Arquivo da categoria: Trilha Sonora

Trilha Sonora de A Sociedade do Anel ao vivo!

lotr-ring-328.jpgMuitos fãs de J.R.R.Tolkien, além de ler os os livros e ver à trilogia
no cinema, agora poderão escutar à trilha sonora de Howard Shore para A
Sociedade do Anel, vencedora do Oscar e do Grammy de melhor trilha
sonora.

 
Para os fãs brasileiros, a má notícia é que a exibição será lá
fora. Mais precisamente, no Radio City Music Hall, no coração de Nova
York. Mas ainda dá tempo para se planejar: o evento de dois dias será
somente em 9 e 10 de Outubro de 2009.

Mais de 300 músicos executarão a obra-prima de Shore sincronizada com o filme, (sim, isso mesmo, sincronizada com o filme!) compostos pela Switzerland’s 21st Century Orchestra, sob a regência do maestro Ludwig Wicki, e contando com dois corais, The Collegiate Chorale e o Brooklyn Youth Chorus, além da solista vocal Kaitlyn Lusk.

Todas as novidades sobre o evento estão sendo disponibilizadas pelo site TheOneRing.net através Twitter , do Facebook e também pelo MySpace .
lotr-radio-city-2.jpg
Confira a notícia original no TheOneRing.net: http://www.theonering.net/torwp/2008/12/19/30814-fotr-score-at-radio-city-music-hall/

O link do evento no site do Radio City Music Hall: http://www.radiocity.com/events/lord-of-the-rings-1009.html

 

DVD – A Elbereth Gilthoniel

[B]<font face=Verdana size=

 

[B]A Elbereth Gilthoniel[/B]

Letra de J.R.R. Tolkien (em [I]A Sociedade do Anel[/I]).

[Nosso amigo Frederick descobriu que a música dos elfos é a tradução literal para o Sindarin do poema de Tolkien [I](Snow-white! Snow-white!)[/I] do capítulo [I]“Três não é demais” [/I]de [I]A Sociedade do Anel[/I]:

[I]O Light to us that wander here
Amid the world of woven trees!
Gilthoniel! O Elbereth!
Clear are thy eyes and bright thy breath![/I]]

Solo [de Elizabeth Fraser?] em Sindarin

[B]a Galad ven i reniar
hi ´aladhremmin ennorath.
A Elbereth Gilthoniel
ithil nâ thûl, ithil lîn hen…
[/B]

´Ó Luz para nós que vagamos aqui

Pelo mundo de árvores tramadas!
O Gilthoniel! O Elbereth!
Claros são teus olhos e puro é teu alento!´

[url="http://www.valinor.com.br/artigos/editArtigo.asp#start"][/url]

[i]Tradução de Elanor e Mystique (Equipe Valinor)[/i]

RdR – Into the West (Annie Lennox)

 
Lay down
Your sweet and weary head
The night is falling
You have come to journeys end
Sleep now
And dream of the ones who came before
They are calling
From across the distant shore

Why do you weep?
What are these tears upon your face?
Soon you will see
All of your fears will pass away
Safe in my arms
Youre only sleeping

What can you see
On the horizon?
Why do the white gulls call?
Across the sea
A pale moon rises
The ships have come to carry you home

And all will turn
To silver glass
A light on the water
All Souls pass

Hope fades
Into the world of night
Through shadows falling
Out of memory and time
Dont say
We have come now to the end
White shores are calling
You and I will meet again
And youll be here in my arms
Just sleeping

What can you see
On the horizon?
Why do the white gulls call?
Across the sea
A pale moon rises
The ships have come to carry you home

And all will turn
To silver glass
A light on the water
Grey ships pass
Into the West

Para o Oeste

Descanse
sua doce e fatigada cabeça
A noite está caindo
você chegou ao fim da jornada.
Durma agora,
e sonhe com aqueles vieram antes
Eles estão achamando
do outro lado, da praia distante .

Por que chora?
O que são essas lágrimas sobre sua face?
Logo você verá
todos os seus temores irem embora,
seguro em meus braços
você está apenas dormindo.

O que você pode ver
no horizonte?
Por que as gaivotas brancas gritam?
Além do mar
uma pálida lua se eleva —
Os navios vieram para te levar para casa.

DVD – Lay of Leithian

Lay of Leithian

Letra de J.R.R. Tolkien, interpretada por Viggo Mortensen (Aragorn), traduzida para o Sindarin por David Salo (?). Encontrada na edição especial do DVD de A Sociedade do Anel. Agradecimentos a Míriel e Florian Dombach por sua ajuda!

