, Dr. Fu Manchu, Dr. Jekyll e Mr. Hyde, Conde Dooku, Saruman, Sherlock Holmes, O Homem com a Pistola de Ouro, etc., etc. e etc. Em 27 de maio passado, o lendário e talentoso ator Sir Christopher Lee completou impressionantes 90 anos de idade, e o site Moviefone listou 90 razões para se admirar o ator que já fez quase 280 filmes (e a cifra cresce a cada ano)!

Se seu inglês está em dia, vale muito a pena conhecer as 90 razões pelas quais Sir Christopher é admirável. Entre elas, a informação que diz que ele foi o único membro do elenco e equipe de O Senhor dos Anéis a conhecer o autor J. R. R. Tolkien em pessoa, e que lê seus livros uma vez por ano. Bem, isso pode não ser mais novidade para muita gente, mas o que poucos sabem é que o próprio Tolkien deu sua bênção a Sir Christopher para que ele interpretasse o mago Gandalf em uma possível futura adaptação cinematográfica da Saga do Anel.

E, de fato, quando soube da produção, o ator inglês fez teste para interpretar o Mago Cinzento. Porém, dada sua imponência física e vocal, ele foi a primeira e única escolha de Peter Jackson (fã de Christopher Lee pelos seus filmes de horror, dos estúdios Hammer) para interpretar o mago Saruman, o Branco (e, na verdade, a primeira escolha de todo o elenco), personagem que Sir Christopher volta a representar nas duas partes de O Hobbit.

Sir Christopher Lee também é um condecorado veterano da Segunda Guerra Mundial, onde serviu como voluntário na Força Aérea Real Britânica e, mais tarde, como oficial de inteligência do Long Range Desert Group. Segundo o diretor Peter Jackson, sua mórbida experiência no último grande conflito mundial serviu de inspiração para a morte de Saruman, na versão estendida de O Retorno do Rei. Christopher Lee fez questão de fazer Saruman morrer exatamente como um homem morre ao levar uma adaga nas costas, ato provocado por Gríma Língua de Cobra (Brad Dourif). O som aspirado, produzido por alguém ao levar a facada, segundo Lee, é exatamente como o que ele fez no filme.

Também serviu como um dos consultores da trilogia sobre as obras e personagens de Tolkien, assim, ajudou dando dicas à equipe de maquiagem prostética de como projetar algumas criaturas da Terra-média. Primo de Ian Fleming, o criador do Agente 007, e filho de uma condessa italiana, sua nobre linhagem familiar, segundo Lee, remonta ninguém menos do que o primeiro Imperador do Sacro Império Romano-Germânico, Carlos Magno (742-814), o rei dos Francos!

Além de ator, tem formação musical clássica e em 2010 lançou o álbum “Charlemagne: By the Sword and the Cross”, um álbum conceitual de metal sinfônico, onde ele atua como Carlos Magno. E agora, aos 90 anos, está lançando seu segundo álbum de Heavy Metal! Sobre essa versatilidade toda, chegou a declarar:

“Deve-se tentar qualquer coisa que puder em sua carreira, exceto Folkdance e incesto”.

Parabéns, Sir Christopher Frank Carandini Lee, patrimônio artístico mundial! Saiba mais sobre ele visitando sua web site oficial: http://christopherleeweb.com/

Amor platônico entre um anão e uma elfa em O Hobbit?

Será que Peter Jackson resolveu realmente colocar uma história de amor (e talvez não correspondido ou idealizado) n’O Hobbit, entre o anão Kili e a elfa Tauriel? Leia abaixo a declaração do ator Aidan Turner, que interpreta Kili, o irmão de Fili e sobrinho de Thorin Escudo de Carvalho.  Atenção ao possível SPOILER!

 O texto abaixo foi publicado originalmente no Cinema em Cena:

Aidan Turner como Kili: anão galã, sem barba, com cara de elfo e que usa arco e flecha

 

 Um artigo da revista Total Film trouxe entrevistas com os novos rostos de O Hobbit. Tanto Aidan Turner, o intérprete do anão Kili, quanto Evangeline Lilly, a elfa Tauriel no filme, tiveram a chance de falar sobre seus personagens. A eterna Kate de Lost comentou sobre a dificuldade de fazer a transição entre personagens tão diferentes.

“É uma mudança enorme viver uma elfa depois de ter interpretado uma condenada em fuga durante seis anos. A Kate era bem enérgica, agressiva, e agora tenho que ser etérea e graciosa. Às vezes dá vontade de partir para a ação e ficar furiosa, então é complicado”.

Quando a série de J.J. Abrams foi finalizada, Lilly chegou a anunciar que daria um tempo na carreira de atriz. Mas não foi o que aconteceu depois e ela explicou por que: “Não estava interessada em trabalhar, mas tinha interesse em trabalhar em O Hobbit. Tentei muito desaparecer dos holofotes quando Lost acabou, mas esses grandes trabalhos continuaram aparecendo”.

Turner (foto), que encarnou um vampiro na série de TV britânica Being Human, revelou que seu novo personagem tem maior participação no filme de Peter Jackson do que no livro de J. R. R. Tolkien. “A parte de Kili foi expandida e, além de caçar tesouros, agora ele também vai perseguir a elfa Tauriel”.

Questionado sobre a possibilidade de um romance no ar, o ator disse que não confia no poder de sedução do seu anão: “Eu acho que ele sabe que nada vai acontecer. Ela tem quase dois metros de altura enquanto ele tem menos de um!”, finalizou.

