Quentin-Tarantino2

O Senhor dos Anéis de Tarantino

*Nota da tradutora: Tendo em vista que a versão original apresenta um linguajar um tanto quanto forte, nos vimos obrigados a substituir algumas expressões por termos “genéricos”, para que pudesse ser publicada na Lothlórien sem cortes.LIVRO 1

Sentando sob uma árvore, lendo um livro, está Frodo Bolseiro. Ele ouve uma voz que canta uma canção. É a voz de um homem velho. Frodo abaixa o livro e olha para a estrada. Ele vê Gandalf, O Cinzento, em sua carroça. Um sorriso abre-se em sua face.

 

FRODO: Gandalf, seu F.D.P.!
Gandalf olha para Frodo e também abre um sorriso.
GANDALF: Venha aqui, seu bastardinho!
Frodo corre para a estrada e pula na carroça, então, abraça Gandalf.
FRODO: O que você está fazendo aqui, Gandalf?
GANDALF: Que droga você acha que estou fazendo aqui? Estou visitando Bilbo!
FRODO: Por quê?
GANDALF: Não é da sua conta, K7!
Frodo olha para a cara de Gandalf e nota o cachimbo.
FRODO: O que você está fumando?
GANDALF: Erva.
FRODO: É do tipo bom?
GANDALF: O quê?
FRODO: É da boa?
GANDALF: Garoto, garanto que essa deixa você ligadão!
FRODO: Nossa erva também é boa.
GANDALF: É, tá! Eu prefiro fumar um macaco à fumar essa bosta!
FRODO: Você está vendendo?
GANDALF: Você está maluco, seu porcaria? Eu trouxe isto de Mirkwood! De qualquer jeito é muito forte para você.
A carroça passa por um grupo de crianças. As crianças começam a correr pela estrada atrás da carroça.
CRIANÇAS: Gandalf, fogos de artifício!!!! Gandalf! Gandalf!! Fogos de artifício!! Fogos de artifício!!!
Gandalf continua olhando para frente e as crianças param de correr. Todas elas olham tristes.
GANDALF: Você querem fogos de artifício? Eu lhes darei alguns malditos fogos de artifício!
Gandalf pega uma metralhadora de dentro de seu casaco, aponta para o céu e atira!
TATATATTATATATATATTA!!!!
As crianças todas gritam e saem correndo chorando.
{mospagebreak}
Frodo está rindo.
FRODO: Gandalf, foi bom te ver.
Frodo salta da carroça.
Gandalf chega em Bolsão, casa de Bilbo Bolseiro.
Ele salta da carroça e bate na porta.
Bilbo grita de dentro da casa.
BILBO: Que droga vocês querem, seus pedaços de porcaria!!! Eu não quero ninguém aqui.
GANDALF: Nem mesmo um velho parceiro sexual?
Bilbo abre a porta e vê Gandalf. Ele salta e abraça Gandalf.
BILBO: Gandalf, entre!
Ambos entram na casa de Bilbo.
Quando Bilbo fecha a porta, Gandalf pega uma Beretta e aponta para a cabeça de Bilbo.
Bilbo olha para Gandalf, assustado.
BILBO: Gandalf, o que você está fazendo?
Gandalf tira sua máscara e Bilbo vê que não é Gandalf, mas Saruman!
SARUMAN: Gandalf o K7! Me dê o maldito anel!
BILBO: Saruman!!!!
O verdadeiro Gandalf abre a porta com um chute, com uma espingarda na mão.
GANDALF: Tire suas mãos dele, seu desgraçado!
SARUMAN: Francamente, meu querido… Eu não dou umazinha nisso.
Saruman atira no peito de Gandalf três vezes com a Beretta. Gandalf atira em Saruman com a espingarda.
Saruman desvia das balas e sai da casa de Bilbo.
Saruman salta em seu cavalo e foge dali.
Gandalf cai no chão, ferido. O sangue jorra dos buracos das balas.
BILBO: Não preocupe, eu cuidarei de você Gandalf!
Momentos depois, Gandalf está na cama de Bilbo, e Bilbo está arrancando as balas do corpo do mago, e costurando os buracos.
GANDALF: AAAAAAAAAARRRRGGGGGHHHHHH!!!!!
BILBO: Não seja tão frouxo!
GANDALF: Ei, feche essa matraca, ou eu o transformarei numa droga de saAAARRRRGGGGGHHHHH!!!!!!!!
BILBO: Ótimo! Agora tem sangue em todo o meu tapete!!!!!
GANDALF: Pare de reclamar e termina de costurar esses aranhões.
BILBO: Arranhões?!? Você se parece mais com uma porcaria de uma peneira!!!!
GANDALF: AI!! Isso dói! Isso dói!
BILBO: Se você agüentasse só por mais UMA DROGA DE SEGUNDO!!!
GANDALF: Eu preciso da minha erva para relaxar…
BILBO: Não preocupe, mais tarde eu farei você relaxar. Eu vou cuidar de seus tomates e da sua banana, se você sabe o que eu quero dizer.
Gandalf abre um sorriso.
{mospagebreak}
É noite e nós estamos na festa de Bilbo! Muitos hobbits dançando, bebendo, comendo! Todo mundo está contente!
Sam está atrás de uma casa, no meio do bosque, transando com Rosinha!
Frodo está sentando em uma mesa, fumando erva.
Bilbo está contando uma história para um grupo de crianças.
BILBO: Então, lá estava eu, com um troll tentando me matar! Aí eu pego minha espada e enfio no traseiro do troll!
As crianças riem!
Merry e Pippin estão acendendo uma dinamite dentro de uma casa.
MERRUY: Onde está o acendedor?
PIPPIN: Acendedor? Nós estamos há 7000 anos antes do acendedor sequer ser inventado!
Merry vê uma vela.
MERRY: Pega a vela.
Pippin pega a vela e acende a dinamite.
PIPPIN: Ok, agora o que?
MERRY: CORRE!
Eles saem da casa.
A casa explode!
Todo o mundo na festa bate palmas e sorri!
MERRY: De novo!
Gandalf surge e esbofeteia a cara de Pippin.
GANDALF: Seus pequenos e sujos filhos de uma galinha !
Bilbo sobe em uma mesa.
BILBO: Todo mundo!!! Por favor, olhem aqui! Discurso!!
Todo mundo na festa olha para ele, quieto.
BILBO: Bem, eu queria agradecer a todos vocês! Tão maravilhoso grupo de bundões! Os Boqueteiros, Fornicadores, Bolseiros, Tooks, Brandebuques! Todos vocês! Embora eu não goste da metade de vocês tanto quanto mereçam e a metade de vocês eu gosto tanto quanto eu gostaria de merecer, mas gosto da metade de vocês a metade do que gostaria que desejasse merecer de todos vocês!
Todo mundo olha um para o outro. Ninguém entendeu o que Bilbo acabara de dizer.
BILBO: A verdade é… Bem, eu odeio todos vocês! Adeus, seus f.d.p., vocês podem enfiar todo o Bolsão nos seus traseiros!
Bilbo coloca o anel e fica invisível. Todo mundo está chocado!
Estamos agora dentro da casa de Bilbo. A porta abre lentamente e então fecha. De repente vemos Bilbo aparecer do nada. Ele tirou o anel de seu dedo. Bilbo ouve uma voz.
GANDALF: Venha aqui, no quarto.
Bilbo entra no quarto e vê Gandalf na cama dele.
GANDALF: Eu estava esperando por você!
BILBO: Agora não, Gandy. Agora não.
GANDALF: Qual é o problema?
BILBO: Vou dar a droga do fora daqui antes que alguém me veja!
GANDALF: Nem mesmo uma rapidinha…
BILBO: Não!
{mospagebreak}
GANDALF: Certo, faça o que você quiser! Mas você está certo que vai levar o anel? Você viu o que Saruman fez! Ele poderia achá-lo, poderia matá-lo, seu mané filho de uma galinha, e poderia levar o anel. O que é esse anel, afinal?
BILBO: Eu não sei.
GANDALF: Você está decidido?
BILBO: Sim estou, Gandalf. Eu o deixarei para Frodo de qualquer maneira.
GANDALF: O anel?
BILBO: N
ão, meu traseiro!!!! Claro que é o anel!
GANDALF: Você sabe que Frodo ainda está na adolescência. Ele poderia usar o anel para masturbação, uma vez que ele provavelmente não vai arrumar ninguém para transar no Condado.
BILBO: Não preocupe com Frodo, as cabras dão conta do apetite sexual dele.
GANDALF: Ok. Faça o que você quiser!
BILBO: Adeus, Gandalf!
GANDALF: Adeus, seu bastardinho!
Bilbo começa a caminhar para a porta.
GANDALF: Bilbo, você não está esquecendo algo?
BILBO: O quê?
Gandalf pega um consolo de borracha debaixo da cama de Bilbo.
BILBO: Oh, é! Eu quase esqueci!
GANDALF: Lembre-se, Bilbo. Sexo seguro!
BILBO: Certo, eu deixarei o anel na mesa.
GANDALF: Certo, cai fora daqui! Você está começando a me dar no saco!!!!!
Bilbo sai da casa e fecha a porta.
GANDALF: Eu imagino se ainda verei aquele traseirinho novamente…
Gandalf caminha para a porta e salta sobre seu cavalo. Ele vê Frodo vindo.
FRODO: Gandalf, onde diabos você vai?
GANDLF: Eu vou, mas eu regressarei, logo. Ah, e Bilbo deixou para você um presentinho sobre a mesa.
Frodo corre para dentro da casa, olha para a mesa e vê o anel.
FRODO: Yesssssss!!!!!!!!!!
Frodo coloca o anel e fica invisível. Ele está agora no Mundo das Sombras, mas ele pode ver tudo quase perfeitamente.
Ele sai da casa e corre estrada abaixo para a casa de Sam.
Ele entra no jardim de Sam e olha dentro da casa para ver Sam e Rosinha transando.
FRODO: Eu deveria ter trazido pipoca!!!
Rosinha começa a bater no traseiro de Sam. Sam está gritando. Frodo abaixa as calças e começa a se masturbar.
FRODO: Vai! Vai!! Bate nele! Bate nele!
Enquanto Frodo está se masturbando, o anel escorrega do seu dedo e ele não nota. Ele continua se masturbando, mas agora visível.
Sam e Rosinha o olham, surpresos. Frodo vê que Sam e Rosinha estão olhando para ele!
Frodo levanta as calças, coloca o anel e sai correndo.
{mospagebreak}
*semanas depois…*
