The Lord of the Rings: Conquest

Será lançado em novembro nos Estados Unidos o mais novo jogo baseado nas obras de Tolkien, chamado de The Lord of the Rings: Conquest. Desenvolvido pela Pandemic Studios (a mesma de  Star Wars: Battlefron), o jogo permite que você lute tanto do lado do bem como do lado do mal, mas ao contrário de The Lord of the Rings: The Battle for Middle-earth, a história é baseada na idéia de que Sauron evita que o Um Anel seja destruído e passe a lutar contra isso.
 
 
Os produtores do jogo contaram com uma ajudinha da WETA Digital, que forneceu vários modelos digitais de personagens utilizadas nos filmes. Dos filmes também veio o narrador do jogo: ninguém mais, ninguém menos do que Hugo "Elrond" Weaving, que conta a história de modo dramático. Com tantos "empréstimos" é certeza de diversas imagens bastante familiares aos fãs da trilogia de Peter Jackson, como fica claro nesse screenshot:
 
lotrc_screenshot_03.jpg
 
Sobre o ponto alto do jogo (atuar de acordo com o "lado negro"), a história começa com Sauron mandando um Nazgûl para a Montanha da Perdição, de modo que ele evite que o Um Anel seja destruído. A partir disso você espalhará seu exército por toda a Terra-média, até chegar no Condado, onde poderá destruir todas as tocas. Assim, a campanha acaba funcionando como um "final alternativo", algo parecido com um desenvolvimento do E Se…? que temos no Fórum Valinor.
 
Outro destaque bacana é a possibilidade de comandar variadas criaturas, inclusive podendo utilizá-las como montaria. É possível utilizar Ents para acabar com Orcs, além de usar Wargs, Trolls e Olifantes para atravessar os campos de batalha.  Aqui você pode conferir mais algumas imagens do jogo, e se elas não forem o bastante para atiçar sua curiosidade, não deixe de visitar o site oficial de The Lord of the Rings: Conquest , onde você poderá assistir a trailers do jogo tanto para o lado do bem quanto para o lado do mal.
 
lotrc_screenshot_01.jpg
lotrc_screenshot_02.jpg
lotrc_screenshot_04.jpg
lotrcx360scrn040809.jpg