 

 

Solo [de Viggo Mortensen] em Sindarin

Tinúviel elvanui
Elleth alfirin edhelhael
O hon ring finnil fuinui
A renc gelebrin thiliol…

´Tinúviel [the] elven-fair,
Immortal maiden elven-wise,
About him cast [her] night-dark hair,
And arms [like] silver glimmering…´

´Tinúviel [a] formosa elfa, ,
Imortal donzela élfica,
Sobre ele lança [seus] cabelos negros como a noite,
E braços [como] prata reluzente…´

[compare este texto com um fragmento da canção de Aragorn no livro de J.R.R. Tolkien (O Senhor dos Anéis, livro I, capítulo, Uma faca no escuro.)

Tinúviel s. ´rouxinol [nightingale], filha do crepúsculo [daughter of twilight], ´(nome que Beren deu a Lúthien).

elvanui adj., s.´bela elfa [elven-fair]´; el- ´Élfica [Elvish]´ + *vanui, lenizado de *banui ´belo, bonito [fair, beautiful]´ (cf. BAN- inLR 351).

elleth s. fem.´donzela élfica [elf-maid]´ (WJ 363-4).

alfirin adj.´imortal´ (Letters 402).

edhelhael adj., s.´elven-wise´; edhel- ´elfo [elf]´ + hael, lenizado de *sael ´sábio´.

o prep.´sobre, a respeito de [about, concerning]´

hon pron.´ele´

ring v. pret..´lançava´; *rig- ´lançar, envolver [cast, wreathe] (cf. RIG- ´twine, wreathe´ in LR 383).

finnil s. pl.´trançado (braided) cabelo [hair]´; sg. finnel (LR 387).

fuinui adj.´noturno [nightly, dark]´; cf. fuin ´noite, escuridão [night, gloom, darkness]´ (LR 354) + -ui ´adjectival suffix´.

a conj.´e´.

renc
s. pl.´braços´; sg. ranc (LR 382).

gelebrin adj. pl.´como prata [like silver]´; sg. gelebren, lenizado de celebren´como prata [like silver]´ (LR 365).

thiliol v. ´brilhando, resplandecendo´; cf. thilia- ´brilhar, esplandecer [glister]´ (LR 392).

Tradução de Elanor e Mystique (Equipe Valinor)

Análise das Trilhas Sonoras

Agora que toda a trilha sonora dos três filmes já está disponível, vamos analisar detalhadamente uma por uma, indo de “A Sociedade do Anel” até “O Retorno do Rei” que encerra a trilogia do anel.

 
A SOCIEDADE DO ANEL  [2001]

1- The Profecy
2- Concerning Hobbits
3- The Shadow of the Past
4- The Treason of Isengard
5- The Black Rider
6- At the Sign of the Prancing Pony
7- A Knife in the Dark
8- Flight to the Ford
9- Many Meetings
10- The Council of Elrond
11- The Ring Goes South
12- A Journey in the Dark
13- The Bridge of Khazad Dum
14- Lothlorien
15- The Great River
16- Amon Hen
17- The Breaking of the Fellowship
18- May it Be

A trilha sonora de “A Sociedade do Anel” é sem dúvida a mais marcante de toda a trilogia. Talvez por ter causado o impacto inicial, talvez por ter sido a trilha sonora a ganhar o Oscar, o fato é que as músicas desta trilha acompanham toda a trilogia e seguem como tema base para todos os outros discos.

A participação de Enya abrilhanta o disco, embora sua participação tenha sido controversa: alguns amam, outros odeiam, mas é impossível ficar impassível às suas performances. May it Be foi indicada ao Oscar de melhor canção e embora não tenha levado a estatueta ainda assim virou um hit Pop/ New Age de proporções inimagináveis.

Os destaques desta trilha sonora são:

Concerning Hobbits: a música se mostrou ideal ao mostrar o estilo de vida dos Hobbits com seus tons e instrumentos “alegres” e despreocupados;

The Treason of Isengard: seu ritmo sombrio, pesado e cadenciado é perfeito para mostrar a traição de Saruman e suas máquinas de guerra. O tema principal acompanha diversas músicas ao longo de todo o disco;

A Knife in the Dark: terror, puro terror é o que esta música nos passa. A sensação dos Nazgûl tentando matar os hobbits é assustadora e chega a ser sufocante. Destaque para os corais e para o trabalho de percussão nos minutos finais da música que aliado a uma doce voz trabalha perfeitamente o contraste entre bem e mal;

A Journey in the Dark: a música transmite toda a grandiosidade de Moria. A musica começa devagar e vai evoluindo e realmente impressiona no seu verso principal (quando Gandafl ilumina os salões de Moria);

The Breaking of the Fellowship: O destaque principal do Cd, é a musica base da trilogia. Várias músicas de “As Duas Torres” e de “O Retorno do Rei” seguem os versos dessa música. De quebra ainda tem a melhor interpretação do cd inteiro em In Dreams, cantado por Edward Ross. Simplesmente encantadora;

May it Be: Uma linda canção composta e interpretada por Enya e com um refrão cativante. Virou hit e teve até direito a clip musical, veiculado no mundo inteiro.