Frodo está em casa, sentado no sofá bebendo cerveja com Pippin. Ele está contando para Pip uma história.
FRODO: Então o sujeito me dá três quilos de er…
PIPPIN: Quilos? De que droga está falando? O que é isso afinal, Miami Vice?
FRODO: Nós negociamos em quilos.
PIPPIN: Que coisa estúpida.
FRODO: Eu sei. Então, eu pego a erva e o sujeito me diz que vai na casa dele para pegar uma pasta. Ele vai lá, volta com uma droga de uma 38 enorme, aponta para minha testa e diz: “Você fez negócio com a droga do cara errado!”.
PIPPIN: Hahahahahahhaha!!
FRODO: E o sujeito tinha um sotaque alemão, então eu digo pra ele: “Ei, Nazi, abaixa a droga da arma porque tem dois franco-atiradores apontando para sua cabeça. Se você não quer morrer, é melhor você abaixar a arma.”
PIPPIN: O cara caiu nessa?
FRODO: Claro!
PIPPIN: Haahhaahahahhaha! Cara, isso é estúpido!
A porta se abre e Gandalf entra na casa de Frodo.
FRODO: Gandalf!
GANDALF: Peregrin, cai fora daqui, eu tenho que falar com Frodo.
PIPPIN: Certo!
Pippin deixa a casa e Gandalf se senta no sofá. Ele parece preocupado.
GANDALF: Você ainda tem o anel, não tem?
FRODO: Sim, está na minha gaveta.
Gandalf corre para o quarto de Frodo.
Frodo acende e começa a fumar um cachimbo com erva.
Gandalf volta com o anel na mão. Ele lança o anel ao fogo, então pega o anel e o coloca na mesa.
GANDALF: Frodo, venha aqui.
Frodo vai para a mesa e se senta, ainda fumando.
GANDALF: É isso aí! Olhe o anel! As inscrições! Frodo, eu tenho que te contar algo.
FRODO: Ok.
Frodo já está muito doidão.
GANDALF: Um anel para a todos governar, Um anel para encontrá-los, Um anel para a todos trazer e na escuridão aprisioná-los.
FRODO: Você é um poeta e não sabe! Hahahahahahahahahahaahhaha!!!
GANDALF: Pare de fumar essa erva.
FRODO: Ok.
{mospagebreak}
GANDALF: Essa é a droga do anel de Sauron. Foi feito há muito tempo atrás. Este anel estava sendo usado por Sauron, O Phodão, na Batalha da Última Aliança, quando Isildur o tomou. Mas o F.D.P. tinha um coração fraco, como todos os humanos. Em vez de destruir este anel, terminando com o poder de Sauron, ele o levou com ele. Isildur morreu e o anel ficou perdido por 2500 anos em um rio. O anel foi achado por Sméagol. Aquele phodidinho também foi corrompido pelo anel. Ele o levou para uma caverna e lá ele ficou apodrecendo durante a droga de 500 anos. Então, Bilbo o achou. Agora, está em suas mãos. O anel deve ser destruído.
FRODO: O que?
GANDALF: Sauron está procurando por ele. Buscando-o com todos as suas forças. Ele vai achar o anel. Por isso Saruman o quer!
FRODO: Hein?
GANDALF: Rápido! Você tem que partir para Bri, agora. Eu não posso ir com você, eu tenho que falar com alguém.
FRODO: Hein?
GANDALF: Espere, Estou ouvindo alguém.
Gandalf se vira e vê Saruman espiando na janela.
GANDALF: F.D.P.!!!!!
Gandalf pega sua Uzi e atira em Saruman.
TATATATATATATATATATATTA
GANDALF: Frodo, abaixe!
FRODO: Hein?
TATATATTATATATATATATATA
Saruman pega seu rifle e começa a atirar!
POW!POW!POW!POW!POW!
De repente, Saruman percebe que há alguém atrás dele.
É SAM!
Sam bate em Saruman com a pá que ele está levando!
Saruman solta a arma e sai correndo.
FRODO: Sam?
Gandalf puxa Sam para dentro da casa.
GANDALF: Não é que é você mesmo, seu bastardinho!
SAM: Bem, eu faço o melhor que posso!
GANDALF: Eu acho que posso ter um trabalho para você…
SAM: Desculpe, Gandalf. Eu não sou gay.
GANDALF: Não! Não esse tipo de trabalho!*no dia seguinte*
É manhã. Frodo e Sam estão caminhando e caminhando e caminhando por planícies e vales e campos e bosques.
SAM: Então, o que estamos fazendo?
FRODO: Eu não sei. Algo sobre um anel, um… um carro de corrida… uma briga…
SAM: Uma briga? Você não quer dizer Bri?
FRODO: Sim, nós temos que ir para Bri.
SAM: Por que?
FRODO: Por que droga eu deveria saber?
SAM: Bem, porque você é a droga do Portador do Anel!
FRODO: Vamos para Bri. Ok?
SAM: Ok.
{mospagebreak}
FRODO: E Sam, me desculpe por ter espiado você. Aquela coisa, você sabe? Você e Rosinha…
SAM: Deixa quieto.
FRODO: Ela é boa de cama?
SAM: Rosinha? Naaaaa… Média. Já tive transa melhor. Rapaz, eu gostaria de meter numa elfa. Eu quero dizer, elas têm super velocidade para algo, certo? Cara, uma elfa na cama deve ser um sonho!
FRODO: Bem… Você nunca encontrará uma elfa, então esqueça.
SAM: Espera.
FRODO: O que?
SAM: Este é o mais distante que já fui de casa.
Eles deixam de caminhar.
FRODO: Olhe! Um carro no fundo!
SAM: Onde?
Sam olha atrás e Frodo o puxa.
SAM: Ei!
FRODO: Vamos! Nós não temos tempo para isso.
SAM: Bem, eu salvei sua vida, eu estou nessa com você com um anel que tem o poder para destruir a Terra-média. Você deveria me dar a droga de
uma descanso!
Frodo e Sam estão caminhando em uma planície enorme, nada ao redor deles. De repente, Merry e Pippin aparecem do nada.
SAM: Merry? Pippin?
MERRY: O que?
FRODO: Que diabos vocês estão fazendo aqui?
MERRY: Nós não sabemos. Nós tínhamos que ir nesta viagem com você. Era o plano original de Tolkien. Mas um cabeça de bagre chamado Peter Jackson não quis o modo original que nós nos encontraríamos, como visto no livro de Tolkien. Assim, o mané veio com seu próprio jeito de nos encontrarmos. Mas Folco Gamgee não gostou daquele modo, então o bastardo escreveu isto desse jeito. Era a droga do destino.
FRODO: Ok. Nós vamos para Bri.
PIPPIN: Ok. Vamos!
Assim, lá estavam eles. Os quatro hobbits. Seguindo o seu caminho em uma viagem selvagem onde coragem e honra são muito importantes.
PIPPIN: Estou com fome.
MERRY: Sem comida.
PIPPIN: Eu estou realmente faminto!
MERRY: Bem, você pode chupar meus bagos se você quiser.
FRODO: Não pararemos até que cheguemos a Bri.
Gandalf viaja por muitas estradas com seu cavalo em alta velocidade. Ele, então, chega às Colinas do Norte, em uma pequena vila. Ele pára o cavalo na frente de um bar escuro, sujo, cheio de viajantes como ele. Assim que ele entra na barra, todo o mundo olha para ele.
Gandalf está procurando alguém. E ele acha a pessoa, Radagast, O Marrom. Ele é um homem alto, negro, com um cabelo afro curto.
Gandalf se senta na mesa de Radagast.
GANDALF: Radagast!
RADAGAST: Gandalf, meu irmão! Deixa eu te pagar uma cerveja, seu filho de uma vadia!
GANDALF: Não há tempo!
RADAGAST: Você parece preocupado. O que há em sua mente? O que é?
GANDALF: O que é? Eu lhe falarei o que é. É a droga do Um anel!
{mospagebreak}
RADAGAST: O Um anel?
GANDALF: É.
RADAGAST: O que rola na rua é que o Um anel está na mão de um hobbit. Um Bolseiro.
GANDALF: Bem, o que está rolando está absolutamente certo. O nome dele é Frodo Bolseiro.
RADAGAST: Frodo Bolseiro. Ele o tem?
GANDALF: Sim.
RADAGAST: Então, se o anel foi achado…
GANDALF: Sim novamente.
RADAGAST: Sauron, O Phodão.
GANDALF: Ele está procurando-o. Ele está buscando-o com todas as suas forças.
RADAGAST: Oh não.
GANDALF: Oh sim!
Radagast respira fundo.
RADAGAST: Onde este Frodo está?
Os quatro hobbits estão caminhando na Floresta Velha.
PIPPIN: Eu estou com fome.
MERRY: Foda-se.
De volta ao bar.
RADAGAST: Ele está só?
GANDALF: Ele está com o amigo dele. Sam.
RADAGAST: Mas que m****! Você surtou?
GANDALF: Não se preocupe. Esses porrinhas podem tomar conta de si mesmos. Agora, o que rola na Terra-média é que os Nove deixaram Minas Morgul.
RADAGAST: Os Nazgul? K7, eles estão enrascados! Numa m**** grande. E Saruman, Aquele de Muitas Faces, pode estar procurando por ele também.
GANDALF: Ele está. Mas estou muito mais preocupado com as forças de Sauron.
RADAGAST: Eu entendo.
GANDALF: Radagast, eu preciso de sua ajuda.
RADAGAST: Gandalf, você sabe que pode contar comigo. Eu não me chamo Radagast, O Marrom, porque eu cheiro a titica.
GANDALF: Então por quê você é chamado assim?
RADAGAST: Eu não sei, mas esse não é o maldito ponto! Então, o que posso fazer para ajudá-lo?
*três dias depois*
Os quatro hobbits estão na estrada para Bri. Eles caminham em fila única, cantando.
{mospagebreak}
HOBBITS:
Nós somos hobbits e nós estamos felizes,
Se você não gosta de nós, beije seu próprio traseiro.
Nós somos hobbits e nós falamos a verdade.
Se você tem um problema, lamba seu próprio traseiro.
Oooh! Ai deeeaaiiideeeaaaiiiiieeeyyeee!
Oooh! Ai deeeaaiiideeeaaaiiiiieeeyyeee!
Nós somos hobbits e nós somos realmente pequenos,
Se você arrumou algum problema, pode comer seu próprio traseiro.
Nós somos hobbits e nós somos espertos.
Se você está em alguma dificuldade, pode rasgar seu próprio traseiro.
Se você está em alguma dificuldade, pode rasgar seu próprio traseiro.
Você pode rasgar seu maldito traseiro!
Ei!

