Maerton – Capí­tulo 3 – Durante o sono

Enquanto os Maerton dormiam, várias coisas aconteceram. Os Valar
limitaram suas forças, pois sentiram medo deles, Seregorr foi confiada
a Eonwë, o arauto de Manwë, que a guardou em Taniquetil. Melkor foi
derrotado e preso nos palácios de Mandos, por três eras. Os
primogênitos de Eru, os elfos, nasceram, em Cuiviénen, e Oromë os
conduziu até Valinor. Muitos, porém, não chegaram à terra imortal, e
ficaram na terra-média: os Moriquendi. Alguns destes foram os Sindar,
que criaram o idioma Sindarin, falado em Beleriand.
 

Melkor foi
libertado, com um juramento de lealdade, e ele foi até Ungoliant, na
terra de Avathar, o extremo sul, e os dois “atacaram” Valinor.
Destruíram Laurelin e Telperion, como também os poços de água e luz, de
Varda, mataram Finwë e roubaram as Silmarils. Isso gerou a nova
proteção de Valinor, com as Pelóri mais altas que nunca, e a deixa dos
Noldor (resultado de tragédias), que, quando estavam chegando a
Beleriand, admiraram o sol e a lua pela primeira vez. Foi nesse
instante que os homens nasceram, longe, perto de Cuiviénen. E os
Maerton despertaram mais uma vez!

(Capítulos Um e Dois desta fanfic)