AS DUAS TORRES [2002]

1. Foundations Of Stone
2. The Taming Of Sméagol
3. The Riders Of Rohan
4. The Passage Of The Marsches
5. The Uruk-Hai
6. The King Of The Golden Hall
7. The Black Gate Is Closed
8. Evenstar
9. The White Rider
10. Treebeard
11. The Leave Taking
12. Helm´s Deep
13. The Forbidden Pool
14. Breath Of Life
15. The Hornburg
16. Forth Eorlingas
17. Isengard Unleashed
18. Samwise The Brave
19. Gollum´s Song

Talvez a trilha sonora de “As Duas Torres” seja a mais fraca de toda a trilogia. Ela possui ótimas músicas, claro, mas não é um disco uniforme. A trilha alterna entre ótimos e medianos momentos. Talvez porque muito da trilha anterior seja utilizada nas novas músicas, então fica a sensação de que nós já a ouvimos antes.

Há destaques? Claro que há, e estes são brilhantes! A participação de Emilliana Torrini quase nos faz arrepiar em Gollum´s Song; e Riders of Rohan (tema de Edoras e dos Rohirrin) possui um fraseado de violino que, de tão fiel ao espírito original de Rohan, nos emociona. Um clássico.

Destaques:

Foundations of Stone: o cd já começa bem com uma música intensa e de grande impacto. Sensacional;

The Riders of Rohan: o fraseado de violino dessa música chega a arrepiar. Transmite toda a imponência e rudeza do reino de Rohan. Rústica, bela e imponente. Impressionante;

The White Rider: a sensação que se tem quando se ouve essa música é de que algo está renascendo e ganhando poder: Gandalf, claro! E é perceptível a mudança que ocorre ao longo da música, evoluindo e deixando o final realmente poderoso com seu coral;

Breath of Life: uma música tristíssima com uma voz linda e melodiosa de Sheila Chandra. A música é quase um lamento por Haldir, morto na batalha do Abismo de Helm;

Gollum´s Song: A melhor música do cd. Uma pérola de Howard Shore interpretada por Emiliana Torrini (que possui uma voz quase idêntica a de Bjork). A música é perfeita e passa realmente a sensação de solidão de Gollum. A melhor das canções da trilogia (as outra são May it Be e Into the West). Um final espetacular para o cd.

O RETORNO DO REI – [2003]

1. A Storm Is Coming
2. Hope and Memory
3. Minas Tirith
4. The White Tree
5. The Steward of Gondor
6. Minas Morgul
7. The Ride of the Rohirrin
8. Twilight and Shadow
9. Cirith Ungol
10. Anduril
11. Shelobs Lair
12. Ash and Smoke
13. The Fields of the Pelennor
14. Hope Fails
15. The Black Gate Opens
16. The End of All Things
17. The Return of the King
18. The Grey Havens
19. Into the West

A terceira trilha sonora é também a que contém mais graves e tons pesados, tudo a ver com o filme, que contém várias batalhas e momentos de desesperança. Os ritmos são menos variados, porém são mais cadenciados que os outros cds e o apelo emocional é maior.

A participação da cantora Annie Lennox abrilhanta e encerra de forma espetacular a trilogia, falando das Terras Imortais.

Estranhamente , a maioria das faixas de destaque do cd são as ímpares. Isso dá uma sensação de altos e baixos que não chega a ser desagradável, mas parece que nunca chega ao ápice do cd…

Destaques:

Minas Tirith: é a música que acompanha o trailler do filme. Simplesmente magnífica. Impossível não visualizar a cidade branca quando se ouve essa música;

The Steward of Gondor: Billy Boyd (Pippin) canta muito bem e nos presenteia com uma boa interpretação nesta música triste que aliada com as imagens do filme, leva as platéias ao choro;

The Ride of the Rohirrin: a música é levada por percussão e
violino e realmente dá a sensação de uma marcha de cavalaria. Muito intensa;

Shelobs Lair: A música passa a sensação de caçada no escuro e chega a ser angustiante o ritmo desenfreado, quase uma correria. Remete imediatamente a filmes de terror e suspense. Perfeita para a cena;

The Return of the King: a música mais longa do cd e é também uma das mais belas de toda a trilogia. O verso narrado por Viggo Mortensen (Aragorn), Aragorn´s Coronation, se encaixa muito bem no contexto da música e toda a música resume bem o espírito da trilogia, com versos que remetem a todas as músicas principais dos cds, quase uma colcha de retalhos;

Into the West: Uma magnífica música composta e interpretada por Annie Lennox. A música encerra a trilogia de modo mais que perfeito, falando sobre Valinor e os Valar, um hit.

A trilha sonora de Howard Shore entra na história do cinema pra ficar. Quem não se lembrará do Condado ao ouvir “Concerning Hobbits”, ou de Edoras ao ouvir “The Riders Of Rohan” ou mesmo Minas Tirith ao ouvir a música de mesmo nome. Impossível. Em nossas mentes a Terra Média já tem som e Howard Shore nos ajudou a formar essas imagens que nos acompanharam por três longos anos.

A trilha sonora deve funcionar até mesmo para aqueles que não viram a trilogia e apenas leram os livros (se é que existe alguém), uma vez que a trilha foi composta com extrema sensibilidade e bom gosto. Divirta-se!

A Sociedade do Anel: 9,5
As Duas Torres: 8,5
O Retorno do Rei: 9,0

SdA – The Prophecy

[b]<font

 

[b]
The Prophecy
[/b]

Letra de Philippa
Boyens, música de Howard
Shore,
traduzida para o Quenya por David Salo.

Coro em Quenya

[b]Yénillor
morne
[/b]

[b]tulinte
i quettar
[/b]

[b]Tercáno
Nuruva.
[/b]

[b]Hlasta!
Quetis
[/b]

[b]Ilfirimain[/b]

´The Seer Speaks

Out
of the Black Years

come
the words

[the]
Herald of Death.

Listen!
It speaks

to those who were not born to
die…´

The Ringspell…´

[b]
A Profecia
[/b]

O Profeta Fala…

Dos distantes Anos Negros

vêm as palavras

Do Arauto de Morte..

Escute – ele fala para

aqueles que não nasceram para morrer…´

O Feitiço do Anel…´

[b]yénillor
[/b][i]s.[/i] [i]Ablativo [/i]´ dos distantes (longos) anos [out
of the (long) years]´; cf. Q [b]yén [/b]´
´ano longo´ élfico de 144 anos solares, 52,596 dias´.

[b]morne
[/b][i]adj. pl. [/i]´escuros, sombrios [dark;
black]´; cf. sg. [b]morna[/b] ´escuro, sombrio´ (LR 373).

[b]tulinte
[/b][i]v.[/i][b] [/b][i]aoristo
[/i]´eles vêm [they come]´; [b]tule [/b]´vir´ +[b]
-nte[/b] ´eles´; cf. [b]tulin[/b] ´Eu venho [I come]´ (LR 395).

[b]i
quettar
[/b][i]s. pl. [/i]´as
palavras´; cf. sg. [b]quetta[/b] ´palavra´ (S 436).

[b]tercáno
[/b][i]s. [/i]´arauto, mensageiro [herald]´;
cf. [b]tercáno[/b]
´arauto´ (PM:362)
.

[b]nuruva
[/b][i]s. adjetival [/i]´da morte [of
death]´; cf. [b]nuru[/b] ´morte´ (LR 377).

[b]hlasta
[/b][i]v. imperativo [/i]´ouça [listen]´;
*[b]hlasta- < [/b]CE [b]slas-ta-[/b], [b]S-LAS- [/b]´ ouvir [hear]´

[b]quetis
[/b][i]v. aoristo [/i]´ele fala [it
speaks]´; cf. [b]quete[/b] ´dizer, falar [say; speak]´ (S 436). [ Na letra lê-se erroneamente [b]quetes[/b]]

[b]Ilfirimain
[/b][i]s. pl. dativo [/i]´para os Imortais [to
Immortals]; aqueles que não nasceram para morrer [to those who are not born to die[´; pode ser derivado de [b]il-firima-in[/b]
´im-mortal-to (pl.); cf. [b]ilfirin [/b]´LR 381´ e [b]fírimoin [/b]´para os Homens [for
Men]´ (LR 72). [Na letra lê-se erroneamente [b]Hfirimain[/b]]

[url="#start"][img]up.gif[/img][/url]

[i]Tradução de Elanor e Mystique (Equipe Valinor)[/i]

RdR – The Steward of Gondor

 
Home is behind
The world ahead
And there are many paths to tread
Through shadow
To the edge of night
Until the stars are all alight
Mist and shadow
Cloud and shade
Hope shall fail
All shall fade

O Governante de Gondor

Billy Boyd
 
O lar está para trás
O mundo à frente
E há muitos caminhos para trilhar
Através da sombra
Para a orla da noite
Até que as estrelas estejam todas acesas
Névoa e sombra
Nuvem e penumbra
A esperança falhará
Tudo desaparecerá