FRODO:
Rastejando em minha pele,
Este anel, é do mal.
Medo é o que ele usa,
Confundindo o que é real.
ooooooooooooooooooh!

MERRY:
Mexa o corpo, mexa o corpo,
Esse é o Um anel e o anel é do carvalho
Mexa o corpo, mexa o corpo,
Nós estamos pianinho e você sabe que estamos ferrados.

PIPPIN:
Três MC´s e um DJ
Nós estamos levando anéis sem tempo a perder
Senhor Mestre Mike o que você tem a dizer.

SAM:
Hoje a noite não tem luar
e eu estou sem ela
Já não sei onde procurar,
não sei onde ela está…
{mospagebreak}
FRODO: Espere! Todo mundo, sai da estrada! Tem algo vindo!
Os quatro hobbits se escondem atrás de uma árvore grande no lado da estrada. Eles ouvem um cavalo vindo. Um cavalo grande, pesado. Eles estão completamente assustados e fora de si.
Um Nazgul montado em seu cavalo aproxima-se da árvore. Ele fareja algo.
Pippin peida. O Nazgul ouve o som.
Sam, em uma manobra desesperada, pega o Um anel do bolso de Frodo e põe em seu próprio dedo. Os três hobbits o vêem desaparecer. Sam está agora no Mundo das Sombras, ele pode ver perfeitamente a forma real do Nazgul.
Sam corre para a estrada, apanha um galho e enfia no traseiro do cavalo!
O cavalo fica louco e começa a correr estrada abaixo com o Nazgul tentando pará-lo.
Sam tira o anel e fica visível.
FRODO: Vamos! Para Bri! Só mais uma hora!
Os quatro hobbits correm para Bri enquanto a escuridão cai em sua estrada.

Gandalf e Radagast estão viajando por uma estrada vazia em uma planície enorme, com seus cavalos galopando muito rápido. De repente, uma árvore pula no meio da estrada.
Gandalf e Radagast param os cavalos.
GANDALF: Mas que diabos está acontecendo?
RADAGAST: Que droga é essa? Essa vadia não faz meu tipo!
A árvore na verdade é um ent. Um ent fêmea. Fimbrethil.
FIMBRETHIL: Inferno, não sou sua vadia, negão. É ruim de você me traçar!
RADAGAST: Tô fora!
FIMBRETHIL: Mithrandir! Que diabos você está fazendo aqui, seu branquelo bastardo?
GANDALF: Fimbrethil, nós temos que passar. É uma questão de vida ou morte.
FIMBRETHIL: Eu teria deixado você passar, se não fosse pelo Queimadinho aí!
RADAGAST: Essa vaca me chamou de Queimadinho? Eu vou queimar sua rosca, piranha. Vou meter fogo nesse seu rabo de madeira!
FIMBRETHIL: É ruim hein!
RADAGAST: Não me chamo Radagast, O Marrom, porque eu cheiro a titica.
FIMBRETHIL: É porque você se parece com ela!
RADAGAST: Bem, e você não é Cameron Diaz, tá ligada?
FIMBRETHIL: Eu posso não ser a maldita Cameron Diaz, mas você também não é nenhum Samuel L Jackson!
RADAGAST: Mas ainda sim me deixaria te dar uns amassos, galinha!
FIMBRETHIL: Tu tá
me dando no saco, negão.
RADAGAST: Ah! Quer saber de uma coisa? Você nem é gostosa.
Radagast puxa uma metralhadora do casaco e atira em Fimbrethil. A ent cai no solo, morta.
RADAGAST: Como eu disse antes, você não faz meu tipo!
{mospagebreak}
Os quatro hobbits estão correndo pela estrada. É uma noite chuvosa. Eles vêem um portão finalmente. É Bri.
Os quatro hobbits se aproximam do portão e batem nele.
Um homem velho abre a porta.
HOMEM VELHO: O que é? Quatro jovens hobbits?
FRODO: Nós temos que entrar. Nós viemos aqui para ficar no Ponei Saltitante!
HOMEM VELHO: Ok, se é assim…
Os quatro hobbits entram na aldeia de Bri, eles estão correndo numa rua vazia, até que eles vêem uma placa grande.
SAM: Lá está o Ponei Saltitante.
Eles entram na casa. É um lugar grande, muitos pessoas, sentadas no bar ou nas mesas.
Os quatro amigos se sentam em uma das mesas.
FRODO: Graças a Eru, estamos aqui e estamos seguros.
SAM: Gandalf deveria estar aqui.
MERRY: Alguém poderia me explicar que diabos está acontecendo?
PIPPIN: Por que Sam desapareceu quando pôs aquele Anel… Jóia… Coisa…
MERRY: E sobre aqueles Cavaleiros Negros?
PIPPIN: É! Eles eram umas drogas de uns grandes bastardos!
FRODO: Droga! Eu não sei quem eram eles, mas isso em meu bolso é o Um anel.
PIPPIN: O Um anel?
MERRY: O Um anel?
FRODO: Foi o que eu disse. O Um anel. E você, Sam, nunca ponha novamente este anel. Você ouviu o que Gandalf disse. Este anel pode atrair as forças do mal.
SAM: Sim, Senhor Frodo.
Frodo está olhando para alguém sentando em outra mesa. É um homem alto, vestindo um casaco, sentado no fim da sala, olhando para os quatro hobbits.
Frodo chama um garçom.
GARÇOM: O que é? Qual seu nome.
FRODO: Meu nome… U…
GARÇOM: U?
FRODO: U…
GARÇOM: U o que cara, tá vaiando?
FRODO: lisses. Ulisses.
GARÇOM: Ah bom, senhor Ulisses. O que vai querer?
FRODO: Quem é aquele ali?
Frodo aponta para o homem.
GARÇOM: Mas porque droga eu deveria saber?
FRODO: Você não tem nenhuma idéia?
GARÇOM: Eu não sei. Talvez seja Aragorn.
FRODO: Aragorn…
{mospagebreak}
Sam está olhando para a outra ponta da sala onde outro hobbit, também vestido em um casaco, os observa.
SAM: Frodo, aparece nós trouxemos companhia do Condado.
Frodo olha o hobbit sentado no final da sala. Eles não conseguem ver o rosto dele.
MERRY: Não estou gostando deste lugar.
GARÇOM: Vai pedir agora?
FRODO: Nós queremos saber se Gandalf está aqui.
GARÇOM: Gandalf? Aquela bicha velha? Ele não vem aqui há 6 meses.
Os quatro hobbits estão chocados.
FRODO: Não preocupe. Ele virá.
PIPPIN: Garçom, traga outra rodada de cerveja para nós.
*três horas depois*
Os quatro hobbits bêbados estão espalhados pelo bar. Eles ainda estão bebendo, arrotando, vomitando.
Merry e Pippin estão dançando em um lado do bar. Frodo sobe em uma mesa.
FRODO: Pessoal. Acho que vou cantar uma canção.
TODO O MUNDO: Sim! Cante! Deixe o Hobbit cantar! Sim! Uma Canção! Cante!
FRODO: É chamada “Eu sou um hobbit que come cabras”
TODO O MUNDO: É!