Sir Ian McKellen e o fim das filmagens de O Hobbit

Parece que as filmagens de O Hobbit estão perto da reta final. Enquanto Peter Jackson ainda está rodando cenas do filme, o ator Ian McKellen está atualmente no estúdio de gravação para gravar a voz de Gandalf.

 Este é um trabalho muito comum quando as cenas de um ator estão finalizadas ou em vias de. E a razão é óbvia: na maioria das cenas, principalmente externas, o som não está bom o suficiente para ser utilizado no filme, pois muitas vezes está poluído por diversos ruídos, como de geradores, aviões e etc.. Assim, quase todas as falas são regravadas mais tarde no estúdio.

 Para o canal de televisão da Nova Zelândia TvNZ (em vídeo aqui), Sir Ian McKellen disse que agora que ele está ocupado com a dublagem de Gandalf, foi possível ver a primeira parte do filme. “Bem, eu amei o que eu já vi”, disse sobre o material trabalhado até agora. E continua:

 “E assim eu começo a ver a primeira parte do filme. E isso é sempre um momento emocionante quando está tudo junto e, francamente, você começa a entender o enredo um pouco melhor do que quando está filmando as cenas. Há algumas grandes performances e Martin Freeman vai ganhar todos os corações dos espectadores. Também todos aqueles anões… fantásticos. E a visão da Terra-média novamente… quero dizer, vocês vivem na Terra-média, vocês kiwis já conhecem tudo, mas, para nós estrangeiros, ver de perto esses cenários magníficos é fantástico!”

A entrevista com o ator britânico foi por ocasião de seu show “Ian McKellen on Stage – with Shakespeare, Tolkien and You” (numa tradução livre: “Ian McKellen no Palco – com Shakespeare, Tolkien e Você”), que está em turnê nos finais de semana, no mês de maio, na Nova Zelândia. Com a renda do show McKellen apoiará a reconstrução do histórico Isaac Theatre Royal, da cidade de Christchurch, que foi severamente danificado durante o terremoto de fevereiro de 2011. O custo da reconstrução do teatro, que tem por volta de 150 anos, é estimado em cerca de 5,5 milhões de dólares neozelandeses.

Procurada pelo neozelandês Stuff.co.nz, a assessora de imprensa de O Hobbit confirmou que o fim dos trabalhos está próximo. Ceris Price disse que a segunda unidade – dirigida por Andy Serkis, o Gollum – terminará suas filmagens no final de maio. “Cerca de quatro semanas antes da conclusão da fotografia principal do filme O Hobbit”, disse. Ela também confirmou a Batalha dos Cinco Exércitos – o clímax do livro – para o último filme, O Hobbit: Lá e De Volta Outra Vez, com estreia mundial prevista para 13 de dezembro de 2013. O primeiro filme, O Hobbit: Uma Jornada Inesperada, estreia mundialmente neste ano, em 14 de dezembro.

Conan Stevens será o Orc Bolg em O Hobbit

Conan Stevens com Peter Jackson

Atualmente, há certa confusão sobre os personagens orcs Azog e Bolg nos filmes O Hobbit. O alemão Herr Der Ringe-film, no entanto, nos trouxe alguma luz sobre isso.

John Rawls

Originalmente, o ator australiano Conan Stevens (também conhecido como “A Montanha que Cavalga”, da série da HBO, Game of Thrones) assumiu o papel de Azog, que foi confirmado oficialmente pelo próprio diretor Peter Jackson, no Facebook. Por um longo tempo os fãs se perguntaram então quem interpretaria Bolg, filho de Azog, ou se o personagens seria excluído da trama cinematográfica. Havia rumores de que os dois seriam combinados em um único personagem. Este rumor foi refutado em meados de março, quando a loja de brinquedos BigBadToyStore anunciou os futuros lançamentos de figuras de ação d’O Hobbit, entre elas estão Azog e Bolg como personagens distintos.

Há poucos dias, então, duas informações interessantes apareceram: numa entrevista com Conan Stevens, o The One Ring anunciou que seu personagem havia sido rebatizado como Bolg, já a agência  de atores Kathryn Rawlings & Associates anunciou que o ator neozelandês John Rawls será Azog. Portanto, as dúvidas sobre Bolg, Azog e seus intérpretes em O Hobbit, estão sanadas.

 

SPOILER do livro “O Hobbit” e dos Apêndices de “O Senhor dos Anéis”: 

Azog, na mitologia de J.R.R. Tolkien, é um orc cruel  que matou Thrór (Jeffrey Thomas), avô de Thorin Escudo de Carvalho (Richard Armitage), nas minas de Moria e profanou seu cadáver. Isso aconteceu cerca de 450 anos antes da viagem dos anões e Bilbo até Erebor. Azog, assim, desencadeia uma guerra entre os orcs e anões, durante a qual é morto por Dáin Pé-de-Ferro (interpretado em O Hobbit pelo escocês Billy Connolly). Bolg é o filho de Azog, e no livro “O Hobbit” lidera um enorme exército de orcs, Wargs e morcegos na Batalha dos Cinco Exércitos, aos pés de Erebor, a Montanha Solitária, onde também luta Dáin e seu exército de anões. Bolg pereceu nesta batalha pelas mãos do troca-peles Beorn (interpretado pelo sueco Mikael Persbrandt). No entanto, ainda não se sabe como Peter Jackson irá retratar estes eventos nos filmes O Hobbit e nem se será fiel a eles.

Para saber mais, leia na Valinor: