Diário de í‰omer

Dia Um:
Orcs orcs orcs! Tipo, não tenho uma folga com meu cavalo e ainda estou treinando-o a usar um remo.
 

Dia Dois
Théodred quase morto. Otário. Tipo, isto vai pegar MUITO mal no meu currículo.

Dia Três:
Cavalgando para Edoras com o filho quase morto do Rei Théoden. Estou ficando assado, mas tipo, estou gostando disso.

Dia Quatro:
Uau. Tipo, é um camarada realmente pálido e feio esse novo assistente pessoal do Rei Tio, e cara… Tio Rei parece um maracujá de gaveta. Não vou com os cornos do A.P. Grimy.
Íngua de Cobra está totalmente caidinho por Éowyn, mas você conhece minha irmãzinha. Olhe, mas não toque.
MAIS TARDE:
Fui exilado. Então, cavalgando para o Norte para um rodeio. Eu sou o locutor convidado. Viva eu!

Dia Cinco:
Matamos um grupo de orcs. Queimamos eles. Assamos marshmallows na fogueira no desjejum, mas eles ficaram com um sabor rançoso de orc. Tivemos que apelar para pastilhas de hortelã.

Dia Seis:
Conheci um sujeito – Arrogante filho de Aerosmith, ou algo assim, e o elfo mais abicharado que você possa imaginar. As raízes dele REALMENTE estavam aparecendo. Tentei não dizer nada.
Notei o anão Gimli "ajeitando o machado" e só então percebi que ele parece/age como o meu primeiro pônei! Pequeno. Cabeludo. Vestido de couro. Coçando-se muito. Um Rohirrim nunca esquece sua primeira montaria. Estou totalmente a fim dele. Tipo, será que Anões podem manejar machado como remo?
Tentei dar em cima do anão. Quase levei com as flechas do Elfo no meio dos olhos.

Dia Dez:
Não consigo tirar o anãozinho da cabeça. Melhor que ser um pervertido tarado por hobbit, certo? Mas que diabo é um hobbit afinal de contas? Mandarei um recado para mana Éowyn em Edoras. Peça ao Anão o endereço dele. Tipo, depois do rodeio, posso marcar uma fim de semana com ele em Osgiliath ou algo assim.

Dia Treze:
Gandalf apareceu naquele fofoqueiro do Scadufax, tagarelando sobre Elfos e clareador e algo sobre 10.000 orcs e uma carnificina.
MAIS TARDE:
Gimli precisa de mim!! Só quero subir na sela e ir, tipo AGORA, mas Mithrandy precisa passar no mercado para comprar uma dúzia de meias arrastão brancas e condicionador anti-frizz para o cabelo dele.
Pedi ao Mago para apanhar 34 galões de pomada para assaduras para 2000 Rohirrim doloridos.
Me deu um olhar tão frio que meus mamilos ainda doem.
Remos totalmente fora de cogitação até que a estúpida assadura se vá.

Dia Quinze:
Tipo, salvamos totalmente o dia. Orcs perseguidos até a floresta. Orcs abatidos por Árvores de Fangorn. Não saiba que as árvores eram chegadas naquele tipo de coisa. Transaria com um Balrog para ter dois minutos a sós com Gimli mas tivemos que cavalgar até um monte e encarar a Montanha da Perdição ao longe enquanto o Mago fazia um discurso chato sobre Hobbits, esperança, mal, algo assim. Então ele deu o clareador para aquele Elfo afeminado e exigiu que o Elfo fizesse algo inominável primeiro. Elfo ficou p. da vida.
Recado enviado para Gimli. Espero que anão saiba ler.

Dia Dezessete:
Uau! Tipo, anão não só tem gosto de galinha, como sabe todos os tipos de truques exóticos com cordas.

Dia Dezenove:
Segui Gimli até Isengard. Ele montou com o recentemente clareado Elfo. WAH!! Estou triste.
Não. Estou muito p. da vida. Anão não é uma conquista barata, e apesar do grande salvamento, Tio Rei não deu aumento de salário.
MAIS TARDE:
Encontrei Hobbits. Tipo, os camaradinhas tinham Gimli na palma da mão. Anões aparentemente fazem qualquer negócio por carne de porco salgada.

Dia Quatorze:
Merry decididamente não é chegado em remo.
Relutantemente aprendi um jeito novo de esconder grande raiz leguminosa.

Dia Dezesseis:
Tipo, Pippin tentou surrupiar o saco do Mago e terminou encontrando com Palantir e Sauron. Gandalf teve um faniquito e rasgou a meia arrastão. Foi embora com o hobbit para Minas Tirith. Aposto que Scadufax contará depois detalhes da cenoura.

Dia Dezenove:
Guerra em Minas Tirith. Rei Tio supostamente morto pelo Rei Bruxo, mas Éowyn deu uma de esperta. Acho que Éowyn é uma pervertida tarada por hobbit. De repente ávida por cenouras e não são para seu cozido horroroso.
Arrogante sumiu há alguns dias atrás, mas tipo, apareceu com um grupo de camaradas mortos verdes e brilhantes. Tipo, se você cheira mal daquele jeito, provavelmente é o único modo de arrumar um encontro. Gimli ainda montando com aquele elfo convencido e horroroso. O que é o elfo tem que eu não tenho?

Dia Vinte e Um:
Guerra no Portão Negro foi totalmente deprimente. Gimli AINDA montando com o Elfo. A perua da Floresta das Trevas está apoiando o fedorento Arrogante. Arrogante olhando para a Montanha da Perdição lamentando sobre algum hobbit que ele está à fim chamado Frodo. Francamente, pensei que as Forças Gondorianas fossem mais viris.
MAIS TARDE:
Estou só. Eu ainda tenho cavalo. Ainda tenho cenouras do hobbit. Cavalo gosta de cenouras. Se eu for flexível o bastante, talvez funcione…

Dia Vinte e Três:
Guerra ganha. A águia gigante fez mais sucesso que o Elfo. VIVA À ÁGUIA!!
Dia Vinte e Quatro:
Tenho acesso à conta bancária do Rei de Rohan mas percebi que está totalmente sem dinheiro e não posso sustentar o anão de maneira adequada. Théoden provavelmente torrou tudo em maquilagem ruim e vídeos da PlayEorlingas.
Ainda tenha a cenoura. Espere converter o Anão a filosofia Vegetariana.
MAIS TARDE:
Fui até o quarto de Gimli e o Hobbit Frodo montava loucamente o Garanhão Caolho. Estou arrasado. Se soubesse que Anões eram tão safados nunca teria me interessado por um.
Éowyn se divertindo com o Pervertido Capitão Gondoriano Faramir e o Hobbit Merry.
Tipo, fiquei sem fala! Vou acabar como o Tio, de bengala, e fumando até ficar com o nariz do tamanho de Edoras.

Dia 25
Hobbit Sam muito interessado em acessórios de couro, remo e truques com cordas. Brinquei de "Selar o Pônei" até amanhecer. Bebedeira Pós-guerra não foi uma perda total. Talvez faça uma assinatura do Canal Erótico Hobbit. Tenho que convencer Éowyn a me dar um empréstimo. Onde será que ela está conseguindo todas aquelas jóias ultimamente?
MAIS TARDE:
Anão quer ménage à trois com o Elfo.
Não vou! Não vou! Não vou!!
OK, talvez.
MAIS TARDE AINDA:
Elfo não é tão mau afinal de contas. Me deu um chapéu muito bonito.
VIVA EU!