FRODO:
Havia um pequeno hobbit
Que vivia no Condado.
Quem era o mané?
Era meu amigo Eduardo.
Aquele pequeno bastardo
Costumava minhas cabras comer.

Eu lhe fiz uma visitinha
Para no nariz dele bater.
Mas Eduardo
Era forte e mais rápido,
Entrou em minha casa quietinho,
E comeu minhas cabrinhas sozinho.
Eu olhei minhas cabras
Do fiofó apertado.
Eu vi um grande buraco,
Deixado pelo K7 do Eduardo.

E já que estava bastante grande,
Não deixei a chance passar
Meti meu pênis enorme,
No traseiro da cabra até cansar.
Sou um hobbit que come cabras,
Yeepey Kay Yay Ai Yo!

Sou um hobbit que come cabras,
Yeepey Kay Yay Ai Yo!
TODO O MUNDO: Yeeeeeee!
Sou um hobbit que come cabras
Yeepey Kay Yay Ai Yo!
{mospagebreak}
Frodo está pronto para saltar da mesa quando ele tropeça em uma mão que estava ali e cai.
O anel cai do seu bolso. Frodo cai no chão e tenta pegar o anel.
O anel entra no dedo dele.
Ele desaparece. Todos estão espantados!
Frodo está no Mundo das Sombras. Ele o vê. O GRANDE OLHO. Está vindo na direção dele.
O GRANDE OLHO: Me dê o anel, pequeno hobbit. Você não resistirá porque eu sou O Grande Olho. Eu sou Sauron, O Phodão. Eu sou O Phodão!
Frodo tira o anel do dedo. Ele volta para o Mundo Normal.
Aragorn o puxa para uma sala pequena.
Frodo ainda está um pouco atordoado. Ele vê o rosto de Aragorn.
FRODO: Qual o seu nome?
HOMEM: Você pode me chamar Aragorn ou…
FRODO: Ou?
Passolargo tira a máscara, para revelar que ele é Saruman.
SARUMAN: Ou Saruman!
FRODO: Saruman!!!!!
Frodo está em choque.
Outra pessoa entra no quarto. Desta vez é o verdadeiro Aragorn.
O verdadeiro Aragorn tem duas pistolas 45 nas mãos. Elas são apontadas para a cabeça de Saruman.
ARAGORN: Diabos, eu sei que você é a droga do mago Saruman, O de Muitas Faces, mas quer saber de uma coisa? Tô cagando e andando. Eu tenho duas drogas de 45 aqui e isso é tudo eu preciso!
Saruman vira para Aragorn.
SARUMAN: Eu sou Saruman, líder de minha ordem, eu sou o mais poderoso mago vivo.
ARAGORN: Continuo me lixando.
Saruman golpeia as mãos de Aragorn e as armas caem no chão.
Eles começam a lutar. Ambos são os mestres em Kung-Fu.
Eles lutam muito rápido. Socos, Pontapés. Eles desviam, defendem.
POW! PA! BANG! BOW!
Saruman rapidamente acerta 10 vezes a cara de Aragorn e chuta a perna dele. Enquanto Aragorn está caindo, o mago o chuta no estômago e Aragorn voa contra a parede.
Aragorn se levanta e Saruman começa a chutá-lo rápido. Aragorn desvia de todos os pontapés, segura a perna de mago. Saruman chuta a cara de Aragorn com a outra perna.
Aragorn cai no chão, sangrando. Ele rola para o lado e pega suas duas 45.
Saruman vê e pula para fora do quarto pela janela antes que Aragorn possa atirar.
Ele se levanta e coloca suas armas de volta nos coldres.
Ele olha Frodo e os outros hobbits que chegaram, todos estão surpresos.
{mospagebreak}
ARAGORN: Meu nome é Aragorn, Filho de Arathorn, Neto de Arador, Herdeiro de Isildur.
FRODO: Ok.
ARAGORN: Eu sou um amigo de Gandalf e eu estou aqui para ajudar.
FRODO: Ok.
ARAGORN: Simbora. Temos que sair daqui. Os Nazgûl estão vindo.
PIPPIN: Os o quê?
ARAGORN: Os Nove Cavaleiros Negros.
PIPPIN: Há Nove dessas coisas? Caraca!
ARAGORN: Vambora! Glorfindel tá esperando lá embaixo.
HORAS DEPOIS
Aragorn e Glorfindel estão galopando em seus cavalos. Cada um leva dois hobbits.
Aragorn leva Frodo e Merry e Glorfindel leva Sam e Pippin.
Aragorn começa a conversar enquanto galopam à toda.
ARAGORN: Quanto tempo até alcançarmos Valfenda?
GLORFINDEL: A esta velocidade? 2 dias!
ARAGORN: Nós temos que
ir mais rápido, sem paradas!
GLORFINDEL: Eu sei.
SAM: Oh, meu deus! Você é um elfo?
GLORFINDEL: Sim, pequeno hobbit.
SAM: Uau!
Os dois cavalos continuam a galopar em alta velocidade através das montanhas, planícies e vales da Terra-média, na estrada para Valfenda.
*dois dias depois*
Gandalf e Radagast também são viajando em direção à Valfenda, mas em outra estrada. Eles estão muito perto da Vau que tem que ser cruzada para chegar a Valfenda.
Quando eles chegam a Vau, eles param seus cavalos.
GANDALF: Aqui, nós esperaremos aqui por Aragorn.
RADAGAST: Eu tenho um mau pressentimento sobre isto. E você sabe o que acontece quando um negro tem um mau pressentimento. Especialmente este negro aqui!
GANDALF: Há dois grandes guerreiros protegendo os hobbits e o anel. Eu não acho que nós temos que nos preocupar com qualquer coisa.
RADAGAST: É, claro. Hahahahhahah! Cara, você realmente não sabe muito sobre os Nove, sabe?
Aragorn e Glorfindel estão quase chegando a Vau quando os Nove Cavaleiros começam a seguí-los.
GLORFINDEL: BABOU!
Glorfindel tira uma espingarda do casaco. Ele a carrega e atira. Os Nove Cavaleiros estão galopando muito rápido e desviam das balas.
Glorfindel continua recarregando e atirando.
SHICK, SHICK! POW!
SHICK, SHICK! POW!
SHICK, SHICK! POW!
Aragorn tira uma das 45 do casaco dele e também começa a atirar.
POW! POW! POW! POW!
Os hobbits estão berrando.
HOBBITS: Aaaaaaaaaaah! Aaaaaaaah! Nós vamos morrer!
Os Nove Cavaleiros de repente tiram rifles de seus casacos ao mesmo tempo.
Eles apontam e atiram com só uma mão.
POOOOW! POOOOW! POOOOW! POOOOW!
Uma das balas acerta Frodo no ombro.
FRODO: Aaaaaaaaaah! Você vai morrer agora, seu desgraçado f.d.p.!
Frodo pega no casaco de Aragorn a outra pistola 45.
Frodo atira 15 vezes no Cavaleiro Negro que cai morto sobre seu cavalo, que continua a galopar.
Gandalf e Radagast estão no outro lado do rio e esperam pela companhia. Eles os vêem se aproximando.
RADAGAST: Veja, os Nazgul estão vindo.
GANDALF: Há só uma coisa à fazer.
RADAGAST: Eu sei.
Os dois magos abaixam suas cabeças e começam a falar em élfico. Eles estão invocando uma enchente.
Os cavalos de Aragorn e Glorfindel estão galopando em alta velocidade, eles passam pelo rio.
Quando os Nove vêm, uma enchente é criada pelos dois magos.
A enchente vem na forma de um Ônibus.
Ela acerta os Nove em cheio, todos caem na água e são levados pela correnteza do rio.
RADAGAST: É isso aí! Sem Liv Tylers aqui!
{mospagebreak}
LIVRO 2

Frodo acorda em uma cama confortável, em um belo quarto. É uma manhã ensolarada em Valfenda. Ele vê que seu ombro está curado e a bala foi removida.
Há alguém sentando em uma cadeira no lado da cama. É Gandalf.
FRODO: Gandalf!
GANDALF: Oh, você despertou! Como está se sentindo?
FRODO: Meu ombro, está muito melhor.
GANDALF: Eu sei.
FRODO: Que droga de lugar é esse?
GANDALF: Valfenda.
FRODO: K7, não!
GANDALF: K7 sim! A casa de prostituição de Elrond.
Elrond entra no quarto com um sorriso na face, olhando para o hobbit.
ELROND: Olá, Sr. Anderson.
FRODO: Ahn?
ELROND: Quero dizer, Sr. Frodo.
Sam entra correndo no quarto, gritando para Frodo.
SAM: Sr. Frodo! Sr. Frodo! Eles têm elfas aqui! Prostitutas Elfas! Woo Hoo!
Pippin e Merry entram no quarto segurando metralhadoras e lançadores de foguetes.
PIPPIN: Ei, Frodo! Você tem que ver isto! Essas belezinhas podem explodir a droga de uma vaca no meio!
FRODO: Você têm armas aqui, Sr. Elrond?
ELROND: Uma montanha delas. Venha, eu lhe mostrarei o lugar.
Frodo e Elrond estão caminhando por um corredor grande, Frodo olha para as enormes prateleiras cheias de armas.
ELROND: Nós as fazemos aqui. É a maior fábrica de armas na Terra-média.
FRODO: Quem fez a primeira arma?
ELROND: Oh, foi Glormir. Um homem misterioso que, 3000 anos atrás, trouxe a primeira arma para a Terra-média. Nós não sabemos como ele chegou aqui ou quem fez a arma dele.
FRODO: Ele morreu?
ELROND: Sim. Durante a Batalha da Última Aliança. Eu me lembro disto como se fosse ontem…
*flashback*
Nós estamos agora em Dagorlad enquanto um exército de elfos e homens lutam com as forças de Sauron em um campo de batalha. Os dois exércitos correm em direção um do outro com suas espadas, arcos, machados.
Elrond está matando como um psicopata alucinado. Ele está cortando cabeças, braços, abrindo estômagos com sua espada.
Elendil está lutando com dois trolls. Ele desvia dos martelos dos trolls e corta as pernas deles.
{mospagebreak}
Glormir usa sua metralhadora e acaba com 30 orcs com uma rajada de balas.
A Aliança está ganhando, quando Sauron chega ao campo de batalha. Ele é duas vezes o tamanho dos homens. Ele tem uma espada de folha larga em sua mão. Ele está pronto chutar alguns traseiros. Um pelotão de elfos ataca Sauron. Ele os acerta com sua espada incrivelmente grande e eles voam longe.
Elendil vê o anel no dedo dele. O Um Anel. Glormir saca sua arma e enfrenta Sauron. Elendil une-se à ele com Anduril na mão. Esta vai ser a maior batalha já lutada.
Sauron golpeia Elendil, que desvia, a espada acerta o solo abrindo um grande buraco. A terra treme. Glormir aciona sua arma.
SHICK, SHICK! POW!
SHICK, SHICK! POW!
SHICK, SHICK! POW!
As balas atingem a armadura de Sauron, mas elas não são fortes bastante para atravessá-la. Sauron varre o campo de batalha com sua espada. Glormir e Elendil saltam no chão. Elendil se levanta e começa a lutar com Sauron no mano-a-mano. As espadas acertam um ao outro com grande energia. O exército inteiro pode sentir isso.
CLING!
CLING!
CLING!
CLING!
Eles estão golpeando e batendo, cada vez mais rápido.
Sauron corta Anduril pela metade. Então, corta o peito de Elendil. Sangue para todo lado. Elendil cai morto no solo.
Sauron sente uma espada entrando nas suas costas e atravessando seu corpo. É Isildur.
Glormir carrega sua arma, SHICK, SHICK!
SAURON: Eu sou Sauron, O Phodão. Eu sou invencível!
GLORMIR: Não, você não é, Phodão! HASTA LA VISTA, BABY!
Glormir põe o espingarda dentro da boca de Sauron. Ele atira.
POW!!!
A cabeça de Sauron explode, seguida pelo seu corpo.
KABOOOOM!
O exército inteiro cai no solo. Glormir morre com a força da explosão. Isildur cai no chão, o Anel cai perto dele.
*fim do flashback*
FRODO: UAU!
ELROND: É.
É noite em Valfenda. Dentro da casa de prostituição, estão jantando. A mesa está cheia, Frodo e seus amigos hobbits, Gandalf, Radagast, Aragorn, Glorfindel, Elrond, Bilbo e a filha de Elrond, Arwen.
Todo o mundo está cantando, falando, comendo, rindo.
BILBO: Orwel, pode me passar aquela banana.
Gandalf olha para Bilbo e sorri.
{mospagebreak}
Sam continua encarando Arwen. Ele está atordoado por sua beleza.
De repente, a mesa inteira olha a pessoa que está entrando na casa no momento. A porta se abre e uma pequena figura ent
ra. Está usando um casaco escuro que cobre seu rosto. Ele passa pela mesa, e entra em um corredor grande e caminha fora do campo de visão dos que estão na mesa. Ele entra em um quarto e fecha a porta.
Frodo vira para Gandalf.
FRODO: Quem é ele?
GANDALF: Sinto muito, Frodo. Nem eu não posso responder essa pergunta, só Elrond sabe a resposta. Mas confie em mim, ele é importante para toda esta situação. Elrond está mantendo em segredo, eu não sei por que. Será revelado amanhã, no Conselho.
Sam está caminhando pelos jardins de Valfenda olhando para a noite clara. Ele vê uma bela figura parada em uma ponte perto de uma cachoeira. É Arwen.
Sam caminha até ela. Ela o olha e sorri.
ARWEN: Você é Sam, certo?
SAM: Como você sabe meu nome?
ARWEN: Oh, você são hobbits jovens e valentes. Todo elfo nesta terra deveria saber seus nomes. Eu nunca vi tanta coragem.
SAM: Aragorn nos ajudou.
ARWEN: Você está gostando de Valfenda?
SAM: Sim, eu claro que estou.
ARWEN: Realmente é um lugar bonito, especialmente em uma noite como esta. Olhe as estrelas.
Arwen se agacha perto dele e se senta no chão. Ele também faz isso.
ARWEN: Meu nome vem de uma estrela, você sabe. Aquela ali (ela aponta para a estrela).
Sam não olha para a estrela, ele não consegue tirar seus olhos do rosto dela.
ARWEN: O que foi?
SAM: Eu não preciso olhar o céu para ver as estrelas. Há duas em seus olhos.
Arwen sorri.
Eles ficam sentados lá olhando um para o outro enquanto uma linda música é tocada pelos elfos.
Sam e Arwen se sentam mais perto um do outro e eles se beijam. Há alguém observando esse beijo. É Aragorn, escondido atrás de uma árvore.
É manhã. O Conselho de Elrond há pouco começou. Todo o mundo está sentando em uma mesa enorme, entre eles Legolas, Gimli e Boromir.
Elrond vira-se para os convidados e apresenta os três.
ELROND: Estes são três grandes companheiros que eu pedi para vir.
LEGOLAS: Eu sou Legolas. O arqueiro mais rápido na Terra-média.
BOROMIR: Eu sou Boromir, filho de Denethor e de Gondor.
GIMLI: Eu sou Gimli. Eu sou o maldito anão mais durão que você já viram. Se você ver uma porcariazinha de anão rastejando até sua droga de traseiro e enfiando um machado no seu maldito traseiro enquanto tem o K7 acariciado por prostitutas élficas, ESSE SOU EU! AAAAAAAAAARGH!
Os três se sentam à mesa.
{mospagebreak}
ELROND: Nós ainda temos um convidado especial. Entre!
A pequena figura entra no salão. Ele salta para cima na mesa, tira o casaco e se revela. O salão inteiro é surpreendido pela figura.
ARAGORN: Oh meu Eru!
SAM: Oh Senhor!
RADAGAST: Diabos não!
BOROMIR: Bosta!
MERRY: Caraca!
A PEQUENA FIGURA: Meu nome é Willow.
TODO O MUNDO: Aaaaaaawwwww!!!
WILLOW: Eu sou o filho de George Lucas e ILM. Eu estou aqui em uma missão especial, convidado por Elrond, para destruir Saruman.
ELROND: Eu acho que ele pode fazer isto.
GANDALF: Oh, mas eu discordo completamente. Você está, Mestre Elrond, me dizendo que este projeto de anão vai matar Saruman, O de Muitas Faces?
WILLOW: Olá, Gandalf. Bom vê-lo novamente. Você ainda tem dúvidas sobre meu poder, não é?
GANDALF: Poder? Só porque você tem uma varinha mágica, você pensa que pode levar a melhor sobre qualquer um na Terra-média? Seu cocô de verme!
Gandalf estava cheio de ira.
GANDALF: TESTE ME, GRANDE MAGO WILLOW! TESTE A DROGA DO MEU PODER!
ELROND: Chega!
O conselho inteiro senta-se quieto.
ELROND: Você tomarão caminhos separados. Willow, você irá para Isengard. E você Gandalf, você tomará conta do anel.
BOROMIR: “Do” o que?
ELROND: Frodo.
Frodo se levanta e põe o anel na mesa.
ELROND: É o Um Anel.
BOROMIR: Uaaaaaau!
ARAGORN: A droga do mundo inteiro está em nossas mãos. Este é um trabalho que exigirá grande responsabilidade de todos nós. É a máquina de poder definitiva, um poder tão grande que poderia varrer toda a droga da vida existente nesta terra. Se nós nos importamos com a Terra-média, estão o anel tem que ser destruído em Mordor, nas labaredas da Montanha da Perdição. Nós não podemos desistir de maneira alguma. Esta é a última resistência contra os poderes de Sauron, O Phodão. E eu o levarei lá. Eu não sei o que vem por aí, mas se eu tiver que ir lá sozinho, eu o farei. No caso de vocês todos terem esquecido, eu sou o bicho!
BOROMIR(para Aragorn): E quem diabos você é?
LEGOLAS: Ele é Aragorn. O herdeiro de Isildur.
BOROMIR: Este mané bem aqui?
LEGOLAS: É.
ELROND: Nós precisamos de alguém para levá-lo lá. Levá-lo para Mordor.
GIMLI: Mas nem aqui nem no inferno um elfo tocará este anel!
LEGOLAS: Eu posso levá-lo lá, com sua permissão Elrond. Eu sou capaz de fazê-lo.
{mospagebreak}
GIMLI(para Legolas): Diabos, eu gosto de você! Você pode vir para minha casa e comer minha irmã!
BOROMIR(para Gimli): Argh, seu bichinha, você me faz querer vomitar.
GIMLI(para Boromir): Talvez porque meu K7 esteja tão enfiado no seu traseiro que esteja cutucando seu estômago!
BOROMIR(para Gimli): Seu cagalhão, você saiu da racha do traseiro da sua mamãe e vai acabar como um borrão marrom debaixo de meu pé!
LEGOLAS(para Gimli): Você já nasceu gordo, melado, fedido ou ficou assim com o tempo, seu bosta azeda?
Willow peida.
WILLOW: Yo quiero acarajé.
GANDALF(para Willow): Que bostinha ignorante, tá pensando que tá aonde, Argentina?!
Elrond se levanta.
ELROND(para todos): Seus mucos desorganizados de pragnástico teleplástico de porcaria!
RADAGAST: K7, tô vendo que manés branquelos como vocês não sabem praguejar.
BOROMIR: Normalmente eu sou um bom praguejador, mas minha garganta dói.
RADAGAST(para Boromir): Seu bosta! Eu aposto que você poderia chupar uma bola de golfe por uma mangueira de jardim.
ELROND(para Radagast): Calado, Radagast.
RADAGAST(para Elrond): Bem, considerando sua posição eu diria: vai tomar no …!
FRODO: Eu levarei o Anel.
Todo mundo olha para Frodo. O salão está agora em silêncio.
ELROND: Tem certeza disto?
FRODO: Tenho.
ARAGORN: Eu irei com você, Frodo. Você tem minha espada.
LEGOLAS: E meu arco.
GIMLI: E meu machado.
BILBO: E meu consolo, se você precisar de um.
BOROMIR: Bem, já que vocês todos vão. Você pode contar comigo, Frodo.
Sam que estava escondido atrás de uma cadeira, salta e vem até Frodo.
SAM: Droga, este F.D.P. não vai à parte nenhuma sem mim.
Merry e Pippin também saem de seus esconderijos e juntam-se a Frodo.
MERRY: Demorou, nós vamos também.
PIPPIN: Eu não acho que você precise de nada além de muita força em Mordor. Olhe meus músculos. Eu sou durão! Woo hoo!
ELROND: Oito companheiros. Vocês serão guiados por Gandalf e Radagast. Vocês dez destruir
ão o anel. Vocês são a Sociedade do Anel.
RADAGAST: Gosto mais de Irmandade do Anel.
BOROMIR: Eu não sou seu irmão.
RADAGAST: Lógico, não tenho irmão otário que nem você!
Um pouco depois, em um dos jardins de Valfenda, Sam e Arwen beijam-se. Eles são totalmente apaixonados um pelo outro. Alguém aparece detrás de uma árvore. É Aragorn.
{mospagebreak}
Sam e Arwen param de se beijar e o olham.
ARAGORN: Bem, bem bem… Olhar quem está aí… Oi, sua galinha.
ARWEN: Sinto muito, Aragorn. Eu pretendia lhe contar.
ARAGORN: O que? Que você está transando com ele? Eu sei disso.
ARWEN: Sinto muito, mas meu amor por você não existe mais. Sam é meu amor.
SAM: É a escolha dela.
Aragorn vira-se e vai embora.
Frodo está no quarto dele na casa de Elrond. Ele e seu tio Bilbo. Bilbo tira uma espada e a dá para Frodo.
BILBO: É Ferroada. Uma lâmina muito poderosa, feita por elfos. Muitas cabeças foram cortadas por esta espada, acredite em mim.
FRODO: É muito leve.
BILBO: É.
Bilbo nota o Anel no pescoço de Frodo, preso em uma corrente.
BILBO: É o meu Anel?
FRODO: Uh.. uh.. sim…
BILBO: Eu posso segurá-lo?
FRODO: Não.
Frodo caminha para longe de Bilbo. Ele pode ver que o tio não consegue tirar os olhos do anel. Os olhos de Bilbo mudam, só há maldade neles agora.
BILBO: Só uma vez. Por favor. Eu só quero segurá-lo.
FRODO: Não, está a salvo aqui.
Bilbo está desesperado.
BILBO: É meu anel. Meu anel. Meu precioso.
FRODO: Fique longe, Bilbo.
BILBO: Ficar longe?
Bilbo tira uma pistola 45 e aponta para a cabeça de Frodo.
BILBO: Me dê o anel. Agora.
FRODO: Abaixe a arma, Bilbo. Por favor, não faça isto.
BILBO: Eu sou o verdadeiro portador do anel. Dê para mim.
FRODO: Bilbo o anel tem que ser destruído. Pelo amor de deus, abaixe essa droga de arma!
BILBO: NINGUÉM VAI DESTRUIR NADA!
FRODO: Bilbo, olhe para si mesmo. Que droga está acontecendo?
BILBO: Eu o achei. Desde o começo. Eu o levei para longe daquela maldita criatura Gollum. Eu tomei conta dele todos estes anos. Ele veio à mim! VEIO A MIM, FRODO! É MEU! MEU ANEL! ME DÊ A DROGA DO ANEL!
FRODO: Não, eu não lhe darei nada, seu F.D.P.!
BILBO: AAAAAAAAAAAH!
Bilbo atira 9 vezes no peito de Frodo.
BILBO: Morra! Morra! Morra!
O peito de Frodo está cheio de buracos e as roupas dele estão encharcadas de sangue.
Frodo fecha os olhos e morre.
Bilbo se dá conta do que ele fez.
BILBO: Não. Não. Não. Não. Não. Não. Não. Não. Não.
{mospagebreak}
Gandalf chega ao quarto e vê o corpo de Frodo.
GANDALF: Que diabos está acontecendo!?
BILBO: O que está acontecendo, Gandalf? O anel está acontecendo. O anel. O anel. Eu o matei pelo Anel.
Bilbo põe a arma na própria boca e atira. Ele cai morto no chão, com um buraco grande na cabeça.
Elrond e Gandalf estão num grande salão escuro, sozinhos. Eles estão discutindo o destino da Sociedade.
ELROND: Nós não podemos deixá-los morrer.
GANDALF: Eles já estão completamente mortos!
ELROND: Não Frodo. Não ainda. Sua coragem foi o que ajudou-o a trazer o anel aqui para Valfenda. Nós devemos isto ao titiquinha de gente. Bilbo atirou na própria cabeça, nós não temos nenhuma chance em salvá-lo. Mas Frodo tem uma chance.
GANDALF: O que?
ELROND: Bombadil. Você sabe quem é ele. Ele pode ressuscitar Frodo.
GANDALF: Eu o guiarei para a Floresta Velha.
ELROND: Certo. A Sociedade ainda existe. Mas agora são oito companheiros. Pippin levará o anel.
SAM: SETE! Se é para salvar Frodo, eu irei com ele.
ELROND: Este é a segunda vez que isto acontece! Que inferno também? Vocês hobbits não sabem ler? Esta é uma reunião ultra secreta.
SAM: Oh, eu acho que está me confundindo com alguém que COSTUMA PRAGUEJAR!
Assim então acontece. 12 convidados deixam Valfenda. Gandalf e Sam levam o corpo de Frodo à Tom Bombadil na Floresta Velha. Aragorn, Legolas, Gimli, Boromir, Merry, Pippin, guiados por Radagast vão para Mordor. Pippin é agora o portador do anel escolhido por Elrond. Willow vai para Isengard sozinho para destruir Saruman. E um hobbit observa-os deixando Valfenda. Ele está coberto por uma capa e assiste a tudo de uma colina perto do lugar.
*o dia seguinte*
Gandalf conduz seu cavalo, levando o corpo de Frodo coberto por uma capa. Sam monta um ponei. Eles vão pela estrada muito rápido.
GANDALF: Está dando para agüentar, Sam?
Sam, quase caindo de seu ponei, responde.
SAM: S… S… S… Im… Im…!
GANDALF: Bom, porque nós iremos mais rápido agora.
SAM: Dan… Dan… Dan… cei… cei…!
*longe dali*
A Sociedade caminha lentamente para o portão de Moria.
RADAGAST: Vocês meninos brancos estão cansados?
ARAGORN: Nós devíamos descansar agora.
RADAGAST: Foi só um dia desde que deixamos Valfenda, seu bando de manés branquelos preguiçosos!
LEGOLAS: Eu sou um elfo e posso caminhar qualquer distância sem precisar de descanso.
RADAGAST: Alguém te perguntou alguma coisa, droga?
GIMLI: É! Quem te perguntou, Legolas?
{mospagebreak}
LEGOLAS: Eu ficarei calado agora, porque Radagast pediu.
RADAGAST: Você não tem que ficar calado, só fale sobre algo interessante. A única parte de seu corpo que quero que você mantenha em silêncio é seu traseiro.
LEGOLAS: Eu posso contar uma piada.
RADAGAST: Sim, nos conte uma piada.
LEGOLAS: Por que um anão cruzou a rua?
GIMLI: Grrrr!
LEGOLAS: Porque havia ouro no outro lado! Ha Ha Ha Ha Ha!
A Sociedade inteira olha Legolas. Ninguém ri.
BOROMIR: Isso não foi engraçado.
MERRY: Bem, eu posso cantar uma canção.
BOROMIR: Você canta canções, pequenino?
MERRY: Sim, eu e Pippin somos grandes cantores.
PIPPIN: Eu não vou cantar agora. Eu estou muito triste. Este anel, é tão pesado.
BOROMIR: Eu aposto que é. Mas cante uma canção, Merry.
MERRY: Chama-se “Hobbits Gays”

