Maerton – Capí­tulo 5 – Beleriand

Certo dia, Sereg avançou até as Ered Luin. Ele sentia uma vontade imensa e descontrolada de ver Beleriand. Quando estava caminhando, encontrou um exótico grupo de homens, e no meio deles um elfo tocava e cantava uma linda canção. Era Finrod, do reino de Nargothrond. O líder dos homens era Bëor. Ao ver aquilo, Sereg os seguiu, por uma trilha nas Ered Luin, até Ossiriand, onde ele andou até Doriath, e se deteve no cinturão de Melian, onde guardas o levaram até Menegroth, e ele foi apresentado a Thingol. Ali eles o levaram para o calabouço, e só então Sereg entendeu: ele era um prisioneiro. Então, reunindo todo o seu poder, se transformou em um Balrog, e matou 63 soldados, até que Melian, a Maia, o enfrentou e desmaiou-o. Então, ele tomou sua forma normal, foi muito bem preso, em uma mesa feita pelos anões. Ali ele ficou por muitos anos.

 
No leste, todos da tribo Maerton, receberam nomes (até então eles não o tinham), e o herdeiro de Lómin, seu filho, foi chamado Dar-Lómin, e o filho deste, Dir-Lómin. Esta virou uma tradição dos herdeiros de Lómin. Os elfos, porém, sentiram inveja da força, agilidade, beleza e velocidade dos Maerton, e os expulsaram para Beleriand, onde passaram um ano. Eles eram lá vistos como alguns simples Moriquendi, e foram morar na terra, mais tarde nomeada Dor-Lómin, por um longo ano.

Quando já estavam a duas semanas ali, Dar-Lómin foi com seu general,Figôniel, caçar, para além das Ered Luin, e Dir-Lómin ficou como regente, em seu lugar. Nesta época, o regente nomeou aquela terra onde viviam: Dor-Lómin. Isso foi uma homenagem dupla: homenageou Lómin, pois Dor-Lómin significa terra de Lómin; e homenageou seu filho de doze anos de idade, Dor-Lómin. Quatro meses depois, um cavaleiro caindo aos pedaços se aproximou de Dor-Lómin.

 
(Capítulos Um, Dois, Três e Quatro desta fanfic)