No poderoso Condado,
Vivia um hobbit que cortava grama na Quarta Sul.
Ele era um pouco esquisitão,
Ele gostava de um K7 entrando em seu …

ARAGORN: Cala a boca! Sem jardineiros, por favor.
A Sociedade continuou caminhando por vales e colinas, cruzando rios, escalando pedras e montanhas.
*tr6es dais depois*
Gandalf e Sam chegam à casa de Tom Bombadil. Foi construída no pé de uma colina, linda e simples. Mas nem Gandalf ou Sam poderiam desfrutar aquele lugar, enquanto Frodo estivesse morto.
Gandalf e Sam saltam de suas montarias.
SAM: Você tem certeza de que ele pode fazer isto?
GANDALF: Oh, eu espero que assim.
Eles batem na porta.
GANDALF: Tom!
Tom sai de porta à fora e começa a dançar e cantar em seu jardim.

TOM:
Uma boneca, neneca!
Eu gosto do sol e eu gosto de charneca!
Woopsie – margaridinhas!
Woopsie – margaridinhas!
Um carro, na estradinha!
Peter Jackson precisa de óculos de
pressinha!
Yeepie – Kay – Yay!
Yeepie – Kay – Yay!
Oh, meu senhor! Frodo está apagadão.
Eu acho que vou ressuscitá-lo e comer um pouco de pão!
O Velho MacDonald tinha uma fazenda!
Yee – eu – Yay – eu – Ow!
{mospagebreak}
Tom entra na casa, seguido por Gandalf e Sam. Dentro, eles põem o corpo de Frodo em uma mesa e esperam Tom fazer algo.

TOM:
Ei, Frodo, o que você está fazendo?
Onde está o tomate que eu pedi faz um tempo?
Quando eu enfiar meu dedo e gritar: Miau!
Você despertará e pegará no meu …

Gandalf e Sam estavam sentados na cadeira de Tom admirados. Eles não podiam tirar os olhos de Tom, que ser mágico!

TOM:
EI FRODO, MIAU!
DESPERTE AGORA E SEGURE O MEU …

Frodo abre os olhos.
Gandalf e Sam procuram os buracos de bala no peito de Frodo e não há nenhum.
Sam abraça Frodo.
SAM: Graças a Deus você está bem, Frodo!
TOM: Bem, me agradeça! Eh, Eh, Eh!
FRODO: O que está acontecendo?
GANDALF: Descanse por algum tempo e eu lhe contarei o que aconteceu, Frodo.
*cinco dias depois*
A Sociedade chega aos portões de Moria.
É noite e o rio perto deles está tranqüilo e silencioso, assim como a Sociedade.
O portão enorme parece ter sido desenhado nas rochas das enormes montanhas. A Sociedade está cansada e faminta, eles quase não pararam para comer ou dormir.
RADAGAST: Há algo escrito lá.
GIMLI: São os 3 enigmas do papagaio verde.
BOROMIR: O que?
GIMLI: São três enigmas que precisam de ser resolvidos para que possamos entrar.
LEGOLAS: Anões…
RADAGAST: Você sabe resolver isto?
GIMLI: Não. Mas o primeiro enigma diz: “Quem sou eu se o salão está cheio de pássaros”?.
ARAGORN: O que significa isso?
GIMLI: Eu não sei. Você não é o herdeiro de Isildur?
ARAGORN: Sim, que droga isso tem a ver?
GIMLI: Não é para você ser o mané esperto?
BOROMIR: Espere, vamos tentar resolver esta coisa. Quem sou eu se o salão está cheio de pássaros?
RADAGAST: Uma galinha.
{mospagebreak}
O portão destranca. As portas se abrem para revelar outro portão.
GIMLI: Você resolveu o primeiro quebra-cabeça!
RADAGAST: Como eu fiz essa droga?
ARAGORN: Eu não sei, mas continue assim.
GIMLI: Este aqui diz: “Dois pais e dois filhos foram pescar. Cada um pegou um peixe. Quantos peixes trouxeram para casa “?.
MERRY: Eu acho que eu sei a resposta. Bem, se há dois pais, é o avô e o pai. Os dois filhos são o pai que é o filho do avô e o filho do pai. Assim, a resposta é…
RADAGAST: Lamba meu traseiro.
O segundo portão destranca. Ainda há um mais portão…
GIMLI: Só mais um.
PIPPIN: O que se lê?
GIMLI: “Onde eu estou se eu não estou aqui e os tomates estão frescos”?
RADAGAST: Eu não tenho a menor idéia.

Frodo e Sam estão na estrada para Hobbiton, com Gandalf guiando-os.
GANDALF: …então, foi o que aconteceu.
FRODO: Pippin está levando o anel?
GANDALF: Sim.
Gandalf pára o cavalo.
SAM: O que?
GANDALF: Eu tenho que ir lá e ajudá-los. Você dois terão que voltar para o Bolsão sozinhos. Adeus!
Gandalf vira o cavalo e galopa de volta para Valfenda.
FRODO: Nós realmente vamos voltar para o Bolsão?
SAM: E perder toda a diversão? É ruim hein!
FRODO: Isso é o que eu estava pensando. Vamos.
SAM: Sim, nós passaremos pelo Caminho Verde, então cruzamos o Ruidoságua e passamos pelo Vale do rio escuro.
Os dois hobbits, caminharam e caminharam, e caminharam. Eles pararam à noite, dormiram durante algumas horas e passaram por colinas, vales, planícies.
Mas alguém está observando-os. O mesmo hobbit que estava assistindo a partida da Sociedade de Valfenda. Quem é ele?
A Sociedade ainda está nos portões de Moria. Eles ainda não conseguiram resolver o último quebra-cabeça.
ARAGORN: Onde eu estou se eu não estou aqui e os tomates estão frescos?
MERRY: É bem difícil.
GIMLI: Aaaaah! Quem se importa!
Gimli saca um lançador de foguete e atira na porta. Uma explosão abre um buraco grande no portão.
LEGOLAS: Isso foi realmente mais fácil.
A Sociedade atravessa os portões e entra nas Minas de Moria.
É escuro, molhado, alto e áspero. Eles caminham por muito tempo pela montanha e param para comer e dormir. Eles param na entrada de um corredor longo por descansar.
{mospagebreak}
A Sociedade inteira está sentada e comendo sua comida.
Radagast aproxima-se de Pippin que está sentando só, longe do resto da Sociedade. Radagast se senta com ele.
RADAGAST: Então, como está se sentindo?
PIPPIN: Ótimo.
RADAGAST: Realmente?
PIPPIN: Sim. Radagast, mas eu vi algo.
RADAGAST: O que?
PIPPIN: Uma criatura monstruosa.
RADAGAST: Gollum. O filho da mãe tem nos seguido por 3 dias.
PIPPIN: Gollum?
RADAGAST: Sim. Não se preocupe. Ele é inofensivo.
PIPPIN: Eu não sei.
RADAGAST: Pippin deixe-me lhe contar uma história. Só uma pequena lição de moral. Quando eu estava vivendo no norte, em Vidigalia, eu tinha um amigo que era negociante. Carvão negociava bagulho por toda a droga de lugar. Umas boas porcarias. Mas eu sempre lhe falei: “Nunca negocie bagulho com estranhos”. Mas o negão não me escutava. Alguns caras do sul vieram até ele e pediram que fizesse uma venda enorme. A droga do negócio era grande. O F.D.P. estava todo feliz com isso, disse-me que ele ia deixar de negociar depois desta última remessa. Adivinhe o que aconteceu? Os caras do sul meteram uma bala no rabo do negão e roubaram a mercadoria. Se ligou na parada?
PIPPIN: Qual é a lição de moral?
RADAGAST: Nunca negocie bagulho com estranhos.
PIPPIN: Eu não negocio bagulho.
RADAGAST: E daí, K7! Eu estava só tentando lhe contar uma maldita história.
*longe dali*
Willow caminha para Isengard.
Willow arrota.
WILLOW(para si mesmo): Yo quiero acarajé.
*longe dali*
Frodo e Sam estão perto de Lothlorien.
De repente eles ouvem passos atrás deles. Eles olham e vêem o hobbit. Ele tira o casaco e se revela.
FRODO: Quem é você?
O HOBBIT: Eu sou………………………………Folco Gamgee.
Frodo e Sam olham para ele, silêncio.
SAM: Você é do Condado, um dos meus primos.
FOLCO: Sim.
FRODO: O que está fazendo aqui, nos seguindo?
FOLCO: Sim, você vê algum problema nisso?
SAM: Sim, vemos! O que você quer aqui?
FOLCO: Eu estou aqui para ajudar. Confie em mim. Mas minha paciência está se acabando e acho que vocês não conseguirão ir para Mordor sozinhos.
FRODO: Sim, nós conseguiremos!
FOLCO: Eu lhe ajudarei a levar o anel.
{mospagebreak}
SAM: Nós não precisamos de ajuda. Volte para o Condado.
FOLCO: O que? Você me disse para voltar para o Condado? CALE A DROGA DA BOCA, SEU PORCARIAZINHA FILHO DE UMA GALINHA! SE QUALQUER UM DE VOCÊS FALAR UMA MALDITA PALAVRA SOBRE MINHA AJUDA, ESTOURO SUAS MALDIT
AS CABEÇAS!
Frodo e Sam só olham para Folco.
FOLCO: Agora, venham! Eu os levarei para um lugar onde possam descansar.
Frodo e Sam seguem Folco enquanto ele caminha para Lothlorien.
EM MORIA…
A Sociedade entra no salão com a tumba de Balin. Gimli chora quando ele olha o corpo do Senhor de Moria.
BOROMIR: Nós não podemos ficar aqui mais tempo.
GIMLI(chorando): Eu não consigo acreditar que ele esteja morto.
Merry olha para uma rachadura grande no solo.
MERRY: Que profundidade esse buraco deve ter…
Merry pega um crânio de Anão e lança-o no buraco. Faz um ruído enorme.
RADAGAST: Mas que DROGA VOCÊ ESTÁ FAZENDO?
Radagast tira uma pistola 45 e acerta Merry na cabeça. O corpo de Merry cai no buraco.
PIPPIN: Oh meu Deus! Você ficou louco?
RADAGAST: Ele estava pedindo isto!
Um exército de orcs entra pela porta.
A Sociedade saca suas espadas.
LEGOLAS: Vamos chutar alguns traseiros!
A SOCIEDADE: AAAAAAAAAAAAAAAAAH!!!
Aragorn e Boromir pegam suas espingardas e detonam os 5 primeiros orcs.
Legolas pega seu arco e atira 9 flechas em menos de 2 segundos. Ele acerta um grupo de orcs.
Os orcs, armado com metralhadoras começam a atirar na Sociedade.
Eles se escondem atrás de pedras e pilares.
Gimli saca seu lançador de foguete e atira na entrada. A explosão parte muitos orcs ao meio.
Pippin se esconde atrás de Radagast.
Um troll entra no salão.
TROLL: Aaaaaaaaaaaaaaargh!!!!
O troll acerta Aragorn com seu martelo, então, ele acerta Boromir na cabeça, que voa contra a parede.
Radagast pega seu cajado e enfia no traseiro do troll!
TROLL: AAAAAAAAAAAAAAARGH!!!
O troll tenta acertar Radagast algumas vezes, que desvia dos golpes.
LEGOLAS: Você é meu, seu grande e gordo aborto da natureza.
Legolas atira 34 flechas no tórax do troll em menos de 3 segundos.
TROLL: AAAAAAAAAAARGH!!!
{mospagebreak}
Boromir tenta atacá-lo pelas costas.
O troll peida e o cajado de Radagast vem voando do traseiro do troll e acerta Boromir no estômago.
Ambos Boromir e o troll caem mortos.
RADAGAST: Corra! Todo mundo corra!
Radagast, Aragorn, Pippin, Legolas e Gimli correm pelos longos corredores de Moria, seguidos por exércitos de orcs.
Eles chegam à Ponte de Khazad-dum.
Radagast olha atrás dele e vê aquilo! O resto da Sociedade também olhar para aquilo. Todo abrem suas bocas apavorados!
RADAGAST: AGORA SIM ESTAMOS FERRADOS!!!!!!
GIMLI: OH MEU SENHOR!!!! NÓS TODOS VAMOS MORRER!!!!
LEGOLAS: AI AI, É UM BALROG!!!
O enorme demônio de fogo e sombra pára e abre a boca. Fogo sai dela.
Legolas, Gimli, Aragorn e Pippin caminham pela ponte e alcançam o outro lado.
ARAGORN: Venha, Radagast!
RADAGAST: Eu sou o SENHOR DAS CHAMAS NEGRAS!!! VOLTE PARA AS SOMBRAS!!!
O Balrog saca sua enorme espada flamejante!
RADAGAST: VOLTE PARA AS SOMBRAS!!!!
O balrog golpeia Radagast com a espada. Radagast desvia. Acerta a ponte!
Medo e excitação enchem as mentes da Sociedade!
O balrog pega seu chicote.
RADAGAST: EU MORREREI! MAS TIRAREI VOCÊS DAQUI PRIMEIRO!!!!
O balrog se aproxima da Ponte.
RADAGAST: VOOOOOCÊ NÃO VAI PAAAAAAAAASSSSSSSAAAAARRRR!!!!!
O Balrog prepara-se para golpear Radagast pela última vez com sua espada.
Mas algo pára ele! É MERRY!!!
Merry está em cima da cabeça do balrog. Ele apunhala o balrog repetidamente com sua espada.
Radagast bate seu cajado no chão e uma explosão acontece. A ponte quebra.
O Balrog cai na escuridão com Merry.
MERRY: Adeus, meu amigo Pippin!
E essa foi a última vez que ouvimos a voz de Merry…
Pippin começa a chorar. Radagast, Aragorn, Gimli, Legolas e o portador do anel, Pippin, correm para fora de Moria.
Assim que eles saem de Moria, eles param e se sentam. Todo mundo chora.
{mospagebreak}
Aragorn segura Pippin. Pippin grita por seu amigo Merry.
PIPPIN: Não. Ele não está morto!!!! Por favor não!!!
Gimli também está chorando e Legolas vem e o abraça.
ARAGORN: Nós perdemos dois grandes amigos hoje. Nós nunca os esqueceremos. Boromir, o guerreiro valente de Minas Tirith. Merry, o hobbit valente do Condado. Eles ficarão em nossas memórias e em nossos corações.
*longe dali*
Folco, Frodo e Sam estão caminhando em uma estrada longa, escura. Eles passaram por Lothlorien e agora estão caminhado ao longo do Anduin.
SAM: Como você descobriu sobre o anel?
FOLCO: Eu espionei Frodo e Gandalf.
SAM: Por que você veio?
FOLCO: Não é da droga da sua conta.
FRODO: Sim, é.
FOLCO: Ok. Você quer saber a verdade?
FRODO: Sim.
Folco transforma-se em SAURON!
FRODO: Oh meu deus!
SAURON, está vestindo novamente sua armadura negra, tão alto quanto um troll. De repente, o céu fica cinzento e nublado. Está escurecendo. O poder de Sauron é muito grande.
SAURON: Me dê o anel! Eu sei que você deu um falso anel a Pippin! O anel verdadeiro está em seu bolso.
FRODO: NÃO! COMO VOCÊ DESCOBRIU?????
SAURON: Eu sou Sauron, O Phodão! ME DÊ O ANEL!!!!!
SAM: Não dê a ele!!!! NÃO!!!!
Sauron saca sua espada e mata Sam, cortando a cabeça dele fora!
SAURON: Com os diabos, seu bosta, vou pedir só mais uma única maldita vez!
Frodo tira a máscara, para revelar que ele é de fato Saruman.
SAURON: Você?
SARUMAN: Sim!
SAURON: Você não é Frodo?
SARUMAN: Não!
SAURON: Este não é o Um Anel?
SARUMAN: NÃO!
SAURON: Então, onde Frodo está?
Frodo está perto do local. Ele está comendo um bolo como café da manhã e esperando por Sam. Ele come um pedaço de bolo e um bocado de chocolate fica na mão dele.
Ele chupa os dedos sujos. Ele olha a mão dele e percebe que ele chupou o anel e comeu-o com o chocolate.
FRODO: NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÕOOOOOOOOOOO!!!
O anel explode dentro do peito de Frodo.
A EXPLOSÃO É TÃO FORTE QUE ATINGE TODA A TERRA-MÉDIA
{mospagebreak}
*longe dali*
Willow vê o fogo da explosão que vem em sua direção.
WILLOW: Yo quiero acarajé.
*longe dali*
Gandalf vê o fogo da explosão que vem em sua direção.
GANDALF: Eu sabia que isto ia acontecer. M****.
*longe dali*
A Sociedade vê o fogo da explosão que vem em sua direção.
ARAGORN: Droga, eu não posso morrer agora, eu ainda não transei com a Arwen!
GIMLI: Eu nasci com só um bago.
LEGOLAS: Eu nasci sem bagos.
RADAGAST: Eu não sou preto, eu só pinto minha cara para ficar parecido com o Samuel L. Jackson.
PIPPIN: Eu sou viciado em cocaína.
*longe dali*
Elrond vê o fogo da explosão que vem em sua direção.
ELROND: Eu queria não ter sido escolhido para a seqüência de Matrix. Eu odeio artes marciais.
ARWEN: Eu sou um homem. Eu fiz uma operação de mudança de sexo.
*longe dali*
Fimbrethil vê a explosão que vem em sua direção.
FIMBRETHIL: Eu queria não ter morrido tão cedo na história.
LONGE DALI
Deriel vê
o fogo da explosão que vem em sua direção.
DERIEL: Eu queria ter nascido um bebê elefante.
*longe dali*
Tolkien vê o fogo da explosão que vem em sua direção.
TOLKIEN: Eu queria que Folco parasse de fazer esta adaptação estúpida.
A explosão atinge toda a Terra-média. Ninguém sobrevive. Nem mesmo Bombadil.

O FIM

Comentários

  1. É frustrante ver algo assim num site como Valinor…
    Eu sei que sempre vai ter alguém que goste desse tipo de lixo, mas gostaria de nunca mais ver algo tão abjeto neste site.
    Estou decepcionado…